Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

O que ameniza a dor? Por exemplo, trabalho e amor

- 3 de setembro de 2009
A famosa novelista brasileira GLÓRIA PEREZ, publicou nesta quarta-feira em seu BLOG DE TUDO UM POUCO que acabou de escrever os últimos capítulos da novela CAMINHO DAS ÍNDIAS, levada ao ar pela Rede Globo e que, a exemplo de outros trabalhos de Glória Perez, tem sido grande sucesso de audiência.

Eu, que não via novelas há tempos, me apaixonei por Caminho das Índias e desde o início tenho seguido esta novela com atenção e me encanto com a capacidade de Glória Perez de com seu trabalho, levar ao público, simultaneamente, entretenimento e informação. Foi assim com outras novelas de Glória, está sendo assim com Caminho das Índias.Por exemplo: O ator Bruno Gagliasso vive (brilhantemente) um esquizofrênico. Essa campanha social da novela de Glória Perez enfocando a Esquizofrenia traz esclarecimentos preciosos sobre a doença, o que pode resultar numa diminuição do preconceito e do estigma da doença mental, beneficiando principalmente pacientes e familiares. Outro entre os temas tratados é a Psicopatia, mostrando como funciona a mente de um psicopata, um indivíduo frio e calculista. Aprendi muito sobre Psicopatia com a novela de Glória.

Como bem sabem os leitores brasileiros deste blog, em 28 de Dezembro de 1992, Glória Perez teve uma filha assassinada por dois psicopatas frios e calculistas. Guilherme de Pádua e sua então mulher, Paula Thomas. A filha de Glória, a linda atriz Daniella Perez, atuava como “Yasmin” na novela “De Corpo e Alma” escrita por sua mãe, quando foi atraída para uma emboscada e brutalmente assassinada por seu colega de elenco e a mulher deste. Um crime brutal que chocou o Brasil.

Glória Perez sobreviveu não só à dor pela morte de Daniella, como sobreviveu a outras perdas de entes queridos. Mas enquanto chorava, Glória trabalhava. E hoje, Glória luta contra um linfoma. Fazia quimioterapia enquanto escrevia a novela Caminho das Índias. Enquanto lutava, Glória trabalhava e através da novela fazia campanha social, mostrando situações e passando informações que podem levar as pessoas a refletir e a repensar atitudes preconceituosas, deixando de ser reativas e passando a ser mais pró ativas, em benefício próprio e de seus familiares.

É assim que eu entendo que devemos reagir à dor: Com trabalho e atitudes que possam beneficiar outras pessoas. Nossa dor não pode ser inútil. Nossa dor tem que servir para algo. É assim que eu consigo exorcizar um pouco esta dor por ver - há tantos anos - minha filha em coma. Trabalho, por exemplo, escrevendo neste blog, participando - quando me convidam - de entrevistas para jornais, revistas e emissoras de TV, sempre com a intenção de divulgar a história de Flavia, mostrando minha indignação pela forma como o caso de minha filha foi tratado pela justiça brasileira - uma lentidão inaceitável - e depois de mais de 11 anos - uma meia justiça, assim como alertar para o tipo de acidente que deixou minha filha em coma.

Obedecendo as devidas proporções de visibilidade, já que eu e Flavia não somos conhecidas como Glória Perez, eu acredito que o blog FLAVIA VIVENDO EM COMA, tem levado informações úteis a pessoas de vários países e alertado para o perigo dos ralos de piscinas. É gratificante quando recebo um e-mail dizendo: “Odele, eu não sabia que ralos de piscinas oferecem perigo para os usuários, vim saber disso através do que você escreve no blog de sua filha e agora, sempre que entro em uma piscina, penso em Flavia e fico longe do ralo”. E eu digo: Conscientizamos mais uma pessoa Flavia, e é possível que essa pessoa conscientize outra, e mais outra, e mais outra.... E assim filha, vamos trabalhando e levando nossa mensagem adiante.

Sou muito grata à novelista Glória Perez, porque – sem que eu precisasse lhe pedir - já há bastante tempo, Glória linkou o blog de Flavia ao seu DE TUDO UM POUCO. E quando lhe pedi, já há bastante tempo, para levar também para seu blog o vídeo com a história de Flavia, este que está na sidebar deste blog, feito pelo amigo PECISCAS de Portugal, sem demora, Glória me respondeu: “Claro, querida, o vídeo de Flavia, já está lá no meu blog”. E constatei que Glória Perez é também uma pessoa doce, um exemplo de que a dor não nos impede de praticar o amor.

Um abraço a todos e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

31 comentários

  1. E assim deve ser. Com a nossa dor podermos ajudar outras pessoas. É o que tens feito, é o que Glória tem feito. Bem hajam, pessoas como vocês! Muitos beijos, daqui.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei mais uma vez emocionada com o que você escreveu. Só posso lhe dizer: Admiro muito você, Odele. Força! bjs pra vc e Flávia.
    Suely

    ResponderExcluir
  3. Odele!
    Fiquei emocionada!
    Infelizmente eu acho que são poucos os que pensam assim (sobre canalizar a dor com trabalho, amor e ajuda ao próximo); mas esses poucos são muito valorosos e estão agindo corretamente, que é a recriação de suas vidas, pela transmissão de informações, alegrias e amor à vida de outros! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga, tratar de canalizar a dor através de ajuda, informação crio é o melhor dos caminhos.

    Uma pode ter sentimentos de bronca, ódio -é sumamanete normal- mas para a saúde mental de si mesma melhor abocarce a ajudar...é o que fazes, já passo a ler-te.

    Meus abraços imensos e os beijinhos a Flavia

    ResponderExcluir
  5. Aqui em Portugal está também a passar o "Caminho das Indias".
    Confesso que não tenho assistido à sua transmissão, mas conheço o êxito que a Glória Perez tem como escritora de telenovelas.
    Também foi muito falado por cá o brutal assassinato da sua filha.
    Desconhecia, entretanto, o seu delicado problema de saúde.
    E, se a Glória aproveita o seu sucesso como novelista, para levar os milhões de espactadores a reflectirem sobre questões tão sensíveis como a esquizofrenis, só lhe poderemos estar gratos.
    Assim como te estamos gratos a ti própria, com esta persistente campanha de serviço público que vais mantendo neste blog da Flavia.
    É bem legítimo o paralelo ente ti e a Glória.
    Sois duas mulheres que passaram por situações trágicas com as vossas filhas, e soubestes reerguer o olhar para fazerdes da dor uma âncora para dar aos outros motivos para acreditarem que vale a pena lutar por causas nobres.
    A vossa mensagem, continua, assim, a espalhar-se e a frutificar.
    Uma palavra especial de agradecimento à Glória, por ter colocado no seu muito visitado espaço, o vídeo que muito modestamente, mas com muito amor, criei em homenagem da Flavia. Será em grande parte graças a esse facto que o vídeo já vai, no Youtube, a caminho das 40 mil visualizações.

    ResponderExcluir
  6. Se dúvida, Odele, a sua vida com Flávia é um exemplo. E, assim sendo, merece toda divulgação possível.
    Quantos, diante da dor, reagem de forma vilenta e destruidora, ao matar em si, a coragem e o amor?
    Sua luta é verdadeiramente um exemplo, maior, permita-me dizer que todas as novelas e semelhante à atitude de Glória quando de sua terrível perda.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. poxa, querida,concordo plenamente com você...a Glória é exemplo de luta e perseverança...igual à você...penso que sua história e de Flávia poderiam virar um livro para que alcançassem mais leitores ainda; é uma história de dor sim, mas, também de muita luta, fé, amor e principalmente resistência aos obstáculos tão profundos da vida...um super beijo, queridas!!!

    ResponderExcluir
  8. Flávia->flavyabatista@msn.com04 setembro, 2009

    Olá, que a paz do Senhor esteje com todos vcs!
    Bom me chamo Flávia tbm, sou academica de enfermagem e foi na faculdade, em um seminario de etica que algumas alunas entregaram a historiA de Flávia. em primeiro lugar me identifiquei de cara, por termos o nome igual... e assim que cheguei em casa procurei logo o blog e a dias venho fazendo algumas pesquisas da historia e fico impressionada com sua tanto amor que Flávia tem.

    " a justiça dos homens tarda, mais a de Deus nunca falha"

    Abraços.
    Flávia

    ResponderExcluir
  9. Bem lembrado Odele...Gloria Perez é uma mulher e tanto alguém com uma mente brilhante e super lutadora(como vc).A novela tb me pegou de jeito,já há algum tempo não me preocupava em assistir uma.Esta novela nos ajudou e muito contando sobre as diferenças e tirou muito preconceito além de alertar sobre a importância de se tomar os remédios no caso da esquizofrenia(mostra esperança).Gloria Perez mostra q novelas podem ser muito úteis,como qualquer meio de comunicação,como seu blog,como o sidadania...Parabéns pelas matéria postada aqui.

    ResponderExcluir
  10. Deixo meu beijo e abraço na Flavia e em vc!Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Odele, te confesso que não assisto nenhuma novela... Não consigo olhar nem acompanhar. Porém Glória Perez presta sempre um serviço produtivo para os brasileiros... Quebrando tabús e tratando sobre assuntos polemicos.
    Beijos menina

    ResponderExcluir
  12. DOIS BONS EXEMPLOS DE MUILHERES GUERREIRAS. DUAS AMIGAS DE FÉ!

    ResponderExcluir
  13. Odele

    Nao assisto novela ha anos,a ultima foi o"Clone", tambem da Gloria.

    Odele, o trabalho e necessario e terapeutico sim.

    A Gloria e uma guerreira Odele, assim como vc.

    A dor da perda ou ver a filha em coma e pungente.

    E cada dor e solitaria demais ...unica em sua raiz.

    Beijinhos em vc e Flavinha, bom domingo e boa semana.

    ResponderExcluir
  14. Sabia da história dramática de Glória, mas desconhecia a sua actual batalha contra um linfoma.
    VI algumas novelas escritas por ela, mas actualmente não acompanho nenhuma.
    Sabes Odele, ela pode ser muito conhecida através do seu EXCELENTE trabalho com o qual põe a sociedade a pensar e meditar sobre problemas terríveis, mas tu meu doce tens feito um trabalho igualmente EXCELENTE neste teu espaço dando voz a tua/nossa Flavia e já tiveste de retorno repostas/perguntas/inquietações/convites para dares o teu testemunho e portanto, para mim e para milhares que te lêm terás o meu valor.
    Se eu perguntasse a Glória o que pensa sobre ti e a tua postura...saberia a resposta que ela daria: és simplesmente magnífica como mãe e mulher que és!

    Através do trabalho - seja ele qual for - pode-se colmatar muitas dores versus sofrimento!

    Recebe aquele abraço de sempre e para sempre!

    ResponderExcluir
  15. sabia, porque em Portugal foi bem falado, do assassinato de Daniela. Desconhecia tudo o resto. E acompanho "A caminho da Índias".
    Todo o trabalho de informação é muito bom.
    Amiga quero agradecer o facto de ter endereçado o meu pedido para a Grace.
    Logo, logo vou ter o livro.
    Um abraço para as duas.

    ResponderExcluir
  16. Nossa, sei que a Glória passou uns maus bocados, mas não pensaria que ela chegasse a se mostrar tão receptiva...

    Com certeza é uma pessoa de luz.

    Fiquem com Deus, menina Odele e menina Flávia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. eu era bem novinha qd a filha dela foi assassinada mas incrivelmente lembro-me de tudo (ou quase tudo) e o mais triste disso é que mais uma vez houve apenas uma meia justiça e os criminosos estao hoje em liberdade, nos estados unidos os dois ficariam presos ate a morte e isso sim seria justiça, ai como eu queria que portugal e brasil tivessem prisao perpetua...

    ResponderExcluir
  18. OdeLe,

    "Descobri" seu blog hoje. O que eu tenho pra te dizer, tenho certeza, muita gente já te disse. Sua luta emociona. A injustiça entristece. Estou certo de que de alguma forma, que a ciência não consegue constatar, a Fávia sabe que você está ali ao lado.
    Ah! Resta dizer que sua filha é linda, linda.

    ResponderExcluir
  19. Oi Odele.. oi Flávia, qnt tempo!!!
    Posso ficar sem passar aqui, mas NUNCA as esqueço, tenho vocês em meu coração e em minhas orações.
    Recentemente passei por uma situação que me deixou muitissimo emocionada e tensa. Vou tentar explicar...
    Fui á um clube com meus filhos e um deles, adentrou a piscina com um boné... Passado uns minutos, meu filho saiu da piscina distraído e não percebeu que o boné não estava em sua cabeça... Perguntei-o pelo mesmo e ele me respondeu que não sabia onde estava... Estranhamos o fato e, logo pensamos que alguma criança afim de brincar com ele, o tivesse pego... Passado alguns minutos (cerca de 10 aproximadamente) um rapaz encontrou o boné do meu filho preso no ralo da piscina... Na mesma hora pensei na Flávia e em você... Elevei meus pensamentos a Deus e o agradeci por todo ensimento que aqui aprendi e lógico, pedi a ele que cuidasse e abençoasse você e a Flavinha!!!
    Amiga, você pode até não acreditar, mas vcs fazem parte da minha vida...
    Fiquem com Deus,
    bjos
    Cláudia Pit

    ResponderExcluir
  20. Pois é infelizmente a dor faz parte de nossas vidas, o que devemos fazer é tirar algo de bom dela. Falar é fácil né, o difícil é conseguir fazer e na minha opnião somente pessoas ilumionadas e verdadeiramente boas de coração conseguem. Parabéns a você Odele e a Glória que lutam dia a dia pela informação e pelo bem de todos. Força a vocês duas.

    ResponderExcluir
  21. Odele,estou seguindo o blog da Flávia,chorei ao conhecer a história,fico perplexa em ver como esse país não muda.Chorei ao ler o post,tbm amo e admiro a Glória,desde criança,e aprendi a amar a Dany tbm.. tenho inclusive um blog em homenagem a ela,você pode acessar aqui: daniellaparasempre.blogspot.com
    É um blog recente,porque o que eu tinha desde 2006 foi deletado,pelo próprio site,e não sei o motivo. Mais enfim,fiz esse,e se você gostar de lá,pode seguir tambem..estou colando o video da Flávia no meu blog pessoal( FAZ PARTE DO MEU SHOW)e vou colar tbm no da Dany,e no da Giovanna,que é uma menininha linda,de 3 aninhos,que luta pela sobrevivencia em estado neurovegetativo,ela tem tay sachs,você vai encontrar o link do blog dela tbm no meu perfil.
    O que eu posso dizer,é que já me apaixonei pela Flávia,e que acredito no Deus do impossível,aquele que faz o que ninguém pode fazer..
    Se for me responder,pode deixar comentário em qualquer post do meu blog pessoal,e vou deixar tbm meu email:
    jcmedina@bol.com.br

    um grande abraço,e parabéns pela força,amor e garra..

    ResponderExcluir
  22. Respondi lá no meu,e respondo aqui tbm querida:
    Pois é Odele.. eu é que agradeço por você estar aqui e tão rápido,que conhecidencia estarmos online na mesma hora.. que bom,obrigada pela atenção.. essa criança da foto,com tiarinha de flores no cabelo,você vai ver muitas fotos dela aqui..é a Aline,minha estrelinha linda.. minha priminha,tbm vítima de injustiça.. erro médico.. um erro levou a nossa estrelinha para brilhar no céu,e aí se vão quase 6 anos de saudade.. a Glória é o tipo de pessoa que te faz esquecer que no mundo existe gente má,existe corrupção,faz você esquecer a vergonha de ser brasileiro.Faz você gostar da vida,gostar daqui,só pelo faro de ela existir,e ser essa inspiração,essa pessoa exageradamente forte e maravilhosa.. que bom encontrar alguém que tbm a ama assim.. a Flávia é muito linda,e acredito que sua luta não será em vão.Quanto a Dany,não teria palavras para dizer o que sinto ao saber que os culpados estão por aí.. 16 anos de saudade e injustiça.. vou colar o video da Flávia em todos os meus blogs inclusive o da Dany..

    deixo um beijo ainda maior pra ti..

    ResponderExcluir
  23. Oi Odele ! minha irmã Jéh me passou o video da Flávia e chorei ao conhecer sua história.. tbm aprendi com ela a amar a Glória..colei no meu blog o vídeo,dá uma passadinha lá pra fazer uma visita,pode responder lá mesmo..

    ps: blog novo,o antigo foi deletado.

    beijoos da Bia.

    ResponderExcluir
  24. Olá,mãe guerreira,mãe linda,mãe!
    Já tinha ouvido sua história,mas hj encontrei seu blog por acaso e confesso que tive que parar um pouquinho por não conter as lágrimas enqto o lia.
    Parabéns por sua força e seu exemplo de vida!
    Virei sua seguidora e continuarei lendo sempre.
    Tbm espero sua visita em meu blog
    www.maesenlouquecidas.blogspot.com
    Que Deus abençõe vcs.
    Bjs
    Van

    ResponderExcluir
  25. Olá Odele e Flávia...
    Não há muito o que lhe dizer, pois sou mãe também e posso imaginar tamanha dor que a senhora carrega diariamente. mas, mesmo assim quero lhe desejar que Deus possa lhe ajudar e lhe abençoar com seu poder. Não perca a fé jamais! Admiro sua força! No fim Vai dar tudo certo. Se ainda não deu certo é porque não chegou ao fim.
    um grande e forte abraço.

    ResponderExcluir
  26. Amiga, tenho estado em falta com vc, mas sempre passo por aqui para ler seus relatos.

    Que orgulho que tenho de vc, querida! Tanta força diante de tamanha dor só nos faz pensar que nossos problemas são infinitamente menores diante da dor de uma mãe.

    Obrigada por tudo o que tem me ensinado!

    ResponderExcluir
  27. Tanto ela quanto vc sao pessoas especiais. E por isso, admiro-ambas-demais.
    bjs,q uerida

    ResponderExcluir
  28. É, Odele! A vida não é fácil e vocês duas são exemplos de mães que sofrem a dor de não viver o sonho de vida que imaginaram para suas filhas. Como mãe tenho preocupações com o futuro da minha prole, apesar deles serem saudáveis, imagino você amiga, o quanto as preocupações te invadem, afinal, precisa estar mais que bem, saudável, para administrar a vida de Flávia.
    Boa semana! Beijus

    ResponderExcluir
  29. Odele, acabei de descobrir seu blog e fiquei impressionada com a história de você e sua linda menina. Admiro sua dedicação e luta por sua filha e por conscientizar outras pessoas de um perigo que muitos desconhecem. A justiça muitas vezes deixa a desejar, mas não podemos deixar de batalhar para que ela se cumpra. Um abraço carinhoso para você, para a Flavia e para todos os que de alguma forma a ajudam.

    ResponderExcluir
  30. Oi Flávia e Odele. Aqui é o professor Otávio Zanella. Estou lecionando Literatura no Curso de Letras da Unisul de Araranguá, SC. Lemos juntos tua reportagem na Época. Ficamos impressionados com a história, com a determinação que juntas vocês estão vivendo, e crescendo na espiritualidade, nos valores, e são um belo exemplo aflorado em nossa consciência. Queremos juntos neste momento sermos partícipes desta lição de vida.
    Nosso grande abraço. Estamos em 30 alunos discutindo sua reportagem.
    Beijos. Otávio e alunos de Letras, sexta fase.

    ResponderExcluir
  31. Querida Odele, venho aqui com os braços abertos para abraçar você com muito carinho. Quero também dar um beijo na Flávia com amor e desejo de saúde e paz. Li a reportagem e me senti irmanada com sua familia nessa sua luta tão longa e tão penosa. Eu comecei a rezar por voces no mesmo momento que terminei de ler. Quiz fazer algo mais, e me lembrei então de uma senhora daqui de BH que tem uma espiritualidade poderosa, e é uma representante de Jesus. Hoje fui lá. Quando eu contei a ela sobre o acidente da Flávia, e toda dor de sua família ela se emocionou, e fez então uma prece carregada de poder divino para Flávia e também por você. Eu tive muita esperança das coisas começarem a mudar, talvez mais leves...Sei que você já sofreu com esperanças vãs, e muitas vezes acreditou em quem nada tinha a oferecer. Depois de tantas decepções, como manter a fé? E você a manteve depositando-a no amor. Esse grande amor que você edificou dentro dessa tragédia se fez um imã para atrair o amor de todos que estão aqui, e esse amor te alimenta...Quero muito entrar nessa roda, e como todos mandar muito amor, força, luz, tudo de bom...
    Que nossa Mamãe do Céu, que também assistiu seu filho sofrer, fique sempre juntinho de você e da Flávia, fazendo carinho, colocando no colo, soprando dodói, tudo o que precisarem. É isso que peço pra Ela todo dia. Beijo procês. Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails