Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Piscina Segura? Siga a norma 10339 da ABNT

- 24 de novembro de 2018

No início deste mês de novembro, participei de um evento, um workshop oferecido pela  ANAPP, Associação Nacional dos Fabricantes Construtores de Piscinas e Produtos Afins, em parceria com a  ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas,  onde ouvi sobre a atualização da Norma 10339 da ABNT que versa, entre outros itens relacionados às piscinas, a questão da segurança.

Um dos itens que sempre me chama a atenção é  ralo das piscinas, que na sua grande maioria estão sem a devida proteção, ou seja,  a grelha antiaprisionamento. Talvez porque  tenha sido  exatamente a falta dessa proteção que causou o acidente com minha filha, ocorrido há quase 21 anos, quando Flavia,  então com 10 anos, nadava na piscina do condomínio onde morávamos, no bairro de Moema, São Paulo. Flavia, como os que acompanham este blog sabem, desde então passou a viver em coma vigil.  O coma vigil , como também já expliquei aqui, é quando a pessoa abre os olhos pela manhã e os fecha à noite, não havendo no entanto, nenhuma interação com o meio ambiente.

Como superar a ausência, a falta de consciência de minha filha? Uma das formas que me ajuda a superar essa devastadora ausência, é tentar, através deste blog e do Facebook de Flavia, conscientizar usuários, administradores e proprietários de piscinas, sobre o perigo e a necessidade de termos piscinas seguras para que deixem de ser  armadilhas submersas, e as piscinas sejam, de fato, um lugar de lazer e prazer principalmente para as crianças.

No Brasil, de acordo com as últimas estimativas do mercado, temos hoje, algo em torno de 2,5 milhões de piscinas. Infelizmente, a imensa maioria, não possuem instalados os dispositivos de segurança  que evitariam o grande número de acidentes em piscinas  que ocorrem por todo o nosso pais.

A  Lei Federal de Segurança nas Piscinas,  segue tramitando na burocracia de Brasilia,  passando de Comissão em Comissão,  indo e voltando,  ou seja, numa morosidade absurda.  No dia 14.11.2018, o Projeto substitutivo do  (PL 1162/2007) de autoria do deputado Mario Heringer, após passar, mais uma vez pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) , foi devolvido à relatora deputada Flavia Morais (PDT-GO).

Felizmente podemos contar agora com a norma  de segurança nas piscinas, atualizada pela ABNT, É de extrema importância que administradores e proprietários de piscinas, sigam as instruções de segurança mencionadas na norma 10339 da ABNT para que as piscinas possam ser consideradas seguras.



Nenhum comentário

Related Posts with Thumbnails