Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

O que podemos fazer com o que fizeram conosco

- 12 de abril de 2009


"NÃO IMPORTA O QUE FIZERAM COM VOCÊ. O QUE IMPORTA É O QUE VOCÊ FAZ COM AQUILO QUE FIZERAM COM VOCÊ"
Jean Paul Sartre.
Flavia,
Haveremos de fazer algo com o que fizeram conosco filha, haveremos de fazer. Por exemplo, conscientizar pessoas e empresas do perigo existente nos ralos de piscinas, de forma a evitar, ou pelo diminuir, este tipo de acidente nas várias partes do mundo.

Haveremos de fazer também filha com que saibam que jamais nos calaremos diante da negligência, da impunidade e do desrespeito aos direitos humanos de todos nós.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

32 comentários

  1. Amiga, quase posso sentir o aperto na garganta e as lágrimas brotando em seus olhos ao escrever esse desabafo. Força, querida...muita força! Sinta-se abraçada, carinhosamente.

    ResponderExcluir
  2. Belo texto para hoje, pois mesmo havendo a escolha de caminhar nas trevas, devemos escolher a luz...

    Feliz páscoa, para ti e Flávia.

    Fiquem com Deus, menina Odele e menina Flávia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Querida Flavia
    É com a voz um tanto apertada pela emoção (pelas palavras que acabo de ler e pelas imagens que tenho à minha frente) que te digo, também, que haveremos, todos, de fazer com que o teu sacrifício não seja, de todo, tão absurdamente inútil.
    A minha voz é apenas a voz de um modesto cidadão, anónimo, sem outras forças que não sejam as que se originam nos valores da ética, da solidariedade e da justiça que tento seguir há mais de seis décadas de vida.
    É, porventura, uma voz demasiado fraca para se ouvir muito longe.
    No entanto, a fortaleza dos fracos é a sua união. Juntando a minha voz a muitas outras vozes que hoje estão contigo e com a tua brava mãe, encheremos um grito que vai ribombar bem forte, galgando distâncias e ferindo os ouvidos de que se julga sempre a salvo.
    Nós, minha querida, haveremos de continuar o caminho. Sem hesitações, sem medo.
    Orgulhosos da nossa razão, enquanto outros se têm de esconder atrás da manha, da mentira, do disfarce, da fuga. Porque nós não fugimos, minha querida.
    Vamos continuar a dar-te voz.
    Não nos vencerão pelo cansaço!
    Não nos demoverão!
    NÃO NOS CALARÃO!

    ResponderExcluir
  4. Odele,
    Hoje pela manhã, na Igreja, ouvi o Bispo dizer que Deus é perfeito e bom. Naquela hora lembrei-me de meu anjo sendo torturado até a morte e agradeci a Deus por tudo. Querida, não sei dizer o que estas coisas significam para nós, mas sinto que sou uma pessoa diferente, mais dura,sim, mas com muita fé e esperança de que algum propósito Ele teve. Tenha viva a fé e a esperança. Não desista de lutar. Seu sofrimento tem produzido perseverança e a esperança produz a fé.
    Estou orando por você.
    beijo, menina

    ResponderExcluir
  5. ah, odele...
    como eu torço para que vcs encontrem conforto e paz e respostas e forças para continuarem a vida de vcs.
    como eu torço para que vcs realmente façam o que for necessário para o que fizeram com vcs!
    eu sou mãe, odele, e bem imagino sua luta, sua dor, sua força.
    sua filha é privilegiada por ter a mãe que tem. mas bem sei que vc não queria privilégios, queria sua filhinha bem, ao seu lado...
    sinta-se aquecida pela minha torcida, minha solidariedade, meu respeito.
    abs,
    ana

    ResponderExcluir
  6. O carinho retratado acima só pode denunciar uma dor e pesar sem limites...tudo de bom, cara amiga

    ResponderExcluir
  7. Odele

    Opssss perdao;

    Claro que NAO calaremos.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Odele sinto a dor imensa que lhe vai no coração.Sou mãe e sinto a maior consideração e respeito por você
    MÃE CORAGEM.
    É claro que não nos calaremos nunca.

    Um Beijo para si
    e outro para Flávia do fundo do meu coração.

    ResponderExcluir
  9. Querida, neste barco estaremos todos os teus amigos. Como disse Peciscas, a fortaleza dos fracos é a sua união. Gritemos juntos até que nos ouçam.
    Grande semana para todos os amigos. Um carinho especial para ti e para Flávia.

    ResponderExcluir
  10. É isso mesmo amiga jamais te cales e baixes os braços.
    Não consigo expressar mais nada...
    Beijos de amizade em você e na Flávia.

    ResponderExcluir
  11. Completamente de acordo.

    E como, aqui bem longe, se sente essa raiva tão justificada!!!

    Odele, você sabe que estamos consigo e com a Flávia.
    É pena que não possamos fazer mais, fazer justiça e, principalmente, retirá-la do coma e devolver-lhe a vida que merece.

    ResponderExcluir
  12. Odele, um Beijo para si
    e outro para Flávia.
    É melhor caminhar na luz do que nas trevas....
    Força!!!!

    ResponderExcluir
  13. Odele,
    Vejo que como sempre estás a seguir o caminho correcto da melhor maneira possível, ao fazeres dessa sabia frase de Jean Paul Sartre o vosso lema de vida.
    Força, e um beijinho grande.

    ResponderExcluir
  14. Odele
    Essa máxima de Sartre é a máxima da minha vida. Digo-a muitas vezes a mim mesma e a pessoas que vejo caídas apontando o dedo a causas do passado em que o meio envolvente, nomeadamente os progenitores, são culpados por todos os acidentes de percurso. Embora haja na socialização a maior quota-parte de responsabilidade há um espaço individual que pode sobrepor-se àquilo que nos fizeram.
    Tu, Odele, tens demonstrado com a tua luta seres dessas pessoas capazes de mover montanhas por aquilo em que acreditam.
    Não nos vamos calar, não Odele.
    Vou contigo para onde fores, baterei a todas as portas que decidires bater. E outros vêm também.Porque a injustiça não pode prevalecer sobre a razão.
    Abraço, Odele,
    SEMPRE.

    ResponderExcluir
  15. Queridas, minhas queridas amigas, doce Flávia, este vosso gesto mostra a grandeza do vosso coração, mostra o quão sois seres admiráveis.

    Vamos estar atentos, vamos em conjunto, denunciar os atropelos de que são vítimas, todos os dias, os seres humanos às mãos de grandes interesses capitalistas...

    Beijão grande daqui de Portugal

    Beezz

    ResponderExcluir
  16. Odele querida,

    Quantas vezes você já não deve ter repetido essas palavras para Flavia... e para você mesma...

    Os grandes guerreiros não desistem das batalhas, e mesmo quando aparentemente derrotados encontram força para levantar e prosseguir lutando.

    É assim que eu vejo você, e quero estar ao seu lado como amiga, sempre.

    Um beijinho pra você.

    ResponderExcluir
  17. Odele,
    Peço muito a Deus pra continuar lhe dando forças, já que nem dar-se ao luxo de fraquejar você pode, ante a árdua missão que Ele lhe atribuiu. Força e Luz! É tudo o que lhe posso desejar, sempre, daqui, da minha pequenez!

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  18. Odele querida.
    Voce e Flavinha estao sempre em minhas oraçoes.
    Passei pra saber de voces e deixar um caloroso abraços.
    Bjs gigantes

    ResponderExcluir
  19. Subscrevo todas as palavras dos comentadores.

    Perante este teu post, tão forte, emocionante, sofrido mas embelezado por resignação, luta, força amor, muito amor, dedicação e carinho, não larguei nem largarei as vossas mãos e de todos que estão junto de vós e farei tudo o que estiver ao meu alcance...porque...

    "Haveremos de fazer também filha com que saibam que jamais nos calaremos diante da negligência, da impunidade e do desrespeito aos direitos humanos de todos nós.".

    Um enorme beijo à tua/ nossa Flávia e dou-te um grande xicoração, porque ser mãe é isso mesmo.

    ResponderExcluir
  20. Querida Odele,

    subscrevo as palavras do António ...
    e repito, que todos nós estamos aqui contigo e com Flávia...

    beijinhos
    isabel

    ResponderExcluir
  21. Ao ver o vídeo do resumo da história da Flavia, derramamos muitas lágrimas.
    Iremos ajudar a divulgar esse blog em nossos sites, conte com nossas orações, estamos do vosso lado no que precisar.

    ResponderExcluir
  22. Odele,passei pra deixar um abraço pra vcs .

    ResponderExcluir
  23. Força querida amiga, nós sempre estaremos por cá para vos apoiarmos.

    Beijinhos para ti e Flavinha,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  24. Odele! Teu nome é sinônimo de amor, luta e coragem.
    Que os Espíritos Superiores te conservem assim.
    A Flávia é um anjo que precisa de tua grandeza.
    Muita força.
    Beijos no coração de vocês duas.

    ResponderExcluir
  25. Odele e Flávia, como estão?
    Amigas (peço permissão para chamá-las assim, pois, sinto que as conheço há anos...) mesmo sem estar deixando recado, minha represença aqui é constante e, cada dia que volto, ainda me emociono muito com tudo que leio.
    Hoje resolvi deixar registrado o respeito e o carinho que tenho para com vocês e dizer que ambas fazem parte das minhas orações, sempre.
    Deus as abençõe e ilumine, dando forças e coragem para continuar essa árdua batalha.
    Beijos no coração,
    Cláudia

    ResponderExcluir
  26. Minha Querida Amiga, coração de mãe sempre arranja uma forma de fazer alguma coisa pelos filhos. E você já arranjopu a sua. Flavinha, não viu roubada a sua vida em vão.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  27. Grace Olsson16 abril, 2009

    Odele, admirom demais esse seu lado lúcido. Isso é que me faz te admirar cada dia mais.
    beijos nas duas e vamos à luta...que ainda nao terminou.
    bjs e dias felizeas

    ResponderExcluir
  28. Querida Odele,

    Em poucas palavras e duas fotos conrastantes você deu um impresionante testemunho.
    E nós estaremos por aqui apoiando a sua força, para chegar aos seus objectivos.
    Um beijinho para si e outro enorme para Flávia.
    Branca

    ResponderExcluir
  29. Odele
    Embora não tenha vindo muito aqui, a Flavinha continua em minhas orações e continuo ao teu lado para o que der e vier.
    Bjim.

    ResponderExcluir
  30. Odele,
    Li sua história de amor por Flávia na VEJA ontem à noite, me sensibilizou muito. Tenho passado por momentos difíceis com meu filho que é dependente químico, de apenas 19 anos, também temos lutado pela vida dele, e se sofrimento pudesse ser pego com as mãos, esse sofrer por um(a) filho(a)encheriam nossas duas mãos. Hoje não sabemos porque Deus nos permite passarmos por tudo isso, mas creio que Ele é soberano e que Ele nos fortalece e capacita para cuidarmos de nossos filhos especiais. Você é uma mulher de fibra, fixe seus olhos no Senhor Deus, e não o perca do alvo, que aí nossa caminhada terá valido a pena.
    Um grande beijo prá você, e nessas horas, amigos são presentes de Deus em nossas vidas, sofrer com os que sofrem, é um ensinamento d' Ele.
    Colocarei você e Flávinha em minhas orações.
    Deus as abençoe e lhes fortaleça. "As misericórdias do Senhor se renovam em nossas vidas a cada manhã"
    Com muito carinho

    Maria Angélica

    ResponderExcluir
  31. Ah,Um lembrete,
    mesmo que se por acaso você não chegar a ver com os seus olhos a justiça humana, pode ter certeza que a divina virá, e maldito aquele que cair nas mãos do Deus vivo!!!
    Com certeza estes corações que tiveram responsabilidades sobre isso, não sabem o que é paz, já é o princípio das dores, e descanse no Senhor e deixe em suas mãos a vingança, Deus é fiel e justo...

    Boa noite

    ResponderExcluir
  32. Pela tua voz, pela nossa voz, aquilo que fizeram com a Flavia, há-de ecoar mais e mais.
    O absurdo sacrifício que a fizeram suportar, não pode ter sido totalmente em vão. Nós haveremos de fazer com que isso nunca aconteça.
    Por isso, nunca nos calaremos.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails