Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

E continuam os acidentes nas piscinas do Brasil

- 18 de setembro de 2017


Neste mês de setembro - divulgados - já tivemos dois acidentes ocorridos em piscinas.

No dia 03 de setembro os gêmeos Gabriel e Guilherme de quase dois anos, se afogaram na piscina da residência dos pais na cidade de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul.  Pelo que se lê na matéria, as crianças teriam tido acesso a piscina porque a grade de proteção estava apenas encostada. Leia mais AQUI.

Gabriel e Guilherme morreram afogados na piscina da própria  residência



Já no domingo, dia 17, um menino de 7 anos, morreu afogado na piscina de um Hotel em Alagoas, A criança que era de São Paulo, estava de férias com os país. Leia mais AQUI

Ítalo C Fernandes, de 7 anos morreu afogado na piscina de um hotel em Alagoas. Alguns sites falam que o acidente ocorreu em um hotel, outros, em um restaurante. leia mais AQUI.

O fato é que os acidentes em piscinas ocorrem por falta de segurança no local. Quanto a isso não há dúvidas. No primeiro caso, se os bebês gêmeos conseguiram acessar a piscina foi porque não havia portão auto travante que é um dos dispositivos de segurança mencionados no texto da Lei de Segurança nas Piscinas que segue em tramitação (avançada ao que parece) no Senado. Vamos  esperar que essa tão importante Lei saia de uma vez por todas do papel e que colocada em prática, possa salvar a vida de tantas crianças que têm tido a vida perdida em uma piscina sem segurança.

Por mais segurança nas piscinas do Brasil!


Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

7 comentários

  1. E assim continuas a tua luta Odele. É triste que apesar de todos os alertas, estas situações ainda se verifiquem. Acidentes acontecem, mas por nigligência na segurança não deveria acontecer. Beijos

    ResponderExcluir
  2. É impressionante a lista de acidentes que não pára de engrossar. Essa Lei que continuamos a aguardar poderia evitar a maioria deles. Pelo que dizes já não demorará muito mais.
    Vamos combinar uma coisa: quando sair essa lei, faremos um brinde, mesmo sendo à distância, com vinho do Porto.

    ResponderExcluir
  3. Odele eu sempre acompanho o blog, eu gostaria de fazer uma sugestão. Você poderia fazer um Instagram para mostrar a rotina da Flávia, fisioterapia, os cuidados que vc tem com ela, etc. Acho que são coisas que podem servir para ajudar outras pessoas como tratar de uma pessoa acamada. Pense no assunto. Grande abraço pra Flávia e você.

    ResponderExcluir
  4. Mais uma criança a juntar a tantas outras e já esgotei os adjectivos a apelidar quem brinca com a vida dos outros sobretudo com a das crianças.

    Beijocas e mil em Flavia

    ResponderExcluir
  5. Vi seu blog esses tempos, hoje li essa notícia e imediatamente pensei em vcs..
    http://neurosciencenews.com/vegetative-state-consciousness-nerve-stimulation-7575/

    ResponderExcluir
  6. Oi. Boa tarde. Sempre visito seu blog e hoje ao ver esta notícia da Veja me lembrei da Flávia. Já ouviu falar sobre esta matéria?? Implante devolve consciência a paciente após 15 anos em coma... Tá no site da revista. Bjinhos e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails