Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Ralo de piscina: Mais uma vítima, desta vez, na Tailândia

- 13 de julho de 2009
Nota: SOLIDARIEDADE NÃO É CARIDADE, É UM ATO DE AMOR. Um texto meu no blog LUZ DE LUMA.

O garoto Nathan Clark Griffiths. (Foto: BBC)

"Menino morre sugado por bomba de piscina na Tailândia
Acidente ocorreu durante as férias do adolescente de 14 anos.
Da BBC

O garoto Nathan Clark Griffiths. (Foto: BBC)Um adolescente de 14 anos da Ilha de Man, no Mar da Irlanda, morreu quando estava em férias na Tailândia, depois de ser sugado pela bomba de uma piscina do parque aquático que visitava.

Acredita-se que Nathan Clark Griffiths tenha tirado uma grade de proteção do fundo da piscina para procurar seus óculos de natação.Nathan morava na Tailândia com o pai, o irmão, a madrasta tailandesa e o filho dela e eles estavam de férias no balneário de Pattaya, a leste da capital Bangcoc.

Segundo a família, logo que Nathan foi sugado pela bomba da piscina, o irmão Rhys foi até um salva-vidas, mas ele não conseguiu entender o que rapaz estava dizendo. O filho da madastra, Kevin, traduziu o pedido de ajuda, mas o salva-vidas teria dito que eles estavam mentindo porque a grade estava travada e era impossível que Nathan tivesse sido sugado.

Só quando o pai do rapaz, Jimmy, apareceu, a família teria sido levada a sério, mas muito tempo já tinha se passado. Quando eles abriram a sala de bombeamento, 20 minutos depois do incidente, o corpo do adolescente veio à tona.

A família criticou os salva-vidas do parque aquático por não terem agido mais rapidamente. O parque teria oferecido uma indenização aos parentes do rapaz morto.

A polícia tailandesa investiga agora como Nathan conseguiu abrir a grade, que deveria estar travada.
Nathan e o irmão voltariam para a Ilha de Man na próxima quarta-feira para passar o verão com a mãe, Marion Griffiths, e a irmã Naomi, de 10 anos. "
CLICK NO LINK PARA VER UM PEQUENO VÍDEO SOBRE ESTE ACIDENTE na Tailândia.

Até quando pessoas vão continuar morrendo, ou, a exemplo de minha filha Flavia, ficar com sequelas irreversíveis e em coma, por acidentes causados por RALOS DE PISCINAS? !

Não deixe de ver o vídeo do post anterior, mostrando como ocorre a sucção de cabelos - e de qualquer parte do corpo - com RALOS DE PISCINAS.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

31 comentários

  1. Até quando?
    Até quando?
    Mais uma vítima da incúria, da irresponsabilidade. Porquê?
    Quantos acidentes ainda serão "necessários" para se actuar, drastica e profundamente na legislação, na fiscalização e na punição, para que mais casos destes não ocorram?
    Nós estamos aqui para denunciar, para clamar, para exigir.
    E tu, Odele, estás na linha da frente desta batalha.
    Além de tudo o mais, porque, assim, dás voz à nossa querida Flavia, que, do interior do sono profundo que lhe roubou o sorriso e os sonhos, vem dizer aos homens que podem mudar as coisas, que há vidas que andam por aí à mercê de armadilhas traiçoeiras.
    Como é possível haver ralos com grande poder de bombagem sem estarem absoluta e definitivamente isolados para impedirem que alguèm seja sugado?
    Como é possível que uma vida que estava a começar tenha acabado de modo tão absurdo, tão estúpido.
    Quantos mais acidentes terão de ocorrer?
    Até quando?
    Até quando?
    Por tudo isto, querida Flavia, continuaremos a ser a tua voz. Na denúncia, na exigência, na perseverança.
    Tu mereces isso.
    Cá estaremos! Enquanto for necessário.
    Até quando?
    Até quando?

    ResponderExcluir
  2. Odele,
    Parece que o que mais importa é o lucro e a ganância de empresas que só pensam em si mesmas e não se importam com o bem estar de seus clientes.
    Será que se algum dia, Deus os livre, se a vitima for um de seus filhos a coisa mudará?
    Que Deus conforte teu coração e te dê muita força para lutar.
    beijo, menina

    ResponderExcluir
  3. Olá, Odele! Confesso que encontrei o seu blog por acaso; qd entrei e dei uma lida rápida em TODOS os posts, me senti uma alienada, uma perdida que não sabe onde estava enquanto toda essa mobilização ocorria. Quero dizer que torço MUITO -assim como milhares outras pessoas- para a saúde de sua filha manter-se sempre, apesar de tudo, intacta! Li numa das postagem que vc não sabia onde sua filha estava; ela está aí. pertinho, vendo e sentindo todo esse amor, todo esse cuidade ao longo desses anos todos. Está aí. Não posso me alongar muito, pois dói imaginar passar por algo parecido, mas a sua força e iniciativa são louvaveis. A justiça do homem falha muitas vezes, mas a de Deus, jamais. E não é frase feita, clichê. Ele tb está de olho em tudo, preparando o melhor pra vc e sua familia. Acrdeite nisso. E sei que acredita! Parabéns MESMO!

    FORÇA!

    ResponderExcluir
  4. ...eu vi essa reportagem hj de manhã. Li pra minha irmã -que faz natação e morre de medo do ralo da piscina...lamentável! =(

    enfim

    Tenha uma bela semana

    Beijos para a linda Flávia!

    ResponderExcluir
  5. Odele my dear,

    Look at here ...

    http://markoterrivel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Li e reli a notícia e nela contém pontos fulcrais que nunca li nos vários acidentes ocorridos e até nos de cá, por ex. no famoso AquaParque, a tampa protectora não estava no local dentro da piscina,...daí ter sugado as crianças que dias depois foram retiradas "das tubagens das máquinas" e não da piscina.
    Neste caso havia e Nathan na sua (não tenho adjectivo) tadinho, retirou a grade da armadilha de sucção, porque com ela ele não seria sugado..."o salva-vidas teria dito que eles estavam mentindo porque a grade estava travada e era impossível que Nathan tivesse sido sugado.
    ...................
    A polícia tailandesa investiga agora como Nathan conseguiu abrir a grade, que deveria estar travada."
    .......................
    Por mais que custe, este acidente tem contornos diferentes: havia uma grade que foi retirada ou neglicenciado o seu fecho. Seria eficaz? seria vistoriado? era a apropriada? não sei, só sei que havia algo protector que evitaria a morte por sucção.
    No entanto não deixa de ser mais um triste e grave acidente de lamentar, com as malvadas bombas de sucção e uma vez mais fizeste um ALERTA porque todo o cuidado é pouco. OBRIGADO!
    ............
    Quando estive no norte em casa do meu irmão e porque eles, filhos e neto frequentam piscinas e um deles tem uma...no computador deles abri este espaço que "já é nosso" e dei-lhes a ler muita coisa e prometerem ler o blogue. Já soube que na piscina do meu sobrinho foi feita uma enorme fiscalização!

    Portanto Odele, sendo a minha leitura dos factos com a "inquietação das tuas palavras sofridas, faço minhas as palavras do meu Roberto Carlos:

    Às vezes em certos momentos difíceis da vida
    Em que precisamos de alguém pra ajudar na saída
    A sua palavra de força, de fé e de carinho
    Me dá a certeza de que eu nunca estive sozinho
    (...)
    Não preciso nem dizer
    Tudo isso que eu lhe digo
    Mas é muito bom saber
    Que você é meu amigo!

    Para vós e a tu minha amiga Recebe aquele chamego de sempre e para sempre!!!

    ResponderExcluir
  7. Odele,
    Até quando essa barbaridade vai acontecer? Nossa! E ainda era um parque aquático... Que absurdo menina!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Odele... vi essa noticia e não acreditei que mais uma vez um acidente horrível desses pudesse acontecer... chorei mais uma vez, pois isso é muito triste.
    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga,
    que coisa horrível, mais uma vez algo falhou, pois se a grade que protegia da bomba estivesse realmente travada, uma criança não teria força suficiente para a destravar.
    Olhe Odele fico até sem palavras perante casos como estes, acidentes que se podiam evitar tão facilmente e por negligência se destroem tantas vidas.

    Beijinhos para si e Flavinha,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  10. Odele

    Salva vida ordinariom este.

    Por nao entender a lingua do rapaz e que ele deveria ter ido logo ver.

    Agora, tendo um tradutor e o cara ainda se negar a checar, merece a forca.

    Uma pena Odele, que ainda acontece isto.

    Beijinhos e boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Oi Odele. Vi a reportagem e fiquei muito triste. Não tenho a ilusão que isso nunca mais acontecerá, mas sempre doi meu coração e me remete à sua pequena quando vejo uma notícia dessa.
    Sabe, toda vez que levo minha filha no clube, no resort, em qq lugar que tenha uma piscina, lá vou eu de biquini, de calça, de saia, seja que roupa for, testar o ralo da piscina. Outro dia me perguntaram: de onde você tirou isso? que neura!
    Respondi que aprendi com vocês... que moram no meu coração, mesmo distantes.

    Bjo. Desirée

    ResponderExcluir
  12. Que coisa mais horrível ...
    que revolta que estes casos continuem a acontecer, por todo o mundo ...

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, Odele!
    Mais um terrível acidente... Mais uma vida ceifada por incompetência, negligência e ganância do ser humano.
    Triste...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  14. ohhh minha amiga, pobre angelito!!!...não existirá maneira alguma de 'avisar' o que pode suceder!!!
    Destroça-me o coração, não podem ser tán inconcientes, qué trizteza.
    besitos e abracitos a meu Flavia!!!

    ResponderExcluir
  15. Ainda não compreendi por quê o site "Criança Segura" não fez nenhum trabalho sobre os perigos dos ralos de piscina. Lamentável!

    ResponderExcluir
  16. Odele querida,
    Flávia minha amada, como estao voces minhas lindas?
    Saudades das duas................
    A tua luta continua Odele , porque a injustiça não parou, a falta de responsabilidade e desamor ao próximo também não. Uma voz no meio destes absurdos se levanta dia a dia , e é sua Odele, uma voz que não se calará , porque voce sabe o que esta dor lhe causou e causa muitos outros acidentes de piscina.
    Este jovem do post é mais uma vitima dos fabricantes destes ralos.
    Quando é que vão ver que este equipamento é uma arma?
    Se entra numa piscina para nadar , para ter lazer e não para morrrer.
    Um dia Odele ouvirão tua voz..............
    Um beijo na Flávia com muito carinho.
    Beijos.
    Ray

    ResponderExcluir
  17. Até quando barbaridades asim vai acontecer? Os empresários nâo tem conciencia só o danho causado sobre a vida da gente por ralos de piscina!!
    Até quando???
    Bjs pra você e a Flavia!!!
    Sigo vocé já mais de dos anhos e sigo sofrendo tua angustia e dor.

    ResponderExcluir
  18. Perdoa meu português, eu sou do Paraguai. Afetos!

    ResponderExcluir
  19. Olá! como você está, eu vejo isso como Flavia.

    Eu vi o vídeo e é incrível que isto continuará acontecendo.

    A partir de aqui, os nossos melhores votos de prosperidade.

    Flavia e beija-lhe um grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. A importância deste blog não pode ser ignorada de maneira alguma porque sua prestação de serviço desafia a grande imprensa que parsce não se importar con questão tão relevante.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  21. Odele!
    Fiquei muito feliz com tua sugestão ao meu Blog! Quero que saibas que podes falar o que quiseres, eu não sou uma pessoa suscetível (atualmente)!
    Vai lá no meu Blog e veja se aprovas as modificações.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem desta semana: Guerra Política acirra disputa entre Brasil e Argentina.
    Sua visita será um grande prazer para nós.
    Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
    Atenciosamente,
    Sebastião Santos.

    ResponderExcluir
  23. Estou horrorizada, Odele. Fico pensando na cena... uma criança sendo sugada por um maldito ralo até desaparecer...
    Repetindo o peciscas: Até quando? Até quando?

    beijinho

    ResponderExcluir
  24. Minha querida amiga,
    hoje vim só deixar-lhe um mimo que escrevi para si.


    AMO-TE TAL COMO ÉS!


    Olhando o teu corpo imóvel e esbelto,
    As mãos tremulas segurando nas tuas
    Viajo no tempo em que tudo era certo
    Esquecendo sem ver o mudar da Lua.

    A vida para ti foi madrasta cruel,
    Te levou sem pudor toda a alegria
    E agora amor o teu viver reflecte
    No escuro que preenche o teu dia-a-dia.

    O Sol lá fora nasce e se põe,
    Brilha sem dores aqui e ali,
    Mas o sono que te invade não quer e não tem
    A força da vida que vivia em ti.

    Tão profundo é o sono que te envolveu,
    Que desabrocham e murcham todas as açucenas,
    Mas tu minha filha não desfazes o véu
    Que forte te impede de ser quem eras!

    Ana Martins
    Escrito a 16 de Julho de 2009

    ResponderExcluir
  25. Infelizmente, por muito que nos doa, por incúria de uns e ganância de outros, os acidentes continuam.
    Vi o vídeo. Uma grade de ralo travada, não se abre com as mãos. É com uma chave própria. Se o garoto a tirou ela não estava travada. Por irresponsabilidade de alguém, perdeu-se mais uma vida. E podiam ter sido várias se outras crianças passassem perto.
    Um abraço amiga.

    ResponderExcluir
  26. Minha Querida Odele:Não me agradeça!!Eu já há muito acompanho o caso da sua filhinha Flávia e toda a injustiça que envolve!!Desculpe querida, não vou falar do caso da Flavinha porque me comove demasiado,apenas desejar-lhe Muita, Muita força para poder lutar e acompanhar a sua menina!

    Mais um caso Odele?!!!É absolutamente incompreesivél como continuam a repetir-se acidentes destes!!Não consigo entender!!Não consigo perceber que raio de (in)segurança existe nestes parques para que haja constantes ricidivas!!!Como deve saber aqui em Portugal, há já bastante anos foram 3 meninos sugados por essas malvadas (des)protecções num parque no Algarve e com a maior desfaçatez o caso levou anoooooos para ser resolvido e francamente acabei por não saber como tudo acabou!Sei sim, que os meninos morreram e, não há indemnização que pague uma vida, ou, uma vida em coma como a Flavinha...

    Para ela MILHÕES de beijinhos,para si minha querida apenas...MUITA FORÇA...

    Obrigada Querida por ter ido "visitar-me" EU é que tenho de agradecer...

    ResponderExcluir
  27. Querida Odele.
    A mesma pergunta que não cala: Até quando????
    Ainda estou de férias. Passei pra saber de voce e da Flavia.
    Beijos no coração.
    Fiquem em com Deus

    ResponderExcluir
  28. Acho que continuaram com estas mortes até que humanidade sinta que cada uma desta morte como sendo um familiar dele...

    Fique com Deus, menina Odele e
    menina Flávia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  29. Que absurdo o salva-vidas não procurar saber sobre a notícia na hora,acho que quando se trata de água ou coisa parecida deve ser averiguada na hora por mais que seja brincadeira...Gente com água não se brinca...Eu deixo aqui um abraço para a família do garoto que deve estar muito abalados...

    ResponderExcluir
  30. Odele,
    Deus te escolheu para ser um anjo na vida dessa jovem , pois são poucas pessoas nesse mundo que se dedicam assim com amor , fé e acima de tudo com dignidade!!!Acompanhei na época o fato e tornei a reve-lo na revista agora em 2009!Você é uma mulher batalhadora que jamais vai desistir da sua filha .Parabéns!
    Rosânia Souza e Silva

    ResponderExcluir
  31. Olá OdeLe, confesso que entrei no seu blog por pura acaso...e no começo n entendi pq tanto falavas em piscinas... agora eu entendo.Você é uma mulher guerreira...Que Deus te ajude....e te dê toda a sorte de bençãos.. amém.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails