Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Lentidão da justica brasileira: O Ministro diz que é mito. MITO?!

- 7 de fevereiro de 2010

Flavia menina, Flavia mulher.Mais de 12 anos esperando por Justiça.

Para o Presidente do Supremo Tribunal Federal, o Ministro Gilmar Mendes, a lentidão na justiça brasileira é um mito, conforme pode ser lido neste artigo  do mais conceituado  site jurídico do Brasil, o Conjur.
E aqui  também: OAB rebate Gilmar e diz que justiça lenta é fato real. O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcanti,contesta a afirmação de Gilmar Mendes e diz que justiça lenta é fato real.

Não posso deixar de manifestar minha perplexidade  e desacordo com esta afirmação do Ministro Gilmar Mendes, porque a  realidade é que justiça no Brasil é de uma morosidade absurda, cruel, desumana. Mais de doze anos se passaram desde que dei início ao processo contra quem sempre vou considerar responsáveis pelo acidente que deixou Flavia em coma vigil irreversível:  O Condomínio Jardim da Juriti,  que trocou o ralo da piscina por outro superdimensionado e a empresa fabricante do equipamento, a  Jacuzzi do Brasil, que não alertou em seus manuais para a possibilidade do tipo de acidente que vitimou Flavia: Cabelos sugados e presos ao ralo.

Eu e Flavia somos dois exemplos dos muitos milhões de brasileiros que lutam exaustivamente, mas que há anos aguardam pelo julgamento  de seus processos -  com a  punição dos culpados. E quem se beneficia de tanta burocracia e de tanta lentidão da justiça, são os acusados. E a  justiça  que deveria nos proteger contra negligências, crimes e desrespeito aos nossos direitos, por sua  demora em agir e  punir, nos deixa órfãos.

Ministro Gilmar Mendes, falo por mim  que luto anos a fio,  sem ainda ter encontrado eco ao meu grito por justiça completa. Falo por minha filha Flavia,  que de menina se transformou em mulher,enquanto aguarda a punição exemplar e efetiva  dos culpados pelo acidente que lhe deixou em coma.  Ministro Gilmar Mendes, o senhor sabe disso: Infelizmente a lentidão da justiça brasileira, não é um mito, mas uma triste e cruel realidade.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

24 comentários

  1. Com todo o respeito esse Ministro deve ser da turma dos ministros portugueses e como dizes e bem " a justiça que deveria nos proteger contra negligências, crimes e desrespeito aos nossos direitos, por sua demora em agir e punir, nos deixa órfãos.".

    Mitos são eles que prometem, que acodem apenas os seus e querem lá saber do povo.

    Por cá é a mesmissima lentidão de quem espera e desespera mas não devemos baixar os braços e lutar contra essas cabecinhas ôcas.

    Beijos meu doce e um especial em Flavia

    ResponderExcluir
  2. Querida Odete!
    Em passeio a Torres, praia maravilhosa aqui do RS, resolvi ir até S.Catarina visitar uma tia q eu ñ via a mais de 7 anos. Lá, sem ter muitas opções de o q fazer, chamou-me a atenção uma revista Época/novembro 2009. Emocionou-me e sensibilizou-me com a história q li... Através dessa maquina maravilhosa chamada internet apartir de hj serei para ti mais uma companhia, um ombro amigo, e a irmã que entrou no seu caminho por acaso!
    Através dos nossos blogs vamos manter contato e sermos companhia uma para a outra. Não tenho palavras para definí-la minha querida e dê na Flavinha um beijo, diga a ela que a Tia Maura a ama muito!

    Bjs para duas!!!

    ResponderExcluir
  3. Querida, somente agora vi que seu nome é ODELE!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  4. Oportuno e real como sempre!
    Estou atento e partilho no FaceBook e Twitter, como merece.
    Parabéns mais uma vez por sua coragem e exemplo de vida.
    Abraço,

    Jaime Gabão

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente,só quem nunca precisou ou testemunhou fatos reais,acredita nesse ministro.

    ResponderExcluir
  6. É mito...pq "criatura" ministro se tiver qualquer problema que necessite processar alguém, pelo seu status logo tuuuudo é resolvido!!!

    ResponderExcluir
  7. Odele,

    Esse é um post que nem merecia estar no seu blog. Comentários absurdos de políticos é algo que infelizmente lotam as as páginas da maiorias dos portais de notícias.

    É fácil para um deputado dizer isso, pois eles na maioria das vezes estão envolvidos com corrupção, por isso é melhor que a justiça continue andando lentamente, colaborando com a impunidade e alimentando a falta de vergonha.

    ResponderExcluir
  8. Odele, creio que o que te sustenta é tua força.
    Tua perseverança é para ser exemplo a ser seguido.
    Um abraço com muito carinho e beijos e energias positivas para a Flávia.

    ResponderExcluir
  9. Odele,
    Venho aqui, mais uma vez, lhe dizer que te admiro muito. Sobre nosso papo, vou lhe enviar e-mail, ok?
    Um dia de muita paz pra vc. Gostei de ver a face de Flavinha. Me trouxe muita esperança! VAMOS estudar aquela luz no fim do tùnel

    ResponderExcluir
  10. Odele, obrigada pela visita e já corrigi!. Um beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente, declarações como esta (e piores) são uma constante em relação a esse senhor que ora ocupa a presidência do STF, cuja conduta e vida pregressa não valem a pena ser mencionadas aqui para não enfeiar as páginas deste querido blog.
    Mas, apesar dele e de tudo o que sabemos sobre o nosso judiciário, se não acreditarmos na possibilidade de realização plena da justiça, a vida em sociedade perde muito do sentido...

    ResponderExcluir
  12. Há, de facto, afirmações que nos fazem abrir a boca de espanto. Esta é uma delas.
    E, ainda se fosse de alguèm que está de fora das situações, ainda se poderia admitir o absurdo.
    Mas vinda, nem mais nem menos do que da boca do Presidente do Supremo Tribunal Federal, é de bradar aos céus.
    É claro que estes altos responsáveis hão-de querer sempre defender as suas culpas e justificar o injustificável. Mas, tenham dó! Não façam de todos nós idiotas ou atrasados mentais. Então os factos não estão à vista? O caso da Flavia é um exemplo gritante e, bastava esse para comprovar que a lentidão da justiça é bem real.Mas, infelizmente, a regra é essa. Lentidão, burocracia, negligência. Aí no Brasil, aqui em Portugal e em tantas outras partes do mundo, os tribunais, na maioria dos casos, andam a passo de caracol. E isso é tremendamente punitivo dos mais fracos, dos mais desprotegidos. Porque os poderosos sempre hão-de ter ou uma justiça rápida ou, então, aproveitam-se mesmo dessa lentidão para acabarem por fugir a punições que mereciam.
    Uma vergonha essas afirmações.

    ResponderExcluir
  13. Minha querida amiga, "o mar bate na rocha, e quem se lixa é o mexilhão" esse é um ditado muito antigo, como compreendo a tua revolta, espero que nunca te cales, que vás sempre aqui expor e denunciar e gritar por justiça, justiça para a doce Flávia, e para o povo Brasileiro, eu estarei contigo, como a maioria de todos nós, os que te vão visitando.

    A nós ninguém nos cala.

    Beijos, do sempre amigo, Beezz

    @Beezz

    ResponderExcluir
  14. Odele, não sei se isto lhe conforta em algo, mas acredito que todos os conhecedores de seu caso se sentem revoltados, frustrados e muito tristes com tudo isto. Que você possa encontrar afago e conforto nos momentos felizes de sua vida, pois se formos esperar nossa felicidade depender de coisas que não dependem de nós, e ainda por cima, são injustas e ineficientes.
    Fique bem. Juliano.

    ResponderExcluir
  15. Odele

    A lentidão da justiça significa, no caso de Flavia que é bem ilustrativo, e em muitos outros, a ausência de justiça.É que há um tempo para tudo. Alguém que tem fome e sede não pode esperar eternamente por água ou por alimento. A fome de justiça, quando não saciada, traz morte e danos interiores por vezes irreversíveis.
    Tu és uma mulher forte, Odele, mas nem todos o são. Tu tens resistido como uma guerreira que dá tudo por tudo pela filha que da vida verdadeira está privada. E nós não te abandonaremos. Estamos aqui para continuar contigo.
    É que essa justiça que foi lenta e desumana perante as necessidades urgentes derivadas dum acidente, apenas se debruçou sobre metade das culpas. Não, não se fez justiça nem mesmo desumanamente.

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Se tem saber juridico não sei, mas, tenho dúvida, se ele sabe o que significa MITO e LENTIDÃO!

    Certamente ele não deve saber a diferença entre ESSELENTISSIMO JUIZ e EXCELENTISSIMO JUIZ.

    ResponderExcluir
  17. as vezes deus prega peças idiotas.

    ResponderExcluir
  18. Odele,

    Não posso deixar de lhe dar razão quanto à morosidade da justiça. Isso sempre me entristeceu muito...

    É que muito precisam da justiça e o sistema é falho por não comportar demasiada demanda.

    Pensemos melhor no momento de escolher nossos representantes políticos, para que tal problema seja enfim amenizado.

    Suas palavras são sempre maravilhosas! Abraço sincero a você à Flavia.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite Odele, conheci a sua história pela net quando um dia fui pesquisar sobre o misterioso estado de coma, pesquisei pelo fato de uma pessoa muito querida minha ter sofrido um grave acidente e ter entrado em coma, essa pessoa ainda se encontra no hospital,,,ao pesquisar conheci muitos casos, mas o que mais me emocionaou foi o da Flávia, aprendi a te admirar muito e sempre que me lembro peço a Deus que te conforte e cure a Flávia...as vezes é dificil viver sem poder ter todas as respostas que procuramos, sem entender alguns acontecimentos...mas devemos nos lembrar que Deus de tudo sabe e está conosco em todos os momentos...Não podemos desistir nunca das pessoas que amamos e se a Flávia está agora do seu lado, independente das condições que se encontra, é que Deus tem um propósito pra vcs duas...quando não nos resta solucionar os problemas, quando eles não estão em nossas mãos, é pq só Deus sabe da hora...
    Lembre-se: "Não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe"...NO FINAL TUDO DÁ CERTO...GRANDE BJOOO

    ResponderExcluir
  20. Sabe Odele, para Gilmar Mendes a lentidão da justiça brasileira é um mito, porque ele não aguarda há doze anos que se condenem os culpados pelo acidente de um familiar seu.

    É muito fácil falar e largar bacoradas como esta pela boca fora, quando não se sente na pele um sofrimento como o seu e o de tanta gente.

    Estou estupefacta perante tal afirmação!

    Beijinhos para si e Flavinha,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  21. Odele,a Justica no Brasil é lentissima.Para vc ter idéia, eu questiono um dinheiro do pai da minha filha, desde 1999. A meninan fez 23 anos, casou e nao tem mais graca alguma a espera.-..
    Já pensou numa coisa dessas?

    ResponderExcluir
  22. Admiro a sua luta, vc é uma mãe guerreira! Mesmo na situação em que se encontra ainda tenta fazer com que terceiros não tenha o mesmo destino de sua filha.
    Torço demais, muito mesmo pela melhora da sua filhota linda e estou na torcida para que a Justiça seja feita logo, já demorou demais ¬¬'
    Beijos e divulgarei esse blog

    ResponderExcluir
  23. Nós, assim como vcs duas, tbem esperamos essa lenta e corrupta justiça - foram quase 3 anos esperando uma pericia médica, e conseguimos em agosto do ano passado, e até agora nada foi julgado... revoltante essa nossa "justiça" brasileira...

    ResponderExcluir
  24. Estado do Ceará é condenado a pagar 200 mil reais de indenização à família de estudante, morta dentro da escola, além de pensão até os pais da falecida completarem 65 anos. DIVULGUEM, POIS O MAIS FUNDAMENTAL É O CARÁTER PEDAGÓGICO DA CONDENAÇÃO, QUE VALE PARA ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES. Leia matéria em:

    www.valdecyalves.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails