Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Ralos de piscinas podem se tornar armadilhas submersas

- 9 de janeiro de 2014
 
Um ralo nessas condições  é uma verdadeira armadilha submersa
 
"09/01/2014 15h39 - Atualizado em 09/01/2014 16h05

Condomínio onde menino se afogou tinha falha em outra piscina, diz polícia
Delegada afirma que testemunha apontou que piscina adulta não tinha grade.
Menino teve braço sugado pelo ralo, em Caldas Novas, e morreu após 3 dias.

 A Delegacia da Mulher, Infância e Juventude de Caldas Novas, no sul do estado, assumiu as investigações sobre o afogamento do menino Kauã Davi de Jesus Santos, de 7 anos, que teve o braço sugado por um ralo de uma piscina infantil e ficou cerca de dez minutos debaixo da água. Após três dias internado, ele morreu. Segundo a delegada Tereza Daniela Nunes Ferreira, uma testemunha disse que a piscina adulta também estava sem grade de proteção no ralo.

Ele [testemunha] teria percebido que um ralo estava sem a grade de proteção. Então reclamou na portaria, mas teria sido informado de que seria providenciado, mas que a situação não oferecia riscos, já que aquele ralo não sugava água”, contou. Segundo a delegada, cinco testemunhas já foram ouvidas. Entre elas estão a síndica do condomínio, um funcionário e três hóspedes.

saiba mais
Piscina onde menino teve braço sugado por ralo e morreu é reaberta
Morre menino que teve braço sugado por ralo de piscina em Goiás
Testemunha fala do resgate de garoto sugado em piscina: 'Braço não saía'
Menino se afoga após ter o braço sugado por ralo de piscina, em Goiás

Kauã morreu após ficar três dias internado em um hospital de Brasília, onde mora com a família. Ele estava na cidade turística goiana para passar as virada de ano com parentes no condomínio Residencial Privé das Thermas I, quando teve o braço sugado por um ralo. Os responsáveis pelo local vão responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O prazo para conclusão do inquérito, previsto incialmente para 30 dias, pode ser estendido.“São muitos laudos para serem analisados. O inquérito, quando não há prisão, tem um prazo legal de 30 dias para ser concluído. No entanto, quando não é possível, a autoridade policial envia o documento para a Justiça e solicita um prazo maior. Se o Judiciário entender que isso é necessário, o processo volta a delegacia para a conclusão das investigações”, explicou a delegada..

Tereza ainda destacou que a família da criança será ouvida em Brasília. A data do depoimento ainda não foi marcada.

 Afogamento
O acidente aconteceu no ultimo dia 1º no condomínio Residencial Privé das Thermas I, em Caldas Novas. Resgatado pelo Corpo de Bombeiros, o menino foi transferido de helicóptero para a unidade de saúde do Distrito Federal, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo boletim médico, após várias tentativas de reanimação, a criança teve falência múltipla de órgãos por volta das 5 horas do dia 4.

Kauã nadava na piscina, quando o braço ficou preso em um ralo, que faz parte de um sistema que suga a água e a devolve através de uma cascata. Os socorristas acreditam que o garoto ficou mais de dez minutos embaixo da água.

Testemunha do acidente, a pedagoga Nathália Morais conta que o ralo que puxou Kauã estava com uma parte quebrada. Ainda assustada, a mulher se recordou do resgate: "Uns seis homens tentavam puxar o braço dele, inclusive um irmão, mas o braço não saía, porque a força era muito grande. Gritavam para desligar [o motor], mas demoraram muito".

Após o afogamento, foram realizadas algumas mudanças no residencial. Segundo a direção do condomínio, todas as piscinas passam por reformas e os ralos foram trocados. Dois salva-vidas foram contratados."
Fonte: Foto e texto: G1
-----------------------

É inaceitável que uma piscina funcione com um ralo como o da foto acima. Por isso, a Lei Federal para Segurança nas Piscinas terá que ter necessariamente fiscalização efefiva. Uma vistoria na piscina onde Kauã teve o braço sugado teria sido o bastante para interditar a piscina, que por funcionar com um ralo deteriorado oferecia grande perigo aos seus usuários. É inaceitável que ainda não tenhamos essa Lei funcionando como deve ser. É inaceitável a omissão de quem, podendo criar e colocar a Lei de segurança em piscinas em funcionamento, não o faz. Não podemos compactuar com tamanha indiferença e descaso com a vida humana. Não podemos silenciar. É  preciso cobrar URGENTE AÇAO das autoridades para que  a Lei Federal de Segurança nas Piscinas seja votada sem mais demora.




Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

23 comentários

  1. Anderson Dias10 janeiro, 2014

    Odele, é lamentável isso! Total descaso! Acham que é uma besteirinha que depois será consertada e, casos iguais ao da sua filha, infelizmente, continuam ocorrendo 16 anos depois... é triste constatar uma realidade dessa! Saiu uma matéria hoje(ontem)no site BOL sobre a sua filha e das suas lutas por projetos. Eu sou um visitante anônimo do seu site, mas hoje resolvi demonstrar a minha admiração, o quanto você é mãe, ao lado da filha o tempo todo, uma guerreira, batalhadora! Assim como a sua filha também é! Você é um exemplo de mãe! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Tenho um parente com mau de Wilson, sei como é duro trabalhar por uma vida. Minha tia está a 5 anos cuidando dele e o revirando a cada uma hora para evitar escarias. Quero dizer que para deus existe sempre uma explicação, até o porque de não acreditarem nele. Ele está dentro das nossas cabeças fazendo o possível para nós evoluir. O seu trabalho é manter uma vida por um laço de amor e lhe parabenizo por pintar um propósito nisso afim de ajudar a evitar que os outros sofram com você. Que seus dias sejam mais fáceis...

    Gabriel Graciano

    ResponderExcluir
  3. Vera (email vera_albuquerque@hotmail.com)10 janeiro, 2014

    Tenho 34 anos, mas NUNCA esqueço que este quase foi o meu destino quando eu tinha uns 10 anos de idade. Vi um buraco no fundo da piscina olímpica do clube Fluminense, em Laranjeiras, e, criança curiosa que era, fui até lá e coloquei a mão no buraco... De repente senti alguma coisa me sugando muito forte, eu me desesperei, comecei a me debater e achei que iria morrer... Por obra do destino, fiz tanta força pra sair dali que consegui. Subi correndo pra superfície, quase sem ar e o coração batendo muito rápido. Não era a minha vez...

    Um absurdo aquilo estar descoberto. Há sete anos moro na Austrália e fico admirada com a preocupação com segurança daqui. Até piscinas particulares tem que ter cerca em volta.

    Li a matéria do jornal Folha de São Paulo, achei muito bonito o enfoque da matéria sobre o incidente, mas temos que destacar que a vida de sua filha foi completamente transformada pela omissão de alguns irresponsáveis.

    Acho que a matéria deveria dizer o que aconteceu com estes irresponsáveis, como a fiscalização de ralos de piscina é feita, e como a lei foi mudada (pois deveria) para evitar casos parecidos. Ou qual é a lei para o caso e, se não há lei ou fiscalização, por que. Acho muito importante este papel civil da imprensa, e acho que muitos jornalistas - principalmente no Brasil - ficam mais no emocional (passado) do que no futuro. Temos que fazer de tudo para que episódios como este jamais se repitam.

    Desejo muita força para a senhora. Meu coração está com vocês.

    ResponderExcluir
  4. Odele e Flávia, Deus abençoe vocês sempre nessa caminhada, muita força, fé e esperança, eu acredito que um dia muitas coisas vão melhorar nesse país. Fiquem com Deus, Ana

    ResponderExcluir
  5. Parabéns odele pela sua luta e história de vida.
    O nordeste está do seu lado.
    Deus abençoe vc flavia e a todos que passam por algum tipo de situação.
    Norton
    Caicó_RN

    ResponderExcluir
  6. Odele, receba meu abraço de solidariedade. Vou compartilhar seu blog no meu Facebook para que mais pessoas cobrem segurança nas piscinas.
    Dê um beijo para a Flávia por mim.

    ResponderExcluir
  7. Olá Odele!
    Minha intenção aqui é apenas parabenizar a sua luta pela segurança de nossas crianças! Tal problema deve ser cada vez mais divulgado como um alerta urgente! Fiquei sabendo do perigo dos ralos de piscina pela sua história, e com toda certeza divulgarei para os 4 cantos para que a devida segurança seja tomada pelos responsáveis destes dispositivos. No mais, que Deus abençoe a sua família e que você continue realizando esse lindo trabalho de divulgação. As pessoas devem ficar mais atentas à vida!

    Uberaba/MG

    ResponderExcluir
  8. Olá querida Odele...como estás? e Flavia? na luta como sempre não é... acabei de ler a matéria no folha de SP, vc é uma guerreira...parabéns pelo esforço desses anos todos em busca de justiça pela sua filha e por tantas outras crianças... e infelizmente vemos a cada dia ainda acontecimentos desses...onde vamos parar??? esse governo não faz nada para mudar???! meu Deus!!!
    vamos crer que alguma coisa mude...

    bjinhos com carinho e que Deus abençoe vc e sua família, bjinhos em Flavia...

    ResponderExcluir
  9. Olá, li atraves do Bol, e cheguei a ao seu blog, li a historia e fiquei muito comovido, nunca tinha vistou tal situação, ao mesmo tempo muito triste pela pequena-jovem Flavia e também muito bonita, pela sua luta, perseverança sua e da propria Flavia que mesmo em coma luta pela vida. Continue sua luta, tu será recompensada, Deus não dá uma cruz que não possamos carregar. Desejo a vc e a Flavia muita luz e muita força. Como forma de divulgação, posso inserir o link do seu blog no site de uma escola da qual faço parte? Acredito que servirá de alerta para evitarmos tragedias. O site da Escola é: http://colegiopinheirense.webnode.com/ Meu nome é Fabio Marques

    ResponderExcluir
  10. Terrível esata série de trágicos acidentes que enlutam o Brasil neste início de ano agora acrescentado pela menina Naisla, mais uma vítima da incúria e do alheamento.
    É quase inacreditável que continuem a ocorrer perdas de vidas quando uma Lei Federal (e a Odele e seus amigos já entregaram um projeto minuciosamente elaborado ao Deputado Perondi há mais de dois anos)desde que em vigor, acompanhada de uma fiscalização rigorosa, poderia prevenir drasticamente esses acidentes.
    Espero bem que, perante esta série lamentável de ocorrências, e com o relevo que nos últimos dias a midia lhes tem dado, que a Lei não tarde mais.
    E acho mesmo que essa lei, que acredito seja difícil não acontecer perante a evidência da realidade atual, para além do número que lhe será atribuído, deveria ficar conhecida como LEI FLAVIA SOUZA BELO/ODELE SOUZA, em homenagem a duas mulheres que, uma com o sacrifício do seu sorriso e do seu futuro e outra pela aplicação da sua dor irreversível num serviço público inestimável, serão as principais responsáveis pela concretização desse documento legal que marcará a história jurídica do país.

    ResponderExcluir
  11. Odele,

    Vi sua história na Folha, parabéns pela sua determinação.
    Com os recentes acontecimentos agora resolveram andar com o projeto:
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2014/01/10/interna_politica,407299/seguranca-em-piscina-e-tema-de-projetos-em-tramitacao-na-camara.shtml

    ResponderExcluir
  12. Odele, acabei de assistir vc pelo cidade alerta e entrei aqui para dizer muito obrigado pela sua luz! Sinto muito que foi preciso tanto sofrimento e tanta luta para que hoje vc tivesse o "reconhecimento" publico de sua luta! Obrigado mais uma vez!

    ResponderExcluir
  13. Odele, MUITO OBRIGADO POR SER MAIS UM PONTO DE LUZ NESSE MUNDO ! Sinto muito que foi preciso tanto sofrimento! Muito amor, paz, saúde, luz e paz na sua vida!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá, Odele!

    Te enviei e-mail, com a resposta do deputado Perondi aos meus questionamentos a respeito da votação da lei federal. Vamos torcer pra que seja verdade mesmo. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Odele, faz tempo que não comento, mas estou sempre visitando o blog. Vi que o Fantástico vai ter uma reportagem sobre as recentes mortes de crianças. Está sabendo? Seria muito bom que pudesse falar em rede nacional! Beijos! Andréa

    ResponderExcluir
  16. Odele,

    desculpe, não sei como posso contribuir com sua luta, então achei que ligando para o gabinete do deputado talvez pudesse mostrar a minha indignação pela demora na colocação do projeto para votação e foi o que fiz.

    um forte abraço,

    Maria Uski

    ResponderExcluir
  17. Olá, Odele. Li o texto sobre o caso da Flávia e chorei ao imaginar o tamanho da tua dor. Também sou mãe de uma menina recém-nascida e, como a maioria das pessoas, estava alheia ao perigo. Parabéns pela força e pela coragem de transformar a tragédia de tua filha em alerta para outras mães. Que isso possa lhe trazer algum alento ao coração. Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  18. Olá Odele, leio seu blog e admiro muito sua luta para salvar inocentes mas infelizmente hoje ao ler o www.jcnet.com.br de Bauru, outra notícia de afogamento, desta vez foi em Jaú-SP, uma menina de 1 ano e três meses morreu afogada na piscina de sua residência, é lamentável que este tipo de acidente ainda aconteça depois de tantos alertas.

    ResponderExcluir
  19. Odele, acabou de dar uma chamada para o Fantástico onde vão abordar o assunto dos ralos. Você viu?

    ResponderExcluir
  20. Odele; amanhã o Fantástico vai mostrar uma reportagem sobre o assunto.. espero que se lembrem do caso da Flávia :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Só hoje consegui aceder ao blogue e já todos disseram o que penso...mas subscrevo as palavras do Peciscas...e jamais em tempo algum desistirei de lutar ao teu/vosso lado.

    A minha solidariedade para oa familiares...que dor meu Deus!

    Beijos amiga e mil em Flavia

    ResponderExcluir
  22. Odele,
    Friso aqui, mais uma vez, minha admiraçao por sua dedicaçao, força, empenho e também muita elegância e lucidez. Conte com minha solidariedade e empenho para divulgar a petição e o seu blog. Estou, nesta tarde de domingo, fazendo um trabalho de formiguinha, pedindo aos meus amigos, um por um, quando aparecem online no facebook. Espero conseguir algumas assinaturas.

    ResponderExcluir
  23. Olá Odele!

    Li o seu caso e fiquei impressionada com o descaso de todas as histórias já relatadas sobre pessoas morrendo em piscinas.
    Hoje saiu mais uma notícia sobre o mesmo residencial, onde o menino de 7 anos morreu.
    Segue o link:
    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,ralo-suga-mais-um-turista-em-piscina-de-condominio-de-caldas-novas,1118394,0.htm

    Me chamou a atenção que está para sair uma norma ainda neste trimestre, mas sabemos que não é bem assim.

    Parabéns pelo seu esforço e luta!

    Abs Beatriz

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails