Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

A história de Flavia no You Tube: Vista mais de 100 mil vezes.

- 25 de junho de 2010
Vídeo feito por António Peciscas,(Portugal),  foto do Superior Tribunal de Brasília, feito pelo autor do blog Adesenhar (Portugal), demais fotos recolhidas do blog de Flavia e da Internet.

Este vídeo com a história de Flavia, em menos de dois anos, já foi visto mais de 100 mil vezes. E em três anos e meio de existência do blog de Flavia, mais de 368 mil pessoas que passaram por aqui e ficaram sabendo que ralos de piscinas podem prender embaixo d’água, matar, ou deixar uma pessoa em coma.

Para relembrar: No dia 15 de setembro de 2008, aconteceu a segunda Blogagem Coletiva para divulgar a história de Flavia. Nesse dia, numa demonstração de imensa solidariedade, mais de 250 blogs do Brasil e do exterior escreveram sobre acidentes com ralos de piscinas e sobre a morosidade da justiça brasileira em condenar os culpados pelo acidente que deixou Flavia em coma vigil irreversível. O processo, como muitos sabem, se arrastou por 12 anos entre São Paulo e Brasília, e ao final, fez-me meia justiça, já que um dos réus, a empresa Jucuzzi do Brasil, não foi condenada.

Uma dessas participações na Blogagem Coletiva de 15 de Setembro de 2008 foi feita com o vídeo que ilustra este post. O amigo António Peciscas, de Portugal, que nunca nos viu pessoalmente, colhendo fotos do blog de Flavia e com texto de sua autoria, colocou no You Tube a história de minha filha que correu o mundo. A história de Flavia, graças a este blog e a todos que nos lêem e nos divulgam, além do Brasil é conhecida em países como Portugal, Espanha, Argentina, Perú, Alemanha, Suíça, Estados Unidos, Israel, Moçambique, Japão, etc. A história de Flavia é um gritante e vergonhoso exemplo da negligência e da impunidade que existe no Brasil, mas a história de minha filha, pelo tanto de pessoas que nos apóiam, é também uma história de amor, de amizade, de solidariedade.

Com este post quero mais uma vez agradecer não só ao querido amigo António por ter feito o vídeo e colocado a história de Flavia no You Tube, mas agradecer também a todas as pessoas,(e foram muitas), que levaram este vídeo para a lateral de seus blogs, colaborando desta forma para que mais e mais pessoas fiquem sabendo do perigo que podem correr se nadarem próximo a um ralo de piscina que esteja funcionando de forma inadequada, seja por superdimensionamento do sistema de sucção, seja por falta de manutenção da piscina.

Obviamente, nenhum de nós, ao entrar em uma piscina, tem condições de saber se o sistema de sucção ali instalado está ou não funcionando de acordo com os padrões de segurança. Essa é uma OBRIGAÇÃO dos administradores de locais onde existam piscinas,como por exemplo, condomínios, clubes, hotéis,motéis e onde mais houver uma piscina instalada. Mas é nosso direito exigir segurança nas piscinas, por isso, uma lei federal eficaz e aplicada com rigor, poderia diminuir em muito os acidentes com ralos de piscinas que infelizmente continuam acontecendo. Estamos nos empenhando, por isso, esperemos que em breve venhamos a ter esta tão necessária lei.

Muito obrigada e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

39 comentários

  1. Eu própria além de falar deste video magnífico, fiz fotocópias da matéria da Revista Época e dei a dezenas de pessoas que já tinham esquecido do fatídico acidente que ocorreu em Portugal e de outros pouco divulgados. Inclusivé a um distribuidor de material de piscinas e que faz também a manutenção de várias privadas, que depois disse-me que tinha ficado imensamente comovido e mais alertado e que a fotocópia que lhe dei já foi distribuida por outros.

    A incúria de grandes empresas como foi no caso de Flávia que ficam numa de...querem lá saber, a justiça é cega, surda e muda...mas a VIDA dará uma lição a essas pessoas porque é cá que se paga tudo e por vezes o tiro saí pela culatra.

    Tenho muitas saudades dos posts do Peciscas mas respeito quando deixam de o fazer.

    Força minha amiga além fronteira:) e nunca é demais alertar.

    Beijos mil de sempre e para sempre e um grande, muito grande à tua/nossa menina

    ResponderExcluir
  2. é por isso que amo meus amigos portugueses (aliás, meu sobrenome tem origem portuguesa: Figueira); são amigos de verdade, se importam com as pessoas, é um povo humanitário, alegre e agora durante a Copa do Mundo, vejo com mais carinho ainda esses nossos irmãos...e realmente, quanto mais divulgação houver, mais acidentes poderão ser evitados...querida, Odele, Deus abençoe, e dê um beijo por mim na nossa linda Flavinha (não se esqueça de dizer à ela que a amamos muitooooo...)

    ResponderExcluir
  3. È bem verdade que nunca vos vi pessoalmente.Nunca estive convosco à distância de um abraço.Nunca tive o gosto de afagar os cabelos da Flavia. Mas tal não impede que o meu coração vos tenha acolhido para sempre.
    O facto de este vídeo, que construí com a emoção, muitas vezes a toldar a vista, mas a ser o motor que impelia o meu trabalho, já ter passado das cem mil visualizações, não me envaidece pessoalmente.Sinto-me, sim, feliz, por saber que a história desta menina a quem roubaram o futuro, toca muitos milhares de pessoas, espalhadas pelo mundo.
    E a mim não é devida nenhuma gratidão. Como já tenho dito, antes pelo contrário, eu é que tenho de agradecer. O
    privilégio de poder ser considerado como vosso amigo. E a oportunidade de, através da querida Flavia, ter cruzado o meu caminho com essa mulher única e exemplar que é a Odele.
    E fico com a certeza de que este vídeo irá prosseguir o seu caminho, pois ainda não cumpriu totalmente a sua tarefa. De denunciar injustiças. De avisar de perigos ainda reais. De gritar que o amor, como dizia o poeta, ainda é "imperioso e urgente".

    ResponderExcluir
  4. Nunca é demais ver este vídeo.
    Beijos para ti e Flávia:)

    ResponderExcluir
  5. Odele, boa noite.
    Tenho certeza que a divulgação da história de Flávia no youtube, com estas imagens tão pungentes e emocionantes, abre um novo canal de esclarecimento para os pais e para ás pessoas responsáveis que oferecem as piscinas como espaço de lazer.
    Você e Flávia começaram a lutar praticamente sozinhas.
    E, graças à coragem de ambas, hoje, milhares de pessoas no mundo inteiro tomaram conhecimento do perigo representado pelas piscinas mal cuidadas e estão determinadas a lutar esta luta.
    Hoje, milhares de pessoas estão informadas.
    Acredito que, acima de tudo, devemos, a você a Flávia, o agradecimento por terem transformado a tragédia em lição e advertência.
    Obrigada, Odele.
    Obrigada, Flávia.

    beijos a vocês duas.

    ResponderExcluir
  6. Olá Odele, minha amiga
    Obrigado por poder rever este video
    que já conhecia mas sempre actual tem o mesmo o objectivo relembrar o que se passou com a Flavia e mais chama a atenção das pessoas e tem como tarefa de que outras Flavias não aparecam, o trabalho do peciscas é fabuloso e acredito que mais e mais pessoas vão ver e rever este video, triste, emocionante mas que tem de contar a sua verdadeira história... de uma menina que perdeu tudo por causa de um ralo mal colocado... por isso JUSTIÇA POR FLAVIA
    Bjocas grandes em ti Odele e outras doces e grandes na minha doce Flavia,
    Nuno de Sousa

    ResponderExcluir
  7. Odele ontem pela tarde falávamos de Flavia com Carla a maior.

    Ela se faz perguntas, cresceu Flavia? respondo-lhe está de tua altura! está grande como vos!

    Não recordação por que veio a conversa, ali lhe contei que se encontra muito bem cuidada, o dos dibujitos nas unhas ahhh agora recordei! hablabamos de comprar um esmalte para unhas!

    Também o de Antonio, um homem maravilhoso que tomou a nossa Flavia como sua neta.

    Abraços, espero que se encontrem muito bem, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Odele, graças a ti e teu amigo Peciscas, a maioria das nossas amigas blogueiras tem este vídeo na lateral de seus blogs. Nunca é demais divulgar. Tu sempre fizeste o certo, não conseguiste que a Jacuzzi fosse condenada, mas com certeza já salvaste muita gente, principalmente crianças, com tua campanha. Deus te abençoe e à Flavinha.
    Bjim pras duas.

    ResponderExcluir
  9. Minhas queridas amigas, Odele e doce Flávia, aproveito aqui também o facto de mandar um abraço ao António, que sem ele este trabalho e este vídeo com certeza não tinha sido feito, ou pelo menos com a emoção que ele o fez.

    Já foram demonstrados vários tipos de amizade e compaixão para convosco, esta é mais uma delas, ainda que se calhar a que teve maior visibilidade, e ainda bem, sinto-me extremamente feliz por constatar que essas mais de 100000 pessoas que visualizaram este vídeo se consciencializem para o problema e o flagelo dos ralos de Piscinas, como tu tens vindo a fazer.

    Amanhã serão milhões a terem visualizado, como os milhões de beijos de amizade que vos mando deste lado.

    @Beezz
    Carlos Rocha

    ResponderExcluir
  10. Olá Odele...
    Achei teu blog pesquisando sobre o coma, na internet, para montar uma aula...
    Acho que sua iniciativa de montar esse blog, é muitoo válida...
    E o cuidado que vc dá a tua filha, é tão bonito...
    A familia ao ver o seu ente nesse estado sofre muitooo... escrever sobre vai te ajudar a lidar com a situação!
    Os momentos de "luto" que voce vivencia, as pessoas precisam ter consciencia do que é..
    Até mesmo, nós, profissionais da saúde, ficamos alheios a isso...
    Boa sorte na sua caminhanda!
    abçs Enf. Aline

    ResponderExcluir
  11. Querida Odele,
    Fico feliz em saber que mais e mais pessoas estejam acessando o vídeo da "nossa" Flavinha e conhecendo os perigos aos quais podem estar expostas, junto com seus familiares, ao adentrar uma piscina. Acredito que este seja um eficiente meio para a prestação de um serviço que, acima de tudo, pode salvar vidas, além de um alento para você, na sua constante e incansável luta por justiça.
    O trabalho do Antonio Peciscas ficou irretocável e foi, realmente, um presente digno da mãe dedicada e guerreira que a Flavinha, como prêmio, ganhou de Deus. Um grande beijo para as duas!

    ResponderExcluir
  12. Odele, eu sou uma das inúmeras pessoas que soube da sua história por um dos meios de divulgação que foi a reportagem da Eliane Brum na internet neste ano. Aí fui sabendo mais da sua história aqui no seu blog e continuo acompanhando. Quando soube de você e da Flavia, mandei e-mail para os meus amigos escrevendo um curto texto, dando os links da reportagem da Eliane Brum e do seu blog, e pedindo para assinar a petição. Como tenho colegas jornalistas trabalhando na imprensa, sugeri uma pauta. Todos os anos os meios de comunicação fazem reportagem sobre segurança no verão, principalmente na praia. Sugeri incluir os cuidados na piscina, principalmente com os ralos.

    Como os outros comentaristas daqui falaram, você e a Flavia começaram a luta sozinhas. Agora mais gente estão se juntando na luta. Mesmo que a justiça não foi feita de forma completa, tenho certeza, como muitos aqui dizeram no seu blog, de que você salvou muita gente. Eu, que já fiz natação e gostava muito de fazer "massagem" nas costas num ralo de piscina, passei a ficar atenta nos "inocentes" ralos. Beijos carinhosos para você e a Flavia!

    ResponderExcluir
  13. jheniellen29 junho, 2010

    Oi Flávia, oi Odele... sou aluna da escola elza maria da cidade de CaboFrio...vocês são exemplo para muita gente adimiro vocês mesmo não conhecendo vocês... desjo tudo de bom ...fica firme.

    ResponderExcluir
  14. Odele, eu sou um aluno da escola Elza Maria Santa Rosa Bernardo.em Cabo Frio e estamos acompanhando seu blog, queremos lhe dizer algo ,que apesar de tudo vc é uma pessoa única no mundo que sempre esta acompanhando sua filha ,nunca abaixe sua cabeça porque vc é uma mulhér guerreira e sempre apóia sua filha e não estou aqui para lhe dizer que pena sinto muito porque estas palavras não confortam ninguém mais, mais quero lhe dizer que você e sua filha são exemplos para essa sociedade que cada vez mais foge da realidade..
    espero que leia até mais .

    ResponderExcluir
  15. olá odele,eu sou uma das inumeras alunas de uma escola elza maria santa rosa bernardo em cabo frio/rj,e pudi conhecer a sua historia e de sua filha atravez de um professor,eu achei incrivel seu desenpenho e sua coragem,eu to adimirada com tamanho amor e carinho,eu amei sua historia e lhe garanto que estou torcendo por vcs,apezar de tudo todos nós temos problemas,e não sabemos como resolver,e sua historia é uma superação,to deichando uma bjão para flavia e quero continuar em contato com vcs,garndes amizades são conquistadas com carinho,um grande bjo fique com deus!!lais muzzi...

    ResponderExcluir
  16. ola odele, meu nome é carolina sou aluna do Elza Maria, escola que fica na cidade de Cabo Frio.
    Soube da sua história e da sua filha filha, é a admiro pelo grande amor que você tem por ela. Acho muito bonito tudo que você faz para protege-la.
    Acho incrivel e absurdo a justiça demorar tanto tempo para punir os culpados.
    Não desista nunca, continue na sua luta.
    Você nâo está sozinha.

    Toda felicidade do mundo para você e para Flavia.

    ResponderExcluir
  17. Oie Odele eu sou Tailane aluna da escola Elza Maria Santa Rosa Bernardo de Cabo Frio, e fiquei sabendo da história através do meu professor de filosofia Moisés, assim como muitos alunos daqui também ficou sabendo ou teve uma informação mais completa através dele. Tanto você como a sua filha Flávia são umas guerreiras, tenho muita fé que a vitória de vocês está por vir. Nunca desista dos seus sonhos, nunca desista de nada, porque por mais que demore um dia vocês conseguirão vencer. Vocês já fazem parte de mim, do meu dia-a-dia, porque todos os dias em minhas orações, eu oro por você Odele e por você Flávia. Um grande abraço para vocês!!!

    ResponderExcluir
  18. Oi Odele meu nome é Rosilane eu estudo no Elza , t: 2003, aqui em Cabo Frio,RJ. Sou uma pessoa que te admiro muito. Quero que saiba que vc tem e sempre terá uma amiga e um ombro amigo pra te ajudar. Antes que me esqueça mande um abraço para a Flavinha e diga que ela comtinua mais linda do que nunca. mil beijinhos que Deus continue abençoando essa pessoa maravilhosa e guereira que é vc.

    ResponderExcluir
  19. Olá Odele, sou aluna da escola Elza Maria, da turma 2003, da cidade de Cabo Frio RJ. Numa aula de sociologia, meu professor trouxe uma matéria de revista contando a sua história.Acredite, fiquei muito emocionada com a sua história e a da sua filha, eu quero dizer que você realmente é uma pessoa muito especial e nunca desista, nunca desista de tudo o que o que acredita.E vá em frente lute pela justiça, lute pelo seus principios, lute pela sua vida e lute pela vida da sua filha.
    Acredite!

    ResponderExcluir
  20. Oi Odele,tudo bem?
    Eu to sabendo oque vc esta passando com a Flavia,eu queria te dizer que continue assim,cuidando dela,pois se o pior nao aconteceu,e porque Deus nao permitiu e nem vai permitir,pois para Ele ela e como toda menina para Ele,preciosa,querida e amada.Ou seja,a menina dos olhos Dele.
    Entao continue confiante nos seus propositos,e agradeça muito a ele,pela vida da sua filha.E nao se preocupe,pois Ele esta com ela e com voce todos os dias.
    Sou aluna do Elza Maria Santa Rosa Bernado,em Cabo Frio,da turma 2003
    Um abraço apertado.
    OBS:Procure ungi a cabeça da Flavia de vez em quando.Agradecendo ou pedindo.

    ResponderExcluir
  21. Olá,Odele!
    Fico honrado em ser mais um das milhares de pessoas que já te escreveram,te aconselharam ou até mesmno com palavras de conforto diante desse problema tão triste que está acontecendo com a linda filha Flávia.Acho que nenhuma pessoa no mundo consegue imaginar a dor que a senhora sente e outras mães que também tem seus filhos vítimas de descaso da justiça brasileira,quando a senhora escreveu lá no ínicio sobre a nossa situação da justiça,concordo plenamente contigo.
    Mas fazer o que né?
    Enfim, sinto profundamente sobre a sua filha,mas NUNCA DESISTA da Flávia,SEMPRE pense positivo pois ela ainda está viva no seu coração e é isso que importa realmente !!!
    Muitas mães que tem seus filhos "normais" são infelizes,não tem a capacidade de saber amar e ensinar como a senhora se mostra ser ,uma mãe maravilhosa que todas as mulheres do nosso Brasil podem se espelhar!!!
    FORÇA E FÉ SEMPRE!!! Um grande abraço pra ti e para a Flávia do Bruno Azevedo da turma 2003 do Colégio M.Elza Maria-Cabo Frio-RJ !!!

    ResponderExcluir
  22. é presico ter força para ser firme,
    mas é preciso coragem para vencer
    é preciso ter força para ganhar a guerra.
    tenha fé em deus que vocé é sua queria filha.vai ganhar essa grande luta.
    porque sua filha um tesouro para deus.
    qeuria odele ,eu tenho muita fé que a senhora já ganhou essa guerra, porque senhora é uma vencerdora,
    um grande abraço que deus abençoa cada dia,a senhora e'a flavia...
    meu nome é luciane sou aluna do colégio elza maria santa rosa bernando.
    muitos beijosss.

    ResponderExcluir
  23. Oi flavia,tudo bom com você?Aqui quem esta te escrevendo é a Débora,eu soube do que aconteceu com você.Eu acredito que vc é e foi uma guerreira,e que a sua mae esta de parabens,por ter e esta cuidando e voce.Ela é umas das mae que gosta dos filhos do jeito em que ele estao,em que esta ou ficou,que não liga para o que as sociedades falam.Mas que voce possa conviar em uma unica pessoa que é DEUS ele sabe de todas as coisas.Olha Flavia muitas pessoa estao e vao passar por esse blog dizendo que esta com pena de voce,que voce nao pode falar,nao pode andar.Mas a melhor coisa que voce ja fez é de ter conseguido sobreviver ao acidente que apesar da socidades ter torcido pra voce ter morrido,voce pôde provar que nem tudo é em vao,que nem tudo é do jeito que nós queremos,porque Flavia só quem pode dar e tirar a nossa vida é JESUS.E que voce possa ser muito feliz,e nao ligue pro que a socidades fala,por que existe muita gente preconceituosa neste mundo,que so quer o nosso mal,e pra fazer o bem aparecem muito pouco mas agora pra fazer o mal aparece uns 10 mil.Flavia hoje voce esta viva porque DEUS ainda dize que nao é a sua hora,e tambem porque a sua mae teve fé e ela nao disistiu de voce e nem vai desistir.Voce esta de parabens que deus te abençoe e que ele possa acampar milhares de ANJOS ao seu lado,que ele posso te proteger das sociedades que só vive te jugando por voce ser esta pessoa,mas nao fique triste voce tem que ficar bem alegre,porque muitas pessoas passam pelo mesmo problema que o seu e nao consegui sair.sabe por que Flavia?Porque os pais falam pros medicos desligar os aparelhos porque nao vao conseguir cuidar do proprio filho(a)e as pessoas vao lhor com um olhar de pena,que vao começar a creticar o jeito do filho,o jeito em que o flho se encontra na cadeira de rodas,mas tudo isso aconter porque os pais nao acreditam em DEUS,mas a sua mae Flavia acredita e acreditou.Porque DEUS ele morreu na cruz pelo os meu e os seus pecados e le dize que no terceiro dia ele iria ressussitar e ele compriu com que ele dize,ele esta vivo e muito vivo,pene que muitos pensam que ele ainda esta morto.Eu tambem nao tenho uma saude muito boa,tenho varios problemas de saude,muitas das vezes tenho que ir para os hospitas porque o coisa é muito grave mas nem por isso eu deixei de lutar pelo o que eu quero e nem ligo para o que as sociedades falam.Bem Flavia eu vou ficando por aqui seja muito feliz voce e a sua mae.um grande beijo da DÉBORA

    ResponderExcluir
  24. Olá Odele ...

    Quero parabenizá-la pelo seu empenho, em busca de justiça para a sua filha, essa dedicão! Torço por você para que consiga A justiça, que é tão demorada no Brasil, mas nunca perca as esperanças, porque Deus é justo, ele vai fazer acontecer! BASTA VOCÊ ACREDITAR!

    Aluna do colégio Municipal Elza Maria Stª Rosa Bernardo. Turma: 2003

    ResponderExcluir
  25. Juliana Possas29 junho, 2010

    Olá Odele, eu me chamo Juliana Possas e recentemente visitei o seu blog para a sua filha Flavia.
    Achei o seu gesto em criar um blog a sua filha e avisar para aquelas famílias que tem piscina em casa, ou no prédio.
    Eu ti desejo muita força, e sinto muito mesmo que a sua filha voltará.
    Tenho 12 anos, e agora por sua causa eu no verão irei cuidar dos meus primos, e do meu irmão na piscina.
    Me desculpe se eu tiver falado algo que não deveria, mas mandei este e-mail por que eu fiquei sabendo do caso da sua filha pelo youtube e tenho que ti fala que te admiro, e um dia espero ser uma boa mãe assim como você !

    Beijos e fique com Deus !
    Juliana Possas.

    ResponderExcluir
  26. Juliana,

    E eu achei muito lindo o seu gesto de cuidar de seu irmão e de seus primos na piscina daqui pra frente. Isto significa que você se conscientizou de que pode estar correndo perigo se nadar próximo ao ralo, poque simplesmente por entrar em uma piscina, nunca teremos como saber se o ralo está ou não funcionando de acordo com as normas de segurança. O melhor é mesmo ficar longe do ralo.
    Um beijo pra você.

    ResponderExcluir
  27. Olá Odele e Flavia!
    Eu estou passando para vos dizer às duas que nunca sairam do meu pensamento. Adorei este trabalho, aliás, como tudo o que tens feito, Odele, em prol da humanidade. Sim, porque o teu grito de alerta é, ainda que haja alguém desprevenido, um trabalho de atalaia ao ser humano.
    Obrigada minhas amigas...
    Até sempre, David Santos

    ResponderExcluir
  28. Olá Odele
    venho deixar mais um beijinho cheio de ternura para ti e para a tua filha Flávia. De facto por causa da vossa história o meu menino mais pequeno nunca vai sozinho para apiscina e o maior está alertado para os perigos escondidos.
    Que a justiça dos homens se faça porque na balança de Deus, tu a Fávia têm um peso inestimável!

    Teresa

    ResponderExcluir
  29. Odele, fiquei curiosa por saber porque o pessoal do "Santa Rosa" está acessando o blogue. No site deles não tem nada! (rs*) Meu filho estuda na escola, só que não entendi a referência ao ano de 2003!
    Lembro quando o vídeo foi lançado e também da capacidade do Petiscas em mover ações solidárias, da amizade que vocês compartilham e principalmente o apoio moral! Parabéns pelo grande número de visualizações! Isto só demonstra o interesse e carinho que todos têm pelo assunto.
    Bom fim de semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  30. Oi, sempre passo aqui no blog para saber sobre o caso de Flávia. Como está o processo dela na justiça. Há alguns meses um amigo me indicou uma revista muito interessante, a Proteste. Quando é necessário ajuda advocatícia, eles intermediam pela pessoa. O que acha de tentar uma conversa com eles, pra saber se no caso de Flávia, eles podem fazer algo. Meu email é janaracarvalho@hotmail.com
    Desejo que um dia, Flávia volte a andar, falar e sorrir... Deus está ao nosso redor!
    Beijos e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  31. Jsmara,
    O processo de Flavia, conforme venho informando aqui neste blog, está ENCERRADO, depois de 12 anos de batalha judicial.Mas Flavia foi defendida por um excelente advogado. O problema Janara não são exatamente os advogados, mas os JUIZES que nem sempre lêem os processos. E dessa forma não julgam como deveriam. No caso de Flavia,como também já escrevi neste blog, fez-se MEIA JUSTIÇA, pois a empresa fabricante do sistema de sucção da piscina,a JACUZZI DO BRASIL,que deveria ter sido co-responsabilizada pelo acidente causado à Flavia, não foi condenada.

    ResponderExcluir
  32. Odele

    O Peciscas e daqueles amigos que sao anjos em nossas vidas.

    E por que vc e Flavinha merecem.

    A historia de Flavia e sim uma linda mensagem de amor e perseveranca, Odele.

    Uma historia de luta e dignidade.

    A impunidade e corriqueira sim em nosso pais... no mundo, mas nao eh para nos que acompanhamos a vida de Flavinha.

    Vamos fazer outra blogagem?

    Ando meio molenga para blogs, atualmente, mas volto rapidinho, para dar continuidade a este trabalho de conscientizacao.

    Beijinhos em voce e Flavinha.

    Tenham uma boa semana.

    ResponderExcluir
  33. Foi muito emocionante ver o trabalho do professor responsável pelas crianças que comentaram neste post! Se não me engano da escola Elza Maria de Cabo Frio!

    Odele, o vídeo é mesmo carregado de emoção!

    Um abraço a você e à Flavia

    ResponderExcluir
  34. Olá Odele... assim, como disse em meu e-mail, deixo de todo coração meu carinho. Eu não a conheço, mas desde que meu amigo me passou este blog eu tenho lido. É realmente comovente e ao mesmo tempo bonito, pelo seu trabalho.

    Eu tenho um pavor muito grande por ralos de piscina. Na verdade eu nem tenho certeza do porque, mas eu não posso chegar perto. Se eu olho uma foto, me arrepio. E de uma certa forma, ler um blog desse é bom, pois, ninguém leva esse meu medo a sério. Ou apenas acha que é loucura, e eu sei que não é.

    Enfim, eu queria dizer que sinto muito, de todo coração e que você pode ter certeza que é uma das melhores mães do mundo por fazer o que faz. Sinta-se sempre orgulhosa de si =)

    Um beijo muito sincero,
    Alexandra

    ResponderExcluir
  35. Querida Odele e Flavia,

    o v/ sofrimento alertou certamente centenas e centenas de pais sobre este problema de insegurança nas piscinas.
    O vídeo foi feito com muita emoção e carinho, isso sente-se desde aqui e ainda bem que o Peciscas o conseguiu apesar da visão turva das imagens que ía catalogando cheias de dôr.

    Todos nós devemos ter no n/ blog o video de Flavia porque para além da divulgação do que sucedeu a v/ alerta os outros no Mundo inteiro para que mais nenhuma criança seja assim "ceifada à vida".

    Vi no outro dia que os acidentes continuam e uma menina foi sugada pela barriga...incrível!

    Odele, pode marcar blogagem colectiva para Setembro ou antes pois vi que as assinaturas não chegaram para o que queria.

    Despeço-me desejando que a força nunca as abandone e envio o meu carinho.

    Lisa_B

    ResponderExcluir
  36. Boa noite minha querida amiga,
    há algum tempo que não passava por aqui, não porque vos esqueci mas sim porque não tenho andado tanto nos blogues.
    A história de Flavinha já correu o mundo e não há quem fique indiferente porque é completamente impossível.

    Deixo um beijinho bem grande para vocês,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderExcluir
  37. Realmente éum exemplo que deve ser mostrado, para que não se repita...

    Fiquem com Deus, menina Odele e menina Flávia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  38. oi eu sou Fernanda,tenho 12 anos e fiquei imprissionada com a historia de vc e sua filha Flávia,sabe ela se pareçe com uma amiga minha.Eu acheii sua filha muito bonita.Eu ñ conheço vcs mas estou torcendo pelas duas.E tbm fiquei imprissionada com tamanho amor e carinho q a senhora dedica a sua filha !!!
    eu sei q vcs ñ me conheçem mas do mesmo jeito quero mandar um abrço para a Flavia.Sabe eu só ñ intendi o motivo dela ter esse problema.intão enfim era só isso q eu tinha pra falar.Estou torcendo mto.Um abrçooo bem grande de quem se imprecionou com a historia
    bY:Fernanda

    ResponderExcluir
  39. Boa noite senhora odele...
    estou passando para te desejar um maravilhoso final de semana, pra vc e pra flávia...
    e sei que cada visita que eu faço é mt importante para que vcs possam continuar caminhando...
    Bjão e boa noite....

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails