Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

Dor, revolta e indignação. Mas também ação

- 3 de fevereiro de 2009
O post anterior é um grito de indignação. Que pode ser meu, que pode ser seu. E são muitos os motivos que temos para nos indignar. No meu caso, há mais de dois anos venho mostrando neste blog minha indignação pela lentidão da justiça brasileira que mais de 10 anos após, ainda não condenou EXEMPLARMENTE os réus do processo de Flavia, JACUZZI DO BRASIL e Condomínio Jardim da Juriti, pelo acidente que deixou minha filha em coma vigil irreversível. Há mais de dois anos venho documentando neste blog outros acidentes - todos devastadores - causados por ralos de piscinas, no Brasil e no mundo. E tenho esperança de que a história de Flavia possa conscientizar e alertar as pessoas para o perigo desses ralos de piscinas, que sob águas aparentemente tranqüilas, escondem um perigo mortal.

Mas não basta que você saiba desse perigo. É preciso que ele seja eliminado. Por isso tenho esperança de que a história de Flavia, possa também conscientizar os fabricantes de sistemas de sucção de piscinas, da necessidade URGENTE de se desenvolver mecanismos de segurança para evitar que seus produtos continuem a oferecer perigo para os usuários de piscinas e a causar acidentes graves e fatais.
Mas sempre acreditei que a esperança não pode ser muda. É preciso GRITAR!

Até Quando?!
“...Até quando você vai ficando mudo?
Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente.”
(trecho da letra Até Quando? De Gabriel, o Pensador)

Sempre acreditei que a esperança não pode ser passiva. É preciso AGIR!

Até quando?!

Até o momento em que além de mudar nossa mente, mudemos também nossa atitude. Até o momento em que UM se torne TODOS. Até o momento em que a minha indignação, além de vocês alcance outras pessoas, outras e mais outras e se torne realmente uma INDIGNAÇÃO COLETIVA e coletivamente tenhamos a certeza de que:

- A IMPUNIDADE estimula futuras NEGLIGÊNCIAS.
e
“A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos”
Barão de Montesquieu

Obrigada pela atenção e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

22 comentários

  1. A frase do Barão de Montesquieu é perfeita e é isso que é preciso que aconteça, para que todos sintam como se fosse o seu caso. Porque pode vir a ser. Muitos beijos para vocês.

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga ...
    Não sei porque para alguns a justiça é feita e para outros é adiada e ...nula.
    Se leu o meu blog saberá que sofro muito pelo meu filho que foi vitima de bullying até ter chegado a tentativa de suicido.
    Os responsáveis e a escola não foram nunca perseguidos nem ameaçados mas sim a vitima que é o meu filho e eu que sou sua mãe.A justiça foi colocarem-me um processo por ter tirado o meu filho da escola onde ele estava a ser destruído e onde corria perigo de vida.
    Assim vai a justiça minha amiga agora em tribunal rezo para que um juízo sensível avalie o meu filho e sua condição e me deixem dar-lhe um pouco de felicidade e seguir a vida meio destruída já e sem recuperação como antes tinha projectado.
    Penso que me irão ainda é condenar à semelhança do que aqui li que já lhe tentaram imputar culpas pelo sucedido a sua menina.
    Era urgente um ponto final nestas historias de vida para podermos seguir em frente com os filhos da forma que pudermos.
    Beijos de amizade solidaria.

    ResponderExcluir
  3. Exatamente por isso é importante que você persevere sempre. E digo importante pensando em todos nós e não apenas na Flavia.

    ResponderExcluir
  4. Não nos vamos calar amiga.
    Eu só digo se fosse um filho de alguém importante como era a Justiça?
    E mais não digo.

    ResponderExcluir
  5. Perante tantas injustiças a justiça é lenta, impiedosa e com dois pesos e duas medidas e a prova está no caso de Flávia, no caso do filho da comentadora de Luisa_B e de outros, perante os quais jamais em tempo algum nos devemos calar e aqui aplico a frase do Barão de Montesquieu.
    Lutemos contra tantas maldades e quem nos deveria proteger é quem nos despreza mais.
    Lutemos igualmente contra os lobis montados, nem que para isso tenhamos que partir a loiça toda, dormir à porta do tribunal ou seja lá onde for porque só assim quem põe a bunda nos sofás luxuosos é capaz de cair na real e ver que pela sua falta de empenho e dedicação há quem sofra.

    Eu faço tudo, mas tudo que tiver ao meu alcance e não baixo os braços.

    Força Odele e grita, grita, grita a tua raiva e revolta porque é uma forma de aliviares "tamanha injustiça".

    Beijos e um chamego em Flávia

    ResponderExcluir
  6. Até quando?
    Se a vida é feita de mudanças,
    então é hora de mudar.
    Indignação Colectiva é urgente,
    e como
    Água mole em pedra dura tanto bate até que fura,
    Eu digo presente
    nesta luta que é de todos nós.
    :|
    bjs Odele e Flavia

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga,
    quanta verdade e consciencia nesta frase do Barão de Montesquieu!
    “A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos”
    É de uma sensibilidade e veracidade autenticas.
    Também acredito que só agindo, a esperança poderá sobreviver e um dia a Justiça à tantos anos adiada possa ser cumprida.
    Daí que Odele, nós os seus amigos, iremos sempre permanecer por aqui, gritando junto com você de mãos dadas por Justiça.

    Beijinhos para si e Flavinha,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  8. AMIGA, haces un trabajo para que tomen conciencia de lo importante del control en las piscinas. Esperas una solución de la justicia hace tantos años!!!...no debes bajar los brazos...besitos y abracitos para vos y Flavia!!!

    ResponderExcluir
  9. Uma das coisas que, desde muito novo, me indigna, me irrita, me apavora, é precisamente a INJUSTIÇA.
    E, desde sempre, quando me deparo com uma situação de injustiça, não consigo ficar indiferente. A minha reacção, nem sempre é cómoda para mim. Às vezes dou por mim a pensar: "António, deixa lá. Vais meter-te em chatices. Faz que não vês...". Mas, por mais que me tente convencer desta "sábia" fuga, não consigo. E, às vezes, pago mesmo por essa incapacidade de aceitar injustiças.
    Na minha juventude, por exemplo, corri riscos porque não podia calar a revolta de viver num país amordaçado.
    Hoje, homem maduro, ainda mais sinto presente esta injustiçofobia.
    Foi por isso e por muito mais, que me prendi, indissoluvelmente à vossa luta por justiça
    E, hoje, muito mais ainda do que a solidariedade por uma causa que tem de merecer o nosso apoio, está o afecto que esta Princesa a quem roubaram o sorriso e a sua mãe tão corajosa quanto determinada, me despertaram.
    Por isso, aqui estarei sempre. Com o meu grito a participar na corrente de indignação colectiva que, tenho essa esperança, vai derrubar muros.
    Força!

    ResponderExcluir
  10. Eres perseverante querida Odele, eso te hace FUERTE Y VALIENTE,......luchas por cosas que a otros los cansaron,.... te admiro amiga.
    Besos para ti y el ángel que te acompaña: Flavia.
    Te queremos :......Vivi - Danko.

    ResponderExcluir
  11. Até quando?Se todos abaixarmos as cabeças para tamanho descaso outros serão vítimas.Coisas como estas não acontecem só com o vizinho.Pode sim acontecer conosco,como nossos amigos,com nossa família.Não podemos ficar mudos e nem de braços cruzados.Temos direito de gritar,de contar,temos obrigação de avisar. Odele mulher de coragem... Vc acreditou e por conta disto seu grito é ouvido além mar.

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  12. Odele, querida!

    Vim retribuir sua visita em meu blog. Volte sempre!

    Eu não conhecia nem você, nem mesmo a história da sua filhinha.

    "Sinto muito" é muito pouco pra dizer.

    Deus é justíssimo.

    Ele, com todo seu poder, olha por ti, e, tenha certeza, grandes coisas Ele fez e fará.

    Não desista da sua luta, alerte mesmo as pessoas sobre a sua situação e a da sua família para que outros não venham a sofrer do mesmo mal.

    Sei que muitos acidentes ocorreram depois do da Flávia! Tente olhar para as centenas ou milhares que não ocorreram porque você lutou e continuará a lutar.

    Deus a sustente! Ele pode sarar seu coração e curar sua filha também! Nada é impossível quando temos Cristo.

    Com amor,

    Luana

    ResponderExcluir
  13. A injustiça tem que ser combatida. Custe o que custar.

    Um beijinho para vós.

    ResponderExcluir
  14. "Sempre acreditei que a esperança não pode ser muda. É preciso GRITAR!".

    Odele: eu grito com você todos os dias.

    Um grande beijo querida!
    ;)

    ResponderExcluir
  15. Odele, obrigada pelo carinho de sempre!!!
    Pessoas como você, deveriam muito mais, que depressa, terem o que lhe é de direito! Pena nossas leis nos decepcionarem!
    Fica aqui: meu beijo tamanho do céu!!!
    Eliana.

    ResponderExcluir
  16. Queridas Odele e Flávia:andei viajando e trabalhando fora, e por isto distante do PC, mas não dos amigos queridos como vcs.Mesmo fora, uma lan house aqui e ali me permite espiar uma ou outra postagem, na esperança de ver um título mais ou menos assim : "Finalmente...Justiça !" Ainda não...mas a esperança se mantem e a fé de que o mundo superior nunca nos abandona, e sem ele as coisas seriam bem mais difíceis. Não entendo as explicações que dão os advogados e demais magistrados: "seu processo é mais ou menos fácil, deve levar de 1 a 4 anos para vir uma solução "(oi isto o que ouvi recentemente qdo entrei na justiça por conta do não pagamento de prêmios à poupança - Plano Collor). Paralelamente temos uma série de escândalos diários de rombos, roubos, desvios, e outras criatividades dessa raça corrupta que são os políticos e até advogados e magistrados...Indignação é pouco, gritar talvez seja uma possibilidade, mas em grupo como tentamos fazer apoiando espaços como o seu. Até quando ...??? Coragem ! Fiquem com Deus. Recebam um abraço terno e um beijo carinhoso, Betty

    ResponderExcluir
  17. Odele,

    É preciso que jamais percamos as esperanças...é preciso que " VOCÊ JAMAIS PERCA AS ESPERANÇAS"!

    Dias repletos de paz para vocês, beijinho carinhoso na Flávia, e outro para você!

    ResponderExcluir
  18. Odele,

    É preciso que jamais percamos as esperanças...é preciso que " VOCÊ JAMAIS PERCA AS ESPERANÇAS"!

    Dias repletos de paz para vocês, beijinho carinhoso na Flávia, e outro para você!

    ResponderExcluir
  19. Odele

    Vamos todos bradar juntos, eles terao que nos ouvir.

    Beijinhos para Flavinha e voce.

    ResponderExcluir
  20. É maravilhoso chegar aqui, ao cantinho de Flávia e ver Odele sempre sempre em luta, na constante luta, para que a justiça seja feita, cumprida, pelo caso de Flávia.

    Só ela [Odele] sabe o significado de tantos anos de dor, de sofrimento, de desconsolo, em ver Flávia assim, a quem foram arrancados os dias TODOS, SEM EXCEPÇÃO, a uma menina tão bonita, tão perfeita, tão saudável, entregue agora a uma coma vigil irreversível.

    Odele é sinónimo de coragem, de não desistência, de perseverança, de um conquistar de batalha após batalha, contra tudo e contra todos aqueles que não querem ver, que teimam em atrasar uma justiça visível há muito aos olhos do mundo.

    Tal como Maria Dias o pode fazer, também eu, um dia visitarei Flávia, e Odele, a quem me entregarei de braços abertos, na cumplicidade de uma amizade sem fim.

    CHEGA DE HIPOCRISIA, CHEGA DE CINISMO, ABRAM OS OLHOS SENHORES DA NÃO VERDADE!

    E como sempre, saio comovido, deste canto que é um grito para o mundo.

    E deixo um beijo enorme para Odele e outro, do tamanho do mundo inteiro para Flávia.

    Sempre,
    Paulo

    ResponderExcluir
  21. Olá Odele.
    Acabo de vê-la no programa Fala Brasil da Rede Record na chamada da manchete que será apresentada hoje à noite no Jornal da Record. Moro no Rio e vou avisar o máximo de pessoas conhecidas para que assistam a matéria. Um grande abraço.
    Munira
    Meu blog: munimalu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Querida Odele volto sempre aqui ,reencontro sempre a mesma mãe coragem.É preciso gritar e eu aqui do outro lado do oceano gritarei sempre consigo.Consigo não vamos baixar os braços.
    Até toda a gente mudar o mundo na mudança da mente.
    Abraço forte e para Flávia um beijinho tamanho do universo

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails