Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

"Todos são iguais perante a lei" São..?!

- 22 de novembro de 2008
Escrevo neste blog há quase dois anos. Escrevo para alertar, protestar , denunciar e mostrar minha indignação perante a morosidade da justiça brasileira na condução do processo que movo - há quase 10 anos - contra os réus, já por várias vezes aqui por mim mencionados, a quem responsabilizo pelo acidente que deixou minha filha em coma vigil irreversível. Minha acusação não é leviana e tampouco sem fundamento. Baseia-se em perícia técnica feita na piscina cujo ralo sugou os cabelos de Flavia, assim como em perícia neurológica feita por médica neurologista escolhida pela justiça. Ambas as perícias foram feitas há anos. E há anos estão anexadas ao processo de Flavia. E assim o tempo corre contra nós, mas corre a favor dos réus que seguem impunes.

Algumas pessoas ao comentarem os posts deste blog escreveram:
Vivian disse......será que se o ocorrido tivesse sido com alguns dos filhos dos juízes envolvidos, este processo teria esta idade? Que indecência, meu Deus!
Sexta-feira, Novembro 21, 2008


SILÊNCIO CULPADO disse...Odele
Há pois que chegar a esses juízes e dizer-lhes: este caso não é um entre muitos. Trata-se da vida duma criança a quem tiraram todos os prazeres, todas as experiências e todas as oportunidades. A incúria da Jacuzzi tem um rosto, o rosto de Flávia. Olhem para esse rosto e ponham a mão na consciência.Quarta-feira, Novembro 12, 2008


João Vicente Lavieri disse...É isso ai, Odele! Aguardamos que o STJ repare adequadamente essa situação. A impressão que tenho, sem conhecer os detalhes do processo, é que a Jacuzzi seria a principal responsável, por colocar no mercado um produto sem alertar sobre os riscos, como requer o Código de Defesa do Consumidor.Ademais, piscinas são locais para diversão, muito frequentados por crianças. Não deveriam oferecer nenhum risco!
Sábado, Outubro 04, 2008.

O caso de Flavia é de extrema gravidade. Uma criança de 10 anos, entrou em coma por causa de um acidente e nunca mais saiu desse coma. Um caso muito grave, todos haverão de concordar comigo. No entanto apesar da gravidade do acidente ocorrido com Flavia, há quase 10 anos, 10 anos! eu luto na justiça e tento convencer os juízes - com provas periciais - da culpabilidade dos réus, principalmente da empresa Jacuzzi do Brasil por este acidente que incapacitou Flavia para o resto de sua vida. Até agora, o máximo que consegui foi que condenassem o condomínio a pagar 104 mil reais de indenização – dinheiro que não aceitei por não concordar com o valor. Os demais réus AGF Brasil Seguros e Jacuzzi do Brasil seguem impunes.
TODOS DEVERIAM SER IGUAIS PERANTE A LEI. DEVERIAM, MAS NÃO SÃO.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos diz que “todos são iguais perante a lei e, sem distinção alguma, têm direito a igual proteção da lei...”
Muitos de meus leitores brasileiros sabem que no início deste mês de Novembro a cantora Preta Gil, (filha do cantor, compositor e ex- ministro da Cultura, Gilberto Gil) ganhou o processo contra o programa humorístico “Pânico na TV”, da Rede TV, porque os humoristas do programa faziam piada com a forma física da cantora, chamando-a de gorda. E a justiça do Rio de Janeiro condenou a Rede TV a indenizar Preta Gil em 100 mil reais por danos morais. O processo não levou mais que alguns meses na justiça do Rio de Janeiro e já foi decidido em primeira instância.

Penso que Preta Gil fez muito bem em processar o programa e não acho que ela tenha recebido muito dinheiro por danos morais à sua imagem, mas certamente a indenização de 104 mil reais concedida à mim e à Flavia, que teve além de danos morais um enorme e irreversível dano físico, foi irrisória. Porque Flavia não é famosa. Tampouco eu. E aqui só me resta concordar com os comentários deixados neste blog: Se Flavia fosse filha de um juiz/juíza, se fosse famosa ou filha de mãe famosa, certamente o seu processo já teria sido decidido pela justiça paulista e a indenização teria sido também outra.

Minha indignação e decepção com a justiça de meu país é grande. Uma pessoa famosa não deveria ser tratada de forma diferente pela justiça que outra que vive no anonimato. Mas a realidade e as evidências mostram que é assim que acontece. Além de Flavia, estou certa de que existem muitas pessoas comuns como eu e minha filha, que aguardam há anos por justiça, mas esta parece não ter sido feita para nós que temos que nos “engalfinhar”, numa luta quase sempre desigual com os réus por anos a fio, sem que a justiça os condene por seus crimes e negligências. Seríamos então nós, por não sermos famosos, órfãos da lei?! É o fica evidente. Mas não podemos nos conformar com essa orfandade. Há que nos indignarmos, há que exercermos de forma constante a nossa cidadania e protestarmos e lutarmos até ver respeitados os direitos humanos de todos nós.

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

36 comentários

  1. Odele

    A justica brasileira e falha e parcial.


    Mesmo, uma pessoa famosa e poderosa, as vezes nao obtem sucesso, veja o caso de Daniela Peres, Gloria, a mae dela, lutou muito em nome da filha, e os assassinos, mal cumpriram parte da pena e foram colocados em liberdade, ate se casaram novamente.

    Mas temos que lutar incansavelmente, porque a uniao e importante.

    O caso da menina Isabela Nardoni, o alvoroco foi grande, e a justica, nao coloca o casal para fora da cadeia, porque o povo vai criar confusao.

    Precisamos urgentemente de uma reformulacao em nossas leis e cobranca da aplicacao das mesmas por seus usuarios.

    Vamos continuar protestando sim, Odele, Flavia merece e vc tambem que a justica seja feita.

    Beijinhos e bom final de semana

    ResponderExcluir
  2. O triste caso de Flavia precisa de mais visibilidade, publicidade, para o bem dela. É revoltante como os juízes também gostam da fama, julgando procedente e com alta soma os casos de famosos.

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  3. É verdade minha amiga...

    Quantos artistas por bem menos ganham processos assim...E casos como o de Flávia se arrastam por anos virando uma bola de neve.Preta além de uma pessoa conhecida é filha de ex Ministro e artista mundialmente conhecido...Mas aqui deixo um outro exemplo:Há pouquíssimo tempo uma conhecida que trabalhava
    numa clínica de frente para a praia da Barra da tijuca(Rio de Janeiro).Se acidentou no ônibus e resolveu processor a companhia de ônibus.Colocou o endereço da clínica e nao o de sua casa(pois passava mais tempo na clínica q na casa dela).Então os Advogados da empresa voltaram dizendo que uma pessoa que morava num endereço nobre feito o dela não precisava recorrer pedindo indenização.Mas mesmo q ela morasse no MELHOR lugar do Rio de Janeiro ou do Brasil esse direito era dela.Mesmo q pudesse pagar.Mesmo q não precisasse parar de trabalhar!O direito é para todos!Ricos ou pobres,conhecidos ou não.O direito é do cidadão!A justiça é para todos!

    Beijos em Flavia e outro em vc!

    Maria Dias

    ResponderExcluir
  4. Oi Odele...
    Bom, não vai te consolar... mas vou contar algo que aconteceu comigo. Meu pai foi assassinado quando eu tinha 10 anos, na época meus irmãos estavam desesmpregados e minha mãe ganhava um salário de 250 reais por mês. Com a morte de meu pai, perdemos nossa casa por falta de pagamento das prestações, pois não estava quitada... e fomos morar de aluguel. Meu pai tinha um seguro de vida, e a minha mãe contou com este seguro para que a gente não passasse fome, eramos 3 três irmãos e a minha mãe que na época só ela tinha um trabalho que pouco pagava. Bom, foi dada a entrada no seguro de vida.. passou 1 ano e nada... alegavam que foi forjada a assinatura no contrato do seguro (que não era a assinatura de meu próprio pai)... ai passou 3 anos e nada! Isto cotinuou, recebemos o dinheiro este ano... 11 anos depois da morte do meu pai! E não foi toda a quantia, por que imagine... o juros cresce diariamente e se acumula, a empresa não tinha agora todo o dinheiro que realmente devia pagar e fomos ogrigados a pegar 50% do valor corrigido e estamos na briga pela outra metade que segundo nossos 3 advogados.. não tem previsão para sair e se vai mesmo sair esta outra metade... E nesses 11 anos sem meu pai, além da perda, além da dor, da destruição de uma família, quase passamos fome, quase vivemos na rua e a justiça foi mais uma vez LENTA.

    ResponderExcluir
  5. Deslumbrante Amiga:
    Junto a minha humilde voz, às vozes imensas, não só do seu lindo Brasil, mas extensivos ao mundo inteiro.
    Revoltado. Indignado...
    Um Beijinhos especial à maravilhosa Flávia de sonhar e sonhar...
    A minha voz estará sempre contigo, adorável e lindíssima Flávia...
    Beijinho a si, valente e corajosa amiga Odele...Uma Mãe ENORME...COMPLETA...
    Sem palavras pela indignação... constantemente atento...SEMPRE...

    peter pan

    Admiro-a, sabe amiguinha Odele?
    Acredite que um dia viveremos em paz e sossego repleto de tranquilidade que faz o seu doce "sonhar"...
    Beijinhos às duas

    peter pan

    ResponderExcluir
  6. Subscrevo na integra todas as tuas palavras, num abraço aconchegante que DESISTIR E BAIXAR OS BRAÇOS foi, é e será as palavras de ordem.

    Terás resultados, acredita que pouco importa se se é figura pública ou não, o que interessa é que estamos todos juntos e do vosso lado, cada um fazendo o que pode e acho que o teu caso é mais conhecido que o caso da Preta Gil que desconhecia por completo.

    Força e ânimo qb para que um dia destes tenhas a resposta que mereces.

    Um enorme abraço do lado de cá do oceano

    ResponderExcluir
  7. Odele querida,

    Alo que sempre me assusta no nosso país é a impunidade, e a desigualdade em todos os seus aspectos.
    Às vezes me falta esperança para acreditar que um dia poderá ser diferente, mas é preciso tê-la, acreditando que um dia a justiça será feita.

    Dias corridos querida, a 20 dias do casamento.
    Daqui a pouco te faremos uma visita.
    Beijinho na Flávia, e um fim de semana repelto de luz para você!

    ResponderExcluir
  8. Odele,
    Acho que não é novidade para ninguém, e muito menos para ti, de que uns são filhos e outros enteados.
    Na verdade é escandaloso o que se passa nas nossas sociedades que vivem de compadrios e favores. Mas mesmo assim digo-te que nunca devem esmorecer, porque tens feito um trabalho notável nesta tua luta por uma causa mais que justa, e que cada vez é mais visivel. Força.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  9. amiga Odele, a justiça por aqui é de uma determinada forma para alguns...se vêm sucedendo assassinatos todos os dias, claro que pessoas comuns...quando mataram a um Engenheiro, os meios, o governo saiu a dizer ASSASSINARAM AO ENGENHEIRO XXX. A vida é um direito sejas lixeir, maestro, profissional...o mesmo ocorre nas outras situações.´
    Seguramente o caso de nossa Flavia se tivesse resolvido de outra maneira, se vos eras famosa bla bla bla.O terrível é que tenham que esperar tantos anos!!!...o dinheiro que te corresponde o precisas!!!...o precisavas desde o momento que a menina sofreu o acidente!!!...beijinhos e abraços!!!

    ResponderExcluir
  10. Tania Prado Tum Tum23 novembro, 2008

    http://thumbsnap.com/v/chiFmH24.jpg

    Odele
    Minha linda, que coisa boa poder conhecer uma mulher forte, e linda como vc...
    ...hj mais do que nunca acredito que vivemos para cumprir missões, e no momento certo, nos é apresentado o resultado.
    Beijos...
    beijos na Flávia!
    Saúde e Paz!
    ps: sair do Virtual, com uma pessoa como vc...não tem preço...

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente amiga assim é. Se calha ser o filho de um juíz, ou de um ministro, decerto há muito tinha sido resolvido e com uma choruda indemnização.
    Uns são filhos outros enteados.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. O direito da menina Flavia cidadã, há de acontecer!!!
    Conto com a honestidade dos juízes, promotores, e, ainda por cima de que a Jacuzzi "deverá" ser punida. O que representa o valor que para vocês será realmente para melhoras no tratamento de Flavia para uma "gigante" como esta?
    Creio, a justiça a de acontecer, independente de quem somos, pois também fazemos parte na luta deste processo de Flavia.
    Beijos do coração.
    Eliana Aparecida - Mogi Guaçu -SP.

    ResponderExcluir
  13. Es lamentable que se hagan diferencias... Todos deberáimos ser iguales ante la ley!!!!!
    Fueza y cariños desde Argentina!!!
    Fabi

    ResponderExcluir
  14. A igualdade de todos os cidadãos perante a lei é ainda uma miragem, mas com persistência e com a união das pessoas, podemos e devemos lutar para que se torne uma realidade.
    Abraço para as duas, do Zé

    ResponderExcluir
  15. O teu testemunho, o exemplo que referes e aqueles que são evocados nos comentários, são paradigmáticos de um facto que é por demais conhecido. A justiça é um reflexo da sociedade de onde emana. Como a sociedade é desigual, a justiça é desigual. Mas sempre apregoando as suas supostas virtudes de imparcialidade e neutralidade.
    Poderia acrescentar mais casos que mostram como o facto de ser ou ter sido famoso traz um benefício acrescido perante os tribunais.
    Há um senhor, arguido em Portugal de uma série de burlas,viagrices, falsificações, que depois de ter estado preso uns tempos (com tratamento VIP na prisão que incluia o acesso a refeições vindas de bons restaurantes) conseguiu fugir para Inglaterra, onde acrescentou mais vigarices à sua conta pessoal. Por exemplo, ficar a dever o aluguer da luxuosa mansão onde vivia em Londres. Mas, mesmo a altiva Inglaterra, tão ciosa das suas instituições, ainda não o extraditou para Portugal, apesar de todas as provas que existem contra ele. Tudo isto porque este senhor foi presidente de um grande clube de futebol, tendo, desde aí, passado a ser "figura pública".
    É, por isso, revoltante, que o caso de Flavia se arraste há mais tempo nos tribunais do que aquele que a nossa querida menina tinha de vida quando lhe cortaram o direito a ter sonhos e projectos.
    E na medida em que cresce a nossa indignação, cresce a nossa determinação em prosseguir, junto a ti e Flavia, a nossa luta. Que já não devolve o sorriso à tua filha, que já não apaga todo este tempo que já passou sem uma decisão justa. Mas que, no mínimo, tem de manter bem vivo o grito de revolta. Para que os poderosos e impunes responsáveis pelos danos causados a Flavia, não tenham sossego. O sossego do silêncio e do esquecimento.
    Sempre convosco!

    ResponderExcluir
  16. Odele. Eu ia te enviar um mail, indagando sobre o andamento do recurso, vim aqui pensando: quem sabe, tem uma boa surpresa. Vi que não. De fato. Lendo sua ponderação sobre Preta Gil, meu estômago se retorceu de nojo. É assim. Da mesma forma como agora a viúva de João Goulart e seus filhos, que têm bens e não precisam de grana, passam a usufruir desta espécie de indenização que eu, você e todos os brasileiros pagam para quem foi vítima do regime militar. Me enche de nojo ver escritors, jornalistas e outros se locupletando com grana para cobrir sua opção pessoal de entrar para a luta armada, ou para a luta ideológica, a que não foram obrigados, e agora cobram. E você e Flávia ainda são obrigados a ler esta barbaridade sobre você ter deixado a filha sozinha na piscina. Eu sempre acreditei em reencarnação, lei de causa e efeito. Mas hoje, diante do seu e de outros casos, acho que é tudo balela - ou o pessoal do condomínio que te martiriza já teria passado por algum castigo divino, assim como os bem postos donos e executivos e advogados da Jacuzzi. Nestas horas, fraqueja minha crença na justiça divina. bj

    ResponderExcluir
  17. Odele, é revoltante saber que vivemos em um país tão lindo e tão feio ao mesmo tempo e que nada do que possamos fazer será visto pelas autoridades competentes ou seria incompetentes para solucionarmos não só o caso da Flavia,mais também tantos outros que cada um de nós deva conhecer.
    Sua luta incansável precisa ter uma resposta e uma resposta positiva, a favor de Flavia.
    Um beijo carinhoso para Flavia e outro especial a você.

    ResponderExcluir
  18. É vergonhosa a indiferença dos administradores da JACUZZI.

    abraço Odele e Flavia

    ResponderExcluir
  19. O silêncio dos bons é mesmo o mais preocupante porque contém a descrença de que seja possível mudar.Essa discriminação ao nível da Justiça é uma das doenças dos tempos modernos. O nosso actual Bastonário da Ordem dos Advogados- Marinho Pinho- já o denunciou há muito através da descrição de numerosos casos concrectos.
    O caso da Flávia exige que não nos calemos e gritemos sempre o que está mal.Ela,a mãe e todas as crianças merecem-no!

    ResponderExcluir
  20. é realmente ridiculo que os famosos so por serem famosos tenham tratamento vip nos tribunais, todos deviam ter tratamento vip e todos deviam ser julgados com a rapidez que um caso destes exige.

    odele apele para as figuras publicas, mande cartas, conte lhes a sua historia peça que eles a divulguem nos seus muito blogs que existem, va ao bloglog.com.br e entre nos blogs de todas as celebridades e fale, conte a sua historia, peça que eles a contem também, peça-lhes ajuda para que a justiça seja feita.

    Recomendo principalmente o blog do tico sta cruz, que sempre fala das injustiças no brasil, ele com certeza estaria do seu lado nesta divulgação.

    Se a justiça trata os famosos de forma diferente, entao vamos por os famosos do nosso lado e a lutar connosco.

    um beijooo

    ResponderExcluir
  21. Odele

    Nós sabemos que a igualdade perante a lei é ainda uma miragem mas temos que acreditar que se caminha no sentido dessa igualdade. E para caminharmos nesse sentido precisamos que o caso de Flávia seja julgado sem que a igualdade perante a lei seja uma miragem em que a força do poder é mais forte que a força da razão.
    Mas não estamos a medir forças. Estamos a falar de Flávia e quando se fala de Flávia fala-se de todas as crianças injustiçadas. E todas aquelas que são alvo de acidentes por incúria nomeadamente a nível dos equipamentos das piscinas. Não, nós não estamos a medir forças porque com crianças a incúria não tem perdão porque se tivésse nós não seriamos gente nem haveria justiça.E eu não quero ser tão pessimista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Querida Odele.

    Sei que nada do que eu possa dizer conseguirá amenizar sua imensa dor: dor pela falta de sua filha querida, dor pela injustiça, pela impunidade, pelo desrespeito absurdo ao ser humano.
    Mas gostaria de você soubesse que minhas orações, agora, são para você também.
    Choro agora.
    Choro por você e com você.
    Choro pela sua filha, que poderia ser a minha.
    E já que não posso arrancar toda essa dor do seu coração (como gostaria) quero te dizer que agora você tem mais uma aliada em sua luta.
    Vou divulgar seu caso no meu blogue, e em todos os meios que conseguir.
    Quanto mais pessoas souberem desta barbaridade, maiores as chances de haver justiça.

    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  23. Querida Odele,

    Todos deveriam ser iguais perante a lei, perante os Tribunais mas...não são! Muito me choca a arrogância dos Juizes, dos decisores que, quer em Portugal como no Brasil se arrogam "justiceiros", "Aplicadores da justiça" mas...falham, e falham e falham muito para além do razoável e humano.
    Indecente! É o que se pode dizer desta justiça ou melhor...da falta dela.
    Muito força Odele e muito obrigado pelo apoio na minha causa.
    Um abraço para a Flávia.
    Sérgio

    ResponderExcluir
  24. Odele minha querida,estou em falta contigo , pois não tenho vindo aqui e também em outros blogs amigos devido ao excesso de trabalho.
    Ando também desmotivada com o descaso com os autistas.
    Lendo teu post , penso o quanto deves estar cansada da morosidade da justiça do nosso país.
    Quantos anos Flávia vai esperar?
    10, 20, 30, anos?
    Será que nossa justiça nao tem vergonha de tratar com tanta desrespeito um ser tão indefeso como Flávia , que desde 10 anos de idade espera uma solução?
    Repugnante isso!
    Beije Flávia por mim.Te ligo no fim de semana.
    beijos
    Ray

    ResponderExcluir
  25. Olá,Odele.
    Não conhecia teu blogue nem a história de Flávia.
    Sou mãe da Jana, cujo blogue tu comentaste.
    A justiça é representada por uma mulher com os olhos vendados. Diz tudo.
    O ser humano, Odele, precisa crescer muito, ainda, para que possa fazer justiça a si mesmo, quem dirá aos outros.
    Sou advogada não militante. Mas já trabalhei, durante algum tempo, o suficiente para lamentar tudo o que vi e ouvi, nessa profissão.
    Te digo: vai levar algum tempo, ainda, para que as pessoas criem vergonha na cara e comecem a fazer aos outros, o que gostariam que lhes fosse feito.
    Por ora, temos que nos conformar com uma verdade: pessoas que poderiam mudar a ordem das coisas e não o fazem, já têm o seu castigo merecido, que é conviverem consigo mesmas, 24 horas por dia.
    Não deve ser fácil.
    Tudo o que falei aqui, Odele, não ajuda em nada, eu sei.
    A impotência, diante de fatos como esse, congelam o nosso coração.
    Se me permitires, voltarei.
    Um grande abraço, e beijo para a Flávia.

    ResponderExcluir
  26. Odele, é o Luiz do blog http://wwwchristineannarcher.blogspot.com/
    Você deixou uma mensagem no meu MSN? Estou usando agora o meu outro endereço de e-mail, o ciddelacerda@gmail.com, ok? Fica mais fácil, eu raramente uso aquele MSN.... Aquele meu blog eu não desativei mas deixei apenas para ajudar a divulgar o que ocorre com a querida Flávia, eu te mandei um e-mail pelo g-mail mas não tenho certeza se chegou, porisso se quiser me enviar algum e-mail não use mais o hotmail, use o g-mail o ciddelacerda@gmail.com certo? Obrigado e desculpe se eu demorei para responder....
    Beijos...

    Um grande beijo para ti e para a Flávia...

    ResponderExcluir
  27. odele,

    conheci seu blog através de o blog de uma amiga...e realmente fico triste com o tema dela...

    é revoltante como a justiça é falha neste país....

    um abraço....

    ResponderExcluir
  28. Olá Odele...não passo um dia sequer sem pedir a Deus muita força e tranquilidade para vcs enfrentar esse problemão. Que os culpados paguem pelo que fizeram. Justiça para Flavia!
    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  29. hola odete, realmente es increible que en estos dias ocurran estas cosas y por desgracia tan habitualmente y por desgracia es que ya nos hemos acostumbrado y lo aceptamos con indiferencia y lo asumimos con resignacion, pero espero que algun dia llegue alguien y cambie las normas y
    por fin todos seamos iguales ante la ley
    saluditos

    ResponderExcluir
  30. Odele!
    Eu é que quero te agradecer imensamente por também acompanhar o meu blog.
    Sabe, como a Flávia é linda. Sua aparência física é linda mas, se percebe nela, na foto dela hoje, uma beleza a mais, talvez seja a sua beleza interior, a sua alma linda se expresando através da beleza, sendo esse o meio dela se demonstrar nesse mundo já que o o seu corpo não ajuda mais.

    Sabe, me lembrei de um livro que se chama O escafândro e a borboleta, se trata e um homem que, depois de um acidente acordou do coma e só movia os olhos. Assim, coordenando o alfabeto por piscadas, ele consegiu escrever um livro, que é este, e que foi transcrito pela sua enfermeira.

    E sabe de outra coisa, é um prazer imenso acompanhar o blog da Flávia porque somos os fiéis escudeiros dessa guerreira incansável, nesse país podre onde o mais fraco, o justo, o honesto nunca pode nada.
    A Flávia, você não estão sozinhas.
    Acompanhar esse blog é o mínimo que se pode fazer por vocês duas e se, você precisar pedir qualquer coisa, POR FAVOR PEÇA, SE EU PUDER LHE ATENDER, LHE FAREI DE CORAÇÃO ABERTO!

    Muito prazer em lhe conhecer e conhecer a Flávia!

    Muita luz, muita paz, muita felicidade!

    E um beijo imenso na FLávia e para vc!!

    ResponderExcluir
  31. Querida amiga,
    você tem toda a razão, acredito piamente que se Flávia fosse filha de um Juiz, membro do Governo, ou de outro famoso qualquer, o caso estaria mais que resolvido, e com uma indemenização não de acordo com os danos causados a Flávia, porque isso é de todo impossivel, mas que lhe garantisse cuidados diários e tratamentos adequados a fim de melhorar e dar a Flavinha e a si a qualidade de vida a que têm direito.
    E depois de tudo isto fala-se tanto em Justiça e igualdade de direitos... Onde estão, que não se vêem?

    Beijinhos pra vocês amiguinhas.

    Ana Martins

    ResponderExcluir
  32. Querida ´so hoje soube od acidente com tua filha espero que Deus te de forças para continuares na luta por Flavinha quem sabe ela não virá ainda a acordar um dia > Sou mãe de uma criança especial bjs Maria

    ResponderExcluir
  33. Amiga, boa-noite, Deus nos abençoe, você viu que o promotor Tales foi inocentado?
    Como será estar o coração de uma mãe que aguardava pela lei, pela justiça?
    Vamor orar ... realmente muitas coisas estão mudando ...
    Beijos do coração ...
    Eliana Aparecida - Mogi Guaçu -SP.

    ResponderExcluir
  34. ADICIONEI SEU BLOG AOS BLOGS QUE RECOMENDO, PEDIREI A DEUS QUE SACEIE SUA SEDE DE JUSTIÇA!
    DEUS TE ABENÇOE PODEROSAMENTE EM NOME DE JESUS CRISTO!

    ResponderExcluir
  35. Infelizmente o que parece é que para o cidadão anónimo não existem direitos e que a lei é diferente para alguns. Até me revolto que nem queiras imaginar!! Muitos beijos.

    ResponderExcluir
  36. Minha querida, como percebo a tua indignação, mas parece que o mal está enraizado no mundo inteiro, os ricos e famosos, tem uma Justiça, os pobres e anónimos outra. Mas concordo contigo, quando dizes:
    "Mas não podemos nos conformar com essa orfandade. Há que nos indignarmos, há que exercermos de forma constante a nossa cidadania e protestarmos e lutarmos até ver respeitados os direitos humanos de todos nós."

    A NÓS NINGUÉM NOS CALA!!!

    Vamos lutar sempre!!!

    Beijos do Beezz

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails