Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Sozinhos fica difícil, mas juntos, somos poderosos

- 2 de dezembro de 2007
Hoje transcrevo aqui, trechos de dois comentários deixados neste blog, de pessoas que lendo o que venho escrevendo, sentem – assim como eu - INDIGNAÇÃO - pela indenização concedida à minha filha, pela justiça paulista, - cinco anos após o início do processo - indenização esta, insignificante, frente a um acidente de proporções tão devastadoras na vida de Flavia.

Sou agradecida a quem lê os posts e a quem deixa comentários, pois isto me serve de parâmetro para saber se a mensagem que estou tentando passar, está sendo assimilada, e se está acontecendo a conscientização que espero conseguir despertar, sobre o perigo dos ralos de piscinas e sobre a necessidade de não nos calarmos diante de injustiças. Melhor seria, claro, que não precisássemos expor uma situação dolorosa, na tentativa de conseguir justiça, mas se vivemos em um país que não respeita nossos direitos ou de nossos entes queridos, GRITEMOS. Peço a ajuda de vocês para aumentar o eco de meu grito, que este grito deixe de ser só meu e passe a ser nosso, e que nosso grito ecoe tão alto e tão forte que atravesse fronteiras, e onde for preciso, que nosso grito desperte a justiça adormecida. EM COMA. Façamos isto, por Flavia, por Lucimeire, Marlei, Tiago, Abigail, Sergei, Yago,.....todos com as vidas ceifadas ou inutilizadas por ralos de piscinas, mal vendidos, mal instalados e mal conservados.

Peço apenas que ao deixarem comentários, por favor, não usem adjetivos ou palavras ofensivas, nem para com os réus nem para com os juizes. Que fique sempre registrado no que escrevemos, que nossa intenção não é ofendê-los, mas deixar claro, que o comportamento dos réus e a forma como a justiça brasileira tem conduzido o processo de Flavia, ao longo desses quase NOVE ANOS, isto sim, é OFENSIVO.

Os comentários abaixo foram deixados no post deste blog do último dia 26.11 - A INDENIZAÇÃO DA PRIMEIRA SENTENÇA, quando após cinco anos de luta na justiça paulista, a juíza entendeu que R$ 100 mil reais, seriam suficientes para eu cuidar de Flavia pelo resto da vida, devendo esta indenização ser paga apenas pelo condomínio. A AGF BRASIL SEGUROS e JACUZZI DO BRASIL ambas, empresas multinacionais riquíssimas, foram liberadas de qualquer pagamento à Flavia. Como já informei, recorri dessa sentença. A segunda, não muito diferente desta, é assunto para um próximo post.

Ana b disse
Odele,É uma crueldade essa sentença...achar q cem mil reais seriam suficientes para indenizá-las é uma ofensa impensável!! uma juíza, q deve ter gastado para estudar, q mora numa metrópole com sp, deve conseguir imaginar o tanto de dinheiro q vc precisa para poder manter sua filha flávia... é tão vergonhoso isso, não? Como pode a Justiça, eximir as empresas de responsabilidade, permitir q a jacuzzi e a seguradora continuem isentas de pagar pela manutenção da [nova] vida de sua filha, permitir q essas empresas estejam numa posição mais confortável q a de vcs, não enxergar a briga de sansão e golias q é essa situação... ora, francamente, nossa justiça é o fim da feira!! eu, sinceramente, não acho q seja uma questão de leis... acho q é uma questão de poder.acho q a intenção é q seu processo se arraste por anos e anos, até sua desistência. acho q deve ser assim q a jacuzzi pensa, q é assim q a seguradora pensa, eventualmente deve ser assim q a juíza pensa, sei lá! será q ela realmente LEU seu processo inteirinho???.........”

Monday, 26 November,2007-12-02

"Catarina Raposo disse
Olá Odele,
Encontrei este site por acaso e fiquei muito triste , não só por ver tudo o que aconteceu com a sua filha, mas ao ler o desenvolvimento do caso e tomar consciência - mais uma vez - de que o poder "move montanhas", principalmente o da justiça...É irónico também pensar-se que se isto se tivesse passado nos Estados Unidos e a sua filha tivesse apenas partido uma perna, seria provável que a indenização a receber fosse de largas dezenas de milhões de dólares...De qualquer forma, senti que tem aqui na blogosfera um grande grupo de amigos e acho que devia aproveitar esta força para demonstrar à Jacuzzi, por exemplo, que eles só serão uma grande empresa enquanto nós deixarmos, enquanto nós comprarmos os seus produtos...os lucros deles poderão ser diminuidos drasticamente de um dia para o outro, tal como as capacidades da sua filha...Lance uma campanha mundial, para que ao tomar conhecimento desta história, mais ninguém adquira nem um parafuso à dita empresa...eu estou aqui para ajudá-la e aposto que todos estes bloggers....

Friday, 30 November,2007

Ana e Catarina, obrigada pelos seus comentários.

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

29 comentários

  1. Querida Odele,
    O título de seu post ja diz tudo, pois sozinhos podemos ser frágeis porém juntos somos mesmo poderosos!
    Não há como não indgnar com essa falha justiça... Fala-se tanto em Direitos Humanos, mas cadê o direito do Ser humano nesses casos?! ...Pois é.
    Beijos imensos em vc e na Flavinha,
    Val

    ResponderExcluir
  2. Estou impressionada mas quero desejar-lhe uma grande alegria num dia em que a sua filhota recupere.
    Deus é Grande! Tenha fé, minha amiga.
    Vai de Portugal a minha solidariedade e estou certo que de todos os portugueses.
    Irei divulgar o seu blogue.
    Muitos beijos para a Flávia e para si.
    Voltarei de vez em quando.
    Força, amiga!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei ciente deste blog através da amiga Verônica e de um comentário de David deixado no meu.

    Pelo que vi, juridicamente a família está senso bem assistida por seu advogado, interpondo os recursos permitidos pela lei. Lamento o sofrimento da família e de tantas outras. Vai alcançar bom resultado. A demora de um processo, muitas vezes se dá em razão dos procedimentos legais e os recursos que forem utilizados.

    Um grande beijo e um abraço solidário.

    ResponderExcluir
  4. Continuo como desde o início, a desejar que tudo se possa resolver de acordo com o que é justo.

    Esperança e FORÇA! Um duplo abraço.
    Jorge G.-Lisboa

    ResponderExcluir
  5. Odele querida:
    Que este blog continue atravessando fronteiras, e, que a justiça seja feita, para a amada filha, a doce, meiga, Flavia. Uma mãe como vc só merece a cada dia mais ... garra, saúde! Beijos a vc e Flavia!!! Eliana-Mogi Guaçu-SP

    ResponderExcluir
  6. Querida Odele


    __________obrigada pelas suas palavras


    ____________as minhas serão sempre de solidariedade_____________com a sua luta



    para que




    a justiça se faça.



    _______fiz um pedido ao jornalista brasileiro Ricardo Soares para visitar o seu blog e divulgar a sua CAUSA

    O link do blog: [Ricardo Soares]
    http://todoprosa.blogspot.com


    beijO c/ carinhO

    ResponderExcluir
  7. O que me impressiona é não pensarem que o mesmo pode acontecer com qualquer um, até com a própria juíza! 100 mil pra cuidados com alguém em coma é brincadeira. Continue na luta! e força!!!

    ResponderExcluir
  8. Odete,cheguei até seu blog através de outro, irei linkar este blog no meu porque o titulo do seu post já diz tudo...Estou completamente indignada com tudo o que li, a sentença é ridicula,como mãe sei que vc não está atras do dinheiro e sim de justiça...mas sei também que sem o dinheiro não fazemos nada e Flavia precisa sim e muito dele...Pergunto a vcs que estão lendo este comentário agora e que são pais e sabem o quanto custa financeiramente ter um filho...a quantia é justa...claro que não...Escrevo só da parte financeira,porque sou mãe e sei que todo o amor,carinho, dedicação, vc MÃE ODETE, está dando a FLAVINHA...sei que me estendo demais no meu comentário, mas acompanhei um caso onde o amiguinho de minha filha, sentindo somente uma dor de garganta e febre, com o decorrer da doença teve problemas neurologicos e vive hoje como a Flavinha, então amiga, com a experiencia vivida como vizinha e amiga da familia,digo a todos, Flavinha precisa do dinheiro sim...e espero sinceramente que tenha uma viscalizão melhor em piscinas...e no caso que citei acima, que os médicos errem menos...Amiga Odete, estou aqui...conte comigo...MÃE VALENTE LUTE COM TODA SUA FORÇA PARA O BEM DE FLAVIA! Um beijo para vc e um especial para Flavinha!!!

    ResponderExcluir
  9. OLA AMIGA!!!
    Desculpa-me a falha,são os meus velhos olhos cansados....rs...rs..coloquei um comentário no meu blog,gostaria que lesse,qualquer coisa me mande um email...beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. Querida Odele, as injustiças sempre me deixam revoltada. Penso que já disse isto um dia num comentário. Quando se representa a Justiça com uma figura vendada, já se está implicitamente a dizer que a Justica é cega. E neste caso só pode ser mesmo...
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  11. Um abraço também à flávia. Peço desculpa, carreguei antes

    ResponderExcluir
  12. odele, vc tem toda razão, a união faz a força, sim!
    e é educando, falando, mostrando às pessoas o q nos acontece/aconteceu, q podemos esperar q um dia as coisas mudem!
    acabei de mostrar seu blog para meus filhos... a juventude tb precisa saber dessa injustiça, desse perigo, e desse estado aviltante da nossa sociedade!
    penso q é sempre, em última análise, uma questão de cidadania... hoje foi com vc, amanhã pode ser comigo (ou com algum dos meus...).
    se a gente não juntar forças, e não tiver solidariedade, de q adianta viver em sociedade??
    querida, penso sempre em vcs... torço para q parte desse seu pesadelo se resolva, e vcs obtenham uma indenização DIGNA, q possibilite mais e melhores cuidados com sua filha, sem apertos financeiros.
    vc tem toda razão: se alguém voltar a insinuar q vc está tentando obter vantagens financeiras com o pedido de indenização, repita em alto e bom som q rica vc era qdo sua filha gozava boa saúde, tudo o q vc quer hoje é poder proporcionar uma vida digna para sua flavia.
    além do mais, fatalidade é uma coisa, mas irresponsabilidade é outra, e precisa ser punida!!!
    boa sorte!
    ana b.

    ResponderExcluir
  13. Passei para vos desejar um excelente semana, com muita força para lutar. Boa semana

    ResponderExcluir
  14. Não podemos calar as injustiças. É isso mesmo. Beijos para vocês.

    ResponderExcluir
  15. é gritante a injustiça dessa indemnização tão rídicula ...

    não te cales nunca querida amiga, que todos nós juntos estamos aqui para te apoiar ...


    beijinhos e boa semana

    ResponderExcluir
  16. Olá Odele,

    todos nós torcemos muito por você e sua família! Flávia conta com uma mãe maravilhosa.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. Hoje é o Dia do Deficiente e o teu título diz tudo. A Justiça feita por homens e mulheres será sempre regida por leis e daí não podem fugir, conforme disse no meu comentário. As leis são feitas por homens e mulheres do governo (que podem também pertencer à máquina jurídica) e essas sim devem ser atacadas, alinhavadas, batidas pelo povo para que se limem arestas, para que não surjam lacunas como o caso de Flávia e de milhões espalhados pelo mundo.

    Juntos venceremos. Força!

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Quando deixamos os nossos desabafos em torno da exasperante lentidão e ineficiência da Justiça, isso não tem nada de pessoal.
    Os juízes e advogados, não são gente de outro mundo. São bem do nosso.
    Também erram, também são vítimas de uma máquina emperrada.
    Mas, como todos os mortais, podem e devem ser criticados.
    Com correcção e elevação, é certo, mas também devem ouvir a voz dos outros.
    Um beijo para ti e para a Flávia.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Odele!

    Muito bem selecionados os comentários publicados nesse post. Sempre que venho aqui vejo comentários bacanas, e fico muito contente!

    Pois é, dezembro já chegou. Estou tentando a todo custo terminar esse ano da melhor forma possível, mas de uns dias para cá, ele começou a se arrastar.

    Ótima semaninha para vocês!
    Bjoooo

    ResponderExcluir
  20. Amiga,

    Não há necessidade de usar palavras ofensivas. E essa tua recomendação deveria ser desnecessária.
    Aliás, a maior ofensa à própria JUSTIÇA vem da inépcia dos fazedores da (in)justiça. Para quê baixar o nível?!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  21. Odele,
    Pode ter certeza de que todo esse seu esforço não é e nunca será em vão...
    Estamos com você, e enquanto a justiça brasileira continuar "brincando" conosco, estaremos lutando e ninguém vai nos calar!

    Força pra ti e para Flávia!

    Abraços

    Murilo Battisti

    ResponderExcluir
  22. Passei para deixar um Beijão grande

    ResponderExcluir
  23. Querida Odele...

    Tem um prémio para si no meu blogue.
    Espero do coração, que aceite.

    Um abraço carinhoso e um grande beijo para a Flavinha.

    ResponderExcluir
  24. Oi Odele!
    Imagina, é o mínimo que posso fazer para ajudar na divulgação dessa causa tão importante...

    Precisando estou à disposição.
    Um abraço e obrigada,
    Larissa

    ResponderExcluir
  25. OI ODELE!
    PODE SIM ME CHAMAR COMO PREFERIR AMIGA RSRSRSRS
    OBRIGADA PELO SEU CARINHO.......
    SEM DUVIDA VC É UMA PESSOA MUITO ESPECIAL!!
    UM ENORME ABRAÇO PRA VCS DUAS!!
    SUPER BJO

    ResponderExcluir
  26. odele, obrigada pelos elogios!
    mas vc é muito mais merecedora do q eu, acredite!!!
    eu, no seu lugar, já teria perdido as estribeiras, e mandado muita gente às favas (pra não dizer outra coisa), tamanha a angústia q deve ser olhar pra uma filha linda, vítima de irresponsabilidade de gente tão covarde q nem se propõe a te pagar uma indenização decente...
    eu já tinha visto a publicação do meu comentário, ainda bem q minha indignação não tenha te causado problema com os "tubarões"... rs
    vou falar de sua luta sempre q for possível, viu? e torcer por uma solução digna!
    bjs
    ana b.

    ResponderExcluir
  27. Oi Odele!
    Gracias por tu visita y por tu bienvenida!
    Yo estoy contenta por mi parte, porque muchas de mis amigas se han unido al pedido de justicia de Flavia ya somos mas y entre todas levantando la voz seguro seras oida, Odele!

    Un beijo cariñoso do Argentina

    ResponderExcluir
  28. Helia Bittencourt19 dezembro, 2007

    É impressionante um caso tão grave e a mídia não divulgar, é lamentável o acso desta família desta jovem criança, sim criança pois passou pela infância e não viveu.
    Mãe de Flávia continue nesta tão nobre luta, divulgando o ocorrido para que outras crinaças não venham a ter o mesmo acidente de Flávinha.
    Que Deus tenha compaixão de ti mãe de tua filha Flávia,trazendo a mesma de volta ao seu estado normal.
    Fique com Deus mãe e Flávia.
    Helia M. Bttencourt(RJ. 19/12/2007)

    ResponderExcluir
  29. DONA ODELE VI NA TV A HISTORIA DA SUA FILHA DEIXO UM SITE PARA A SENHORA ACESSAR WWW.IMPD.COM DEUS LHE ABENÇOE E VAI MUDAR A SUA VIDA E A DA FLAVIA

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails