Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

NOTÍCIAS DE BRASÍLIA

- 25 de setembro de 2008
Queridos leitores, blogs do Brasil e do exterior,

250 Blogs - Em meu nome e em nome de Flavia, MUITO OBRIGADA!

Já no post anterior agradeci a todos pela participação na Blogagem Coletiva JUSTIÇA PARA FLAVIA, e tinha mostrado links de 240 blogs participantes desta Blogagem.

Linkei mais 10 e este número subiu para 250. Sei que existem mais blogs participantes, mas peço desculpas, pois preciso encerrar mesmo a Blogagem para poder seguir escrevendo os posts deste blog e posicionando vocês sobre o status do processo de Flavia.

Quero dar a vocês agora uma noticia que é no mínimo um alento para mim que venho lidando com prazos absurdamente lentos entre um passo e outro dado neste processo de Flavia, principalmente enquanto esteve em São Paulo. Mais de nove anos. Esperemos - e estamos lutando para isso - que ao contrário de São Paulo, lá em Brasilia, o processo de Flavia seja tratado com a devida e necessária agilidadade.

A notícia que eu quero lhes dar:
Recebi por esses dias de meu advogado, Dr. José Rubens Machado de Campos, um e-mail dizendo:
"O processo de Flavia já foi distribuído. REsp nº 1.081.432-SP, Ministro CARLOS FERNANDO MATHIAS, do SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA. No dia 29 de agosto p.p., o Ministro determinou a ida do processo ao Ministério Público Federal para parecer quanto ao cabimento e provimento de nossa inconformidade, o que é absolutamente regular, em razão da menoridade de Flavia à época e da interdição subsequente.

Andamos rapidamente até aqui.
Abraço,
JOSÉ RUBENS MACHADO DE CAMPOS "

Como lhes disse, depois de mais de nove anos enfrentando o limbo juridico de São Paulo, receber a noticia de que o processo de Flavia foi distribuido lá em Brasilia, é um alento para mim. Uma esperança de que sem mais demora se faça JUSTIÇA PARA FLAVIA!

Obs: REsp é a abreviação de Recurso Especial. REsp nº 1.081.432-SP. Este número acompanhará o recurso de Flavia até o julgamento.

Muito obrigada e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

70 comentários

  1. Odele, fico muito feliz em saber que a distribuição já ocorreu. Amiga, conte conosco!! Se precisar de mais mobilização, grite, que viremos ajudar vcs, pode apostar.

    ResponderExcluir
  2. Depois de uma longa e escura noite há sempre um dia cheio de luz que vem a seguir. Espero que a sensibilidade dos magistrados os leve a aplicar a lei por forma imparcial, pois só assim ela será justa. Se o não fizerem punindo os culpados pela tragédia que aconteceu com Flavia, eles estarão decretando e legalizando a comercialização de produtos perigosos para o consumidor, que lhes poderão provocar gravosos danos. Num estado de direito e democrático como é o Brasil isso não pode acontecer. Fico contente por o processo finalmente estar a andar, o que já não era sem tempo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá Querida Odele,

    Bom dia.

    Esta é uma boa notícia sem dúvida.
    Vamos acreditar que todas as outras futuras sejam tão boas como esta ... eu acredito que sim ...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Puxa vida...dei pulos de contente e vou fazer o meu trabalhinho de casa :) mas já com mais dados.
    Iremos vencer, acredita...acreditamos todos e todos de mãos dadas cantemos a uma só vós: JUSTIÇA PARA FLÁVIA!

    Um beijo do lado de cá do oceano.

    ResponderExcluir
  5. Uma boa notícia, um alento, sem dúvida. Fico contente por isso. Que continue mais rápido do que até aqui é o que todos desejamos. Muitos beijos para vocês.

    ResponderExcluir
  6. Ainda a solidariedade não é palavra oca
    Saudações amigas e tudo do melhor

    ResponderExcluir
  7. Olá Odele,

    Chamo-me Sheila. Não possuo blog, mas através de um deles, deparei-me com o seu .

    Queria muito deixar aqui uma mensagem de carinho e apoio a vc. Simplesmente poder lhe escrever que estou torcendo para que a justiça seja feita.

    Vc daria um beijinho nela em meu nome? Não resido atualmente no Brasil, mas gostaria de um dia poder conhecê-la pessoalmente. Espero poder ter este privilégio.

    Um grande abraço,

    Sheila Yurgel-Holanda

    ResponderExcluir
  8. Odele
    se quizeres podes apagar este meu comentário, mas pedir nunca é demais:)


    Emails que remeti para:
    pfdc@pgr.mpf.gov.br

    assunto:CELERIDADE PARA - REsp nº 1.081.432-SP


    Boa tarde do lado de cá do oceano - Portugal

    Ao longo do tempo tenho vindo a acompanhar a luta de uma mãe, pela justiça do erro cometido num acidente fatal que atirou para uma cama a sua filha em coma vigil.
    A mãe, uma mulher lutadora trata de Flávia 24h sob 24h e sem nunca ter mostrado a sua revolta - que deve ser bem grande porque também sou mãe e avó - lutou pelos seus direitos sobre reús que com recurso atrás de recurso tentam escapar às suas responsabilidades, responsabilidades essas que jamais levariam à falência por exemplo da empresa dessa dimensão, Jacuzzi do Brasil, que se fossem devidamente ajuizadas (digo isto com todo o respeito) já há muito que Flávia poderia ter mais meios que são tão dispendiosos, porque merece, porque foi um erro na bomba de sucção na piscina que roubou para sempre o seu sorriso.
    O governo de Portugal há uns anos pôs fim e indemnizou os familiares das vitimas fatais no famoso caso AquaParque e assim fecharam um capítulo tão doloroso que só quem passa por elas é que sabe.
    Neste caso, quis o destino que Flávia ficasse viva, viva? oh meu deus que dor...
    Odele, sua mãe fez um blog
    http://flaviavivendoemcoma.blogspot.com/
    que de fio a pavio poderá ler-se a educação, esperança e solidariedade nestes longos e penosos dez anos que o processo se arrastou no Tribunal de SP e agora se encontra em vossas mãos.

    Juntaram-se muitos blogueiros "numa ponte de Amor com o MUndo" em torno de uma causa, causa que poderia também ser minha porque ninguém está livre disso, e venho apenas apelar:
    "celeridade no processo de Flávia, mencionado em assunto, porque foi com alegria que Odele recebeu a noticia por parte do seu advogado...poderão ler no blogue no post de hoje".
    Sou uma molécula neste mundo, mas como cidadã de Portugal, país irmão ajudo como posso, apelando sempre com toda a educação e seriedade - postura que mantenho nos meus 57 anos de idade e atrás deste monitor há cerca de 10 anos.
    Peço desculpas se fiz o apelo para o sítio errado, julgo que não) por vos ter incomodado, talvez nem sequer seja lido, mas tentei porque acredito na humanidade, ficando sempre em paz quando faço algo até onde chegam os meus braços.

    Os meus respeitosos cumprimentos

    ResponderExcluir
  9. oi, querida Odele, hoje, sem dúvida, meu dia será mais feliz, amei essa notícia e iremos muito mais longe, pela graça de Deus !!! Flavinha, um beijo bem grande para você, querida, e Deus te ama muito, muito, muito e nós, blogueiros também!!!! beijos mil...
    isa
    sem estresse
    artemanha de crochê

    ResponderExcluir
  10. Fico feliz com essas notícias.
    Tudo vai meio devagar em BSB, mas até que isto, já é um fôlego para quem esperou tanto!

    bjz

    ResponderExcluir
  11. Uma excelente notícia, que nos deixa a todos, contentes.
    E que é uma (ainda) pequena vitória, da tua coragem, da tua dignidade, da tua perseverança.
    Um sinal de que vale a pena lutar, não baixar os braços, não desistir.
    Este sinal também nos encoraja a continuarmos ao vosso lado. A apoiar, a dar força, a mostrar que estamos solidários convosco.
    Esta notícia, que é apenas mais um degrau numa longa escada que tem sido subida passo a passo, mas com determinação, encoraja-nos a redobrarmos a nossa presença e o nosso empenhamento nesta luta que há-de ter o desfecho justo que se exige.
    Vamos continuar. Ainda com mais ânimo.
    Seremos cada vez mais e, com a força da razão, havemos de lá chegar.
    Este é já um movimento imparável.

    ResponderExcluir
  12. Querida Odele, minha intenção era mesmo blogar algo sobre o tema e falar em nome da Flávia. Mas houverfam contratempos e não pude parrticipar. Mas em breve,creio, escreverei algo sobre. Afinal você e sua filha já fazem parte do rol de meus cyber amigos.

    Grande beijo, fique com Deus, e paz para Flávia, muita paz.

    Lu Cavichioli

    ResponderExcluir
  13. Mais uma vitória amiga, mais uma pequena conquista, mais uma alegria dentro da tua tristeza de à dez anos a esta parte, uma pequena parte de mim está feliz, posso afirmar que o meu dedo mindinho, pois só serei feliz por inteiro quando for feita JUSTIÇA.

    À doce Flávia quero mandar um beijinho muito especial, um beijo de alento e de coragem pois a hora está a chegar, e minhas queridas, podem soltar a vossa alegria nessa hora, pois ela será merecida.

    Espero por vós, no sítio do costume para vos abraçar

    Beezz

    ResponderExcluir
  14. esperemos que o Ministério Público Federal seja célere a dar o parecer
    quanto ao cabimento e provimento.
    :-)

    bjs Odele/Flavia

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga,
    imagino quão grande foi este alento para si, e quanto a nós seus amigos e apoiantes nesta luta, é com imensa alegria que recebemos esta noticia. Esperemos que a partir de agora as coisas se resolvam o mais rápidamente possivel. Flávia e você já esperam à demasiado tempo.

    Acredito piamente que JUSTIÇA SERÁ FEITA, e como diz o ditado, mais vale tarde que nunca.

    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
  16. Odele, amiga. Estamos com vocês!
    Beijos carregado de amor!!!
    Eliana -Mogi Guaçu/SP.

    ResponderExcluir
  17. Odele:

    Acabei de ler e estou imensamente feliz por vocês. Vamos torcer e nos mobilizar, se preciso for,para que em Brasilia as coisas aconteçam com maior brevidade.
    Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  18. Que bom...Sua luta não foi e nunca será em vão pois eu acredito que a justiça será feita!!

    ResponderExcluir
  19. Boa noite, Odele e Flávia.

    Vcs não me conhecem mais através do blog da Andréa Cris (crochê) vi o seu e fiquei curiosa em saber o que se passava, então me deparei c/ uma estória trágica pelo fato e ao mesmo tempo linda pela superação. Claro que me emocionei e muito c/ tudo.
    Desculpe-me, mais me chamo Karla Barbosa, moro atualmente em Arujá/SP, sou Paulista mais morei 13 anos no Rio, até fevereiro deste ano, tenho um filho que p/ mim é lindo não por ser perfeito e sim pelo criança doce que é, o Vinícius e têm 5 anos.
    Tento entender a sua dor que na verdade ninguém poderá imaginar e estou me sentido tão indignada c/ isso tudo.
    Explico, tenho um processo que movi contra a Amil, desde de Abril/2007, meu pequeno após uma queda aparentemente boba ficou chorando e muito, dormiu chorando naquele dia de domingo.
    Resumindo tudo: Foi levado a uma Clínica pela Amil, o médico detectou uma fissura no punho direito, fez os procedimento na hora e pediu que aguarda um prazo p/ ver se ai iria soldar, o pior foi que isso tudo aconteceu em meio a um feriado do Rio e nesta época do ano têm um tal de congresso de Ortopedia, é mole. Enfim, o problema virou um problema maior - que Deus continue a bençoando as pessoas que me ajudaram a resolver o problema - nada aconteceu a fissura passou ser grave, Levei a um especialista na área de traumatologia de mão e punho e reconstrução que foi o maravilhoso Dr. JOÃO RECALDE, DO EDIFÍCIO BOTAFOGO e chefe do INTO/RJ, indicado pela DRA. JUANA SABBA, que é a advogada do caso, tivemos que entrar c/ uma liminar por que a Amil, não considerou a caso grave e urgente, e que tinha que aguarda o prazo de 7 dias úteis p/ avaliar o caso.
    Só um detalhe, a fissura já tinha 11 dias e tínhamos que operá-lo em até 14 dias de trauma, por que dessa forma conseguira uma soldagem perfeita, senão, meu pequeno sofreria c/ danos irreversíveis, era uma terça, negociamos até quinta, quinta saiu a liminar no ultimo minuto do segundo tempo e sexta 6 h estava sendo internado p/ a cirurgia, hoje esta perfeito e usa a mão perfeitamente e não senti nada.
    Costumo dizer que tive nestes dias anjos em minha vida, e pude sentir o imenso poder de Deus, por que foram pessoas que nunca me viram e ajudaram sem pedir nada em troca, e tb como desenrolou tudo.
    Mas, até hoje estamos c/ o processo por que a Amil tem entrado c/ recursos, mais em todos eu ganhei. Essas grandes empresas são fogo, preferem gastar o tempo e dinheiro muitas vezes alheio, por que nos pagamos p/ tê-las, do que pagar e assumir a culpa, é vergonhoso isso, as vezes penso: como um pai de família faz isso c/ outra família, somente uma alma doente.

    Por isso minhas lindas, que Deus ilumine estas pessoas que irão julgar o processo e que a justiça seja feita, e pode ter a certeza que a justiça maior será a Deus, essa ninguém escapa.

    Não tenho muitas palavras consoladoras p/ vcs só posso expressar o meu apoio pessoal e torcer que tudo saia como esperam.

    Que Deus continue dando forças p/ vcs!!!

    Muita luz e paz...


    Mande lembranças p/ Masé, e que Deus a abençoe e ilumine...

    De sua nova amiga virtual,

    Karlinha Arujá/SP

    barbosa.karlinha@gmail.com

    ResponderExcluir
  20. Odele y Flavia Obrigada por ficar...Es muy grato leer esto ...y les deje un regalo en mi blog a las dos!!! Ninguna batalla que se gana con el corazon nos deja con las manos vacias...Abrazotes!!! y muito cariño!!! Sandy.

    ResponderExcluir
  21. Eu continuo mandando e-mails para os meios de comunicação, suplicando por publicidade no caso. Quanto mais pessoas souberem da sua luta, melhor. Um dia alguém poderoso vai se engajar nela, e a vitória virá. Fico revoltada em ver tanta gente sem noção ocupando espaços nobres para falar de nada. Gente que coloca vídeos bizarros no Youtube e merece lugar de destaque em certo programa, mulheres jaca, melancia, melão, mamão, abóbora...afff....cansada disso tudo, amiga!! Mas não desisto!! Beijos carinhosos em vc e Flavia.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, Odele!

    Entrei no seu blog por acaso e fiquei estarrecida com a situação de sua filha e os motivos que a levaram a isso.
    Gostaria de demonstrar minha solidariedade e dizer que já estou mandando uma cópia de seu blog, se você me permite, aos candidatos à prefeitura de São Paulo. Não tenho grandes ilusões, mas quem sabe algum deles se sensibiliza...
    Um grande abraço a você e à Flávia.
    Que Deus as proteja e dê muita força para superar tudo isso.

    Dora

    ResponderExcluir
  23. Odele, querida
    Que boa notícia essa!
    É já um passo mais, nesta luta em que todos nos empenhamos.
    Pois é com pequenos/grandes passos que certamente a "guerra" será ganha!
    Um beijo grande para as duas!
    E FORÇA!
    Nós estamos aqui para o que fôr preciso

    ResponderExcluir
  24. Oi querida,


    Parabéns pelas novas cores do Blog da Flávia ...


    estão lindas ... eu gosto muito.


    beijinhos

    ResponderExcluir
  25. Olá Odele!

    Fiquei imensamente feliz com essa nova notícia. Esperemos que o ditado que se diz cá em Portugal "Quem espera sempre alcança" seja verdadeiro, e que finalmente se faça justiça!

    Um beijinho do outro lado do oceano <3

    ResponderExcluir
  26. Odele
    Adorei o novo visual do blogue e lê-se muito melhor:):):) sobretudo para quem usa óculos há 50 anos como eu:)

    Hoje já mandei mais, e mais e incrível que sinto que mais dia menos dias o MP responderá:)

    Beijos meu doce e um especial à Flávia e ao filhote

    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  27. Odele,
    espero ver aqui escrito o fim deste suplício. Espero que responsabilizem a referida empresa que instalou o ralo da piscina. Espero que todos os pais vejam este exemplo e outros similares e tenham mais cuidado com os seus filhos nas piscinas devido a estas ratoeiras que ninguém espera. Espero que a fiscalização -inexistente- faça o seu dever. Quanto à Flavia terá sempre o seu amor. E a Odele não está só, nunca!


    Deixo um beijo para si e para a Flavia

    ResponderExcluir
  28. Odele

    Estarei sempre disposta a contribuir com vcs duas!

    BEIJO

    ResponderExcluir
  29. Oi amada
    Vc é muito preciosa para Deus e Flávia também, creia nisso!
    Mais uma etapa começa a ser vencida não é?
    Tenhamos fé que as coisas em Brasília se desenrolem como é justo e que sua causa( e agora nossa também, por que não?) seja julgada e concedido a vocês o que é de direito.
    Bjs e um fim de semana abençoado!
    Nandilene

    ResponderExcluir
  30. hola mi amiga, los colores de la la 'layourt' como me dices tú y no sabía a qué te referías jajaja están preciosos!!!.
    El rosado y el gris muy bello.
    Cúanto me alegro que te lleguen buenas noticias!!!...ohhh Odele me has alegrado la tarde-noche.
    Ya te lo he dicho muchas veces, pero una más no te hará daño...Flavia vá a despertar de su largo sueñito...porque lucha, lucha y ése gran esfuerzo no va a ser en vano...tienes mis besos, mis abrazos, mi corazón!!!

    ResponderExcluir
  31. Olá Odele,
    a mudança de visual valeu a pena, o bloge está mais lindo assim colorido e as letras sobressaiem mais, o que facilita a leitura.

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  32. Quero saudar, também, a mudança de aspecto deste blog que é também já um pouco a nossa casa.
    Ficou mais vivo, mais dinâmico, mais legível.
    Parabéns Odele.

    ResponderExcluir
  33. Boas notícias, Odele. Que sejam o presságio de um resultado justo!
    Bjs,

    Joao

    ResponderExcluir
  34. Está muito bonita esta mudança de visual que fizeste no blog. Muitos beijos para vocês, aqui deste lado do mar.

    ResponderExcluir
  35. Me alegro muchisimo que las cosas vayan saliendo para adelante, aunque sea despacio. Nunca debemos dejar de tener esperanza. Tienes todo mi premiso para copir mi post
    me siento realmente agradecida de que te guste, es algo que tenia pendiente, decir en voz alta a mis amigos que les agradezco todo el apoyo que me han brindado. Que paseis un feliz fin de semana,
    Saluditos

    ResponderExcluir
  36. Hola Odele,
    Nosotros también os mandamos un besito. Volvemos a colocar el enlace permanente a vuestro blog. Estuvimos de cambios…
    Con cariño,
    Esther.

    ResponderExcluir
  37. Uma esperança!

    um beijo daqui.

    ResponderExcluir
  38. A maquina da djustiça é muito lenta, e a justiça vai se esvanecendo.
    Mas que justiça seja feita mesmo que tarde é importante para a Flávia, restante familia,e que seja exemplar par os outrs caos que inflizmente existem
    Saudações amigas com um beijo de amizade

    ResponderExcluir
  39. já se deu mais um passo, lento, mas deu!
    ~~~~Esperança~~~

    um grande sorriso de força para a Flavia e seus papás :)

    mariam

    ResponderExcluir
  40. Querida,

    Que boa notícia esta.Ao menos se andou um pouco nesta espera tão longa!Alguma energia começa a acontecer...E o mais importante(vc não está sózinha).

    Abraço forte nas duas!

    Maria Dias

    ResponderExcluir
  41. Amiga Odele, fico feliz por ti e por Flavia e espero estar aqui pra ver o desenrolar rápido deste processo e em breve poder de certa forma comemorar o fim desta briga judicial e que esta tenha um fim justo por mais injusto que já tenha sido este processo pelo qual você, eu e tantos outros no mundo passam por causa de falta de fiscalização e de concientização dos "homens do poder"

    beijos em ti e Flavia.

    ResponderExcluir
  42. ODELE
    não se preocupe com a blogagem, querida. A vida segue. E vc nao vai ter tempo em visitar todo mundo. Quanta gente participou
    Eu vim aqui apra saber do andamento do processo e saber comoe stá FLA´VIA E VC.
    OLHA, PRECISOU DE AJUDA, DÁ UM GRITO QUE OUÇO E VENHO CORRENDO
    BJS E DIAS FELIZES

    ResponderExcluir
  43. Fico feliz pela notícia. Esperemoe que realmente o processo acelere. Para demora já chega.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  44. Me alegro mucho por todo el apoyo que recibieron. Espero que pronto llegue la justicia para Flavia, seguiremos apoyando desde Puerto Rico.

    Abrazos,

    ResponderExcluir
  45. Parabéns pela tua luta, pela força e coragem! Parabéns, por conseguires reunir uma tão expressiva solidariedade em torno deste caso.

    bjs de Portugal

    ResponderExcluir
  46. Tenham um final de domingo sereno, amiga. Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  47. Odele

    Maravilha!!!

    Vamos torcer muito, pedir a Deus para que se resolva logo.

    Beijinhos e boa semana para vcs duas.

    ResponderExcluir
  48. Fico muito feliz, já é alguma coisa, não é?
    Beijo

    ResponderExcluir
  49. Olá Odele,

    Obrigado por linkar o ForEver PEMBA. Creia que é muito gratificante estar junto de Vcs. neste blog repleto de solidariedade sensiblidade humana.

    Um abraço,

    Jaime

    ResponderExcluir
  50. Olá, Odele! Fico feliz em saber que, apesar de lenta, a justiça não falhará. Que Deus esteja sempre com vocês. Um grande abraço, Claudia.

    ResponderExcluir
  51. Cara Senhora!!!

    Com todo respeito a sua situação, vou lhe responder ao seu comentário, sendo direta e muito breve:

    Em primeiro lugar, perguntei para a São, sobre o significado das adesões feitas em blogs e comentei ainda que se tais adesões não forem feitas com um subsídio jurídico - como exemplo cito as assinaturas de adesão por alguma causa, que smente serão válidas se dentro de normas específicas e busquei também saber dela, exatamente do que estava tratando essa adesão e que, pelo que eu havia entendido, a mãe - e no caso a senhora - estava tentando recorrer na justiça sobre algo que não havia me ficado claro, em razão do modo como cada blog expõe sua visão do caso e reconheço que até agora continuo sem saber qual é a reinvindicação judicial que está sendo feita e lhe digo que não sou somente eu a pessoa que estranha o modo exposto em muitos blogs, de sua causa e essa falta de linearidade nas postagens é que causam tamanha dúvida. A campanha, no meu entender, está sendo feita de modo a causar dúvidas e delas a senhora não poderá colocar-se como ofendida. Não vou agora entrar no mérito da questão, por uma infinidade de razões e lamento muito por sua filha, mas tenho também o direito comum a todos e muito especialmente por ser brasileira e conhecr as leis de meu país, de me expressar e o fiz, pela dúvida que pairava e continua a pairar, por uma campanha que de acima de toda e qualquer suspeita, não esclarece em nenhum dos blogs que eu cruzei, com um contexto esclarecedor e convincente. O problema portanto não está na causa em si e sim, na forma como a causa vem sendo pleiteada.

    Lamento uma vez mais senhora, mas enfim, temos todos os nossos direitos a preservar e que cada um de nós, possamos lutar por eles, dentro do que as nossas leis e normas jurídicas fundamentadas, estabelecem. Por essa razão escrever com clareza uma petição - sendo ela oficial ou não - é algo que precisa ser feito para evitar o máximo de dúvidas e outras interpretações. Não estamos no tribunal do júri, mas digo-lhe que o uso das palavras e mesmo das vírgulas, é de extremo valor para quem deseja conquistar a sentença a seu favor.

    Tenha uma excelente noite e até mais!!!

    Cristina

    ResponderExcluir
  52. Maria Alegre29 setembro, 2008

    Odele, espero que os Ministros sejam mais céleres em suas decisões, do que o foram os desembargadores de São Paulo e que se faça a esperada justiça.
    Espero também que as pessoas sejam mais claras em seus textos, principalmente quando parecem querer dar aulas sobre determinados assuntos,particularmente direito e português. Fácil é fazer críticas, difícil é torná-las claras.
    Este não é um blog jurídico, nem tão pouco são, os que participaram da blogagem coletiva. Isso você deixa a cargo de seu advogado e é o certo a fazer.
    O que se vê aqui é um pedido de justiça, colocado de forma muito clara, com um histórico dos acontecimentos e que provoca união de blogueiros de várias partes do mundo.
    Não cabe a nós a decisão jurídica, mas a indignação é um direito de toda pessoa.
    Por outro lado, quem procura uma explicação jurídica fundamentada, pode recorrer ao site do Tribunal de Justiça de São Paulo, ou ao site do STJ. Foi o que fiz.
    Este seu blog é feito com coração e alma. Não é alicerçado nas letras frias da lei, mas no coração de pessoas que clamam por Justiça.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  53. Oi Odele! Visual novo por aqui! Bom que você tenha visitado o jardim da minha pequena, ela vai adorar!
    Ah... o uso do português correto e virgulas no seus devidos lugares perdem o valor quando acompanhados de intolerância. Nem sempre aquilo que lemos merece resposta. Ou se merece, merece ser dado com o coração.
    Não pegue para si o rancor que não é seu de direito... prá bom entendedor ou para quem realmente quer entender, meia palavra basta.

    Bjokkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  54. Odele, que boa notícia para começar uma semana! :)
    vou intensificar as orações em favor de vocês, e pedindo que os magistrados sejam iluminados para dar a sentença favorável, e que enfim um pouco de paz venha minimizar um pouco tua luta.
    Agora sabes que não estás só e que podes contar com a ajuda de amigos de todo o mundo que acompanham tua luta e a de Flávia.
    Fica com Deus, boa semana, e que brevemente tenhamos uma ótima noticia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  55. Sra. Cristina, do blog Berro dágua: (Brasil)

    A senhora fez um comentário extremamente equivocado e maldoso sobre o caso de Flavia, em um blog português. Chegou a insinuar que com a Blogagem Coletiva eu estivesse buscando apoio para praticar eutanásia em minha filha, o que mostrou que a senhora não leu NENHUM post deste blog, e que está totalmente desinformada sobre o que motivou a Blogagem Coletiva de Flavia, da qual participaram mais de 250 blogs de todo o mundo. Tenho cópia de seu extenso comentário deixado em um blog português. Aqui transcrevo apenas parcialmente parte desse seu infeliz comentário.

    ”..... Por pior que seja a situação posta a público, esse é um caso pessoal e respeitando os direitos da mãe ... em exigir que algo seja feito para que Flávia morra ou deixe de viver em estado vegetativo, no meu modo de entender, as pessoas próximas, se cansadas do dilema, poderão resolver o caso com muito mais facilidade... Bastará não a alimentarem mais por sonda e nem efetuarem a muitas aspirações pulmonares diárias e Flávia irá rapidinho para onde todos estão tão interessados em mandá-la....,”
    “......Para que a Flávia tenha o direito de eutanásia, leis terão de ser criadas e isso implica em uma série de fatores e considerações. Nesse caso, no meu entender, há duas saídas: ou a família e a mãe, deixa de atendê-la e ela terá um fim rápido, ou a mesma família passa a dedicar horas de orações, para que o poder divino faça o serviço!!!”

    Como eu deixei escrito no seu blog, que a senhora, após críticas minhas e de amigos meus, desativou os comentários, quando a senhora diz que “lamenta por Flavia”: Não lamente por Flavia que é uma pessoa muito amada, não só por mim a mãe, mas por muitas pessoas neste mundo. Lamente sim pela senhora. A senhora sim, pra ter escrito algo com o conteúdo acima, é uma pessoa digna de muita pena.
    E por favor, deixe de fazer comentários, principalmente com este conteúdo, sobre algo que não conhece. Mantenha-se longe do blog de minha filha. Aqui só entram e permanecem pessoas de bem.

    ResponderExcluir
  56. Jorge Amado é um dos mais geniais e importantes escritores de sempre. Não só do Brasil, como do mundo inteiro.
    A sua novela " A Morte e a Morte de Quincas Berro d´Água" , que li,há mais de quarenta anos, é uma deliciosa história em que se retratam algumas personagens baianas.
    O Quincas,bebedor inveterado de cachaça, ficou famoso, entre a malandragem, por, certo dia em que o quiseram enganar dando-lhe a beber algo que ele julgava ser a sua preciosa bebida, ter soltado um berro que se ouviu por léguas em redor:
    - ÁÁÁÁGUUUAAAAA!
    Assim ganhou a alcunha de "Berro d´Àgua.

    Por que é que evoco esta saborosa novela, que li e reli?
    É que, se folhearem os comentários, aí para trás, darão conta de uma senhora que usa o nickname "berro d´agua".
    Imagino que essa escolha foi consciente porque leu a novela do Jorge Amado. Nesse caso, ter-se-á identificado com a personagem de tal modo que resolveu assumir a sua alcunha.
    Mas não estou totalmente certo disso. Porque esta senhora revela tal dificuldade em entender o que lê, que, dando de barato que leu (sabe-se lá se leu ou se apenas ouviu falar...) o genial romancista seu compatriota,pode ser que tenha interpretado a história muito à sua maneira. Ou seja, às avessas...
    Os comentários que deixou a propósito da Blogagem Colectiva por Flavia, demonstram que esta senhora não entendeu nada de nada.
    Diz que fez perguntas, que leu posts e que não chegou a conclusões...
    E escreveu coisas desconexas e confusas, num português enredado e sinuoso que é a pior homenagem que poderia fazer ao ilustre escritor seu compatriota .
    Diz que não entendeu a razão da blogagem e por que se gerou todo este movimento de solidariedade em torno da Flavia e da Odele.
    Inicialmente supôs que se tratava de um movimento em torno da legalização da eutanásia... Imaginem quanta falta de entendimento...
    Quase que dava até para rir, se o assunto não fosse tão sério.
    Bastaria ter lido três linhas. Três simples linhas... As que encimam este blog. Lá se explica o essencial.
    E, para principiantes na interpretação de textos, isso seria um exercício bem singelo.
    Mas, pelos vistos, isso é pedir de mais à senhora berro d´agua...
    Uma senhora que, se mandasse na blogosfera (felizmente que esta é um espaço livre, pelo menos em Portugal, no Brasil e em outros países do mundo) transformava-a num imenso emaranhado de certificações, comprovativos, certidões, fiscalizações.
    Porque esta senhora considera que, para que uma corrente de opinião circule na blogosfera, terá de vir acompanhada de "selo de garantia".
    A senhora parece que não entendeu (sempre a dificuldade de entendimento...) que o que está em causa não é uma petição, não é um abaixo-assinado, não é um requerimento.
    É tão somente um movimento de opinião. E as opiniões são livres.
    Mesmo a sua, senhora berro d´água.
    Embora, perante a sua opinião e a sua falta de entendimento, até pudessemos esboçar um sorriso condescendente.
    Mas a senhora convive mal com esta liberdade de opinião. Veja as diferenças.
    A senhora escreveu o que escreveu e os seus comentários não foram apagados (aliás eu pediria aos autores dos respectivos blogs que não nos privassem dessas jóias literárias...). Mas quando, alguns de nós fomos ao seu blog para repor um pouco a verdade dos factos,em termos correctos e respeitosos, mas firmes, a senhora, pura e simplesmente, fechou a porta aos comentários...Escondeu-os e escondeu-se deles.
    Facto sintomático do seu carácter.
    Para finalizar, e utilizando as prórias expressões que mais atrás deixou,e como antigo professor com quase quatro décadas de profissão era capaz de lhe recomendar uma reciclagem no que se refere à interpretação de textos em língua portuguesa e, sobretudo no uso das palavras e mesmo das vírgulas que, aí estamos mesmo de acordo, são demasiadamente importantes para que sejam tão maltratadas.
    Apareça por cá, quando terminar essa reciclagem básica.

    ResponderExcluir
  57. Minha cara senhora!

    Em primeiríssimo lugar, não desativei por nada que não seja algo que costumo fazer seguidamente em função de minha total ausência de tempo para ler e responder e tanto é verdade que eu só pude ler o seu comentário e de mais outras pessoas, ontem a noite.
    Quanto ao fato de eu desconhecer o q que a levou a recorrer à justiça, isso não é novidade e foi essa a razão do meu pedido à São, para que eu pudesse tomar ciência e reforço aqui que os muitos e muitos blogs que aderiram a essa campanha - e não estou aqui a questionar nada, mas sim expondo fatos - muitos e muitos e muitos deles não sabiam a real razão do pedido por justiça. Isso é claro e ponto final.

    Sabemos que muitas pessoas portam-se emocionadas com o problema alheio, quando ele forçosamente lhe cai sobre os olhos. Muitas dessas mesmas pessoas, possuem tantos e tantos motivos para se emocionarem e com razões muitas vezes bem próximas, mas preferem fechar seus olhos por uma questão de conforto e de busca por uma paz interior que necessitam. Optam por uma cegueira aos problemas próximos e ao julgarem-se adeptas de um pedido de justiça virtual ou mesmo próximo, mas que não exija o confronto direto, aderem sem questionar e sem tentar entender completamente os fatos e muitas vezes essa adesão acaba por levar a um conforto e uma sensação de dever cumprido, que conduz a uma resignação. Por essa razão, muitas vezes, nem questionam. Fazem, apenas e isso lhes basta.
    Eu não sou assim. Gosto e procuro saber o que está no entorno de uma situação e tanto que perguntei à São, que quando pode, me respondeu, mas sem me dizer especificamente. Não tenho tido tempo para pesquisar absolutamente nada que não seja voltado ao meu trabalho, pois tenho uma data máxima para uma entrega de um projeto que está me tomando tempo integral - por isso o blog vem sendo fechado sitematicamente, com retorno breve a cada postagem, para ser fechado novamente - e eu não consegui encontrar de imediato, nada que me conduzisse aos fatos de sua estória e nem a esse seu blog. Ao contrário, na pesquisa que eu fiz, acabava sempre caindo em muitos blogs cuja postagem se referia do mesmo modo e tal e qual o da São. Estranhei também o fato da imagem ser de Brasília e portanto isso revelava um caso sendo julgado no Brasil e com tantas pessoas a pedirem por justiça, em Portugal???
    Isso pode fazer volume e ser de importante para sua causa e espero mesmo que seja, mas me levou a questionar as razões pelas quais alguém de um país estranho, clama por justiça sem conhecer as nossas leis...
    Sabemos que a justiça é lenta e que ela poderia e deveria ser mais rápida, mas temos de aceitar ao menos, que nisso ela é justa, por ser igual para todos, no que se refere ao tempo.Nessa questão, todos - sem excessão - temos de ser pacientes e aguardarmos pela nossa vez e de nada adiantará exigirmos que nosso processo seja visto antes do de quem quer que seja, pois nosso problema sempre nos parecerá o mais grave, mas para o outro, o dele é também o que mereceria melhor atenção e uma resolução mais imediata. Enfim, cara senhora, para que possa haver JUSTIÇA, de fato, é preciso sim tempo ára que seja possível entender e ouvir as partes envolvidas no processo. Somente assim é que um tribunal de júri consegue ser técnico o suficiente e justo.

    Para além disso, tudo que eu falei, o fiz em razão de não haver nas postagens, nada que pudesse esclarecer o que estava sendo pedido e o que eu falei, também e isso é muito claro para quem desejar entender, pura e simplesmente, foi exatamente o que parecia ser e tratar-se, pelo que eu vinha lendo nos blogs.

    Portanto, não leve o que eu escrevi pela total desinformação nos blogs visitados e que me levou à dúvidas, para o lado pessoal e sim, para a falta de total esclarecimento nas postagens. Teria sido bem mais didático que as pessoas tivessem copiado do seu blog o resumo dos fatos - como esse postado pela senhora agora - para que a campanha tivesse alcançado o objetivo desejado, sem gerar dúvidas e confesso à senhora que se eu fizesse parte no juri e recebesse uma listagem de blogs e postagens referentes sobre o caso em questão, sem que tudo estivesse muito bem esclarecido para o pedido de adesão, eu desconsideraria sem dúvida, sob pena de cometer injustiças, pois sabemos que muitas são as pessoas, que são levadas pelo momento e não pela seriedade dos fatos e para isso temos infinitos exemplos.

    Tenho minha opinião pessoal sobre o quadro, agora resumidamente esclarecedor, mas que não vem ao caso colocá-lo, por não se fazer necessário, mas lhe digo que compreendo sua ansiedade por ver findado seu pedido judicial, mas sou obrigada a lhe dizer que a senhora é uma pessoa de sorte, por ter conseguido levar à última instância em tempo record, um processo que para a grandiosa maioria dos brasileiros, leva em média, o dobro do tempo. Sabemos o número de processos que pairam nas prateleiras, à espera de uma resposta que coloque fim a muitos sofrimentos, mas que, se forem julgados sem condições técnicas pautadas no esclarecimento absoluto dos fatos, poderá acabar não sendo justo, tanto quanto não poderá ser uma sentença sendo feita, pautada apenas nos sentimentos. É para isso afinal, que existem os profissionais, pois eles são os que estão preparados para olharem os fatos, apenas.
    E para finalizar, por mais que haja reclamações a respeito da nosso poder judiciário no Brasil, é sabido também que temos reconhecidamente um dos melhores conjuntos de normas e leis para serem usadas a nosso favor e espero que de fato a justiça seja feita no seu caso, mas definitivamente e irremediavelmente, ela virá através de quem está apto a julgar pelo que há nos autos e não pela emoção que possa envolver cada caso - e são muitos - sob pena de que as possíveis falhas sejam muito maiores e injustas do que o uso das técnicas e normas legais.

    Seu post foi bastante esclarecedor e ele sim deveria estar sendo usado para a campanha que, do modo como foi realizada, não contribui e gerou dúvidas, mas enfim...

    Embora pessoas tenham me procurado para reclamarem pelo que eu escerevi, entendi que elas - por diversas razões - não foram capazes de perceber que minhas palavras foram colocadas em busca de esclarecimentos, mas sei também que nem sempre as pessoas estão aptas a aceitarem que outros pensamentos e posicionamentos, podem coexistir e que são inlusive, capazes de fazer gerar crescimento e um novo olhar...

    Minha posição foi essa Senhora e nada além de alertar para o fato de que se a camapnha for esclarecedora, poderá ser usada de modo a dar um pouco mais de ganho à causa, mas se ela for feita sem fundamento, de nada adiantará, por mostrar-se simplesmente como uma manifestação de momento e não uma vontade clara de posicionamento.

    Espero que a senhora tenha conseguido me compreender e lhe desejo sorte.

    Uma ótima semana!!!

    Cristina

    ResponderExcluir
  58. Senhora Odele,

    Não vou usar seu espaço para responder para à

    Peciscas ou Andreia do Flautim,

    pois eu respondi diretamente no blog dela, mas ela possui moderação de comentários e então eu espero que ela copie na íntegra e sem adulteração alguma feita às minhas palavras e coloque aqui o que eu escrevi em resposta ao recado deixado para mim, por ela, em seu espaço. Desse modo ela estará fazendo também, um pequeno exercício de conduta, uma vez que também faz parte da JUSTIÇA, o rebate às acusações.

    Obrigada e um bom dia!!!
    Cristina

    ResponderExcluir
  59. Ainda gostava de saber porque é que o meu nome veio aqui à baila vindo dessa senhora Berro d'água quando eu nem sequer estou por dentro deste assunto nem nunca tinha vindo a este blog nem ao blog da senhora em questão que mencionou o meu nome... Há pessoas mesmo más e sem noção das coisas...

    Já agora deixo força para a mãe da Flávia! Um abraço!

    ResponderExcluir
  60. Respondendo para a Andréia do Flautim e como já fiz ao seu endereço pessoal, ao clicar no selo do nick pisciscas, que pertence a pessoa que falaou coisas que não se referem a mim, mas que procurei responder à altura, sou conduzida ao seu blog e não o dessa pessoa que é a quem eu de fato estava escrevendo. Como caio sempre no teu blog e não no da PISCISCAS que eu nem mesmo conheço, acreditei que tratava-se mesmo da tua pessoa, pois é para teu blog que eu estava sendo conduzida.

    Peço-te desculpas Andréia, mesmo tendo sido esse um erro que deve ter ocorrido por alguma falha no sistema de blogs.

    Cristina

    ResponderExcluir
  61. Maria Alegre30 setembro, 2008

    Algumas coisas me levam a pensar: o fato da justiça ser lenta deve fazer com que nos conformemos com isso?
    Porque existem outros processos aguardando seus andamentos nos tribunais, devemos nos calar, enquanto nossa vez não chega?
    Ora, o mínimo que o cidadão pode e tem o direito de fazer, é insurgir-se contra a lentidão judicial.
    Paradoxalmente, processos contra pessoas poderosas que causaram danos à coisa pública, ganham uma rapidez tão grande que chegam a nos chocar. Então, como entender nossos Tribunais?
    Espero que Odele e todos seus amigos blogueiros continuem insurgindo-se contra a injustiça e a morosidade e que chegue logo o dia da vitória jurídica.

    ResponderExcluir
  62. Acabei de ler, reler e tentar ler nas entrelinhas todos os comentários, numa tentativa de entender o buzilis desta questão que originou o comentário de Odele com parte de um comentário feito num blog português que por acaso não frequento e outra resposta dada pela "berro d'água - Cristina".

    Ora vamos lá todos sentarmo-nos numa roda gigante, respirar fundo e baixar os dedos inquisidores, porque já somos todos crescidnhos e é a conversar que nos entendemos.

    1- senti a Odele tremendamente fragilizada pelo que foi dito versus escrito no que refere à sugestão da eutanásia quando a família não consegue aguentar a pressão de tamanha dor.
    Eu também ficaria desoladérrima e com um ataque de fúria NUM DESRESPEITO PERANTE A DOR DE UMA MÃE, porque quando este blogue foi criado e já entrei nele a meio - LI DE FIO A PAVIO - o que muitos não fazem - para tentar perceber a razão da sua existência. Faço em todos e fico se gostar, mas para entender é preciso ler tudo.
    Odele foi sempre bem clara, volto a repetir FOI BEM CLARA sobre a razão deste blogue contando ao pormenor o acidente e desde o acidente o calvário penoso e percorrido ao longo destes DEZ ANOS!

    2- Quando "berro d'água - CRistina" que tem um blogue, que também não conheço e teria a mesma postura que tenho em todos, mas que não fui lá, nem ao da São porque sendo eu quem sou e fazendo o que já referi é impossível frequentar mais do que aqueles que tenho indicados no meu, diz:

    "Não tenho tido tempo para pesquisar absolutamente nada que não seja voltado ao meu trabalho, pois tenho uma data máxima para uma entrega de um projeto que está me tomando tempo integral - por isso o blog vem sendo fechado sitematicamente, com retorno breve a cada postagem, para ser fechado novamente - e eu não consegui encontrar de imediato, nada que me conduzisse aos fatos de sua estória e nem a esse seu blog. Ao contrário, na pesquisa que eu fiz, acabava sempre caindo em muitos blogs cuja postagem se referia do mesmo modo e tal e qual o da São. Estranhei também o fato da imagem ser de Brasília e portanto isso revelava um caso sendo julgado no Brasil e com tantas pessoas a pedirem por justiça, em Portugal???"

    o que respeito porque é a sua opinião, mas quando diz "que não tem tempo e remete esse tempo de busca para outros", acho, e não o digo como acusação, que deveria fazer a pesquisa por si, mais precisa e consisa e aí sim, dizer a sua verdade!
    Esta foi a segunda blogagem colectiva - como tal não leu a primeira - e vi alguns mas não fui a todos e cada um fez o "seu alerta como entendeu". NO meu e em muitos foi remetido para este blogue.
    Pois é de facto e pelo incrível que pareça Portugal está mais presente no Brasil e junto dos brasileiros, que o inverso e a prova está que sabemos imensas noticias vossas, passam inúmeras novelas, e actualmente a 2ª maior comunidade residente aqui é de brasileiros.
    No entanto Portugal é pequenino, mas não é tacanho nem mesquinho.
    Sou portuguesa, nasci em Angola e vivi no Brasil - S.Paulo e achei e acho que os brasileiros são um povo acolhedor, como os portugueses o são, embora os portugueses sejam ainda um pouco "cinzentos".
    Em todos os países há humanos excelentes, bons, maus, péssimos...

    O que quiz dizer com tudo isto?

    3- Que a solidariedade não tem cor, tempo, espaço, sexo, fronteira. Como é óbvio mal do "colectivo de juizes" que se deixarem influenciar pelo quer que seja, mas os "governantes" dão ouvidos a uma multidão que ordeiramente clama "celeridade" num ou mais processos. Num mundo globalizado os sentimentos devem ser catapultados para o seu exterior e terem ou não receptividade, solidariedade e sobretudo respeito e neste caso concreto, por quem faz da internet um espaço de "união positiva" sem nunca fomentar agressões, nas sociedades cada vez mais desumanizadas. Eu nos meus 57 anos nunca deixei de ser quem sou apesar de ter sofrido uma guerra terrível, ficar sem terra, passei fome, muita sede e abria as mãos e tinha apenas:nada versus nada. Nasci branca, mas nunca tive problemas com pretos, nem com os mestiços e aprendi a verdadeira palavra:SOLIDARIEDADE!

    4- Tivemos um dois casos bem graves, idêntico ao de Flávia só que morreram as duas crianças - "Caso AquaParque" e quando tiver tempo vá ao Google, faça uma pesquisa e veja "como foi posto fim ao referido processo"!
    Tivémos uma onda mundial de solidariedade POR TIMOR e por outras causas!

    5- As sociedades desumanizadas em que cada vez se "vende mais gato por lebre" está no seu pleno direito de "tirar a limpo, saber as questões a fundo, separar o trigo do joio", mas nunca quer profissionalmente, quer no seu dia-a-dia "leia as coisas em diagonal, às pressas, pedindo alguém esclarecimentos, porque para sermos "verdadeiros" numa selva de pedra esse trabalho deverá ser feito por nós.

    6- Os casos na justiça brasileira, portuguesa, americana, francesa, etc, etc. todos têm o seu timing e nenhum deles tem uma ordem, a ordem é apenas "conforme a urgência dos casos".

    7- A demora nos tribunais e neste caso em concreto e em muitos que conheço porque trabalhei com a justiça e organismos ligados aos mesmos: peca e MUITO, MAS MUITO pela morosidade, morosidade essa feita, pelos sucessivos recursos apresentados pelos "reús" numa fuga às suas responsabilidades.

    8- A movimentação solidária pode SIM, ajudar a celeridade do quer que seja, mas nunca por nunca "mudar a sentença jurídica", mas julgo que é mais que humano e nunca indiferente uma mãe pedir a indemização a que tem direito para tratar da sua filha atirada para um "coma vigil" pela incúria e irresponsabilidade de grandes empresas.

    8- Por último e pedindo desculpas a todos pelo tempo que perderam a ler com este lençol, pergunto a "berro d'água": que faria se tivesse a braços com um problema destes? mas leia tudo quando tiver tempo pf.

    9- Odele e porque este espaço é dela, somente dela e quem vem aqui, VEM POR BEM, o que julgo que "berro d'água-Cristina" também terá vindo, embora não aplicando a melhor forma, a melhor atitude, mas errar é humano, porque eu também erro e muito, e quantas vezes as palavras são mal interpretadas.

    10- Acredito que iremos continuar lutando pelos direitos de Flávia e que se faça justiça, e neste pequeno conflito de palavras - PLANTO A MINHA FLOR PREFERIDA APELANDO Á PAZ E BOM SENSO - neste mundo em crise - UM CRAVO AMARELO!.

    Disse o meu melhor sem falsidades, porque sou assim mesmo e tento ver as coisas dos vários ângulos possíveis, sem juizos precipitados e julgamentos de praça pública e vamos todos pôr uma pedra sobre o assunto e acolher "Cristina", estendo a minha mão e dizer: fique por bem se quizer, mas também é livre de não querer, de não acreditar.
    UM beijão sincero e Odele dá um grande e terno "xamego" na tua/NOSSA Flávia, do lado de cá do oceano.

    ResponderExcluir
  63. Para começar o meu comentário
    faço uma pequena passagem pela definição de três (3) simples letras, WWW ( World Wide Web) rede
    baseada na internet hipermídia, e a iniciativa global para a partilha de informação, o que permite
    a todas as pessoas compartilharem com os seus conhecimentos, e comunicarem de maneira criativa,
    numa acção que se pretende salutar, que é o de dar e receber, abrindo novos horizontes ao comum dos mortais de poderem expressar-se livremente, sem interferências de terceiros e ou sem estarem sujeitos à influência manipuladora e ou castradora dos orgãos de informação tradicionais.
    É aqui que entra em campo um dos muitos processos de integração e interacção global que é a blogoesfera.
    e para os iniciados ou os veteranos menos informados, aconselharia a leitura do livro "Geração Blogue" de Giuseppe Granieri
    para assim aprenderem (os iniciados) ou tirarem algumas dúvidas (os veteranos), e assim reverem ou provavelmente corrigirem atitudes (foi o meu caso) neste mundo maravilhoso que dá pelo nome de Blogosfera.
    É neste contexto que se enquadra a Blogagem Colectiva "Justiça por Flavia", aliás como tantas outras do género, que circulam na internet, neste caso concreto a blogoesfera, por ser um meio acessível e prático de cada um poder opinar, participando de forma directa e constructiva, sem porem em causa os objectivos para os quais foram criados.
    Assim as adesões são de livre vontade, por amizade e solidariedade com a justa causa de Flavia e Odele, sem preocupações em saber se há ou não "subsídio jurídico", ou se "serão válidas se dentro de normas específicas", que neste caso não é relevante,
    não sendo por isso inserida numa qualquer acção judicial, carregada de burocracia, recursos e demais estratagemas, para retardar
    este ou outro processo legal, que apenas visão benificiar os culpados, prejudicando e lesando o comum dos cidadãos que apenas clamam por Justiça.
    Com uma leitura mais atenta do Blog da Flavia, as "dúvidas" ficam imediatamente dissipadas quanto ás pretensões e objectivos para os quais foi criado o Blog, e conforme o desenrolar do processo ou seguindo o trajecto do Processo nº REsp nº 1.081.432-SP, vão sendo lançadas blogagens colectivas, sem ser necessário dispender um "REAL", ao contrário de um processo jurídico, que como sabemos tem os seus elevados custos.
    Por este processo ser tão simples rápido e eficaz, é a melhor forma de informar para os perigos existentes com os Ralos das piscinas, transformando-o num caso de utilidade pública.
    Assim esta campanha está acima de qualquer suspeita e com um "contexto esclarecedor e convincente", ao ponto de atrever-me mesmo a dizer, deliciosamente envolvente.
    A "forma como a causa vem sendo pleiteada" , na minha opinião é a mais correcta, sendo relativa a preocupação quanto à utilização de "palavras e mesmo das vírgulas" e dado o número(nº) de adesões, e não creio que nesta fase e para já seja necessário recorrer a uma "Petição", com as ditas "leis e normas jurídicas fundamentadas", que já estão incluídas no próprio processo a decorrer, e como tal, mesmo não se tratando de uma petição, esta Blogagem Colectiva é bem clara e até à data não levantou qualquer "dúvida e outras interpretações", da parte dos participantes, salvo uma ou outra excepção, que por distracção ou por outro motivo qualquer, que de momento não é perceptível ou não é bem clara, como é o seu caso.
    Uma petição, só terá impacto se houver um elevado nº de participações, o que de momento não é viável, e acima de tudo, para não interferir com o normal funcionamento das instituições Brasileiras, neste caso concreto, o Superior Tribunal de Justiça em Brasília, onde finalmente, e ao fim de 9 anos se encontra o processo da Flavia.
    A vida é feita de pequenos nadas e
    como cada caso é um caso, têm de ser entendidos como fazendo parte de um todo, onde por lei, e como cidadãos deste mundo global, temos o dever e o direito de opinar defendendo os nossos interesses, para que a vida neste maltratado planeta, tenha algum sentido e coloquemos de parte todas as quezílias e alguma hipocrisia intolerável, porque, e passo a citar, o Baron de Montesquieu "uma injustiça feita a um só, é uma ameaça feita a todos".

    .final

    ResponderExcluir
  64. Tiro-te o meu chapeú e aplaudo-te de pé:)

    . final

    ResponderExcluir
  65. ops

    venho retribuir
    para sentir
    o cheiro a capim queimado
    sentar-me à sombra de um embondeiro
    e sair debaixo para dançar
    à chuva.
    Sentir os aromas africanos na terra molhada.
    Pela manhã. beber água da chuva
    nas folhas.
    humm
    África
    1º estranha-se
    e depois entranha-se.

    Tiro a palhota da cabeça
    e
    ops...
    quero dizer chapéu
    e
    aplaudo-te em pé.

    bis

    ResponderExcluir
  66. Oi, Odele!
    Fico feliz com esta notícia. Estarei sempre unida a esta justa causa.
    Abracinhos em vcs.
    Sue

    ResponderExcluir
  67. Odele,
    Fico feliz com esta notícia, especialmente por ver que ao fim de tantos anos de espera, finalmente todo este processo parece que está a sair do limbo em que se encontrava. Esta é a prova de que quando temos a razão do nosso lado vale sempre a pena lutar.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  68. Hola Odele pase para darte un beso y un abrazo muy grandes a ti y a Flavia y saber como estás.
    No os olvido.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails