Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Morre criança em piscina de hotel em Goiás. Não havia salva vidas no local

- 27 de julho de 2015
Hospital onde criança foi internada

Uma menina americana de três anos, morreu afogada no dia 15 deste mês de  julho, em uma piscina de um  hotel em Caldas Novas, Goias. A criança caiu na piscina, foi levada ao Hospital mas não resistiu. 

"Segurança
Um dos principais pontos turísticos de Goiás, Caldas Novas tem mais de 100 hotéis. A maioria deles possui piscinas e área de lazer.

O Corpo de Bombeiros informou que os estabelecimentos que recebem mais de 50 pessoas por dia são obrigados a ter um profissional salva-vidas. No entanto, o gerente do hotel onde a criança se afogou confirmou que o lugar não possui esse tipo de serviço. “Lá na beirada da piscina não tinha, a família estava toda junta com a piscina, e a piscina só tem 80 cm de profundidade”, afirma o gerente."

Fonte, da notícia e da foto:  G1

Claro que não se deve prescindir da supervisão dos pais, mas um  momento de distração pode ser fatal. As piscinas de hotéis são consideradas de uso público, por isso têm que ter salva vidas. A falta desse profissional em piscinas de hoteis é INADMISSIVEL

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

2 comentários

  1. Neste caso houve negligência pois a obrigação de haver um salva vidas não foi cumprida.
    O que me leva a insistir num aspeto que já tenho referido. Uma boa lei de segurança em piscinas é fundamental. Mas tão importante como ela é a sua regulamentação e a fiscalização da sua aplicação. E é bem verdade também que os adultos muitas vezes não estão suficientemente atentos às suas crianças.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vida ceifada pela incúria de gestores de zonas de lazer. Maldita lei que não há meio de sair da gaveta de quem de direito, mas julgo que mesmo assim, havendo leis "os gananciosos" tudo farão para se safarem das suas responsabilidades.

    Tal como essa obrigatoriedade de ter um "profissional salva-vidas", foi cumprida? Claro que não...

    Desejo que estejas bem assim como a tua/nossa Flavia e beijos mil às duas...como sempre amiga:)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails