Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

AFLIÇÃO E CONSTRANGIMENTO

- 19 de outubro de 2007
Eu já relatei aqui, minhas dificuldades no ano de 1998, para encontrar um advogado que aceitasse provar na Justiça, que o acidente ocorrido com Flavia, tinha sido causado pelo mau funcionamento do ralo da piscina onde ela nadava no momento do acidente. Já contei também que após muito perambular com um calhamaço de documentos embaixo do braço, acabei por encontrar Dr.José Rubens Machado de Campos, advogado que assumiu o caso e que felizmente se mantém conosco até hoje, e que tem demonstrado ao longo desses anos, muita competência e combatividade. Infelizmente, dependemos dos juízes que até hoje têm ignorado todas as provas pos nós apresentadas sobre o ralo superdimensionado para aquela piscina, e sua demasiada força de sucção.

Antes de decidir processar o condomínio Jardim da Juriti, em Moema – São Paulo, onde eu morava com meus filhos, tentei de todas as formas junto ao síndico, receber o seguro de responsabilidade existente no prédio, da seguradora AGF Brasil Seguros. O síndico respondia que não poderia me ajudar nesse sentido, pois reivindicar o seguro seria o mesmo que admitir a culpa do condomínio, coisa que ele não faria, me dizia. Passei então a escrever diretamente para a AGF, descrevendo o acidente ocorrido com Flavia na piscina do prédio e solicitando o pagamento do seguro, na época, no valor de R$ 100 mil reais. Não tive sucesso e a AGF foi incluída no rol dos réus a quem processei, junto com o condomínio Jardim da Juriti e a Jacuzzi do Brasil, fabricante e vendedora do ralo.

A seguradora AGF, na sua contestação escreveu:

“......A comunicação do sinistro pelo condomínio segurado, apenas relatou o acidente, não admitindo para si, qualquer responsabilidade quanto à ocorrência do mesmo. Assim , não poderia e não pode a ora contestante liberar o valor da importância segurada sem que esteja comprovada a responsabilidade do condomínio pelo evento. A seguradora não tem qualquer responsabilidade direta com as autoras....”

Nosso advogado trabalhou, e o juiz entendeu, que se um condômino sofre um acidente dentro do condomínio, ele tem sim o direito a receber o seguro alí existente. A AGF adiou o quanto pode o pagamento desse seguro de responsabilidade civil existente no condomínio. Graças ao trabalho de Dr.José Rubens e o discernimento de um Juiz, o valor foi pago, - um ano e onze meses após o acidente, sob ordem judicial e ameaça de cobrança de multa diária, caso o valor não fosse depositado em nome de Flavia na data estipulada. No entanto, mesmo tendo sido pago quase dois anos depois do acidente, a AGF não pagou nem juros nem correção monetária. O tempo em que fiquei pelejando para receber o seguro da AGF agravou minha aflição e me causou muito constrangimento, pois precisei depender de favores de terceiros para garantir a sobrevivência de Flavia, enquanto possuía legítimo direito de receber a indenização do seguro.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

30 comentários

  1. Que Deus esteja sempre ao seu lado.
    Um beijos para vc, e para a Flávia!!!
    Bom Final De Semana

    ResponderExcluir
  2. Odele, conheci seu blog há pouco tempo, acompanho seu relato e fico aqui na torcida por vc e pela Flávia. É ultrajante tudo que vcs estão passando pela morosidade do sistema judiciário. Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga,

    e não podes exigir o pagamento dos juros de mora? ...

    beijinhos para ti
    e outro para a Flávia ... diz-lhe que eu gosto muito dela.

    ResponderExcluir
  4. Hola, Odele.
    Nao posso entender todo o que está escrito mais volté pra deijar um abraÇo e dizer.te que nda é impossivel pra quem crée!

    Dios te bendiga y guíe tu camino.
    Fuerza!
    Desde Argentina, Ferip.

    ResponderExcluir
  5. Querida Odele!
    Como a justiça é injustiça, para os que tanto precisam, para os que tanto sofrem!
    Fico aqui rezando pela Flávia e por ti! Mãe Coragem!

    Segreda um beijinho meu especial á Flávia!

    e para ti outro!
    Força linda!

    ResponderExcluir
  6. Que as seguradoras tentam sempre fugir à responsabilidade não é novidade para ninguém. E ainda que tal postura seja a todos os títulos moralmente condenável, até será possível entender.
    Mas esse síndico... que espécie de anormal é esse?... Acaso não é responsabilidade do condomínio o que ocorre dentro de seus muros?... Não é para acautelar essa responsabilidade que são constituídos os seguros?...
    Que curso de anormalidade terá frequentado esse síndico?

    Boa semana

    ResponderExcluir
  7. olho agora para minha filha, dormindo...
    mas sei que ela vai abrir os olhos amanhã...
    envio para você e sua família, mas em especial a você toda a solidariedade que minha alma humana pode enviar...
    digo-te que nada foi em vão e tudo terá seu desfecho no devido tempo da sua vida e de sua filha...
    lembre-se que os laços que as unem são além de nossa compreensão...
    não quero te dar conforto, ou qualquer palavra que soe como compaixão e resignação, te digo, tenha esperança, a vida não é só agora... tenha fé na vida...
    agradeço a Deus por minha filha abrir os olhos amanhã... mas a sua filha por mais que não abra fisicamente, por certo abre espiritualmente...
    a justiça será feita.
    paz, sheila pithan
    (vim por meio de david santos)

    ResponderExcluir
  8. Olá Odele, vim conhecer o seu cantinho atravês da Elsa nyny e do David Santos... e apaixonei-me pela sua coragem e pela "nossa" querida Flávia! Oro a Deus pela sua amada filhinha e peço-lhe.. NUNCA BAIXE OS BRAÇOS! ~

    A justiça dos Homens é falível e muito injusta!

    Mas Deus é o justo Juiz! A Flávia um dia, terá uma vida de plenitude e felicidade junto do Criador, eu creio nisso! :D

    Meu coração "atravessa" o imenso oceâno que nos separa, fisícamente, para abraçar vocês duas e dizer-lhes... que as amo no amor de Jesus! :D

    Fiquem com Deus

    Flor com imensa ternura

    ResponderExcluir
  9. Já apresentei a nossa Flávia para os meus amigos, lá no meu blog! :))

    Foi um prazer, solidariezar-me com o caso da Flávia.

    Beijokas da Flor

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Pois, a santíssima trindade omnipresente, Justiça/Seguradoras. Por cá é igual, se a Justiça é cega as Seguradoras são surdas, pior são o maior e mais rematado latrocínio que existe, não servem para nada excepto claro está, roubar os nossos tostões, porque quando deles precisamos, estala o verniz e é só dificuldades. Força cara amiga não baixe os braços, nunca! Boa semana

    ResponderExcluir
  12. Lamentável tudo o que está acontecer consigo e com a Flávia. Desconhecia a ocorrência frequente deste tipo de acidentes nas piscinas.
    Estou chocado com a incompetência e insensiblidade das autoridades encarregues do caso. O que mais posso fazer para ajudar-vos?
    Para já, quero manifestar a minha solidariedade e sensibilizar e alertar as autoridades para o vosso drama.
    Abraço fraternal!

    ResponderExcluir
  13. Olá Odele!
    Fui impulsionada a vir até aqui através de um convite da Flôr (uma amiga recente, muito querida). Sabe? Deus diz "no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, pois Eu venci o mundo". Sei que em situações como esta, as palavras são poucas para consolar, mas eu conheço Alguém que sabe fazer isso muito bem: Jesus! A Odele e a Flávia estão a sofrer por causa de erros humanos, mas Deus, na Sua grande misericórdia, está de mãos estendidas para abençoar. A Justiça de Deus não falha, mas muitas vezes não é a nossa justiça.
    Estou a orar por vocês e disponibilizo-me para o que me for possível.
    Beijos com amor.

    ResponderExcluir
  14. Odele, minha amiga. Parabéns pela tua coragem.
    És uma mulher que se fez forte, mas que no fundo sofre muito.

    Espero e sei que conseguirás vencer a batalha legal. Deus te ajude na batalha da Flavia.

    Continua com este magnífico blog, onde a razão é coração!

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Não sei mesmo o que dizer perante essa demora da justiça e insensibilidade de quem decide.
    Não baixes os braços nem a voz.
    Vais concerteza ser compensada por tanto sofrimento,e a Flávia tem a melhor mãe do mundo.
    Beijinhos de esperança para as duas.

    ResponderExcluir
  16. Odele,
    Ainda que, de momento, o meu tempo seja escasso e um tanto corrido, passar por este teu cantinho é uma das visitas que não dispenso.

    Se a "Justiça" fosse justa, não teria que ser o cidadão a clamar por ela, seria ela a preocupar-se com o cidadão.
    Infelizmente a "Justiça" é - todos o sabemos - na maioria dos casos, uma mascarada.

    Agora esse síndico, amiga... vou-te dizer...

    Um beijo para a Flávia.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Odele... só posso te oferecer minha solidariedade o que me faz triste por não poder ajudá-la.

    Continue com essa força, lutando pela justiça que a Flávia e você merecem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. olá
    quando um cidadão é prejudicado, seja qual for o "Sistema" envolvido, nunca há culpados,
    para que os processos se arrastem no tempo, com a intensão premeditada de levar os lesados a desistirem dos processos.
    A Justiça deixa muito a desejar, seja qual for o país, e as injustiças praticadas, com casos idênticos ao da Flávia já são muitos, e não podem nem devem ser ignorados.
    Mas é graças à força da Flávia, familiares e amigos, que não baixam os braços e lutam contra um Sistema instituído, com seus tentáculos devoradores, para que mais tarde ou mais cedo, casos como este não se repitam, para bem da humanidade, e de uma vez por todas se respeitem os Direitos Humanos.

    Deixo um Abraço
    para duas Mulheres de grande coragem
    a Flávia e a Odele Souza

    ResponderExcluir
  19. Olá minha querida amiga, a tua força e determinação, hão-de te levar ao triunfo, triunfo esse que será a JUSTIÇA.

    Tenho uma surpresa para ti, vai ao ...beezzblog..., e ao A Voz do Povo, e vê com os teus próprios olhos, aqui, ninguém nos cala, a união faz a força, por ti, e principalmente pela FLÁVIA.

    Beijos do Beezz

    ResponderExcluir
  20. Odele
    Isso só comprova que são uma cambada de f...d...p..., uns chupistas que só querem o dinheiro, mas quando as coisas correm mal acham que nunca devem pagar.
    Não desanime e não desista.
    Bjinho para a Flávia e para si mãe-coragem

    ResponderExcluir
  21. Será que já não é possóvel receber os juros de mora?

    Um abraço para ambas

    ResponderExcluir
  22. Odele,
    É uma mulher de coragem e força por isso Deus irá Ajuda-la a si e à querida Flavia.
    eu só fiz a minha parte e continuarei a fazer estar ao seu lado neste momento difícil que espero ajudar a resolver. Pois se todos ajudarmos talvez a ouçam.
    Um beijinho muito grande para si e outro especial para a Flavia.
    Força eu estou aqui vá dando noticias.

    ResponderExcluir
  23. Venho dar o BOM DIA a si Odele :)) e lembrar-lhe que oro pela "nossa" Flávia e para que toda esta situação seja resolvida com justiça! Creio no puder da oração. :D

    À Flávia "segredo" ao seu doce coraçãozinho... JESUS AMA-TE meu amor! E eu também.

    Um dia abençoado para vocês três (não esquecendo seu filho)

    Fiquem com Deus

    Flor com carinho imenso

    ResponderExcluir
  24. Querida, o que podemos fazer para ajudá-la? Beijocas

    ResponderExcluir
  25. No Brasil tal como em Portugal. É uma vergonha. Não perca a esperança, Deus não lhe há-de faltar com apoio que os homens lhe negam, e que sabe um dia...o sol volte a brilhar.

    ResponderExcluir
  26. Eu conheci seu blog agora mesmo...
    É increível seu historia e la de sua filha...
    Você pode contar con nos, e si nossos podemos fazer alguma coisa, você fala y nossos o facemos.
    Um abraço muito forte para você e outro para Flávia.

    ResponderExcluir
  27. Olá Odele, mais uma vez coloquei um post alertando para este facto no meu blogue.

    Força: são os meus desejos!

    A solidariedade não pode ser uma palavra vâ. A justiça não pode ser sinónimo de injustiça.

    bjs para si e para a Flavia

    ResponderExcluir
  28. Uma luta infinita amiga, mas creio que as batalhas se perde mas a guerra se vence sempre quando se ha essa garra que vc tem.
    Obrigada pela visita carinhosa e desculpe a ausencia estava sem adsl.
    Uma linda quinta-feira para ti.
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  29. Passo e comigo fica um abraço para as duas.

    Força! Sempre!

    ResponderExcluir
  30. Hola
    Paso dejar mis cariñosos saludos a Flavia,me gustaria saber como puedo ayudar....

    Les dejo miles de cariños...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails