Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Dia da Criança, que presente dou pra minha?

- 12 de outubro de 2012
 Foto retirada do site da Sodramar

Desde que o criei, em janeiro de 2007, nunca fiquei tanto tempo sem escrever no blog de Flavia. Três meses. Mas esta pausa não significa eu ter desistido de lutar pela Lei Federal para Segurança nas Piscinas do Brasil. O cansaço é temporário, mas é constante minha disposição para cobrar das autoridades esta tão necessária Lei.

12 de Outubro - Dia da criança. O que dar de presente para Flavia? Tinha 10 anos quando o acidente numa piscina sem segurança lhe roubou a infância. 10 anos. Depois, 15, 20, e agora prestes a completar 25 anos os presentes que fazem bem à Flavia são, respeito, cuidados, amor, atenção e carinho. Como por exemplo o carinho transmitido neste texto já publicado aqui e  que em 2008, minha amiga e escritora Leila Jalul escreveu para Flavia e que com frequência releio para ela.


“SE EU FOSSE...
Um anjo, ainda que por uns momentos, iria visitar Flavinha, sussurraria palavras mágicas, faria cócegas nos seus pés e na barriga, como fazem as mães nos filhos pequeninos, pelo prazer de ouvir as gargalhadas dobradas. Não importaria que depois viessem os soluços, tivesse de fazê-la tomar três goles dágua para que o ugle, ugle parasse de vez. Não temeria sequer colocar-lhe na testa um fio de linha vermelha emboladinha e umedecida com saliva.

Se fosse um anjo, não esse de verdade que ela tem, mas daqueles que a gente conhece das pinturas nas abóbadas das igrejas, pequenininhos, entroncadinhos, passaria dias e noites sorrindo para, diante dos meus malabarismos angelicais, ela esboçasse ainda que um mínimo daquela alegria criança que tinha antes do sono que já se prolonga.

Anjo não sou, mas bem que poderia ser uma fadinha esplendorosa e faiscante, varinha mágica na mão direita, asas de libélula e traje de bailarina. Se fosse uma fadinha sobrevoaria nas dependências do seu quarto e, tal qual um beija-flor, pararia bem próximo ao seus ouvidos , recitaria versos e cantaria canções de encantamento, só para vê-la, preguiçosamente, tentar acordar.

Fada não sou.

E se fosse um palhacinho, ainda com meu coração triste, será que conseguiria? Roupas coloridas, maquiagem forte, exagerada, voz de paspalha, perguntaria e Flávia responderia, na mais velha das velhas tradições do circo:
- Hoje tem marmelada?
- Tem sim, Senhor!
- Hoje tem goiabada?
- Tem sim, Senhor!
- E o palhaço, o que é?
- É ladrão de mulher!
Será?

Sou sem graça, mas daria o melhor do meu espírito parvo para entregá-la e reintegrá-la à vida. Odele, Flávia e o irmão teriam muito o que conversar. Ririam juntos.
......”

Infelizmente Leila, passados quase 15 anos desde o dia 06 de janeiro de 1998, ainda não temos motivos para sorrir. Seja porque Flavia continua em seu sono sem fim, seja porque as autoridades também ainda não acordaram para o grave problema de falta de segurança nas piscinas do Brasil. A tão necessária lei, não só ainda não saiu, como  não se tem notícias de seu andamento. Por isso, neste dia 12 de Outubro dia de Nossa Senhora Aparecida padroeira do Brasil, em que se comemora também o dia da criança, um presente valioso para todas elas poderia ser a Lei Federal de Segurança nas  Piscinas. Criança feliz, é criança brincando em segurança.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

20 comentários

  1. Oi Odele e Flávia!

    Eu cada vez que vou em um local com piscina lembro de vocês e da luta empreendida por ti Odele pela justiça quanto ao caso da Flávia e para que as piscinas sejam mais seguras e um local de divertimento para as crianças.
    Tenho esperança que a justiça se faça e que outras crianças não venham sofrer o que a tua menina está sofrendo nesses 14 anos.
    Fiquem com Deus!
    Bjs
    Jaque
    Balneário Gaivota - SC

    ResponderExcluir
  2. Sandra Leal13 outubro, 2012

    Olá, querida

    por acaso acabei visualizando o teu blog e tendo um vislumbre da tua dor. Não tenho muito a lhe dizer, já que as minhas palavras não são capazes de, sequer, amenizar a dor que sentes. Assim, o que tenho, te dou...

    http://www.youtube.com/watch?v=3nCW4-_X0ac


    ... um abraço de solidariedade, amor e respeito. Conte com a minha oração a partir de hoje.

    ResponderExcluir
  3. Por isso, neste dia 12 de Outubro dia de Nossa Senhora Aparecida padroeira do Brasil, em que se comemora também o dia da criança, um presente valioso para todas elas poderia ser a Lei Federal de Segurança nas Piscinas. Criança feliz, é criança brincando em segurança.
    ....................
    Seria meu doce, mas a vida é comandada por alguns cretinos que se julgam imunes a fatalidades e como cá se diz...só se lembram de Stª. Bárbara quando troveja.

    Que te dizer mais do que aquilo que sabes e sentes pelo muito que já falámos? Apenas que te/vos amo muito e continuo a teu lado de mão dada.

    A tua dor é imensa, calejada pela vida nunca baixaste os braços e estes dias comemorativos...precisas mais de "silêncio do que de mil palavras".

    Aquele abraço para ambas, de sempre e para sempre e como só os amigos sabem dar

    ResponderExcluir
  4. Odele, impossível passar um dia das crianças sem lembrar de Flavia, que adormeceu criança e assim continua em nossas lembranças. Que Deus ilumine muito os seus caminhos. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  5. O tempo passa por nós quase sem darmos conta.Mas quando paramos para pensar é que verificamos as marcas que o tempo deixa nas nossas vidas.
    Neste caso, já se passaram quase 15 anos sobre esse dia aziago em que um conjunto de estúpidas e criminosas negligências roubaram o sorriso e os sonhos da Flavia.
    Também já se passou demasiado tempo desde o dia em que te foi prometida uma Lei Federal sobre Segurança em Piscinas e apetece perguntar ao Deputado Perondi se não tem um calendário, um relógio, no seu gabinete para medir o tempo do seu alheamento, face às promessas que assumiu.
    E nesse dia da Criança, que no Brasil se assinala em data diferente de Portugal, poderia ter aparecido essa Lei em homenagem ao sacrifício da nossa Princesa.
    Não foi assim porque há gente que continua a assobiar para o lado fazendo de conta que não conhece a realidade.
    Mas tu sabes que, para lá dessa gente há amigas e amigos que não desmobilizam e estarão sempre convosco. Como a nossa querida Leila de quem recordas esse tão belo texto que escreveu sobre a Flavia. Como eu, que vos descobri faz já há alguns anos e por aqui tenho ficado. Com a meu apoio, a minha amizade, a minha admiração, o meu eco solidário. E não vamos desistir. Nunca! Não nos vencerão pelo cansaço!

    ResponderExcluir
  6. Faço minhas as palavras do Peciscas e JAMAIS VOS DEIXAREI e sabes bem que estarei sempre do vosso lado.

    Este texto de Leila é um eco...

    Beijos meu doce e também para Flavia

    ResponderExcluir
  7. O que sempre deu, Odele.

    Um beijinho para ambas.

    ResponderExcluir
  8. Ola Odele, sou a Alessandra, que mora em Israel e ha uns anos atras postei no blog do meu filho, a reportagem sobre o acidente com a Flavia e tambem o video feito pelo seu amigo, lembra? Hoje em dia, continuo morando em Jerusalem e agora tenho mais um menininho e um novo blog para os dois. Gostaria de pedir sua permissao para a repostagem do post sobre Flavia no novo blog que faco para os meus meninos: (http://nosemjlem.blogspot.co.il/)
    Enquanto aguardo sua resposta, aproveito pra mandar um grande abraco pra voce e pra Flavia! Shalom! Alessandra (alessandralahat@gmail.com)

    ResponderExcluir
  9. Vera Regina Paz23 outubro, 2012

    Oi Odele,

    Achei o seu blog por um acaso e me identifiquei muito com ele. Meu nome é Vera Regina e sou do Rio de Janeiro, em 2006 meu filho, Luís Felipe, que na época tinha apenas 3 aninhos de idade, teve o braço direito sugado pelo sistema de sucção da piscina do prédio em que morávamos. Graças a Deus e a Nossa Senhora das Graças não passou de um grande susto, Mas ele precisou ser atendido por quatro médicos no hospital São Vicente de Paulo ( RJ )já que o bracinho ficou muito inchado e roxo. Outro ponto a ser comentado é o despreparo das empresas que prestam serviço de salva vidas nos condomínios, pois o rapaz que estava de plantão deveria ter aquecido o braço do meu filho e ao invés disto colocou gelo. Desejo muita força e luz para vc e sua filha. Bjs, Vera Regina

    ResponderExcluir
  10. Ana Carolina Vieira Souto31 outubro, 2012

    Olá Odele,primeiramente queria lhe parabenizar pela força e coragem.Você tem sido meu grande exemplo,sempre que o cansaço e a duvida paira sobre minha cabeça,lembro de suas palavras de garra. Meu nome é Ana Carolina tenho 21 anos e cuido da minha mãe de 54 anos na mesma situação que Flávia a quase dois anos devido a um erro medico que resultou em um câncer de mama com metástase cerebral onde hoje depois de 6 anos de muita quimioterapia,radioterapia,procedimentos e cirurgias fez com que ela fosse perdendo suas autonomias a cada dia ate chegar a situação que está,totalmente inoperante,só não se classifica como um coma pois,muito esporadicamente,ainda responde "hum" quando é abordada.Mas é totalmente inerte ao que acontece a sua volta,acamada e esperando seu dia de descanso chegar,pois não a nada mais oque fazer. Nós duas sabemos o quanto é dolorosa essa situação onde temos tanta saudade de uma pessoa que está tão perto. Minha mãe só tem a mim e ao meu pai para ajuda-la e justamente por isso venho por meio do seu blog que acompanho a mais de um ano te perguntar como você faz nessa época de calor,pois meu pai esta muito preocupado com ela em cima da cama sem conseguir ao menos emitir um sinal de desconforto...colocamos ventilador no quarto,janela aberta,trocamos ela de posição frequentemente e se ela molha a cama de suor trocamos a fraldinha e a roupa de cama imediatamente,alem de passar compressas de aguá em seguida pelo corpinho dela.Mas realmente percebo que não esta sendo o suficiente,o semblante de exaustão devido ao tempo quente é nítido no rostinho dela.Você tem alguma dica pra nos dar? Obrigada pela atenção Odele,e acredite: Você não está só nessa missão,somos muitos os escolhidos para cumprir essa missão tão massante mas ao mesmo tempo tão engradecedora.Um abraço querida!

    ResponderExcluir
  11. Ana Carolina Vieira Souto31 outubro, 2012

    Olá Odele,primeiramente queria lhe parabenizar pela força e coragem.Você tem sido meu grande exemplo,sempre que o cansaço e a duvida paira sobre minha cabeça,lembro de suas palavras de garra. Meu nome é Ana Carolina tenho 21 anos e cuido da minha mãe de 54 anos na mesma situação que Flávia a quase dois anos devido a um erro medico que resultou em um câncer de mama com metástase cerebral onde hoje depois de 6 anos de muita quimioterapia,radioterapia,procedimentos e cirurgias fez com que ela fosse perdendo suas autonomias a cada dia ate chegar a situação que está,totalmente inoperante,só não se classifica como um coma pois,muito esporadicamente,ainda responde "hum" quando é abordada.Mas é totalmente inerte ao que acontece a sua volta,acamada e esperando seu dia de descanso chegar,pois não a nada mais oque fazer. Nós duas sabemos o quanto é dolorosa essa situação onde temos tanta saudade de uma pessoa que está tão perto. Minha mãe só tem a mim e ao meu pai para ajuda-la e justamente por isso venho por meio do seu blog que acompanho a mais de um ano te perguntar como você faz nessa época de calor,pois meu pai esta muito preocupado com ela em cima da cama sem conseguir ao menos emitir um sinal de desconforto...colocamos ventilador no quarto,janela aberta,trocamos ela de posição frequentemente e se ela molha a cama de suor trocamos a fraldinha e a roupa de cama imediatamente,alem de passar compressas de aguá em seguida pelo corpinho dela.Mas realmente percebo que não esta sendo o suficiente,o semblante de exaustão devido ao tempo quente é nítido no rostinho dela.Você tem alguma dica pra nos dar? Obrigada pela atenção Odele,e acredite: Você não está só nessa missão,somos muitos os escolhidos para cumprir essa missão tão massante mas ao mesmo tempo tão engradecedora.Um abraço querida!

    ResponderExcluir
  12. Olá Odele,
    No Rio de Janeiro já existe uma Lei que trata do assunto, a Lei n 5837 de 11 de novembro de 2010.
    E além disso também já temos um produto 100% nacional que atende a todas as especificações da lei.
    Agora simplismente não há mais desculpas para que os clubes, condomínios, parques, hotéis, etc, possam tratar a questão com mais seriedade e atender uma exigência de segurança que o povo está reinvidicando antes mesmo de ter uma lei obrigando-os a fazê-lo.
    Qualquer informação ou dúvida, entre em contato conosco: www.masterflow.com.br

    ResponderExcluir
  13. http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI6295920-EI238,00-Paciente+em+estado+vegetativo+se+comunica+em+ressonancia.html

    ResponderExcluir
  14. Flávia Sbano13 novembro, 2012

    Olá eu li seu blog a alguns meses fazendo uma pesquisa sobre Coma e hoje sai essa reportagem no jornal e queria compartilha-lá com você.

    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    ResponderExcluir
  15. Oi Odele!

    Como é bela sua história e a da sua linda filha! Meu Deus! que história de amor e perseverança!


    Olha só o que encontrei na internet hoje... quem sabe não está nos Planos que Deus traçou para Flávia?!

    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    Ah, uma pergunta: Como anda seu filho? Li todos os seus posts e não vi nenhum outro comentário sobre como ele está... Espero que bem!

    Força querida!
    Deus vê suas lutas, Ele te ampara e está com você e com Flávia em todos os momentos!

    Fé e perseverança eu sei que você tem... muita força e sabedoria!

    Que Deus as abençoe muito!
    Grande abraço, da nova amiga, Driely

    ResponderExcluir
  16. Lembrei de você
    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    ResponderExcluir
  17. Querida Odele, sempre lembro de vc e da Flavia... espero que estejam bem !

    Veja essa reportagem, lembrei dela na hora! Um beijo,
    Bianca

    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    ResponderExcluir
  18. Oi, Odele. Sempre venho aqui acompanhar sua luta. Hoje li uma notícia, e lembrei de você. É sobre um paciente há 10 anos em estado vegetativo, que, em ume xame ressonância, conseguiu comunicar com os médicos.

    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    ResponderExcluir
  19. Olá Odele,

    Fiquei muito tocada e impressionada com a sua luta e tb a sua garra, força de vontade de otimismo para cuidar tão bem de sua filha. Li hj sobre uma reportagem q pode começar a mudar o rumo do q se hj considera como irreversível. Dê uma olhada, espero q possa ser útil.

    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/11/paciente-em-estado-vegetativo-se-comunica-em-ressonancia-1.html

    um grande abraço e muita paz e luz.

    ResponderExcluir
  20. CRISTINA ABREU28 fevereiro, 2013

    BOA NOITE ODELE MEU NOME E CRISTINA , CONHECI A HISTORIA SUA DE SUA FILHA EM UMA EPOCA MUITO RUIM DE MINHA VIDA MEU FILHO MAIS VELHO DE 23 ANOS TINHA SOFRIDO UM ACIDENTE DE MOTO MUITO GRAVE FICOU NA UTI 56 DIAS E MAIS 15 DIAS NA ENFERMARIA DA UNESP DE BOTUCATU DEPOIS DE 15 DIAS DE ENFERMARIA O MEDICO DISSE QUE EU TINHA QUE LEVAR O MEU FILHO PARA CASA EM ESTADO TOTALMENTE VEGETATIVO FIQUEI DESESPERADA POIS NUNCA TIVE UMA PESSOA DOENTE EM CASA SOFRI MUITO COM O ESTADO DO MEU FILHO FOI DOIS ANOS DE AUSENCIA DELE COMIGO ELE SO NOS BATIA NAO TINHA CONCIENCIA DE NADA TIVE QUE CONTRATAR 4 ENFERMEIRAS POIS TRABALHO ANOITE TENHO UMA LANCHONETE MAS GRAÇAS A DEUS DEPOIS DE QUASE 4 ANOS ELE ESTA MELHOR SABE QUASE TUDO SE COMUNUCA COM A GENTE, ELE NAO ANDA POIS SEU TENDAO DE AQUILES ENCOLHEU USA TRAQUEO ATE HOJE NAO FALA USA SONDA GASTRICA MAS GRAÇAS A DEUS ESTA BEM MELHOR , NAO POSSO TE DIZER QUE SEI O QUE VOCE PASSA MAS CHEGUEI BEM PERTO DA LOUCURA COM ESSE ACIDENTE DO MEU DIEGO SEMPRE PESSO ADEUS PELA FLAVIA E POR VOCE E AINDA MAIS POR VOCE QUE DEUS TE DE MUITA FORÇA E PAZ QUE CADA DIA POSSA SER MELHOR QUE O OUTRO BJOS

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails