Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

João Helio: Mais um exemplo de impunidade no Brasil.

- 20 de fevereiro de 2010
Fevereiro de 2007: No Rio de Janeiro, bandidos em fuga arrastam, por sete quilômetros, preso ao cinto de segurança do carro, João Hélio, um menino de apenas seis anos. Pela crueldade, a morte de João Hélio chocou o Brasil.

Fevereiro de 2010: Exatamente três anos após, ficamos sabendo pela imprensa de que um dos assassinos, - menor de idade na época do crime – foi solto há duas semanas e recebe proteção da justiça. A proteção é pra ele.

“A justiça entendeu que o rapaz, na época menor e hoje com 18 anos, corre risco de morte e determinou que ele fosse incluído no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, criado pelo governo federal em 2003. O projeto apóia jovens de até 21 anos que são alvo de ameaças”

Fonte: Jornal Folha de São Paulo.

A ONG Projeto Legal vai emitir parecer que será enviado à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos e à Justiça, e havendo entendimento de que o rapaz precisa de proteção, ele será enviado para um lugar seguro.

Para um lugar seguro. Os bandidos recebem proteção, mas a população não. ONGs se preocupam com os Direitos Humanos dos bandidos, mas não com os direitos humanos das famílias destruídas por eles.

Entendo que não devemos nos calar diante da falta de justiça por crimes que sofremos. Mas nós, simples mortais, cidadãos comuns, mesmo sem sermos capas de revistas, precisaríamos receber mais apoio da mídia para que nossos gritos por justiça fossem ouvidos. Emissoras de rádio, TV, jornais e revistas poderiam – se quisessem – mudar esse quadro de “esquecimento” de crimes que só podem mesmo ser esquecidos por quem os cometem. A mídia poderia, numa preciosa, necessária e bem vinda prestação de serviços à população, noticiar e trazer à tona casos antigos e não resolvidos. A mídia estaria assim, cobrando atitudes das autoridades, cobrando justiça, que como temos visto, não tem cumprindo o seu papel essencial de proteger os mais fracos contra crimes e negligências, contra prepotentes e poderosos.Contra bandidos. Estes sim, têm  proteção. Nós é que não. 

Brasil, país da IMPUNIDADE..?

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

12 comentários

  1. Ai amiga como fica dificil comentar estes factos reais,isto no que toca a ser mãe, avó, cidadã comum e ser humano. Acredita que fiquei completamente arrepiada DE RAIVA com a crueldade praticada sobre essa pobre criança e a crueldade da sentença judicial.

    Mas falando do outro lado e não sei como funciona esse Programa de Protecção, as leis são as que são e sendo ele menor na altura dos factos, e agora com 18, porque muito que nos custe e revolte, esse "programa" é uma forma de prisão (cá eram impunes até aos 18 e agora aos 16, levam cadeia mas integrados igualmente num programa, talvez idêntico, não sei), porque quer queiramos quer não a lei tem que ser cumprida e enviado para um lugar seguro e será tão seguro assim?
    A população não recebe protecção, é um facto, mas as famílias destruidas, pelo menos cá, recebem apoio embora tudo seja pouco demais perante "a morte cruel de um ser tão nosso, como um filho".

    Calar não devemos NUNCA e cá foram alteradas leis que originaram a triste situação: preso-solto-preso-preso numa autêntica porta giratória. Porquê? porque numa UNião Europeia Portugal estava mal "situado" em termos de prisão preventiva, ou seja...a velha e manhosa lentidão da justiça originava que estivessem presos a aguardar julgamento para muito além do "ano" que era permitido por lei e assim eram soltos "a aguardar julgamento" e novamente presos porque voltavam a fazer das deles.

    Os mídia dão a noticia dos factos e TRISTEMENTE nunca dão o desfecho ou se dão, limitam-se apenas "à sentença final" por vezes 4/5/10/11 anos depois e o povo já esqueceu, mas quem jamais esquecerá é quem sofreu na pele tamanho dano e sofrimento.
    Há casos que...morrem nas cadeias e todos sabemos porquê!...daí a tal protecção, que sendo menor vai para certos locais e maiores vão para uma cadeia específica para crimes como esse, violações etc.

    Amiga, desculpa a extensão deste comentário, não quer o mesmo dizer que estou de acordo, de forma alguma...daí eu continuar a lutar da forma que posso e até onde os meus braços chegam...e quando numa das formas de luta que uso, termino com a mesma frase de sempre:

    - se fosse com um familiar vosso ou até um filho ou neto seu, hem Sr.Ministro? Pois bem, assumo... a MINHA REVOLTA DO VOSSO ASSOBIAR P'RO LADO É TÃO CRUEL PARA QUEM SOFRE NA PELE TAMANHO DANO, que Deus me guarde...MAS EU MATARIA!!!

    Brasil e Portugal e outros estão na mesma plataforma em termos de IMPUNIDADE, embora por cá as coisas estejam a voltar às leis anteriores - PRESOS E BEM PRESOS e sem saídas precárias nem nhans. nhans...mas ainda há muito que fazer e como cidadãos todos devemos pensar que não é só aos outros que acontecem barbaridades.

    Beijos meu doce e aquele abraço de sempre e para sempre

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vergonha,para esta nossa justiça falha e caduca.Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Odele.
    O monstro assassino, protegido pela lei, vai morar na Suíça, sustentado pelos cidadãos que são irmãos de suas vítimas (João Hélio e os pais).
    As leis brasileiras são um escárnio contra o cidadão e um incentivo à criminalidade.
    Um assassino desumano, uma besta como esta, recebe do Estado todos os incentivos (pagos pelo cidadão que luta e paga impostos). É a lei.
    Enquanto isso, quem paga pela vida destroçada dos pais de João Hélio? Quem pagará pelos tratamentos necessários para que a mãe desta pequena vítima consiga emergir da tragédia que o monstro provocou?
    A vida dele estava em risco? Ele é um bandido. Todo bandido deve assumir o risco de sua conduta.
    E João Hélio? Era uma criança. Qual ong (sustentada pelo dinheiro dos inocentes) o defendeu?
    Confesso que, diante deste fato, estou abalada, nauseada e sem esperança.

    Se alguém quiser protestar junto à embaixada da Suíça no Brasil, encontrei estes telefones
    Embaixada da Suiça
    SES, Avenida das Nações
    Quadra 811, Lote 41
    70448-900 Brasilia / DF, Brazil

    Tel.: +41 (0)31 324 18 96
    +55 61 34 43 55 00
    +55 61 34 43 39 22
    +55 61 34 43 39 34
    +55 61 34 43 39 69
    Fax: +41 (0)31 324 18 99
    +55 61 34 43 57 11

    ou ainda para os emails constantes em:
    http://www.eda.admin.ch/eda/fr/home/dfa/ref_contac.html

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Querida Odele,
    É revoltante sentirmos que os assassinos são protegidos e depressa se esquece a crueldade e violencia dos seus actos.

    Estou chocada Odele, que crime mais horrendo!

    Beijinhos para si e Flavinha,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, esquecemos que proteger os direitos da sociedade não se resume apenas defender bandidos, os agressivos, ou de colarinho branco...

    Fiquem com Deus, menina Odele e menina Flávia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Oi Odele,

    e revoltante , sem dúvida ...

    mas, concordo com a Fatyly.

    bjs e bom domingo
    isabel

    ResponderExcluir
  7. É muito difícil viver neste País e conviver com estes descalabros. A proteção é enorme para estes assassinos e marginais, a comida que eles recebem é mil vezes melhor que os nossos trabalhadores podem colocar nas suas mesas.
    Temos um presídio em Osório que as refeições não podem ser aquecidas do meio dia para serem servidas a noite, precisa ser feitos alimentos diferentes pois eles não aceitam.
    Este país é comandado por um bando de delinquentes e marginais. A nós resta rezarmos pela mãe de João Hélio para que ela tenha resignação e paz no coração.
    Beijos no teu coração e da Flávia.

    ResponderExcluir
  8. Lembro-me bem do assassinato desta criança, foi no bairro onde moro. Outro, mais tarde, também na Tijuca, o assassinato pela PM de João Roberto, filho de amigos meus. E os assassinos soltos por aí, prontos para vitimar mais uma criança, para oferecer mais dores para tantas famílias...

    Eliane

    ResponderExcluir
  9. Ficamos mesmo indignados com tamanha desproporcionalidade de justiça. Uma pena que o bandido tenha "direitos humanos"

    Penso que Direitos Humanos serve para quem é humano...

    ResponderExcluir
  10. Oi, Odele

    O que dizer diante desses fatos?

    "A impunidade tolerada pressupõe cumplicidade." (Marquês de Maricá)

    Não sejamos cúmplices, jamais!!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  11. Odele, uma das razões que me desanimou viver no Brasil, é a falta de união e a mansidão do povo.
    Sou fã da não violência pregada por Gandhi, mas não sou a favor do "amém" silêncioso.
    "Paz sem voz, não é paz, é medo."
    Foi preciso a imprensa publicar a matéria para que a opinião popular mudasse a idéia dos vendidos justiceiros. É isso que o povo brasileiro precisa entender, que a paz é feita pela VOZ, a voz popular, que paga e tem o direito de ser respeitada.

    "As grades do condomínio são para trazer proteção, mas também trazem a dúvida se é você que está nessa prisão."

    Abraço,
    Barreto

    ResponderExcluir
  12. minha querida quando li sobre a vida de flavia e sua tragetorio depois do acidente fiquei tão angustiada de pensar o q vc passa pra da a vida pra sua filha de novo q não sai da minha cabeça como eu posso ajudar, ta minha querida eu vou me aprensentar meu nome é Severina Helena barreto de oliveira mora em Belém do Pará e tenho um filho q o nome dele é Ranieri por ter um filho q sei como vc sofre de ver a sua filha nesse estado amiga o q posso fazer por voces é pedir muito pra nossa senhora de Nazare q a flavia melhore melhore faça um gesto q for pra vc sentir q ela esteja melhorando e dai pra frente melhore mais ainda,querida eu tenho uma fé tão grando em nossa senhora de nazare q vc nem imagina não sei se vc sabe sobre o nosso cirio de nazare a padroeira de Bélem do pará eu to pedindo com tanta fé q eu tenho fé em Deus q ela vai me atender minha querida fique com Deus

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails