Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Novas mortes de crianças afogadas nas piscinas do Brasil

- 2 de fevereiro de 2013

 "Morre criança que se afogou em piscina de chácara, em Goiás
Acidente aconteceu na tarde de quinta-feira (31), em Aparecida de Goiânia.
Menina de 2 anos estava internada em estado gravíssimo, mas não resistiu
.
 
Morreu na tarde desta sexta-feira (1º) a criança de 2 anos que se afogou na piscina de uma chácara, em Aparecida de Goiânia. De acordo com o posto policial do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde a menina estava internada, ela não resistiu e faleceu por volta das 16h10.

O acidente aconteceu na quinta-feira (31), em uma chácara no Setor Cidade Satélite São Luiz. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a família disse que descuidou por alguns minutos da criança e, ao procurá-la, a encontrou submersa na piscina.

Socorrida, ela foi levada desacordada para o Hugo. Os médicos da unidade conseguiram reanimá-la, mas a criança permaneceu em estado gravíssimo até esta tarde.

Na quinta-feira, os Bombeiros haviam informado ao G1 que a família teria ido passear no local quando aconteceu o acidente. Mas de acordo com informações do posto policial do Hugo, os pais da vítima são caseiros da chácara.

Essa é a quarta morte de criança em piscina registrada nos últimos dois meses em Goiás. Em dezembro, um menino de 3 anos se afogou em uma pousada. Em janeiro, dois meninos, um de 11 e outro de 3 anos, perderam a vida após se afogarem em clubes".


Fonte: Foto e texto: G1
 
Quarta morte de criança em piscinas de Goías, nos últimos dois meses.Poderia ser em qualquer outro estado brasileiro. E as crianças morrem nas piscinas, seja pela sucção do ralo, seja por falta de portões autotravantes, (barreiras de proteção), seja por falta de salva-vidas. As crianças morrem nas piscinas por falta de segurança. Enquanto isso, continuamos aguardando por leis e fiscalização que poderiam salvar essas vidas e muitas outras. Um descaso vergonhoso por parte de políticos e autoridades de nosso país.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

3 comentários

  1. Pôxa quanta tristeza e tanto aí como por cá...é preciso haver um tragédia em grande escala - e recordo o acidente na discoteca daí - para se tomarem todas as providências.

    Nunca é demais falar, falar, denunciar e insistir por uma lei que obrigue a aplicação de TODAS AS REGRAS DE SEGURANÇA NAS PISCINAS para que não ocorram mais mortes e esse tal de Perondi anda mesmo cego, surdo e mudo!

    Beijos amiga e outro em Flavia

    ResponderExcluir
  2. bom dia, Odele.
    Em meio a tanta tristeza, sempre é muito bom ver vc atenta e vigilante aos acontecimentos, para relembrar da lei em tramitação no Congresso. Vamos continuar na batalha para que o assunto não seja esquecido.
    Muita força... sempre!
    Suely

    ResponderExcluir
  3. Mais uma morte. Mais uma.
    Mais uma menina que não chegará a concretizar sonhos e projetos.
    Mais uma vida que se perde.
    Mais uma.
    É preciso gritar bem alto BASTA!
    BASTA!
    BASTA!
    É preciso gritar bem alto perto dos ouvidos dos decisores políticos BASTA!BASTA!BASTA!
    Basta de mortes, basta de indiferença, basta de desleixo.
    Como tantas vezes já se tem dito, aqui e em outros locais, há soluções que, impostas,bem aplicadas, fiscalizadas, evitarão drasticamente estas absurdas perdas de vidas.
    Essa Lei Federal sobre segurança em piscinas que a Odele vem reclamando e a quem já foi prometida, seria decisiva para que as notícias sobre estes acidentes fossem uma raridade infaustosa.
    Mas,perante o insuportável silêncio de quem poderia agir para modificar a situação, só nos resta não calar os nossos gritos de revolta.
    BASTA!
    BASTA!BASTA!
    BASTA!
    BASTAAAAAAAAAAAAA!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails