Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Taxi especial, uma alternativa de transporte para Flavia.

- 16 de março de 2011
Eu já disse em um post anterior que a  antiga cadeira de rodas  de Flavia, foi substituida por outra de modelo Stand Up.  Nesta foto Flavia está sendo transportada para a Oficina ortopédica, onde foram feitas as necessárias adaptações na nova cadeira. Além do cinto de segurança do taxi, Flavia  é  "presa"  à sua cadeira, por cintos com velcros. Sair com Flavia de casa, não é tarefa das mais fáceis. Vou sempre acompanhada da técnica de enfermagem e levamos tudo o que Flavia poderá precisar enquanto estiver fora de casa: Mudas de roupas, medicação, seringas, órteses,  aspirador de secreções, sondas de aspiração, etc. etc.

Foram necessárias quatro viagens iguais a esta à Oficina  que fica bastante distante de onde moramos. Lá, colocamos Flavia em uma maca enquanto o técnico, faz os necessários ajustes na cadeira. Voltamos para casa usamos a cadeira por mais alguns dias e detectamos o que ainda precisa de ajuste. E várias provas vão sendo feitas. É um trabalho minucioso e demorado e é preciso ter muita paciência. A espera para esses ajustes, bastante desconfortável para Flavia, é compensada pela gentileza do pessoal da Oficina e do motorista do taxi especial que nos transporta no trajeto de ida e volta.

No momento, esse é o transporte que utilizo para  Flavia, seja para levá-la à Oficina para ajustes na nova cadeira, seja para levá-la a alguma consulta médica.  Este taxi é  um  Dobló adaptado especialmente para transportar cadeirantes. Tem até um elevador para a cadeira.  O fato da pessoa não precisar sair de sua cadeira de rodas para ser transportada, torna o trajeto mais confortável.  E no caso de pessoas com necessidades especiais, conforto é essencial.

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

11 comentários

  1. Odele, quanto mais conforto e delicadeza melhor fica a situação de um cadeirante.
    Beijos no teu coração e da Flávia.

    ResponderExcluir
  2. É um trabalho minucioso e demorado e é preciso ter muita paciência. A espera para esses ajustes, bastante desconfortável para Flavia, é compensada pela gentileza do pessoal da Oficina e do motorista do taxi especial que nos transporta no trajeto de ida e volta.

    ......................

    Fico imensamente feliz quando oiço ou vejo pessoas que tratam com dignidade e todo o carinho o doente e familiar ou familiares.
    Fico imensamente feliz por saber que neste mundo cão ainda existe solidariedade, amizade, compreensão para caso como o teu e outros...

    Mas fico totalmente fora de mim e por vezes actuo em prol de... quando vejo procedimentos contrários.

    Cá não conheço e nem sei se existem taxis adaptados para cadeirantes e infelizmente até no dia-a-dia quem anda ou faz transportar alguém numa cadeira de rodas só encontra "barreiras impeditivas" que me dá uma vontade de pegar numa marreta e destruir os obstáculos como carros em cima do passeio, degraus, etc, etc, cujos arquitectos e responsáveis continuam a assobiar para o lado porque a todos os níveis o doente ou dependente deve ser respeitado e "conforto é essencial".

    Obrigado por mais este testemunho da tua vida em prol do bem estar e conforto de Flavia e a todo o pessoal envolvente só posso dizer: o meu maior obrigado e que nunca deixem de ser quem são.

    Beijocas meu doce e um chamego em Flavia

    Gost

    ResponderExcluir
  3. Odele.
    que coisa boa foi esse taxi especial.
    deixo o meu abraço pra Flávia e pra você.
    paz...

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Odele!
    Estes táxis são maravilhosos, e como é bom saber que o motorista é uma pessoa do bem. No trabalho com pessoas com necessidades especiais é essencial amar o que se faz e estar preparado para a função.
    Querida, estamos sempre aqui com vc e Flavia.
    Abracinhos no coração de vcs.
    Sueli, Sueny e Bruna

    ResponderExcluir
  5. Odele

    No Concelho onde habito existem quatro táxis equipados assim.

    É uma excelente ideia.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Felizmente que, apesar de ainda subsistirem muitas dificuldades, as pessoas com necessidades especiais vão tendo gradual acesso a novas tecnologias capazes de minorarem as suas limitações.
    Essa nova cadeira, é um exemplo, pese embora a necessidade de vários ajustes com essas desagradáveis deslocações.
    Mas, com efeito, com esse taxi adaptado, fica mais fácil a deslocação da Flavia.
    Enfim, continuamos a verificar o imenso cuidado que tens com a tua filha, não poupando esforços e recursos, para que ela possa ter, dentro dos possíveis, a melhor vida que se possa alcançar.
    Espero que ssa cadeira, neste momento, esteja já mesmo pronta e a funciar perfeitamente.
    Beijos para a Flavia e para ti.

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que há quem vá adaptando as coisas em função das necessidades reais de cada pessoa.
    Abraço do Zé

    ResponderExcluir
  8. Odele, que legal esse fornecedor - o taxi especial e a cadeira de rodas. Aos poucos o Brasil entra no mundo dos necessitados especiais com soluções as mais diversas. Bom passeio para a Flávia!
    Paulo Kubota

    ResponderExcluir
  9. Olá Odele,
    conheci Flávia através do blog da Sue-Suelinhas, pessoa que eu aprendi a amar como a uma irmã. Fiquei perplexa com a estória de Flavia, mas ao mesmo tempo fico com a alma suavizada ao saber do modo como ela é cuidada por vc. É dolorido o que aconteceu, mas é lindo o amor que vc tem. Conte comigo, pelo menos em
    orações e fique com Deus, só Ele é capaz de tanto amor por nós.
    Beijos para Flávia e muito carinho pra vc
    Jussara

    ResponderExcluir
  10. Que interessante! Eu não sabia que existiam taxis com essa adaptação. Uma excelente idéia, que com certeza auxilia na vida de muitas pessoas, como a Flávia, que usufrui desse serviço.

    Eu uso ônibus quase que diariamente e vejo que alguns ônibus possuem uma espécie de adaptação, para que cadeirantes possam usar. Uma ótima idéia, sem dúvida. O que reparo é que infelizmente poucos ônibus são desse modelo. Fico imaginando um cadeirante esperando por muito tempo, muitas vezes em pontos de ônibus sem cobertura, até que chegue um ônibus com essa adaptação.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Odele,
    Muito bom saber que existe o táxi especial para transportar pessoas em cadeira de rodas. Sem dúvidas é muito melhor, não precisar deslocar pessoa, né? Quanto mais conforto, melhor!
    Beijos menina :)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails