Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

De novo. Perdemos mais uma criança por sucção do ralo da piscina.Uma menina de 11 anos,no Espirito Santo

- 7 de janeiro de 2014
Post atualizado às 14 horas
A menina Naisla Loyola, de 11 anos
Foto retirada do site do G1
 
" Atualizado em 07/01/2014 12h17               

Menina morre após ter cabelos sugados em piscina de casa no ES
Criança de 11 anos foi socorrida por bombeiros, mas não resistiu.
Afogamento aconteceu no bairro Jardim Laguna, em Linhares.

A menina Naisla Loyola, de 11 anos, morreu após se afogar na piscina da própria casa, por volta das 17h de segunda-feira (6), no bairro Jardim Laguna, em Linhares, no Norte do Espírito Santo. Testemunhas disseram ao Corpo de Bombeiros que a criança mergulhou e teve os cabelos sugados pelo sistema de limpeza que fica no fundo da piscina.

Naisla foi socorrida, levada pelos bombeiros ao Hospital Rio Doce, no Centro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo funcionários do hospital, a vítima chegou praticamente sem vida, por volta das 19 horas.

O afogamento aconteceu na Avenida Elvira Roseto Colodetti, via conhecida por dar acesso à Penitenciária de Linhares. Segundo vizinhos, no momento do acidente a menina estava com outras crianças tomando banho na piscina da residência.

saiba mais

Menino se afoga após ter o braço sugado por ralo de piscina, em Goiás
Morre menino que teve braço sugado por ralo de piscina em Goiás
Menino morre afogado em piscina de casa em Vila Velha, no ES

De acordo com o sargento Wilian Cunha, do Corpo de Bombeiros, Naisla foi retirada da água pelo familiares. Segundo ele, os pais da menina estavam muito emocionados e acompanharam a criança até o hospital.

"Quado nossa equipe chegou ao local, encontramos a menina com poucos sinais vitais. Tentamos uma reanimação, colocamos a vítima no resgate e nos deslocamos para o hospital", detalhou o aspirante Daniel, dos Bombeiros.

O acidente comoveu os moradores da região. "Ela era uma menina saudável, gostava de brincar com a gente, com todo mundo. O bairro ficou tremendamente triste com essa notícia", disse o vizinho Agape Campos.

A família não quis falar com a imprensa. O corpo de Naisla foi velado na manhã desta terça-feira (7), na capela do Cemitério São José, no bairro Interlagos, em Linhares"

Fonte: G1
Fico sempre muito INDIGNADA quando vejo crianças morrendo em acidentes causados por sucção de ralos de piscinas quando bastaria ATITUDE de pessoas que têm o poder de fazer a LEI acontecer. Uma Lei de Segurança nas Piscinas, com fiscalizaçao efetiva e punição a quem não tiver uma piscina funcionando dentro dos padrões de segurança e essas tragédias deixarão de existir. Quando é que teremos essa tão importante Lei de Segurança nas Piscinas senhores?! Quando?!

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

32 comentários

  1. Vi a notícia agora no G1 e vim aqui pra te enviar, quando vi sua postagem. Estou engasgada. Sem ar. Cada vez q vejo essas notícias penso: Até quando?

    ResponderExcluir
  2. O terceiro caso que vejo, somente este verão! Desgosta-me profundamente, assim que vi a notícia no G1 lembrei de você de Flávia. Vejo com preocupação a popularização de piscinas cada vez maiores, a construção cada vez mais popular a acessível, sem que nada seja feito.

    ResponderExcluir
  3. No momento que soube dos acidentes da semana passada lembrei-me imediatamente da militância da Sra. Odele. QUE REVOLTA! Mais duas crianças mortas por um motivo banal, uma negligência indesculpável. Vergonha Brasil!

    ResponderExcluir
  4. Que coisa! Três casos e 2014 mal começou! São mortes estúpidas, que poderiam ser evitadas com métodos simples, seguros e baratos instalados nessas piscinas. Até onde vamos chegar com tanto descaso? Quantas vidas ceifadas tão cedo, por falta de lei e fiscalização? Força pra você, Odele, tô contigo!

    ResponderExcluir
  5. Odele neste instante (8/1/14 às 9hs) na globo news está passando reportagem sobre os acidentes em piscina, ralos e o projeto de lei parado no congresso. Depois procure o vídeo no site. Acompanho o blog há anos e sempre penso em vocês, torço para que a lei seja votada e outras crianças não passem por isso. Um grande abraço para Flávia.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Odele!
    Meu nome é Flávia e encontrei o vídeo de Flavia, sua filha, há alguns anos no YouTube. Moro em Goiânia e sempre me comovi ao rever o vídeo e visitar seu blog sempre cheio de informações e noticias sobre a vida de Flavia! Estou sempre orando por vocês, mesmo de longe, e lembro sempre de sua filha quando faço uso de alguma piscina ou quando vejo reportagens como esta recente! Que Deus possa estar sempre te dando forças para cuidar da Flavia (como você já vem fazendo muito bem) e para lutar contra as injustiças que acometem este tema! Tenham um feliz 2014 e que minha chará possa ter melhoras significativas que lhe dêem uma vida mais feliz e melhor a cada dia! Abraços carinhosos!

    ResponderExcluir
  7. Cara Odele, acabo de ler a reportagem no UOL. Gostaria de enviar minha solidariedade para a senhora e sua família e dizer que estou disposta a passar qualquer abaixo assinado para que o projeto de lei saia do papel e possa ser aprovado o mais rápido possível. Um grande abraço. Janice

    ResponderExcluir
  8. Eu li a sua reportagem na folha, há uns dois anos tinha visto uma reportagem de um alemao que perdeu o filho dele num hotel na Turquia, mas nao sabia que isso acontecia no Brasil, até recentemente ler os casos de afogamento nas pisicnas no Brasil, nao sei se você já tentou a avaaz, um site de abaixos assinados online, para coletar assinaturas para pedir uma lei de seguranca nas pisicnas

    ResponderExcluir
  9. Oi Odele,
    Achei seu blog 6 anos atrás quando por causa de um infarto meu pai ficou em estado vegetativo, eu procurava aprender á cuidar dele e dar qualidade de vida. Aprendi muita coisa aqui, como cuidar da higiene bucal e etc... Desde então acompanho e me emociono com a Flávia, sou uma das fãs de vocês essas duas guerreiras que lutam incansavelmente por justiça. Quero dizer que vocês estão nas minhas orações, e que a justiça está próxima, infelizmente perdemos mais crianças pelo mesmo descaso com os ralos de piscina, mas esses casos servem também para alertar as autoridades sobre esse mal. Tenha fé minha amiga sua vitória chegará!! Um forte abraço para vocês.

    ResponderExcluir
  10. Prezada Sra. só peço a DEUS que lhe dê vida e saúde para cuidar de sua filha. Receba meu respeito e admiração pela dedicação ao objetivo de evitar que o seu sofrimento seja estendido a outras famílias.
    Lamentavelmente vivemos num país onde são raras as atitudes como a da Sra.
    Politicos repugnantes, em sua maioria, criam leis inúteis e nada fazem para defender a população. São incapazes de se comover com o sofrimento das pessoas .
    Desejo que sua força e coragem
    contagiem mais pessoas para, ao menos , a apoiarem enviando msg aos políticos para que acordem e façam algo para evitar o que ocorreu com sua filha e outras tantas neste Brasil.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela sua determinação e por todo o amor que vc tem pela sua filha!
    Bjs,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Odele, acabei de conhecer a história de Flávia pelo site UOL.

    Estou lendo seu blog desde o inicio, e eu só queria pedir para vc procurar BIANCA TOLEDO no google. Leia toda essa história, vai te fazer bem.

    Fique com Deus e parabéns pela força e garra.

    ResponderExcluir
  13. Hoje conheci abhistoria de Flávia. A partir de hoje vou rezar bastante por ela.

    ResponderExcluir
  14. Querida Odele, que o seu clamor nunca venha a cessar, que o eco das suas reivindicações alcance as autoridades para que haja frutos de mudança e prevenção.
    Que outras mães não sejam condenadas ao sofrimento por uma tragédia que vem sendo anunciada por todos estes anos.
    Te acompanho já faz algum tempo e admiro a sua garra, seu inconformismo, sua sede de justiça e principalmente sua preocupação com outras crianças para que não venham a passar pela mesma agonia.
    Obrigado por tudo, por se preocupar com a minha família,tenho dois filhos e busco estar ainda mais atenta aos riscos.
    O seu clamor já nos alcançou.
    Elaine

    ResponderExcluir
  15. Parabens pela força e determinação. Sua luta não será em vão. Sintam-se abracadas!

    ResponderExcluir
  16. Querida Odele,

    Li a reportagem do G1 a poucos minutos e estou em choque! Vim aqui em seu blog ler mais a respeito e estou sem palavras! Você é uma mulher admirável, guerreira e tem um amor de mãe incrível!!
    Esta notícia me causou certo espanto pois tenho 20 anos, quase a mesma idade que a Flávia e, quando penso em minha infância, vejo quanta coisa mudou, o quanto EU mudei e cresci, aprendi.. Já a Flávia, meu Deus, é uma menina ainda, sem dúvidas repleta de sonhos e desejos! O primeiro beijo, a formatura da escola, a primeira vez... Quantas fases apagadas por negligência de pessoas que, hoje, vivem normalmente! Um absurdo!!
    Mas enfim, ao invés de reclamar do governo aqui (que não adiantará muita coisa) vamos agir! Meu blog e eu estamos à sua disposição caso aconteça um abaixo-assinado ou algo que possamos participar, ok?
    Ah, e por favor! Diga a Flávia que eu também fazia cartinhas de Dia das Mães para a minha mãe e me identifiquei muito com ela olhando as fotos... Já a considero com uma amiga e torço para que seja sempre feliz!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Odele, o importante é saber que sua luta não é em vão. Quantos estão mais atentos, cuidadosos, orientando suas crianças, checando as piscinas em clubes, aulas de natação e condomínios. Com certeza você, sua filha e a sua história salvam vidas. Quem sabe Deus te deu essa missão porque você saberia divulga-la de forma tão sábia e incansável para ajudar tantas pessoas.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pela sua dedicação, eu também tenho uma filha e fiquei muito emocionada ao ler a sua história. Obrigada por não se calar e pensar nas pessoas que pode salvar contando a sua história. Muita força para você.

    ResponderExcluir
  19. Olá Odele, tenho a idade da sua filha e me lembro quando foi noticiado o acidente da Flavia na mídia, desde então criei um trauma muito grande de piscinas e ralos e evito ao máximo, justamente por medo de acontecer algo comigo. Só neste ano vimos inúmeros casos de morte por afogamento em virtude dos ralos e do sistema de sucção desprotegidos. É de uma revolta e uma dor sem fim para aqueles que aqui ficam. Voce é mãe, é guerreira e com certeza sua filha sente e é grata por tamanha dedicação. Que o seu grito sirva de alerta e que sua luta não seja em vão! Beijos grande em vc e outro na Flavia, a qual me sinto intima apenas de ter lido os seus relatos!

    ResponderExcluir
  20. Sra. Odele. Parabéns por sua luta. Apesar de toda dor, tristeza e dificuldades pelas quais tem passado, sua luta é um exemplo para todos que querem mudar este país. Fiquei comovido com a matéria que chegou até mim via facebook. Obrigado por tornar a sociedade consciente do papel que cada um deve exercer. Abraço !

    ResponderExcluir
  21. Sra. Odele, que Deus a abencoe e guie todos os dias da sua vida. Parabens por ser uma mae lutadora.

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde Odele!

    Primeiramente, sinto muito por sua dor. Não consigo imaginar o que é passar por isso, principalmente considerando que tenho praticamente a idade de sua filha.

    Mas vim aqui por outra razão. Acredito que tudo que possa trazer sequer um raio de esperança possa ser válido, e mesmo tendo certeza que você já buscou saber se há algo a se fazer quanto ao estado atual de Flavia, recentemente conheci este documentário: http://www.youtube.com/watch?v=KTFicgrVk0w

    Boa sorte e continue batalhando.

    ResponderExcluir
  23. Querida Odele, boa tarde!

    Hoje conheci a história de Flávia, nunca tinha me atentado para isso, saiba que através da sua garra e determinação está abrindo os olhos de muitas pessoas,parabéns pela sua força e dedicação a sua filha.

    Que Jesus a abençõe você e flávia grandemente que ele lhe de muita saúde para poder continuar ajudando a sua filha. Já lhe admiro bastante, e vou apresentar a sua história para outras pessoas pois, precisamos abrir os olhos da sociedade, esse luta tem que ser coletiva.

    Forte Abraço a você e Flávia, bjs

    ResponderExcluir
  24. Parabéns por sua luta e iniciativa! Vi a reportagem no site da uol.

    ResponderExcluir
  25. Olá, não sei se durante esse tempo todo vc abraçou alguma religião ou se ainda crê em Deus... Tive uma irmã chamada Flávia tb, que faleceu ainda recém-nascida. Talvez isso está me motivando a te escrever. Eu sou espírita e li alguns posts seus. Não acredito em acaso, não se culpe pelo que aconteceu. Se não fosse a piscina naquele dia, talvez outro acidente pudesse acontecer. Tantas crianças morrem depois de tal gravidade, no entanto, a sua menina continua viva.
    Deus sempre sabe o que faz. Se partirmos desse princípio e entendermos que a alma vai além do corpo, tudo passa a fazer sentido. Flávia sente todo esse carinho dedicado, por isso as expressões faciais. O corpo não consegue mais se expressar como antes, mas tenha certeza que a alma dela entende tudo o que se passa. É uma longa caminhada de aprendizado e luz para vcs duas. Nunca duvide do amor Divino, ele ampara e consola todos os seres que necessitam de apoio. Não deixe seu coração se encher de mágoa, revolta, ódio, dúvidas, tristeza... Deus nunca daria um fardo pesado demais a ponto de não conseguirmos carregar. Assista o filme "As mães de Chico", baseado na obra de Chico Xavier e tb veja a história contida nos extras. Espero que vc possa sempre renovar sua fé e força. Que a luz divina esteja com vcs.

    ResponderExcluir
  26. Olá Odele, acabei de conhecer seu blog através de uma matéria da Globo.com, onde falava dos inúmeros acidentes ocorridos nos primeiros dias do ano.

    E apesar de todo os sofrimento que você tem enfrentado ao longos desses anos, eu fico pensando que as vezes algumas coisas acontecem para que outras sejam evitadas, pois apesar do descaso, após sua luta, algumas mudanças aconteceram e talvez não tivessem acontecido se não fosse por você!
    Fiquei muito comovida com suas palavras, li vários posts antigos e o que vejo é uma mãe maravilha!

    Desejo de coração que essa história se reverta, que a medicina consiga dar mais qualidade de vida à Flavia e se Deus quiser ela volte desse sono profundo.
    Que os aniversários possam ser comemorados com muita música e dança! Que nos dias das mães, quem receba uma carta seja você!

    Enfim, que vocês duas juntas, possam ainda compartilhar de boas conversas e da companhia uma da outra.
    Que sejam felizes acima de tudo!

    Parabéns pelo exemplo de pessoa e de mãe que você é!

    Um forte abraço e um sussurro de carinho para Flavia!

    Fernanda

    ResponderExcluir
  27. Oi Odele, li sua história na folha de hoje e fiquei muito comovida, queria dizer que tenha fé em Deus para continuar te dando forças e, quem sabe, um dia entender o porque de tudo isso. Eu imagino que não deve ser nada fácil, mas nunca perca a sua fé.

    Vou rezar por vc e sua filha e parabéns, vc é uma guerreira.

    ResponderExcluir
  28. Odele,

    Conheci seu blog através de uma notícia no site da folha de SP e fiquei emocionado com o seu carinho e dedicação a sua filha.

    Imagino que não seja nada fácil a situação e sua dedicação comove profundamente a todos.

    Não sabia que os casos eram tantos, mas lendo o seu blog me surpreendi.

    Espero que resolvam logo essa questão, para que não hajam novas vítimas.

    Vc é um exemplo!!

    Obrigado por contribuir para um Brasil melhor.

    Eduardo

    ResponderExcluir
  29. Cara Odele,
    Imagino o quanto de experiência você acumulou nestes anos, parabenizo você pela força demonstrada e a luta já consagrada, mas sei que você ainda desejará muito mais.
    Vou contatar em seu e-mail, mas para dizer de minha experiência em 'comunicação' com alguém em coma, é possível sim. Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
  30. Como mãe ,estou assustada e como as autoridades tratam esses fatos relatados como fatalidades,sim até são porém ,pode-se aprender e ter buscar uma prevenção.Muita força a senhora estarei divulgando sua história para que mais pessoas possam se dar conta e cobrar.

    ResponderExcluir
  31. Mas porque diabos o sistema de sucção das piscinas é ligado quando as pessoas usando? Isto deveria ser proibido, dado o risco que expôe os usuários. Eu tenho piscina na minha casa e nos dias em que trato a água ninguém usa a piscina ou o faço à noite. Marcelo Lacerda de Oliveira, Engenheiro de Segurança do Trabalho.

    ResponderExcluir
  32. Desejo que Deus de força a vc e a Flavia a cada dia mais para enfrentarem os obstaculos.Fiquei muito emocionada com sua historia...que Deus as abençõe!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails