segunda-feira, 27 de julho de 2009

Lutar por nossos direitos, vai sempre valer a pena


Esta imagem de Flavia foi trabalhada por Isabel Filipe do blog Art & Design de Portugal.

Quando mais de 11 anos atrás, em estado de choque e totalmente perdida diante do acidente repentino e grave que deixou minha filha Flavia em estado de coma irreversível, perambulei meses atrás de um advogado que aceitasse lutar na justiça para fazer valer os meus direitos e de minha filha, então com 10 anos de idade. Ouvi muitos “nãos” dos profissionais de Direito por mim contatados, mas em contrapartida, havia em mim, uma vontade inquebrantável de buscar por justiça e a convicção de que eu não poderia me deixar amedrontar pelas dificuldades que encontraria nessa busca.

A justiça pode demorar, falhar, ou mesmo - o que por vezes lamentavelmente ocorre - nunca chegar, mas ainda assim é importante que lutemos por nossos direitos. O exercício da cidadania é algo do qual não podemos e não devemos abrir mão, sob pena de nos tornarmos vítimas de nosso próprio conformismo com o desrespeito aos nossos direitos.

Como eu já disse em um post anterior, - sozinhos fica difícil, mas juntos somos poderosos -. Por isso contar com profissionais competentes e o apoio dos blogs faz toda a diferença em minha luta para ver respeitados os direitos de Flavia e os meus próprios.
Nota: Depois deste texto publicado, quero acrescentar aqui - no corpo do post - o comentário da leitora e amiga Elvira Carvalho, do blog Sexta-Feira de Portugal.
"
O bom mesmo teria sido receber o que tinha direito sem esta luta de 11 anos. Vale sempre a pena lutar pelos nossos direitos, mas minha amiga, aquilo que é nosso direito devia ser recebido sem luta. Já temos que lutar tanto para pagar nossos deveres..."

Estou de pleno acordo com você Elvira, de pleno acordo. O que eu quis dizer amiga, é que se esse direito não nos vem pelo "bom senso" e principalmente pela obrigação de quem nos causou danos ou por falha de uma justiça lenta e burocrática, neste caso então só nos restará o caminho da luta. E neste caso - o que infelizmente é bastante comum - há que lutarmos por nossos direitos.Sempre.

Para defender eu e Flavia nos tribunais de São Paulo e Brasília, por mais de 10 anos venho contando com a sensibilidade e competência de meu advogado Dr.José Rubens Machado de Campos, a quem deixo aqui registrado meus agradecimentos extensivos à sua equipe, especialmente à Dra.Maria Cecilia Pizzo, Dr.Luiz Augusto Barreto, Dr.Ruy Carlos de Barros Monteiro e Dra.Flávia Bravin.

Ontem, hoje e amanhã, o apoio dos amigos que eu e Flavia tivemos o privilégio de conquistar por esse mundo afora, foi, é, - e continuará sendo fundamental - por isso sou agradecida também por toda a solidariedade que recebemos e sei que continuaremos a receber de pessoas do Brasil, Portugal, Moçambique, Espanha, Suécia, Argentina, Porto Rico, Colômbia... Obrigada a todos que acompanham o blog de Flavia, que nos divulgam, que torcem por nós, que levam a tantos lugares a nossa voz.
Até o próximo post.

33 comentários

mama de patu disse...

odele,desde argentina te acompaño n tu lucha, se ue no puedo hcer nada, pero te deceo toda la suert para flavia que se haga justicia ,mucha fuerza tu hijita es herosa y se que algun dia podra mirarte y regalarte una sonrisa, un abrazo silvia de (miangelpatricio.blogspot.com

betty mello disse...

Querida amigas, boa madrugada ! Primeiro quero agradecer sua visita ao blog da minha avó ( de tudo um pouco) e o carinhoso comentário referente ao post de aniversário do meu querido filhote.Estamos muito felizes por poder compartilhar de momentos tão especiais a seu lado.Hoje mesmo não consegui dormir pois amanhã ele segue para mais um festival de música -desta vez em S.J.do Rio Preto.Sempre que isto acontece ficamos fazendo as malas, conversando e aproveitando todos os minutinhos que podemos curtir juntos.Segue ele com seu violino e a esperança de enriquecer sua bagagem de conhecimentos, conhecidos e experiências. Nós ( eu e o pai) ficamos aqui torcendo e aguardando torpedos e ligações. Sei que um dia ele estará longe de nós - e é o que mais quer - quem sabe fora do país...
Tenho estado longe da blogosfera e dos blogs amigos: festivais do filho e doenças da família. Mas sempre que posso venho visitá-las, ainda que ultimamente não deixe um recadinho ( o que me incomoda muito),mas...Sei que as coisas não correram como deveriam nesta nossa justiça esquisita, mas tenho muita fé de que as coisas não irão permanecer assim. Alguma coisa ainda irá acontecer que de alguma forma "repare" ( se é que isto é possível).
Recebam - você ,seu filho e Flávia um beijo carinhoso, e um fraterno abraço.Fiquem em paz. Betty

Me chamo Maria Dias disse...

Há tempos sem passar por aqui mas sempre com vcs no pensamento.Obrigada amiga, por não me esquecer e me perdoa por não vir por aqui mais vezes.Q bacana esta homenagem a estas pessoas q trabalham em prol de Flávia.Mas a verdade é q este caso não caiu no esquecimento pq vc teve e tem forças para lutar e claro:A união faz a força(ajuda e levanta).A união junto com a ação ,aliada a uma grande determinação saída de dentro de vc.Uma coisa não podemos esquecer:Vc é uma mulher de fibra e um exemplo para as pessoas q por muito menos desistem de lutar e até mesmo de viver.É isso amiga,passar por aqui é receber estimulo e ânimo pra continuar,pra não desistir,fica aqui meu sempre orgulho e respeito por ti e por tua causa.

Um forte abraço e muitos beijos em Flavinha!

Maria

Anônimo disse...

Parabéns, Odélia... Pelas conquistas, pela bravura, dedicação, força e todo o amor e paciência, que atravessa mares e até fronteiras de nossa imaginação. Vc nos fortalece, inspira e encoraja, juntamente com Flávia.
Suely - do www.sobreviventesdoavc.blogspot.com
bjs

Fatyly disse...

Obrigado meu doce? hem? OBRIGADO EU pela tua bravura e exemplo de vida a seguir por todos nós. Pôxa mulher ôcê é durona, batalhadora mas tão meleca de carinho e ternura.

Um grande beijo para ti e para a tua/nossa Flavia

Graciela disse...

já o sabes Odele, em minha família são como a tia e a prima, sempre estão em nosso coração.
Creio que foi importante que tanta gente se envolva, Isabel é um tesouro que presenteia suas belezas...conseguiste generosidade, amigos em qualquer rincão do mundo...quando dizem Odele e Flavia ahhh a menina que foi succionada pela bomba da piscina!!!
Sabemos de teus cuidados para nossa menina, que já é uma mujercita mas menina ao fim, de tua luta incansável...tua generosidade para outros papais, é um gosto ter-nos cruzado...montões de beijinhos que voam pela casa!!!

elvira carvalho disse...

O bom mesmo teria sido receber o que tinha direito sem esta luta de 11 anos. Vale sempre a pena lutar pelos nossos direitos, mas minha amiga, aquilo que é nosso direito devia ser recebido sem luta. Já temos que lutar tanto para pagar nossos deveres...
Nobre o gesto de agradecimento aos amigos e advogados.
Um abraço

Beezzblogger disse...

Querida amiga, vou-te confidenciar uma coisa. Eu sempre fui muito causístico, lutava por causas e me metia de cabeça para defender o que eu achava ser o correcto, mesmo com pessoas de fora, nem tanto para mim, e os blogs, e esta equipa de amigos que vim a fazer ao longo deste tempo nos blogs, ajudaram-me imenso a moldar essa sede de justiça, sem nunca me ter furtado a exigi-la quando necessário, mas a saber direccioná-la. Ao conhecer a sua luta, meditei bastante, cheguei mesmo a pensar desistir, ao ver o mundo cão em que vivemos, onde os compadrios, a corrupção e os poderosos tudo podem. Mas aí lembrei-me do que tinha lido, e visto sobre o Che Guevara, que lutou, em prol dos mais desfavorecidos em nome de uns ideais cada vez menos lembrados neste nosso mundo, e daí o meu ídolo, o meu guia, seja mesmo os seus ideais, que se estivessem implementados neste momento em todo o mundo, seria um mundo muito mais justo. Admiro a tua perssistência, aliás dou o teu exemplo a muita gente, e quero deixar aqui o meu apoio incondicional ao teu trabalho, e à tua luta. Estarei sempre aqui.

Beijão grande para a doce Flávia e um abração forte para ti amiga.

Carlos Rocha (Beezz)
Hasta la vitória siempre...

Evelyn Daihana disse...

Parabens pela tua bravura, força e dedicaçâo e pelo inmenso amor pra Flávia, ela merece justicia. Nao vai recuperar os 11 anos rouvados mas sim sua voz seia ouvida en todo o mundo!
Bjs e força. E muita bendiçoes pra vc, seu filho e a Flávia!

Moacir Sant'Ana disse...

Odele boa tarde,estou fazendo este contato contigo na esperança de poder receber algumas informações para que eu e minha esposa possamos usar para melhorar a maneira de cuidar de nossa filha, pois ela tem 24 anos e também esta a dois anos e dois meses em estado vegetativo.

Moacir Sant'Ana
santanamoacir@hotmail.com

peciscas disse...

Quero, antes de mais, destacar o que a Elvira diz.
Como concordo com esta amiga!
A justiça, o respeito pelos direitos fundamentais de cada um, deveria ser algo tão natural e simples como o respirar. Não deveria ser necessário gastar tempo, dinheiro, energias, para vermos reconhecida a razão que temos.
Mas, infelizmente, não é assim. Então, temos de lutar com as armas que a sociedade (ainda) pouco solidária em que vivemos nos impõe.
Assim tem sido (também) contigo.
E não digo que tiveste sorte em encontrar uma excelente equipa de advogados chefiada pelo Dr. Rubens. E muito menos digo que tiveste sorte em encontrar uma forte corrente de amizade em várias partes do mundo.
Não tiveste sorte; mereces tudo isso. Porque o soubeste conquistar. Lutando, não desistindo à primeira contrariedade, tendo sempre por base o intenso e inabalável amor que dedicas à tua filha.
Amor que nos contagia.
Por isso estamos aqui. Porque, repito, tu e a Flavia merecem.
Assim, as coisas podem demorar, de modo inexplicável e absurdo. Mas nunca nos deixaremos vencer. Até porque estas lutas deixarão sempre atrás de si um rasto. E, assim, pouco a pouco, poderemos ir mudando estas situações de lentidão e burocracia na administração da justiça que, teremos de o dizer mais uma vez, continuam a ser um grave atentado aos mais elementares direitos humanos.

Saramar disse...

Odele, você está absolutamente certa.
A luta por nossos direitos e o cumprimento dos nossos deveres é a dupla mão do caminho da cidadania e, podemos dizer, da própria permanência da sociedade humana. Sem esta constante busca, não seríamos humanos, e sim, um bando de animais lutando entre si pela sobrevivência.
Infelizmente, ainda há inúmeros países (o nosso entre eles) onde a justiça, longe de ser um direito primário, mais se parece com o pote no final do arco-íris: inatingível.
Por isso, pessoas como você e Flávia, que persistem e lutam são exemplos para todos nós.

Beijos para ambas.
Saudades
P.S. Obrigada pela constante presença. Estou tentando (pela milésima vez) voltar. Já estou quase boa.

Sheherazade disse...

Odele,
Essa tua garra por justiça é o que nos impulsiona a não desistir jamais dos nossos sonhos. Tu não tens ideia do quanto de incentivo e estímulo passas pra quem acompanha a tua luta. Já falei por e-mail e repito: Nós é que te devemos gratidão por nos ensinar que a cidadania é um direito de todos e não uma concessão do Estado. A luta continua, companheira e nunca será vã, estejas certa disso!
Beijos e muito carinho pra ti e pra "nossa" doce Flavinha.

Paula Raposo disse...

É lamentável que tenhamos que lutar pelos nossos direitos...mas, sendo assim, que a luta continue, porque nós não nos calaremos!!
Beijinhos para vocês.

Zé Povinho disse...

A coragem vale sempre a pena, mesmo quando a razão está do nosso lado, por isso são tantos os que seguem e apoiam a Odele e a Flávia.
Abraço do Zé

Filoxera disse...

Aqui, em Portugal, não tenho tido razão nenhuma para acreditar na Justiça. Infelizmente.
Um abraço para si e uma fsetinha carinhosa no rosto da sua Flavia.

Luci Lacey disse...

Odele

Infelizmente, temos que encarar trincheiras para fazer valer nosso direito.

Vc e um grande exemplo Odele, nao podemos desistir nunca.

E conte sempre comigo.

Beijinhos

betty disse...

Vou repetir aqui o que escrevi para nossa amiga Maris, em razão da luta que está travando junto ao INSS:
Continuar na luta é preciso, se não para vencer, para morrer com honra.

Vivemos num país desigual em todos os sentidos: injusto com os cidadãos honestos que fazem de suas vidas exemplo de perseverança no caminho do bem; generoso com os criminosos, principalmente com os que têm dinheiro e poder nas mãos. Se vai mudar um dia, não sei dizer, mas nem por isso devemos jogar a toalha; se não vencermos a guerra, em algumas batalhas teremos bons resultados.

Dizer que gosto de você e admiro a sua perseverança tornou-se redundante, eu sei, mas mesmo assim ainda repito: poucas pessoas são tão especiais com você, minha amiga, Odele.

beijinho

Gabriela Machareth disse...

Olá, realmente se a empresa tem culpa deve sim ser punida!

com equipamentos desta periculosidade, ha de ter todo tipo de aviso por perto!

Um Poema disse...

....

Quando a razão nos assiste, nem os enviesamentos da "justiça(?)" são suficientes para calar as vozes solidárias.
E no caso de Flávia, amiga, a "justiça(?)" brasileira não sai, de modo nenhum engrandecida. Até pela morosidade do processo, além do restante.
Um beijo para a Flávia.
Um abraço

yoly disse...

Olá querida Odele! Continue a sua luta, a partir daqui que estão a apoiar.

É uma grande distância, mas o nosso coração está com Flavia.

Força e quarto contra a burocracia.

Beijos

Letícia disse...

Oi Odele!
Gostei demais do que falaste sobre lutar pelos nossos direitos.
Eu acho os brasileiros, em geral, muito conformistas nas pequenas coisas, relevando e deixando passar. Só que estas pequenas coisas se transformam em grandes coisas. Grandes crises estouram, resultantes dos pequenos detalhes do cotidiano, os quais não atribuímos sua verdadeira importância.
Bjos e paz!

Graciela disse...

minha amiga, sei que sempre estás presente. O de Anita é quase impossível de resolver desde aqui, internet nos acerca, mas para realizar trâmites e exigir deveria estar ali...oxalá de tanto contá-lo surja uma medida favorável para a pequena...graças por estar sempre...beijinhos e abraços às duas!!!

VANDRÉ FERNANDO disse...

AMIGA BLOGUEIRA,
PRECISAMOS CONTAR COM A SUA SENSIBILIDADE, ATRAVÉS DA DIVULGAÇÃO NO SEU BLOG DO ATO PRECIPITADO DO GOVERNO FEDERAL QUE IRÁ PREJUDICAR AS APAES E ESCOLAS ESPECIAIS.

MAIS INFORMAÇÕES NO MEU BLOG
http://vandrefernando.blogspot.com/2009/07/apaes-podem-fechar.html

AGRADECEMOS!

VANDRÉ FERNANDO

KINHA disse...

Olá!
Estou aqui para fazer-lhe uma proposta, que eu considero interessante.Também sou TOP 100 e estou concorrendo na categoria “VARIEDADES” e estou na campanha “UM VOTO POR UM VOTO”.O legal disso tudo é essa interação,eu conheço seu blog e vc, o meu.Já votei no seu e sei que também que receberei seu voto.
Estou te seguindo e se quiseres me seguir, ficarei honrada.Venha apanhar um brinde, com assinatura de um design.Sua presença é muito importante para nós.
Obrigada
http//amigadamoda.blogspot.com

aDesenhar disse...

Olá
Amigas Odele e Flávia

É lamentável que em pleno Século XXI continuemos a lutar pelos nossos direitos já adquiridos e estabelecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos!
Até quando?!

A justiça pode demorar ou nunca chegar, mas nós estamos presentes e nunca desistiremos, leve o tempo que levar, doa a quem doer.

Devo dizer-te Odele
que o privilégio de conquista é mútuo.
Conhecer e lutar por esta causa justa ao lado de duas Grandes Mulheres é um prazer e uma satisfação de dever a cumprir.

Eu digo presente
nesta luta que continua...

Um por todos e todos por um.

:-)

Bjs Odele e Flávia

nota:
Parabéns à Isabel Filipe pelo excelente trabalho da imagem.

yoly disse...

Hola! he dejado un premio para tí en mi blog.
Besos

Paulo disse...

. porque a dor não se esquece

nem tampouco arrefece

venho deixar um beijo para Si

Odele

e outro, do tamanho do mundo, para Flávinha

.

R. Rudoisxis disse...

Mesmo um coração de pedra, amolece e sente perante tanta dor e tanta injustiça.
A teu lado sempre encorajando na caminhada.
Beijos

Grace Olsson disse...

Odele, que nao por Flavia, que seja por outraas craincas....parabéns..a arte de Isabel ficou linda..sensivel e suave..

Bete disse...

Ola meninas guerreiras.
Passei pra deixar um beijo no coração.
Linda homenagem a Flavinha, atraves da arte.
Bjs querida, luz e paz em seu coração

carlos alberto disse...

http://www.watchtower.org/t/lmn/index.htm

Odele meu nome é Débora e sou uma testemunha de Jeová, gostaria de compartilhar com você a esperança que temos em relação ao futuro de toda a humanidade por isso te indiquei este site acima e gostaria que você fizesse uma pesquisa nesse assunto e tbm nesse site tem vários outros assuntos que te mostrará qual é o propósito de Deus para com essa humanidade tão afligida. leia a sua Bíblia lá você encontrará a esperança, a solução que Jeová Deus tão amorosamente nos promete (Revelação 21:3-4),(Isaías 35:6),(Isaías 41:10),(salmos 145:16),(Isaías 33:24),(Filipenses 4:13) Leia e medite nesses textos, faça uma análise, leia junto com a sua filha, e acredite que Deus em breve acabará com todo o sofrimento que existe! você poderá me contatar se quiser no e-mail: oxibianchi@gmail.com

ELIS disse...

OLA, MEU NOME E ELISANGELA DESDE O DIA QUE VI SUA ENTREVISTA P/ EPOCA, SEMPRE QUE TENHO UM TEMPINHO ACESSO SEU BLOG, TE ADIMIRO MUITO, VC E UMA GUERREIRA UM EXEMPLO DE VIDA, DE MULHER, DE MAE...

Related Posts with Thumbnails