Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

A historinha de uma centopéia.

- 22 de agosto de 2010
Quando Flavia estava com sete anos, um dia chegou da escola dizendo que havia lido uma história e que precisava me contar. A história dizia que quando uma pessoa vem à nossa casa pela primeira vez, deve sair com um presentinho, um mimo, uma lembrança. Não precisaria ser algo caro, Flavia me dizia, bastaria que representasse a alegria de termos recebido a pessoa em nossa casa.

E nos dias seguintes, Flavia me relembrava a história e pediu que escolhêssemos algo para darmos às pessoas que fossem nos visitar pela primeira vez. Insistente como toda criança, Flavia me dizia com sua graciosa voz de sino: “Mamy, vamos comprar logo as lembrancinha para nossas visitas.” E num domingo eu e Flavia fomos à Feira de Artesanato de Moema, que ficava a dois quarteirões de nossa casa e ela escolheu a centopéia da foto que ilustra este post. É um imã de geladeira feito de biscuit.

E assim foi. Compramos algumas centopéias, e já deixávamos embaladinhas num saquinho de celofane. Quando a visita saía, Flavia, toda alegre, fazia questão de lhe entregar a lembrancinha. Mantive este costume de minha filha e mesmo após o acidente que lhe deixou em coma, continuo comprando as centopéias de Flavia na mesma artesã, a simpática Sandra, que aos domingos expõe seus trabalhos na Feira de Artesanato de Moema. Por vezes, a minha reserva de centopéias acaba e pode acontecer de alguma pessoa vir nos visitar pela primeira vez e eu não estar com a “lembrancinha de Flavia”, mas tento evitar deixar acabar o “estoque”.

Hoje, estiveram aqui em casa, Paola, Bruna, Flávia e Mariana, formandas de jornalismos da Faculdade Casper Líbero, que estão fazendo trabalho de conclusão do curso, o TCC, com o título “Debaixo de Seus Olhos” sobre pessoas em coma. Eu e Flavia estamos participando do trabalho de conclusão do curso das meninas, todas muito graciosas e com idade regulando com a de Flavia, 20, 22 anos. E elas saíram daqui com a centopéia de Flavia para enfeitar as geladeiras de suas casas.

E ainda hoje quando alguém vem à nossa casa pela primeira vez, ao lhe entregar este presentinho tão simples, faço-o em nome de Flavia e conto a historinha que um dia encantou minha menina. Tomara que para aonde quer que este enigmático estado de coma a tenho levado, que Flavia continue em seu mundo encantado.

 

42 comentários

Fatyly disse...

Em tempos disseste que contarias essa história e fiquei tão feliz por saber. Neste caso foi escolhida por Flavia uma centopeia e a graciosidade dela comove qualquer um o que mantens até hoje.
Nunca se sabe minha amiga e faço minhas as tuas palavras..."Tomara que para aonde quer que este enigmático estado de coma a tenho levado, que Flavia continue em seu mundo encantado."

Mas engraçado que desconhecia a história e desde que me conheço sempre fiz isso, não com centopeias:) mas com panos e um picô(croché)à volta. Todos que me visitam ou que eu quero surpreender lá vai um pano da Fatyly:)

Este post é o teu enorme coração de mãe, é a voz e vontade de Flavia e mais uma vez, junto de ti/vós, emocionei-me. Parabéns e um chamego muito especial em Flavia.

Beijos mil de sempre e para sempre!

MATTBIONDI1980 disse...

Odele, que história linda, como todas as outras que você escreve.

Um beijo em você e na Flavia.

Juliano B.

Daniel Savio disse...

Bonito o gesto, mas amor é o que nos faz movimentar apesar de todas as tristezas que a vida possa nos apresentar e por conta disto, buscar e gerar mais felicida para aqueles que no cercam...

Desculpa se embolei tudo Odele.

Fiquem com Deus, menina Flavia e menina Odele.
Um abraço.

Mari Artes & Família disse...

Menina sensível, de coração grande...

Adorei o carinho!

Vou pensar nisso aqui pra casa... como Flávia, tb adoro dar presentes e concordo que o valor não é tudo, mas o tamanho do carinho!

Bjosss

peciscas disse...

Bonita, enternecedora, tocante, esta história que aqui nos trazes.
Essa centopeia é linda, como linda é a menina que a escolheu.
E digo "é" porque a Flavia continua, pela tua voz, pelo teu braço,pela tua memória a contar-nos coisas que mostram a beleza da sua alma. Mesmo que lhe tenham roubado o sorriso, os sonhos e essa voz de sininho que eu sinto soar quando leio estas histórias, ela estará sempre connosco.
Esses presentinhos que ofereces as pessoas quem te visitam pela primeira vez, são, afinal, o beijo com que a Flavia as afaga.
Uma festinha muito terna para a nossa querida Princesa,a quem, desde há muito, agradeço a graciosa centopeia que trouxe comigo desde o dia em que, pela primeira vez, visitei esta sua casa onde quero sempre regressar.

nona e eu disse...

Que lindo gesto e emocionante história como todas as outras.... abraços

Sue Paula disse...

Querida Odele!
Que lindo gesto o seu e da Flavia. Impossível não se emocionar cada vez que venho aqui.
Muitos abracinhos meus e de minhas filhas para voces.
Sueli, Sueny e Bruna

karura disse...

Que história bonita!! Fico sempre um pouco triste cada vez que venho aqui. Mas de cada vez acho sempre que devo valorizar a minha vida, vivê-la com amor, pois nunca se sabe o dia de amanhã. Beijinho e muita muita força, querida!!

Letícia Losekann Coelho disse...

Nossa que atitude bacana! Nunca pensei em dar alguma lembrança para quem me visita, vou adotar ;)
Essa centopéia é muito linda, como a Flávia.
Beijos menina!

Mariquinha disse...

Lindo gesto que vc repete após tantos anos. É a alegria de Flavia representada numa centopéia. Que história bonita!!

Graciela disse...

ohhh minha grande amiga que bonito o que contas! minha menina tesouro Flavia um amorcito cheia de boas ocorrências :)

Alegra-me saber que as visitam as jovens, alegria no lar...têm meus abraços enormes, longos que chegam até a casa e os beijinhos!

Anônimo disse...

Que costume lindo, dar um presente para a visita que vem pela primeira vez em nossa casa. Adorei!

Anônimo disse...

CONHECI ESSE BLOG A POUCOS DIAS, MAS CONFESSO QUE A HISTÓRIA DA FLÁVIA MEXEU COMIGO DE ALGUMA FORMA. TODOS OS POST´S SÃO MARAVILHOSOS E BEM ESCRITOS. PARABÉNS ODELE, PELA SUA FORÇA, GARRA E DETERMINAÇÃO! E TENHA FÉ... PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL... E A FLÁVIA VAI SAIR DESSA.
SAMYRA GARCIA

betty disse...

Odele querida,

Fiquei muito contente com sua visita ao meu blog, porque seus comentários são sempre benvindos.

A historinha da centopéia é um mimo, e a sensibilidade da Flavia, que você sabe descrever tão bem, comove intensamente o coração de cada um que passa por aqui.

Beijinhos

S.M disse...

Linda e comovente história.Mas sabe, de tudo isso o que leio no blog,sua força, e sua coragem, fora dele, vejo, quantas pessoas reclamam da vida, por tão pouco, ou por nada. E vejo você, tão forte, mesmo na aparência, ou não, uma pessoa de garra, e de fé, acredito que faz muita gente repensar na vida. Porque não é fácil dedicar um tempo todo à uma só pessoa, e eu te admiro, de todo o meu coração, pelo seu amor, sua grandeza de mulher, e deixo o meu carinho para você, e sua filha, Flávia. Beijos.

Anônimo disse...

Bom dia, Odele.
Eu estava procurando, como ainda estou, alguns relatos de paciente que foram desenganados pelos médicos para dar ao meu cunhado, pois ele tem 40 anos e está com câncer de intestino e ontem o médico disse a ele que não pode fazer mais nada por ele. Ele estava no INCA internado e ontem veio para casa. mas vc olha para ele e não diz que está tão mal. Então, achei o seu Blog, ainda não deu para ler tudo, mas li sobre a centopéia e sobre sua história e da Flávia. Já mandei o endereço para todos que eu conheço, pois a grande maioria tem filhos pequenos e frequentam piscinas. Vou sempre dar uma passadinha por aqui e saber como vcs estão e não deixem de postar, ok!! Um grande beijo e que Deus continue dando força para todos.

Zé Povinho disse...

Bonita história que nos recorda o mundo da infância e das fantasias.
Prestes a ir de férias passei para deixar um
Abraço do Zé

Cristina Ramalho disse...

Vc é incrível Odele... Flávia tem orgulho de ser sua filha sabia?! bjo.

Anônimo disse...

Deus não é Deus atoa....sábias palavras qdo disse....deixe que venha a mim todas as crianças, pois a elas pertençe o reino dos céus.....com certeza nao existe nada mais puro e verdadeiro que uma criança!!!!

Força Odele e obrigada por nos deixar participar, tu não tens idéia do quanto esse Blog concientiza e faz refletir, obrigada!!!!

Liège disse...

Que delicadeza, Odele!
Beijos para vocês e ótimo trabalho para as futuras jornalistas.

BRANCAMAR disse...

E eu vim visitar a casa de Flávia hoje e levo a sua centopeia tão bonitinha, peço licença para a copiar e a colocar no meu sítio, com acesso ao blog de Flávia.

Peço desculpa por uma enorme falta de disponibilidade que tenho tido, fruto de mudanças de casa, talvez de estado de espírito anterior e mil e uma razões que porventura não servem de desculpa, mesmo que a ânimo não ajudasse e as forças também.

Andei a fazer mudanças no meu blog, mas acabaram por ficar a meio, tenho o link de Flávia, mas na barra lateral ainda não retomei as mudanças que pretendia fazer e agora de repente achei esta centopeia uma gracinha para compôr um cantinho dedicado a Flávia.

Deixo beijinhos e vou encantada com esta centopeia tão representativa dos afectos de Flávia, uma centopeia que agora corre mundo.

Beijinhos para as duas.
Branca

Anônimo disse...

Fantastic blog, I hadn't come across flaviavivendoemcoma.blogspot.com previously in my searches!
Carry on the fantastic work!

SUELY disse...

Odele,

Muito linda a centopeia! Confesso que meus olhos se marejaram mais do que em outros posts que descrevem situaçoes dificeis. Maravilhoso o texto!
Suely

. intemporal . disse...

.

. querida Odele,,, .

. muito obrigado pela Sua visita que tanto e há tanto me honra .

. que tanto e há tanto me comove sempre .

.

. tomei a liberdade de levar a centopéia da Flávinha para um re.canto muito especial, onde res.guardo os amigos do peito . os amigos de dentro . onde me a.dentro .

.

http://gratissimo.blogspot.com

.

. um beijinho para Si .

.

. um beijinho do tamanho do mundo para Flávia .

.

. sempre e para sempre .

.

. paulo .

.

Isabel-F. disse...

Querida Odele,

Bom dia.

que ternura e que atitude tãi linda ...
sem dúvida que deste modo fazes com que Flávia continue a comunicar com os teus amigos ...

acho uma ideia genial e acho que a vou "roubar" ... é lindo oferecer uma lembrança a quem venha pela primeira vez a nossa casa ...

adorei este post.

muitos beijinhos
isabel

aDesenhar disse...

Esta historinha da centopeia mexeu comigo...
:-)
beijinhos para a Flavia
e para ti Odele

nota:compromissos profissionais afastaram-me um pouco da blogosfera, mas em breve retomarei as visitas e os posts no meu blog.

natalia disse...

Oi Odele...não nos conhecemos mas eu gostaria de te dizer uma coisa...

TE ADMIRO MUITO.

Se quiser conversar mais comigo, meu email é...nataliave@bol.com.br

Um beijo carinhoso em você e na Flávia♥♥♥

Samantha disse...

Que delicadeza!
Agora que estou em uma nova casa, estou até considerando copiar esse lindo gesto.

Beijinhos para vocês =)

Luci Lacey disse...

Odele

Uma graca a centopeia e o coracaozinho de Flavia.

Voce eh um pessoa especial, Odele.

Voce e linda!

Beijinhos nas 2, e bom final de semana.

Carol Flor disse...

Lindo...
Saudades de Flávia...

Natália disse...

parabens pela força querida.Eu queria possuir este dom dado a poucos.Paz a ti e tua filha que agora se tornou minha porque sendo sincera acolhi esta historia com muito carinho e sensibilidade.E é com esta sensibilidade que tive a ousadia de fazer um pequeno post em meu flog em homenagem a FLAVIA e claro a mãe que ela tem ' TODAS as mães deveriam ser como a senhora.
PAZ A TI QUERIDA

Odele Souza disse...

Natália,

Obrigada por sua visita e por seu bonito comentário. Mas seguindo seu link, não consegui comentar em seu blog nem vi um e-mail para me comunicar com você. E eu gostaria muito de lhe agradecer pelo post.
Um beijo.

Simone Marques disse...

Oi Odele e Flavia!!!!
Passei por aqui para mandar um bjo!!!!

Simone Marques disse...

Acho essa historia coisa meio que de mineiro....rsrs
Eu tenho mania de que vem alguem na minha casa e tem que ter um bolo de preferencia o de milho, ou um pudim de leite....e para mim, vir na minha casa, ou seja entrar no meu mundo, no lugar onde eu descanso, onde tem minha energia, isso pra mim tem um significado mto grande, de que deixei vc entrar e participar um pouco mais da minha vida.
bjos pras duas da mineira que nao as conhece, mais as admira e adora !!!

Mari disse...

Querida Odele
Sempre que venho aqui me emociono. Duas coisas queria dizer:
Primeiro: ao ler essa pequena história da centopéia, senti como se fosse minha filha, que tem hoje 9 anos e é do jeitinho que você descreve a Flavia... Que emoção senti no coração...
A segunda é que desde que conheci vocês, quando minha filha entra na piscina do prédio, eu aviso: "Cuidado, ao mergulhar, não chegue no fundo, porque...".
E ela responde, naquele jeitinho:
- Eu sei, mamãe, você já falou da menininha, lembra? Pode deixar que eu tomo cuidado.

É o que podemos fazer, não é amiga?
Nem sempre podemos confiar em quem tem que nos dar segurança.

A Flavia é nosso coração e nosso alerta. Fiquem com Deus!

Sheila disse...

Odele querida,

Como sempre ,muita emoção ao ler seu amoroso texto.

Que gesto mais querido esse, criado pela Flavinha. Vcs distribuem amôr em forma de centopéias coloridas. Já peguei a minha, apesar de não ser a primeira vez que venho aqui.

Tb faço biscuit. Posso copiar essa linda idéia? E de quebra, poder contar para as pessoas de onde ela surgiu...

Muito amôr e carinho a vcs.

Sheila

Lu Vieira disse...

Que linda história que a Flavia leu quando tinha apenas sete aninhos! Amei saber que vocês colocaram o ensinamento da história em prática. E continuam até hoje!

Eu já tive um ímã na forma de centopéia que ilustra este post! Quando o meu cantinho ficar pronto para morar, eu vou seguir o exemplo de vocês de presentear os meus visitantes que vierem pela primeira vez a minha casa.

Torço para que as três formandas em Jornalismo façam um bom trabalho e que muitas pessoas conheçam a sua história por meio delas também.

Um grande abraço para a linda mãe e sua graciosa filha!

Anônimo disse...

e eue spero sair da sua casa coma centopeia...espere e verás
bjs e dias felzies
Grace

Flávia, Bruna, Mariana e Paola disse...

Queridas Odele e Flávia,

a historinha da Centopeia é uma das mais bonitas que já ouvimos, e ficamos MUITO felizes em receber essa lembrança. Conhecer você e a Flavinha foi muito importante e especial para nós. Muito obrigada por todo o carinho de sempre, e esperamos continuar nos falando! Um beijo carinhoso, das meninas do TCC.

Era uma vez... disse...

Olá Odele que bela história e não se pode sair sem deixar um comentário seria imperdoável...que Deus abençõe mais e mais essa linda familia. Fiquem na paz!!
Beijinhos da maria regina

Era uma vez... disse...

Levei a centopéia para o meu cantinho, pois compartilhar é tudo principalmente o carinho tão grande que existe nas palavras e em suas vidas!! Beijinhos com carinho maria regina!

Unknown disse...

Olá Odele, como vai?

Acompanho o seu blog e a sua história e de Flávia há cerca de 1 ano e meio, periodo no qual a vida da minha família mudou por completo. Minha amada mãe está em estado de coma vigil pós uma PCR e desde então vivemos em função de cuidar dela.

Estou sempre pesquisando sobre o assunto e li nesse post antigo sobre o TCC que vc e Flávia colaboraram e gostaria de saber se o mesmo está disponível em algum lugar para leitura.

Muito obrigada.

Camila - camilafl@gmail.com

Related Posts with Thumbnails