Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Hoje faz 12 anos que Flavia está em coma. Só o afeto nos salva

- 6 de janeiro de 2010
Foto de Marcelo Min

"Borboleta a nascer, está aí pra te ver e conosco sonhar, um dia vai descer, em suas asas te acolher e levar-te a voar.."

As primeiras fotos são as mencionadas na reportagem de Eliane Brum na Revista Época nr.601, de 23 de Novembro de 2009. As fotos mostram o nascimento de uma Borboleta Monarca. Presente do fotógrafo e amigo Nuno de Sousa  para Flavia.

As palavras entre aspas fazem parte de uma das gravações que nosso amigo António Peciscas enviou para Flavia e que com frequência acariciam seus ouvidos antes dela adormecer.

Hoje faz 12 anos que um ralo de piscina sugou os cabelos de Flavia e a deixou em coma vigil irreversível. Hoje faz 12 anos que exerço a esperança no limite da exaustão. Antes era a esperança pela recuperação de minha filha, depois, esperança para ver condenados os culpados pela negligência que mudou tragicamente o destino de Flavia.- a esperança por justiça, - que ainda não se fez por completo - e agora, esperança por uma Lei Federal para a segurança nas piscinas, de modo a evitar que OUTRAS CRIANÇAS venham a sofrer o mesmo tipo de acidente que deixou Flavia em coma.

É a esperança que insiste, que a tudo resiste. E quando o desespero cresce, quando o ânimo arrefece, cantarolo para Flavia ouvir:

"Borboleta a nascer, está aí pra te ver, e conosco sonhar, um dia vai descer em suas asas te acolher e levar-te a voar...."

Além de António e Nuno, ambos de Portugal,  através deste blog, eu e Flavia fizemos muitos amigos no Brasil. No exterior, além de Portugal, temos amigos em Moçambique, nos Estados Unidos, Argentina, Espanha, Colômbia, Suécia, Itália, Alemanha,  Israel...Todos são muito importantes para nós. Muito obrigada pelas palavras de apoio  e conforto. Muito obrigada  por todo este afeto que nos chega através do blog de Flavia. Como bem disse Eliane Brum, "Desde que a medicina encontrou seus limites, é o afeto que salva Odele".  Sim, o afeto nos sustenta. O afeto que por aqui chega para mim e para Flavia. Nao importa de  quão longe  venha: Quando a esperança ameaça fraquejar, é mesmo o afeto que nos salva.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

47 comentários

  1. Queridas Flávia e Odele,

    Já não tenho mais palavras ...
    fica somente o meu imenso afecto.

    beijinhos com amor e carinho
    isabel

    ResponderExcluir
  2. Para as duas fica aqui o registo da presença de mais um amigo que não vos esquece.
    Abraço do Zé

    ResponderExcluir
  3. É verdade: o afecto. A ternura, o carinho.
    Um beijo meu para vós.

    ResponderExcluir
  4. O que dizer à você hoje??? Fica uma indignação, somente isso... Odele receba sempre o nosso afeto, carinho e o desejo de ver você e a sua família sempre bem... Muito carinho e admiração por você... Um grande beijo...

    ResponderExcluir
  5. Olha.. a justiça pode ser lenta e a LEI para segurança nas piscinas pode demorar muito para sair..Mas o seu trabalho com esse blog já ajuda muito.
    Eu mesma não fazia idéia do perigo e de quantas crianças se machucam em uma brincadeira na piscina.
    Depois que conheci esse espaço eu alerto todas as mães e crianças que conheço...
    Acredito que atráves de você, se cada um fizer uma pequena parte já ajudaremos muitos pequenos a não sofrerem com a impunidade alheia.
    Um grande beijo para você e para Flávia!

    ResponderExcluir
  6. Dona Odele, li o texto e gostaria de dizer o que alguns amigos já disseram, mais do que as mensagens que possam ser endereçadas à senhora e à Flavinha, o trabalho de conscientização exercido através do blog pela petição de uma lei federal de segurança em piscinas é um grande gesto de solidariedade e responsabilidade a todas as pessoas e que merece ser divulgado amplamente.

    Desejo que neste novo ano, a senhora, a Flavinha e toda a família recebam muitas bençãos de paz, união, esperança e harmonia.

    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  7. Odele
    Apesar dos 12 anos passados sobre o acidente e de tudo o que tem sofrido, para já não falar da situação lamentável da Flávia, existe um termo que é proibido: DESISTIR.

    Um beijinho

    ResponderExcluir
  8. D. Odele,

    Como todo mundo que passa pelo seu blog, também sempre me emociono ao lê-la.

    Sinta-se abraçada, e que a Flavinha - o nome da minha irmã - também receba o meu abraço carinhoso, desejando que sua esperança deixe a espera e finalmente se concretize.

    Meu beijo.

    ResponderExcluir
  9. Minhas lindeezas.... vi a revista viu, estão lindas como sempree...
    Janeiro tô de férias e vou ver vcs. Saudades viu!...
    Mais um ano hoje né, mais um ano de fé e muita esperança que 2010 seja tudo de maravilhoso pra vcs.
    beeeijo
    Celina e Daia

    ResponderExcluir
  10. Querida Odele
    Depois de 12 anos que vc bem acentua as fases que passou, vejo em vc uma mulher de muita fibra. Deus a proteja e ilumine, bem como a nossa querida Flávia, que luta pela vida!
    Um abraço fraterno a vc e um beijo afetuoso a nossa Flávia!

    ResponderExcluir
  11. No domingo fui vasculhar o teu sotão e publiquei uma pérola.
    Hoje e por saber que este dia tinha mudado radicalmente a tua vida e roubado o sorriso a Flavia, queria fazer algo e olha não consegui porque só cheguei à pouco.

    Conforme diz o Observador "é proibido DESISTIR", porque em vários países bem distantes, estou/estamos todos à tua volta, todos aprendemos muito cm tudo que nos deste a ler e quando assim é o AFECTO SINCERO E VERDADEIRO manterá acesa a chama da esperança.

    As fotos estão uma maravilha, vais conseguir assinaturas suficientes para submeter o pedido/exigência para uma Lei Federal de Segurança nas Piscinas e quando menos esperar a JACUZZI vai aparecer, ai vai, vai!!!!

    Beijos meu doce e um chamego em Flavia

    ResponderExcluir
  12. Odele,

    A esperança é o que nos move realmente. A borboleta mesmo parecendo envolta em seu cásulo não está. Deve estar a voar por mundos que estão além do nosso entendimento. A nós só resta agradecer, por fazer a diferença e clamar por leis que são de extrema importância: afinal aqui estamos falando de vida humana, e não há nada mais importante neste mundo.
    Bjs, com carinho.

    Marcia Rojas

    ResponderExcluir
  13. Muito dor por essa mariposita que hoje, poderia estar jogando com outras.

    Me alegro que o afeto lhes chegue, que te ajude a continuar teus dias.

    Montões de beijos e abraços!!!

    ResponderExcluir
  14. Oie Odele,
    passo para deixar meu carinho por vc e pela Flavia...
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Vin te deixar meu apoio incondicional e minhas palabras de afeto e forca.
    Beijos pra a Flavia de tudo coracao e pra vc por sua entereza e fortaleza por dedicar sua vida enteira pra sua menina.
    Cariños!
    PD: disculpe meu portuñol (portugues- español)

    ResponderExcluir
  16. Vim deixar para as duas um terno abraço e meu apoio incondicional. Beijos, amiga!

    ResponderExcluir
  17. Sempre fico tão emocionada com Flávia e você, Odele e, hoje mais que sempre.
    São lindas suas palavras, em meio a esta música constante que só uma mãe sabe cantar para sua filha.
    Sei que a luta de ambas, você e Flávia, é muito importante, apesar de doer tanto. Tenho certeza que esta luta não será vã.

    beijos

    ResponderExcluir
  18. Só mesmo a esperança é capaz de nos fazer prosseguir...
    Beijinhos para você e Flavia

    ResponderExcluir
  19. Querida, estas datas são cruéis e não há como esquecê-las.
    No dia a dia Flávia está em maravilhosas mãos. Esperemos agora outras ações que impeçam aconteça a outras crianças.
    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  20. Odele, muita força nestas horas difíceis. Em relação ao afeto pode contar sempre com a gente.

    Grande abraço a você e a Flavia.

    Juliano

    ResponderExcluir
  21. Odele, obrigada por não desistir, por buscar a esperança mesmo quando te dizem "não". Sua esperança, com certeza, fará muita diferença na vida de outras crianças e faz diferença na vida da Flávia.
    Grande abraço e obrigada pela visita na minha casinha.

    ResponderExcluir
  22. Obrigado pelo post Odele, estou sensibilizado pela amizade que vem desse lado e pouco fazemos pela Flavia... pena estarmos impotentes poi so que mais queria e tu sabes era ver a Flavia ai a teu lado a sorrir e estar bem trocaria tudo por a ver bem... mas ainda tenho esperanças de que um dia ela possa acordar e um milagre surja.
    Um bem haja para ti e minha doce Flavia.
    Adorovos imenso.
    Nuno

    P.S. Coloquei um post e coloquei um link no meu mural do facebook.
    Obrigado do tamanho do mundo.

    ResponderExcluir
  23. Tantas tragédias vem acontecendo ao longo de nossas vidas e em meio a tudo isso consigo ler algo que suaviza tb a minha alma que está pesada e cheia de mágoas pela dimensão da crueldade que o ser desHUMANO é capaz de ter
    O instinto da maldade não tem limites...hoje vi uma cena que me impresssionou pela instinto materno incondicional.Um mulher dando de mamar ao bebê ao filhote de um cabrito.Eu sei claro q é falta de higiene mas com certeza ela não sabe mas o gesto de amor foi o q me chamou à atenção.
    Eu gostaria de dizer q Flávia está linda com esse enfeite no cabelo...
    beijos e abraços fraternos...

    ResponderExcluir
  24. Queridas,
    Estou sem palavras, mas vim dar um abraços em vocês duas.
    Ps. Adorei o penteado!
    Beijos, beijos!

    ResponderExcluir
  25. (...)Borboleta a nascer, está aí pra te ver, e conosco sonhar, um dia vai descer em suas asas te acolher e levar-te a voar...."

    Um beijo Flávia daqueles nossos e que eu sei e que tu tão bem conheces...cheiram a maresia....lembras-te?
    Junhos de carinho!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Oxalá k neste Novo Ano Deus vos presenteie e faça o milagre bjs
    Rosa Tavares

    ResponderExcluir
  27. Minhas queridas Flávia e Odele,
    esse afecto vocês terão para todo o sempre, não importa a distância que nos separa, o afecto atravessa muros e fronteiras e é tão bom dá-lo como senti-lo!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  28. Dei por mim a pensar naquilo que terei feito nesse dia 6 de Janeiro de há 12 anos.
    Nesse dia, a essa hora, provavelmente estaria em casa, quem sabe se a preparar aulas. Quem sabe se a ler.A ver televisão...
    Não estava, de certeza na internet, pois, nessa altura ainda não a tinha em casa.
    A muitos milhares de quilómetros, com um oceano de permeio, acontecia algo de que só haveria de tomar conhecimento quase uma dezena de anos mais tarde.
    E quantos dias decorreram entretanto? Que páginas dessa história épica, exemplar, imensamente grandiosa, uma mulher, lá longe, escrevia dia a dia. Uma história que não ultrapassou, nessa altura, as fronteiras da distância.Uma história que eu ignorava.
    Por isso, hoje penso que cheguei até vós muito atrasado.
    As vicissitudes da geografia, fizeram com que eu estivesse muito tempo distante de vós.
    É claro que, aqui tão longe, bem pouco poderia fazer. Mas, pelo menos, seria uma presença mais constante, teria estado convosco em muitos mais momentos em que, certamente, a solidariedade e a amizade poderiam minorar a dor,o desgosto, o desânimo.
    Mas, mesmo tarde, acabei por chegar. Ainda a tempo de vos entregar afecto, carinho,compreensão.
    E tenho recebido tanto de vós!
    Por exemplo mais esta distinção tão sensibilizante, ao evocares aqui uma cantiguinha desajeitada e despretensiosa que inventei para a Flavia e que traduzia, no fundo, um sonho que, mesmo parecendo inalcançável, ainda queria ver concretizado.
    É difícil vivermos a recordação de dias como este.
    Nada, infelizmente nada, se pode fazer para recuar o tempo e reconstruir o passado.
    Mas se isso não é possível, pelo menos, a memória desse dia aziago, deve fazer-nos redobrar as forças para que continuemos a ser dignos da Flavia e desse tão absurdo sacrifício a que a inépcia, a criminosa negligência a sujeitaram.
    Cá estaremos, pois, nunca esquecendo, nunca perdoando.

    ResponderExcluir
  29. Que esse afeto seja cada vez firme.

    ResponderExcluir
  30. Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem de hoje: Que Polícia é essa?
    Que Deus abençoe muito você e que na hora certa complete a obra dentro de sua casa...
    Sua visita será um grande prazer para nós.
    Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
    Atenciosamente,
    Sebastião Santos.

    ResponderExcluir
  31. Odele, tu es exemplo de mãe. É a mãe atenciosa e protetora que quero ser para minha filha. É a mãe que quero ensinar minha filha a ser.
    Que Deus abençoe você e te de forças para continuar a lutar. Que o anjo da guarda de Flávia esteja hoje e sempre ao lado dela.
    Meu afeto para ambas.

    ResponderExcluir
  32. Queridas Flavia e Odele, faz um tempinho que me afastei da net, mais hoje retornei para visitar os blogs que gosto de ler e saber noticias de vocês.
    Vou ler a matéria da Época.
    Um 2010 de saúde, paz a vocês, duas guerreiras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Força e paz, Odele e Flávia!
    Ficam a sua esperança e a minha fé.
    Abraços

    ResponderExcluir
  34. Feliz ano Novo, odele.
    Apenas o amor supera e sobrevive a tudo.
    Tenho tidoe xperiancias de que NENHUM OUTROS ENTIMENTO SOBREVIVE,.A TANTOS VENDAVAIS.
    BJS E DIAS FELZIES

    ResponderExcluir
  35. Odele,
    Muita paz para teu coração, minha querida. Que Deus te dê forças e muita coragem para continuar dando todo este amor à Flávia.
    beijo, menina

    ResponderExcluir
  36. Odele, e este afeto nos fez unir também!!!
    Muita garra e serenidade a todos nós, neste ano que se inicia.
    Beijão ...
    Eliana
    mariaortizdamiao@superig.com.br

    ResponderExcluir
  37. Odele e Flávia! Hoje tomei conhecimento da história de suas vidas por meio da Revista Época. As lágrimas rolam de emoção por ver tamanha dedicação e amor. Odele, que Deus te dê forças para continuar zelando por sua menina. Flávia, que mãezona você tem, exemplo de garra e determinação. Não se deixem abater. Fiquem com Deus!!!

    ResponderExcluir
  38. Sempre venho visitar Flavia e Odele...

    As pelavras de Odele me motivam sempre e me mostram o quanto ainda tenho que aprender para ser mais humano.

    É uma pena o que aconteceu há 12 anos, mas é bom tê-las ainda...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  39. Odele, vc é um exemplo de mãe, somente o amor pode suportar esse tipo de dor.
    Que Deus abençoe sua vida sempre!!!
    Beijos
    Keli

    ResponderExcluir
  40. E aluta tem de continuar
    Saudações amigas

    ResponderExcluir
  41. Odele

    Não há nada que compense um caminho tão longo!..
    Porém muitas foram as vozes que te mitigaram essa ausência dando o seu apoio, solidarizando-se com uma justiça que teimou em não ouvir tanto grito.
    Todos nós aprendemos a admirar-te e a amar-te demonstrando que os afectos não têm fronteiras.
    Li as diferentes peças de comunicação produzidas por profissionais ou por simples visitantes condoídos com tão dura jornada. Há aqui autênticas obras-primas da escrita à fotografia e aos efeitos de voz.
    Tu e Flavia são duas princesas ricas pena que Flavia não saiba que existem tantas pessoas, em todos os cantos do mundo, se preocupando com ela.
    Gostaria de eternizar esta onda de solidariedade que não esmorece para que outras pessoas que sofrem possam acreditar.

    Abraço

    ResponderExcluir
  42. Aqui fica o registo de um amigo que, enquanto for vivo, nunca mais vos esquecerá.

    David Santos

    ResponderExcluir
  43. ODELE ,NUNCA DESISTA DE SUA LUTA ,INFELISMENTE OS ORGÃOS DE FISCALIZAÇÃO RESPONSAVEIS POR ACOMPANHAR PROJETOS DE CONSTRUÇÃO E REFORMAS DE PISCINAS NÃO EXISTEM ,FALO COMO PROFISSIONAL DA AREA E NOS DEPARAMOS COM PROJETOS IGUAIS OU PIORES AO QUE VITIMOU SUA FILHA, NÃO HA FISCALIZAÇÃO ALGUMA DE NOSSOS GOVERNANTES DEIXANDO A POPULAÇÃO A MERCE DE VERDADEIROS ABUTRES SEM O MENOR CONHECIMENTO TECNICO DO ASSUNTO ,PISCINAS COM EQUIPAMENTOS TENDO DUAS OU TRES VEZES A POTENCIA NESCESSARIA,SEM DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA ,COM RALO UNICO ,ETC ,EU MINHA FAMILIA ESTAREMOS ORANDO POR VC E SUA FILHA ,QUE DEUS TE ABENÇÕE MUITO
    LUIZ ANTONIO GOMES -TECNICO TRATADOR DE PISCINAS -SOROCABA /SP

    ResponderExcluir
  44. Odele querida:
    Estou bastante emocionada ao ler teu relato, imagino tua luta, Deus há de te dar forças para continua, você vai vencer! As fotos lindas de seus filhos, a Flávia é também uma lutadora e vai vencer, Deus abençoe vocês!
    Teu relato no blog é importantíssimo, eu não sabia deste risco, deste perigo presente no ralo das piscinas!
    E a Jacuzzi dever ser condenada sim! A justiça pode ser cega e lenta, mas um dia um juiz terá consciência e eles pagarão pelo perigo que eles esconderam! Eles tem que indenizar o que houve com sua filha sim! beijos,
    e que o bom Deus te dê forças, te abençoe a ti e a tua família.
    Beatriz Antonieta Lopes

    ResponderExcluir
  45. Odele...
    Fiquei surpresa e feliz ao saber que a Flavia esta viva!
    Eu me lembro da história de sua filha, afinal a minha mae colocou ela como exemplo para mim, pois eu não sei nadar até hoje!
    Eu hoje estou com 24 anos, eu e a Flavia somos da mesma idade quase!
    Parabéns, por voce ser mae e voces duas serem mulheres guerreiras!

    Com carinho, Adrielli Cardoso.
    e-mail: adriellicardoso@gmail.com

    ResponderExcluir
  46. Odele e Flávia!

    Passei para deixar meu abraço e meu carinho, pedindo a Deus que abençoe vocês a cada dia!
    A justiça, minha querida, é lenta e cega, mas precisamos continuar a cobrar nossos direitos!
    um abraço, com muito carinho, Bia

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails