Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Pessoas em coma e a importância dos estímulos auditivos e visuais

- 28 de setembro de 2014
Flavia em seu quarto ouvindo música e mensagens de voz de pessoas queridas

Pela experiência  adquirida cuidando de minha filha, infelizmente em coma vigil há quase dezessete anos, posso dizer que os estímulos auditivos e visuais são de extrema importância para pessoas que, devido a um acidente, sofreram danos cerebrais severos,  como no caso de Flavia. A audição de minha filha  ficou preservada e por isso  é possível colocar músicas, mensagens de voz, ler e "conversar" com Flavia. Converso muito com minha filha, principalmente aos domingos quando não há fisioterapia nem fonoaudiologia, as técnicas de enfermagem estão de folga e ficamos só nós duas em casa. Aos domingos  eu e Flavia resgatamos a  privacidade perdida. E o dia transcorre em momentos só nossos que eu valorizo muito e acredito que Flavia também.

Voltando aos estímulos visuais e auditivos: Observando com atenção  é possível notar  uma expressão de contentamento  no rosto de Flavia quando coloco para ela ouvir por exemplo, as mensagens de voz que  ela recebe do irmão que está longe ou do querido amigo António, de Portugal. Essas mensagens representam  um carinho para os ouvidos de Flavia.  E Flavia também demonstra notar e gostar do som de meus passos ao entrar em seu quarto e o mesmo acontece quando ela ouve os grunidos de alegria de nossa poodle Michele, sempre que  alguém chega aqui em casa.

O uso do Ipad para Flavia foi sugerido por sua oftalmologista. Por sua leveza, o Ipad é muito útil porque pode ser colocado na cama em frente à pessoa e oferece a possibilidade de se trabalhar com sons e imagens, estas muito úteis para estimular  o foco do olhar. Mas existem muitas outras possibilidades de uso do Ipad para estímulos auditivos e visuais em pessoas em estado de coma vigil, como por exemplo aplicativos de instrumentos musicais ou  joguinhos  de criança mesmo, onde ao se colocar o dedo da pessoa, um som é emitido atraindo assim sua atenção ou quem sabe lhe dando a impressão de que foi ela que ao pressionar os dedos, provocou o som. Os desenhos infantis, por serem tão coloridos e com voz quase sempre agradáveis,  também são bacanas para estimular a atenção de pessoas em coma. Quando o tempo não permite descer com Flavia para o jardim do prédio, costumo colocá-la por uma hora na frente da TV da sala "assistindo"a esses desenhos. 

Espero que os posts do blog de Flavia possam ajudar outras pessoas que têm parentes em coma vigil. Espero que eu possa transmitir no que  aqui venho escrevendo que não basta cuidar. É preciso cuidar com amor. Por mais importantes que sejam as terapias que vão aumentar a qualidade de vida da pessoa em coma, é preciso também ter em mente que amar essa essa pessoa é  fundamental. O amor por si só é terapêutico. 

Um abraço a você que nos lê  e até o próximo post.



Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

9 comentários

  1. És de facto uma grande MÃE e com todo esse carinho e conforto que dás a Flavia, tens o cuidado e preocupação constante de, para além de alertares os perigos dos ralos das piscinas, ensinares todos os cuidados, métodos, produtos etc. para quem tenha e viva a mesma situação que a tua.

    Daí dizer-te amiga que te amo muitoooooo, de coração mesmo e que nesses já longos 17 anos seres uma janela aberta para um mundo que é desconhecido pela maioria das pessoas.

    Beijos meu doce, mil em Flavia e também para o teu rapaz...de sempre e para sempre

    ResponderExcluir
  2. "O amor por si só é terapêutico. "

    Belíssima esta tua frase Odele. Nada existe de mais importante na vida que o amor e eu também sempre acreditei que os estímulos auditivos, visuais, tacteis, etc são fundamentais para um doente em coma, mesmo que seja profundo.

    Tu és um dos expoentes máximos do amor maternal.

    Beijos para as duas e tudo do melhor nos vossos dias.

    ResponderExcluir
  3. As palavras mais importantes deste post são, realmente as finais,quando dizes ". É preciso cuidar com amor." e "O amor por si só é terapêutico.".
    Porque só o amor permite ser capaz de encontrar as melhores formas de se cuidar de alguém que vive com algum tipo de limitação. E é o amor que "obriga" a usarmos a imaginação para tentarmos chegar mais perto dessas pessoas.
    Obrigado, Odele, por me incluires nessa rede de estímulos auditivos que proporcionas à nossa querida Flavia. E as reações de agrado que notas no seu rosto quando lhe colocas as gravações com a minha voz são para mim uma emocionante e gratificante compensação pelo amor que,de muito longe, sempre procuro transmitir-lhe.

    ResponderExcluir
  4. Só vc som seus relatos e descrição pode nos passar, e sei, que ao longe,esta experiência sofrida e amorosa como mãe. Seu amor e dedicação é reflexo da pessoa que vc é. Certamente seus relatos são ótimos testemunha para quem tem que lidar com esta realidade.
    bjs.

    ResponderExcluir
  5. "O amor por si só é terapêutico. "

    Belíssima esta tua frase Odele. Nada existe de mais importante na vida que o amor e eu também sempre acreditei que os estímulos auditivos, visuais, tacteis, etc são fundamentais para um doente em coma, mesmo que seja profundo.

    Tu és um dos expoentes máximos do amor maternal.

    Beijos para as duas e tudo do melhor nos vossos dias.

    ResponderExcluir
  6. Tinha saudades. Passei para vos deixar um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Nada existe de mais importante na vida que o amor e eu também sempre acreditei que os estímulos auditivos, visuais, tacteis, etc são fundamentais para um doente em coma, mesmo que seja profundo.

    ResponderExcluir
  8. Cara Odele,

    não sou de comentar em blogs, especialmente naqueles em que não conheço a autora. Mas hoje escrevo apenas para agradecer.
    Obrigada!
    Obrigada pela iniciativa do blog, obrigada pela luta em prol da regularização das piscinas, obrigada por compartilhar conosco esse amor incondicional, puro, leve, completamente sem barreiras entre você e a Flávia. Obrigada pelas palavras que deram sossego ao meu coração que hoje está inquieto, triste.

    Hoje recebi a notícia que minha avó se encontra em coma vigil devido a um AVC. Ela já está hospitalizada há cerca de 10 dias e a notícia do coma caiu como uma flecha em mim. Estou desorientada, completamente desorientada e profundamente triste.

    Procurei no google sobre o coma vigil e cai no seu blog. Parece coisa de Deus ter vindo parar aqui. Estou navegando por aqui há mais de duas horas. Li muitos e muitos posts. É impossível não sentir vontade de abraçar você profundamente. Digo mais, impossível não pensar na minha mãe nesse momento. Amanhã pela manhã quando eu der uma abraço forte nela, lembrarei de você. Eu tenho a idade da Flávia! Senti uma empatia muito forte pela história de vocês e uma admiração muito grande pela mãe que você é, pelo seu amor tão grande.

    Ler seu blog me deu uma força para encarar melhor a nova situação pela qual minha familia irá passar daqui em diante. Confesso que tenho muita fé que a vovó vai reagir e tudo não passará de um susto. Mas sei que se isso não acontecer, meu amor não mudará, e o cuidado também não.

    Odele, obrigada pois suas palavras trouxeram algum alívio a um coração triste e inquieto. Um abraço enorme em você e na Flávia. Tenho certeza que um dia vocês entenderão o por quê de tudo isso. Fiquem em paz!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails