Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Delicadeza

- 8 de fevereiro de 2011
Ciclâmen, de Sheila para Flavia.

Dias atrás, eu e Flavia recebemos a visita de Sheila uma das técnicas de enfermagem que me ajudava a cuidar de Flavia. E ela trouxe o delicado ciclâmen (*)da foto para enfeitar o quarto de Flavia. Sheila, que trabalha também em um Hospital, é casada e tem dois filhos, nos deixou no final de Novembro, porque ela entrou para a Faculdade de Enfermagem e não vai conseguir conciliar tantas responsabilidades.

No tempo em que me ajudou a cuidar de Flavia, - mais de um ano - Sheila, além de responsável no trabalho, era alegre, brincalhona, muito gentil comigo e delicada com Flavia.

Delicadeza. Que bom ter alguém delicado perto de nós. Para me ajudar a cuidar de Flavia busco sempre identificar pessoas com esse perfil: Profissionalismo, competência e delicadeza.

Nós familiares, não podemos abrir mão de ter ao lado de nossos entes queridos em condições especiais, pessoas com os tratem com respeito, dignidade, carinho e delicadeza. Não aceito que fiquem perto de Flavia, pessoas mal humoradas e grosseiras, porque acredito que isso não fará bem à minha menina. E também porque acredito que nenhum problema, por maior que seja, nenhum sofrimento, por mais que nos tenha afetado, nos dá o direito de sermos hostis ou grosseiros com as pessoas, principalmente com aquelas que dependem de nossos cuidados para sobreviver.

Qualquer que seja a situação, mas principalmente para cuidar de alguém dependente de nós, além de outros requisitos de extrema importância, delicadeza é fundamental.

(*) Esta flor também é chamada de cíclame ou cyclamen)

Um abraço a todos e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

21 comentários

  1. Querida Odele,
    concordo totalmente consigo, felizmente que há muitos profissionais de saúde como a Sheila.
    É linda a planta que ela vos ofereceu.

    Beijinho amigo,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  2. Pessoas para cuidar de um bem incaculavel para ti...

    Fiquem com Deus, menina Flávia e menina Odele.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Certamente a delicadeza é imprescindível em todos os casos de doença ou não, mas especialmente num caso como o da Flavinha.
    Deus ajude que tenhas sempre pessoas como a Sheila para te ajudar.
    Bjim pra ti, pra Flavinha e pra Sheila.

    ResponderExcluir
  4. Subscrevo inteiramente este teu post e como gostei tanto de saber que o gesto de Sheila te preencheu a alma e com toda a certeza que ela é uma belissima profissional e vos ama muito.

    Há bons profissionais sim, mas por vezes deparamo-nos com "autênticas máquinas de despachar" que fazem o melhor trabalho, têm competência...mas neles e nelas, falta algo que eu considero essencial: delicadeza versus carinho!

    Que o cíclame cresça na tua varanda florida e que Flavia continue a receber mimos de quem passou por ela e ficou marcada.

    Aquele abraço de sempre e para sempre

    ResponderExcluir
  5. AMADA ODELE SEMPRE PASSO POR AQUI PRA SABER NOTICIAS DA SUA MENINA, NUNCA FIZ NENHUM COMENTARIO,MAS HJ QUERO TE DIZER Q EM SUA LUTA DEUS OLHA POR TI, VC PODE MUITAS VEZES SE ACHAR SOZINHA ,MAS ISSO NUNCA ACONTECE E Q MUITAS VEZES NA DOR TEMOS DIFICULDADE DE VER O QTO DEUS NOS AMA E ESTA PRESENTE, IMAGINO CMO DEVE SER DIFICIL ESSA LUTA ,MAS TENHO CERTEZA Q DEUS TEM ALGO ESPECIAL (TALVEZ NAO NESSA TERRA)P PESSOAS COMO VC SUA AMADA FILHA. FICA NA PAZ DO NOSSO SENHOR JESUS

    ResponderExcluir
  6. Querida Odele, espero que vcs estejam bem... tocante saber que há pessoas tão delicadas que cuidam de outros... num mundo onde só vemos mal-educados, é bom ler esse seu post.
    Infelizmente, venho aqui para te falar sobre outro acidente com ralos de piscina, acabei de ler no g1 e fiquei muito chateada... muito, muito triste.

    Fiquem com Deus.
    Marcia

    ResponderExcluir
  7. È bem sabido, por quem vos acompanha, que rodeias a Flavia de todos os cuidados e que escolhes criteriosamente as pessoas que te ajudam a tratar dela.
    E esse facto não é apenas uma questão de amor.Tem a ver, também, com a inteligência e a sensibilidade com que a Natureza te dotou. Sabes, como ninguèm,o que é mais conveniente para que a tua filha tenha a melhor vida possível.
    As pessoas que passam pelo filtro da tua selecção, acabam, por isso, por ser gente especial, que fica ligada a vós por laços que transcendem as meras relações profissionais.
    É o caso da Sheila. Essa bonita flor com que obsequiou a Flavia, é mais um testemunho que mostra que, quem priva convosco, jamais vos esquece.
    E isso, Odele, é, de algum modo, um retorno que penso ser bastante reconfortante para ti.

    ResponderExcluir
  8. essas flores mostram muito carinho dessa profissional!! coisa dificil de se ver hoje... lindo gesto... bjo,

    ResponderExcluir
  9. Oi Odele! Estava c/ saudades, dei uma passadinha por aqui para exalar boas vibrações! Beijos mil em sua família linda e em vc! Delicadeza é o que há! Delicadeza cria seres humanos incríveis e felizes! Delicadeza realiza milagres! :) Tatiani - RJ

    ResponderExcluir
  10. ...Odele querida,
    só o fato da Sheila ter escolhido
    este bonito arranjo floral,
    já denota a delicadeza da sua alma.

    o mais você disse tudo.

    há que se ter sensibilidade,
    profissionalismo, educação,
    e muito amor para cudar
    de um anjo como a menina
    Flávia que descansa a matéria,
    mas o espírito com certeza
    trabalha em silêncio.

    bjs para vocês, e que
    Deus lhes presenteie
    com muitas "Sheilas"
    ao longo da jornada!

    ResponderExcluir
  11. Odele, sempre que leio algo a respeito de Flavia fico emocionada.Pela sua triste história e também pela força e garra que você tem para fazer sua filha feliz o máximo possivel e por ter tempo,vontade, AMOR ao PRÓXIMO ao preocupar-se em informar sobre o perigo dos ralos de piscinas.
    Por bem menos, individuos acham que a vida não vale a pena ou se vêem no direito de destruir a vida dos outros.
    Parabéns pela forma como você lida com o sofrimento e pelo exemplo de FORÇA e CORAGEM que você representa.

    ResponderExcluir
  12. Que arranjo lindo! É realmente uma delicadeza enorme, um lindo gesto de carinho. Admiro muito pessoas que tem gestos doces assim.

    O interessante é que para ser gentil, fino e delicado não precisa ter dinheiro sobrando. Com uma coisinha pequena, como um gesto pequeno(como a singela centopéia da Flávia) a gente pode mudar o dia de uma pessoa. Alegrar o coração de alguém.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Se me permites, dedicarei amanhã -ou muito proximamente- um post à Flávia. Deixarei o link deste blog, para quem o queira visitar e/ou seguir.

    EM DEFESA DO SUPERIOR INTERESSE DOS NOSSOS FILHOSE em http://srevoredo.blogspot.com

    Bjs:)

    ResponderExcluir
  14. Que belo gesto o dela e o seu por compartilhar palavras tão delicadas.
    Hoje, mais do que nunca, precisamos de gestos gentis.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá Odele, li hoje a revista que consta a reportagem sobre a injustiça ocorrida com a sua filha Flavia, me emocionei muito, Parabéns pela sua dedicação
    á sua filha, é realmente impressionante o que você faz por ela, se precisares de algo, estarei disponível se tiver ao meu alcance. Abraço.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Odele


    Eu ontem, quando estive de novo no seu blog (porque eu já por lá tinha passado, em tempos) perguntei-me porque cargas de água não me havia tornado na altura seguidora...

    Porque o caso da Flávia já então me havia tocado muito fundo. É preciso ser imensamente forte para ver um(a) filho(a) nosso(a) em tal estado!

    Obrigada pelo comentário. Fico-lhe muito grata.

    Como pode ver, inseri na minha página o vídeo sobre a Flávia e a petição. Falta o tal post, que muito em breve eu irei escrever.

    Já anotei o seu e-mail. Ao receber uma mensagem minha, ficará a par do meu.

    E, sim, encontro-me há algum tempo a resisir em França. Se eu puder ajudar, em alguma coisa, por favor diga-me.

    Bjs:)))

    ResponderExcluir
  17. Uma visita muito bem-vinda, certamente!!

    Odele, as pessoas possuem aura e quando a aura é "boa", passam para o ambiente e pessoas, somente bons fluídos. Algumas pessoas captam isso de longe e não adianta, se a pessoa quiser passar algo diferente! A delicadeza é inerente as pessoas que possuem essa aura boa e consequente coração em paz!!

    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  18. Olá Odele. Hoje, dia em que uma tragédia abateu a familia de um grande amigo, lembrei de você e de sua história, que eu havia lido e me sensibilizado ha um tempo atrás. A filha de 10 anos de um amigo morreu afogada depois dos longos cabelos louros terem sido sugados pelo ralo da piscina de um vizinho. Lulu era linda demais, especial demais. Enormes olhos azuis, sorriso largo, meiga, feliz. O pai, por ironia, dono de uma escola de natação, sempre muito zeloso, cuidadoso. Não sei se vai encontrar forças para tocar a vida. Que Deus o ajude.

    ResponderExcluir
  19. Olá querida!
    Coisas assim, tão tristes como a que aconteceu com sua menina, nunca acontecem por acaso...nada acontece ne?! Estou certa de que ajuda a várias pessoas com sua força, amor e "delicadeza". Coisas e tragédias especiais, só acontecem com pessoas especiais, que transformam dor em força, sofrimento em esperança...isso é para poucos, os ecolhidos de Deus. E...as pessoas que se aproximam de vocês, não poderiam ser diferentes...transformam atos em "delicadeza".
    Me orgulho de ter encontrado vocês aqui na Net...
    Força sempre! Porque amor...o seu e de Deus sei que lhes sobram!
    Beijos duplos amada!
    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  20. Bom dia Odele, Estou aqui te vendo, me emocionando e sendo solidária com sua dor, assim que vi que tinha um blog vim correndo procurar...
    Não sei mensurar essa sua dor, mas sei que é tão grande quanto a minha, eu não sei o que dizer, mas estarei aqui a aprtir de agora aprendendo com seus ensinamentos.

    paz e luz!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails