Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Piscinas, levando vidas e sonhos pelos ralos.

- 11 de junho de 2011
Para ampliar, clic na imagem.
Poucas crianças sobrevivem a um acidente por sucção do dreno de água da piscina. Nas fotos acima, apenas Flavia sobreviveu e mesmo assim, com a grave e terrivel sequela de coma vigil irreversível. 

Este post é uma homenagem às pessoas, a maioria crianças, que foram vitimados por acidentes causados por sistemas de sucção de piscinas, (ralos). Neste blog  estão documentados alguns desses acidentes que só acontecem porque infelizmente ainda não temos legislação, fiscalização e sanções rigorosas para a falta de segurança nas piscinas não só do Brasil como em todo o mundo. Além destes acidentes aos quais agora me refiro, ocorridos no Brasil e no mundo, existem outros aqui documentados. E outros que nem chegam ao conhecimento da mídia.

Como venho repetindo aqui, sistemas de sucção de piscinas, se vendidos, instalados e mantidos sem o indispensável cuidado com a segurança dos usuários, podem ser transformar em armadilhas submersas e silenciosas que levam a acidentes gravíssimos ou, na maioria das vezes, à morte.

Janeiro de 2001- Marlei da Silva Feliciano, 23 anos. No Motel Astúrias, São Paulo. Para saber mais sobre este acidente, clic  Aqui

Fevereiro de 2001 - Piscina do Ginásio Fisicoleiria – Portugal.
Menino de 8 anos. Para ler mais sobre este acidente clic Aqui

Junho de 2002 – Virginia Graeme Baker, 7 anos, neta do ex-secretário de estado americano James Baker. A lei americana para segurança nas piscinas foi criada em 2007 em homenagem à Virginia Baker. A lei americana em homenagem à essa menina que também morreu vítima da forte sucção da água da piscina onde brincava, é conhecida como lei  Virginia Graeme Baker ou VGB para Segurança em Piscinas.  Para saber mais sobre este acidente, clic Aqui

Março de 2005, Lucimeire Pereira dos Santos, 29 anos, No Motel Astúrias, São Paulo. Para saber mais sobre este acidente. Clic Aqui.

Fevereiro de 2006 –Yago Pires, 11 anos, Promissão à 134 km de Baurú, São Paulo – Brasil. Na piscina de um clube da cidade. Para ler mais sobre este caso, clic Aqui

Julho de 2007 – Abigail Taylor, 6 anos, Estados Unidos.
A criança brincava na piscina de um clube de golf quando teve os intestinos parcialmente sugados pelo ralo da piscina. Antes de falecer, a pequena Abigail ficou 1 ano em sofrimento Abigail faleceu em março de 2008. Para ler mais sobre este caso, clic Aqui

Julho de 2007 – Sergei Matveyey, 14 anos, em um Parque Aquático na Rússia. Para ler mais sobre este acidente clic Aqui

Setembro de 2007 - Joniel Aragão da Silva, 5 anos.
Onde: Water Park do Nordeste – Cidade Conde – Litoral Sul da Paraíba, Brasil. Para ler mais sobre este acidente, clic Aqui

Dezembro de 2008 – Gabriel Antonio P. Matias, 10 anos, em Franca, interior de São Paulo – Brasil.
O garoto teve o braço sugado pelo ralo da piscina durante uma aula de natação. O ralo estava sem a tampa de proteção. Para saber mais sobre este acidente clic Aqui e Aqui.

Raphael Dalphinio, 12 anos Goiás, Brasil.
Leonardo, 9 anos, Ubatuba, São Paulo, Brasil.
Para saber mais sobre estes três acidentes, clic. Aqui e assista o vídeo.

Janeiro de 2009 – Jaqueline Resende Almeida Santos, 13 anos, Bahia, Brasil.
Jaqueline nadava na piscina do condomínio Rio Jacuíbe, em Barra do Jacuibe, Bahia, Brasil. Para ler mais sobre este acidente clic Aqui.

Julho de 2009 – Nathan Clark Griffiths, 14 anos, na Tailância.
Para ler mais sobre este acidente clic Aqui

Agosto de 2009 – menina de 3 anos, presa ao ralo lateral da piscina. Miami, Flórida. Depois de momentos de intenso pânico, os bombeiros conseguiram salvar a criança. Para saber mais sobre este acidente,clic Aqui

28 de Dezembro de 2010 – John Van Hoy Jr. 33 anos, no Sandals Hotel das Bahamas.
Para saber mais sobre este acidente clic Aqui

30 de Janeiro de 2011 – João Paulo de Jesus Maria, 5 anos, no Club Náutico de Taquaritinga, próximo a Ribeirão Preto, São Paulo. Para ler mais sobre este acidente. Clic Aqui e Aqui

É lamentável,  - para dizer o mínimo - que tenhamos que assitir a morte e a invalidez de  crianças antes alegres e saudáveis por causa de um tipo de acidente que pode ser evitado.Esperemos que a Lei Federal para a Segurança das piscinas,  pela qual tanto anseio, não demore tanto tempo a chegar  para que nossas crianças possam fazer o que lhes é de direito: Brincar com  segurança nas piscinas.

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

12 comentários

  1. Não lembro se vc já falou,mas já existe algum projeto de lei sobre esse asssunto,em andamento?Se tem,está em que comissão?Seria bom termos a oportunidade de saber que deputado federal apresentou ou está encaminhando isso para darmos um empurrão,não?

    ResponderExcluir
  2. Anunciação,

    Obrigada por sua visita e comentário no blog de Flavia.
    Sobre sua colocação:
    Quando se trata de justiça, de alguma reivindicação do povo, tudo neste nosso país caminha de forma muito lenta. Mas estive em contato por e-mail com o Relator da Lei e estou na expectativa de que ele me receba em Brasilia para que eu possa lhe apresentar o texto que, assessorada por peritos e especialistas em segurança de piscinas, tenho pronto como sugestão para a emenda dos projetos de lei para segurança em piscinas, já apresentados em Brasilia. Espero ser recebida pelo relator em breve.
    Um abraço pra você.

    ResponderExcluir
  3. Odele,
    Estou sempre acompanhando, torcendo e vibrando com você.
    Te admiro muito, viu?
    bjs
    Suely

    ResponderExcluir
  4. Odele, sinto muito o que está acontecendo com a Flavia. Desejo que tenha um dia lindo (se é que é possível) com tranquilidade e muita paz! Fica com Deus, Um abraço forte! Beijos, Regina Santos

    ResponderExcluir
  5. Junto à tua, a minha homenagem a todas essas vítimas (e mais aquelas de que não há memória) que a negligência, o desleixo, o "deixa-andar", atiraram para um destino que não mereciam.
    No entanto, a tua luta por uma Lei Federal que regule, de modo amplo e profundo, a segurança nas piscinas, será, ainda assim, a maior homenagem que lhes irás prestar.
    Por isso mesmo, estamos todos a torcer para que esse texto que tens laboriosamente preparado, com a indispensável assessoria de técnicos especializados, se torne, muito em breve, nessa lei efectiva por que que ansiamos.
    Esse teu trabalho, como mais de uma vez aqui tenho referido, será um serviço público de inestimável valor que pratarás ao teu país e, por reflexo, a muitos outros países.
    Força Odele!

    ResponderExcluir
  6. Subscrevo totalmente as palavras do Peciscas e juntos repitimos... "Força Odele" e nunca desistas.

    Beijos sinceros

    ResponderExcluir
  7. Estas s~]ao as vitimas conhecidas. E as outras?
    Estou sempre rezando por ti e pela Flávia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Esperemos que essa lei saia rápido. Para que estas mortes não tenham sido em vão.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. ...bom dia, querida!

    eu acho que diante destes
    fatos tão lamentáveis,
    qqr palavra soa como
    um vazio diante de nossas
    fragilidades,

    ngm poderá devolver a vida
    destas vítimas, mas tbm
    não podemos cruzar os braços
    e deixar a inconsequencia,
    a ganância e irreponsabilidade
    destes frabricantes passem
    ao bel prazer diante de todos
    nós cidadãos indignados
    pela impunidade reinante
    neste país.

    se a Flavinha, ou qqr outra
    destas pessoas vitimadas
    por este lamentável
    acidente, fosse filha
    de um político do alto
    escalão, de um juíz ou
    até mesmo de advogado,
    com certeza a justiça
    já estaria sendo mostrada
    aos nossos olhares
    decepcionados até
    então.

    oremos, querida!

    orar é o que nos resta!

    bj

    ResponderExcluir
  10. tomei conhecimento do drama de Flávia e da sua família. De facto sinto uma revolta enorme e nem sei como é possível acontecerem coisas destas. Então a empresa não cumpre as regras de segurança e não é condenada?
    Estou indignada.
    sou de Portugal e vou denunciar a situação aqui no meu blogue: http://vivercomossosdecristal.blogspot.com
    Um abraço,

    ResponderExcluir
  11. Depois de longa ausência, vim deixar meu beijo pra ti e pra Flávia. A centopéia que ela me deu através de ti continua firme, alegrando meus dias por aqui, neste frio insano.
    maristela

    ResponderExcluir
  12. Odele, acompanho a sua luta e me solidarizo com você,sinto muito pela sua filha, estou divulgando o blog da Flávia no espaço que criei para homenagear o meu filho, que partiu faz pouco tempo, deixando um enorme vazio na minha vida.
    Tenha forças, não desista e se precisar pode contar comigo.
    Fique com Deus.
    Um beijo,
    Régia. (nossaestrelanoceu.blogspot.com)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails