Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Segurança nas piscinas: Fique atento a estas informações

- 17 de abril de 2009
Sempre achei que em se tratando de evitar acidentes e salvar vidas humanas, INFORMAÇÕES CLARAS E PRECISAS nunca serão demais. E no caso do uso adequado da instalação e manutenção de RALOS DE PISCINAS, estas informações poderão fazer toda a diferença entre a vida e morte de uma pessoa. A empresa Sodramar, entre outros produtos, é fabricante de sistemas de sucção de piscinas e vem se preocupando em devidamente orientar seus clientes nesse sentido. Aqui ALGUMAS das orientações da empresa.

- As piscinas devem ser construídas seguindo rigorosamente as normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que através da norma NBR 10.339, disciplina este assunto.
- O motor bomba de uma piscina jamais deve ser trocado sem uma rigorosa avaliação técnica.
- Os ralos conectados 1ª tubulação de sucção da bomba, hidráulica, arrastam a sujeira que tende a se depositar na parte mais profunda do tanque e servem também para a drenagem total da piscina. A velocidade da água através dos ralos de fundo (dreno) deve ser no máximo de 0,6 m/s.
- Nunca deve ser instalado um único ralo de fundo. Segundo a ABNT, a sucção da água da piscina, precisa ser feita por no mínimo dois dispositivos, podendo ser eles o dreno de fundo, skimmer ou dispositivo de aspiração, para evitar que todo o poder de sucção, se encontre em um só local.

Fonte: Augusto Cesar Araújo, Diretor da empresa Sodramar e Vice-Presidente da ANAPP - Associação Nacional dos Fabricantes e Construtores de Piscinas e Produtos Afins.

Transcrevo aqui uma das perguntas e respostas do Laudo Técnico Oficial feito na piscina onde Flavia sofreu o acidente.

Pergunta: ...Pode-se dizer que o equipamento instalado na data da trágica ocorrência (com Flavia) estava superdimensinado?

Resposta: Os resultados obtidos (na pericia) permitem dizer que o conjunto motor/bomba instalado era inadequado para as condições da época da vistoria, podendo-se afirmar que ele estava superdimensionado, uma vez que as velocidades, no interior das tubulações de sucção e de recalque, se apresentaram bem acima do que é recomendado pelo item 4.12.2 da NBR 10.339/88. Já a velocidade no ralo antiturbilhão, onde ocorreu o acidente, foi 78% (setenta e oito por cento!) acima do que o recomendado no item 4.7.2.1 da NBR 10.339/88, que é de 0,6 m/s.

O Laudo Tecnico feito na piscina onde Flavia sofreu o acidente, foi assinado por Joaquim Vicente de Rezende Lopes, Eng.Civil e Mecânico, CREA 59077/D.

Desconheço se nas piscinas onde ocorreram outros acidentes causados pelo sistema de sucção, foram feitas perícias técnicas. Deveriam. Segurança nas piscinas é coisa séria, e é com seriedade e responsabilidade que deve ser tratado.

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

11 comentários

  1. No que toca a segurança nas piscinas, nunca são demais todas as vistorias, avisos, alertas e a Sodramar está a proceder em conformidade.

    Quanto ao Laudo Técnico Oficial feito no acidente da tua/nossa Flávia...meu Deus 78% acima do recomendado? suspirooooo profundo!!!!

    Um bom fim de semana minha amiga e obrigado por mais esta informação.

    Beijos e um chamego terno em Flávia

    ResponderExcluir
  2. Como se comprova, mais uma vez, há industriais que não se limitam a querer vender um produto para usufruir de lucros (o que até é legítimo, como é óbvio).
    Há, afinal, quem se preocupe com as consequências que podem advir da utilização desses produtos.
    Parece ser o caso da Sodramar e não é, certamente (ou, pelo menos não foi) o caso da multinacional fornecedora do equipamento que vitimou a Flavia.
    E as transcrições que fazes das perícias técnicas a esse equipamento que roubou a sorriso à tua filha, deixam-nos absolutamente estarrecidos.
    Perante essas conclusões,associadas às recomendações que a Sodramar tão claramente enuncia, ficamos espantados ao saber que há responsáveis que foram ilibados da ocorrência de tão absurdo como evitável acidente.
    E nem deveria ser necessária a condenação da Justiça.
    Pois, se à frente das empresas estivessem seres humanos e não "robts" tecnocratas frios e calculistas, perante a ocorrência de tão horrível acidente eles próprios, teriam tomado as medidas de solidariedade com as vítimas que, não apagando o que jamais poderá ser ultrapassado , poderiam, de algum modo, colmatar algumas das suas consequências.
    Por tudo isto, a tua luta continua a ser necessária e o nosso apoio à tua causa vai manter-se.

    ResponderExcluir
  3. Odele
    Nunca é demais esclarecer dos perigos que os ralos das piscinas comportam quando não obedecem às regras de segurança. Quando se constata, no caso de Flávia, que a velocidade no ralo antiturbilhão, onde ocorreu o acidente, foi 78% (setenta e oito por cento!) acima do que o recomendado, têm que se apurar responsabilidades até às últimas consequências.
    Ora o que parece é que se apuraram algumas responsabilidades porque mal parceria que assim não fosse. Porém justiça não é isso. Justiça é seguir a culpa até que a mesma seja sanada. E não se pode sanar uma culpa quando se admite à partida que o principal interveniente na instalação do equipamento, a Jacuzzi, é inocente.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Nunca é demais chamar a atenção para estas situações. Falta de responsabilidade e de respeito, impunidade e é necessário que as coisas mudem mesmo. Beijos para vocês.

    ResponderExcluir
  5. Odele, passando para desejar-lhes bom final de semana!
    Beijos do coração.
    Eliana.

    ResponderExcluir
  6. Odele
    nunca é demais esquecer estes acidentes. continue a gritar pela justiça
    um beijo de bom fim de semana para si e para Flávia,

    ResponderExcluir
  7. Tesoro oxalá comecem a ter cuidado, que as piscinas tenham segurança para os meninos é imprescindível!!! beijinhos a meu Flavia, abraços muito fortes para vos!!!

    ResponderExcluir
  8. É incrível, Odele! 78% é muita coisa e deixa a gente cada vez mais indignada.
    Bjim pra ti e pra Flavinha.

    ResponderExcluir
  9. Que seja feita justiça! Um beijinho muito doce para vós!

    ResponderExcluir
  10. Passei por esse blogue, lembrou-me um caso muito parecido que ocorreu aqui em Portugal num parque aquático. Infelizmente foram sugados e morreram duas crianças nesse dia. O Parque foi fechado e seguiu-se uma tremenda luta nos tribunais. Talvez fosse interessante se puder recolher algumas informações sobre o caso, como foi resolvido...o caso passou-se em Lisboa e ficou conhecido como o caso aquaparque.Se procurar no google por esse nome, vai obter informações. Sei que acabou com uma indenização aos familiares das vitimas
    Fica aqui um link para poder ver.

    .http://dossiers.publico.pt/noticia.aspx?idCanal=963&id=166384


    Que nossa senhora do Fátima a acompanhe e a ilumine
    Filipa

    ResponderExcluir
  11. Odele, tenho andado ausente mas não esqueci a tua luta e da Flávia.
    Deixo um beijo de carinho para vocês.

    BF

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails