Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

APOIO e SOLIDARIEDADE, SEM NADA EM TROCA

- 5 de setembro de 2008
Obs: Para facilitar, repito a cada post, que a orientação para a Blogagem Coletiva esta no post JUSTIÇA PARA FLAVIA. Participe e traga um amigo também. E por favor, não esqueça ao confirmar sua adesão, deixar o endereço de seu blog. Muito obrigada.

Quando vou a um blog gosto de ler além do post, os comentários lá deixados. E foi assim que conheci muitos blogs que hoje - quando o tempo me permite - eu gosto de visitar. Aproveito este post para pedir desculpas por não visitá-los com a frequência que eu gostaria. O problema é mesmo este, acreditem: Falta de tempo.
O comentário abaixo foi deixado no post anterior pelo autor do blog Peciscas, de Portugal. Muitos outros amigos de Portugal, também me apoaim e acompanham - há tempos - muito de perto, esta minha luta por JUSTIÇA PARA FLAVIA.

"peciscas disse...
O blog de Flavia vai, de facto, dia a dia, ganhando novas presenças, ultrapassando fronteiras,conquistando novos amigos.
Felizmente, aparece muita gente boa, que compreende as razões da tua luta e quer estar contigo na caminhada.

A Juani, que tive o privilégio de conhecer há dias, passando pelo seu blog e deixando uma mensagem divulgando a Blogagem Colectiva de 15 de Setembro é uma dessas pessoas que entende que o que aqui se deseja é a solidariedade, que é um sentimento nobre e elevado. Ao contrário da ideia de comiseração que, afinal, tem atrás de si um certa ideia de superioridade.
Esta manifestação radica, quanto a mim, numa banalização do sofrimento que a sociedade mediática em que vivemos tem promovido.
Há um terramoto em qualquer lado? Mostram-se imagens terríveis e promovem-se peditórios. Há quem, sorvendo avidamente o espectáculo do horror,e para descarregar a consciência, ofereça um donativo para os "coitadinhos" que estão a sofrer.
Há um menino que precisa de fazer uma operação e os pais não têm dinheiro?
Mais um peditório, mais uma festa de angariação de fundos, para ajudar a "coitada" da família.
Depois, tudo se esquece, até que a próxima "desgraça" alcance as páginas dos jornais ou as aberturas dos telejornais.
Ser solidário dia a dia, estar presente no apoio afectivo, na comunhão de afectos, sem estar à espera de mais nada que não seja o conforto interior que se sente quando se sabe que há por aí alguém que olha para o lado e vê gente com ela, que sente não estar sozinha,tudo isso é bem mais difícil. Porque estes não são sentimentos descartáveis como o são as manifestações efémeras da "pena" ou da "caridadezinha" que o Zé Barata Moura cantava há anos.
Mas, Odele, tu sabes que, dentro das muitas centenas de pessoas que, felizmente, por aqui passam, é inevitável o afloramento dessas manifestações mais superficiais. Porque, como atrás digo,as pessoas estão, em muitos casos, "deseducadas" no que se refere a afectos e valores.E essas manifestações nem sequer são objectivamente malévolas, porque são, quase sempre, inconscientes.
Assim como também, algumas pessoas aqui virão para "se mostrarem". Para, de algum modo, tirarem algum partido da felizmente crescente visibilidade que este blog tem granjeado.
Há, possivelmente, gente que ainda não compreendeu que travas uma titânica luta diária que te ocupa a quase totalidade das horas do dia ( as pausas para algum descanso são exíguas). Em primeiro lugar, para tratares da Flavia, que exige cuidados e atenção permanentes. Depois, a tratar do próprio blog, da divulgação do caso da Flavia e de tudo o que à volta dele circula.E, não esquecendo todo o resto que há a fazer para se manter uma casa, onde vive uma família, em normal funcionamento.
Tudo isto consome tempo e, sobretudo, energias.Mas há gente que não entende isto e aparece com a ideia de que, para estar presente, tem de te exigir contrapartidas.
Ou seja, "eu dou" mas quero que me agradeçam e que vejam que eu dou.
Eu venho aqui, mas exijo que a autora deste espaço também vá lá.
Eu só linko este blog se a Odele também linkar o meu.
Eu comento, mas se a Odele não retribui sempre a visita, eu deixo de aparecer. Amuo, faço birra, exijo explicações, quero que a Odele se sinta culpada...
Ou, então, eu venho aqui agarrar os muitos amigos que persistentemente por cá passam.Às vezes lançando iniciativas que aparentemente são solidárias, mas, de facto, visam, essencialmente, um aumento das suas próprias "audiências".
Tudo isto demonstra que há quem não entenda, verdadeiramente, a especificidade deste blog.
Seria bom que todos percebessem que vir aqui, é expressar um apoio, uma solidariedade, mas "sem apresentar recibo".
É por isso que a Juani é um excelente exemplo que deve ser realçado.
Há dois ou três dias, ainda não sabia da vossa existência.
Agora, já fala da Flavia e deste blog, divulga a história e a blogagem, em termos elevados, sensíveis, inteligentes e belos.
E nada pediu em troca. Nem sequer apareceu aqui a anunciar que o tinha feito.
 Desculpa se hoje, me alonguei um tanto neste comentário.
É que, por vezes, sinto-me algo pesaroso por saber que ainda há gente que não entendeu o verdadeiro alcance da tua luta.

Segunda-feira, Setembro 01, 2008"

E fiquem agora com os links dos blogs que já confirmaram adesão à Blogagem Coletiva de Flavia.

Até agora temos confirmados 252 blogs.

A Cor da Letra - Brasil
A Fotografia - Portugal
A Médica Frustrada, mas realizada - Brasil
A Minha Matilde & C, Portugal
A Mulher e a Poesia - Portugal
A Ver o Mar - Portugal
Abrindo Janelas - Brasil
Adesenhar - Portugal
Agitação - Portugal
Agulhas Coloridas - Brasil
Àguas da Vida - Italia
Algo se Perdeu na Tradução - Brasil
Algodão doce - Portugal
Anamarta - Portugal
Angeles en la tierra - Argentina
Antonio Campos - Brasil
Apê da Mix - Brasil
Apoio Fraterno - Brasil
Aquarelas de Turner - Portugal
Arnaldo Trindade - Brasil
Art & Design de Isabel Filipe - Portugal
Arte Autismo - Brasil
Arte Decorativa - Portugal
Artes da Elaine - Brasil
As Minhas Romãs - Portugal
Ave Sem Asas - Portugal
Aventuras de Super J - Porto Rico
Avesso do Avesso - Brasil
A Voz do Povo - Portugal
Banho de Gato - Brasil
Barão da Tróia II - Portugal
Barlavento - Portugal
Baú Rosa Choque - Brasil
Beatriz Capaldo - Brasil
Beezzblog - Portugal
Beja - Dando Voz aos Poetas - Portugal
Beto Grego Radialista - Brasil
Betty - Brasil
Blog da Evelize - Brasil
Blog da Gi - Brasil
Blog da Mary - Brasil
Blog do Moura - Brasil
Blog do Nicholas - Brasil
Blog do Ronald - Brasil
Bloguices - Portugal
Blue Moon - Brasil
Blue Velvet - Portugal
Bonde Andando - Brasil
Bordados da léa - Brasil
Borboletas by Kaka - Brasil
Brancamar - Portugal

Cachoeirinha City - Brasil
Cafeinasonaobasta - Brasil
Cala-te a Boca - Brasil
Caminho Livre - Brasil
Campo em Flor - Portugal
Canteiros - Brasil
Cartoons 3D - Portugal
Casa dos Brechós - Brasil
Cenas do Cotidiano - Holanda
C da tarde & Girassóis - Brasil
Claudia Pit - Brasil /
Cleo, a Fada dos Pontinhos - Brasil
Clinica da Palavra - Brasil
Clube de Bloguistas Portugueses - Portugal
Comadres, Compadres & Companhia - Portugal
Compartilhando Letras - Brasil
Confessionário do Dilbert - Portugal
Consciência e Vida - Brasil
Construyendo Caminos Argentina
Criança Genial - Brasil
Criancices - Portugal
C Valente - Portugal
Cupuaçu - Brasil

D.Antónia Ferreirinha - Portugal
De Cara Pra Lua - Brasil
Depaupero Os Impropérios - Brasil
Desenvolvimento e Tecnologia da informação - Brasil
Devaneios Crônicos - Brasil
Dicas Blogger - Brasil
Drax Loja Multimarca - Brasil
Drica Campos - Suiça

E algo se perdeu... - Brasil
Educando a mi Hijo - Perú
Educando o Amanhã - Brasil
Em Construção - Brasil
Encanto de Renascer - Brasil
Enfermagem Pediátrica - Brasil
Então Relaxa... - Brasil
Escrivinhações - Brasil
Esperança e Amor
- Suécia
Estúrdio Blogs's New - Brasil
Eu e o Renascer das Cinzas - Suecia
Eu só quero é ser Feliz - Alemanha
Eufeminismos - Brasil

Fana + Café = Dizeres - Brasil
Falares - Brasil
Fazendo Artesanato - Brasil
Fernando Nerú - Perú
Filho para Sempre - Portugal
Flainando na Web - Brasil
Flor de Riscas - Portugal
ForEver Pemba - Brasil
Fragmentos - Brasil
Fragmentos de Mim - Brasil
Francini.vs.Francine - Brasil

GA Gestão Ambiental - Brasil
Gaúcho Downloads - Brasil
Gente Sem Saúde - Brasil
Guiga - Portugal
Há vida em Marx? - Brasil
Hippos - Estados Unidos
Icaros - Argentina
Ideais & Idéias - Brasil
Inséte - Portugal
Instantes da Vida - Portugal
Interagindo - Brasil
Interior do Amazonas - Brasil
Isabel Filipe Art & Design - Portugal
JabuticabaBrasil - Brasil
Jardim Florido - Brasil
Jardim Meu - Portugal
Je Vois la Vie en Vert - Portugal
Jogos com Matemática - Portugal
Jorge Miguel Santos - Portugal
Jus Indignatus - Brasil
Kelblogger - Brasil
La Sonrisa de Arturo - Espanha
Lagartinha - Portugal
Lavanderia Virtual - Brasil
Le Chemin du Retour - Suiça
Le Jardin Éphémère - França
Leio o Mundo Assim...- Brasil
Leões e Cordeiros - Brasil
Letizio Pantoja - Espanha
Livro D'Agua - Portugal
Livros e Autores - Portugal
Lolita B.bazar - Brasil
Lopesca - Portugal
Lugar do real, do simbólico... - Brasil
Luz de Luma - Brasil
Mais ou Menos Nostalgia - Brasil
Mais tagarelice - Brasil
Mama Babada - Portugal
MamãdaDiana - Portugal
Manas Crocheteiras - Brasil
Mar Re Volto - Portugal
Marginal Zambi - Portugal
Marinheiro de Agua Doce - Portugal
Mark, o Terrível - Brasil
Marlene - Brasil
Menina Marota - Portugal.
Mentolado - Brasil
Meu blue pra você - helio jenné - Brasil
Meu Mundo e Nada Mais - Portugal e Brasil
Meu Reino - Brasil
Mi Ricon - Argentina
Mineira Pasárgada - Brasil
Minha Arte - Brasil
Minhas Agulhas Mágicas - Brasil
Minhas Doces Meninas - Brasil
Minhas Leituras - Brasil
Mis Palabras Y Sentimientos - Espanha
Moendo Café - Portugal
Monalisa e Jairo - Brasil
Mudei de Vida - Portugal
Mundo Azul - Brasil
Na casa da vovó - Brasil
Nani e a Teologia - Brasil
Neurônio Frito - Brasil
no Ví tá - Brasil
Nuno de Souza - Portugal
O Cantinho da Borboleta Azul - Brasil
O filho que eu quero ter - Brasil
O Mundo dos Sonhos - Portugal
O Mundo é Pequeno - Portugal
O Vento Contra a Cara - Portugal
Oficina de Poesia -- Brasil
Ondas de Reflexos - Portugal
Opinion Diferente - Colômbia
Orion - Portugal
Os Meus Encantos - Portugal
Oscar Luiz - Brasil
Ouça o Silêncio - Brasil
Paço das Artes - Portugal
Páginas Secretas - Portugal
Palomas de Papel - Argentina
Papocicuta - Brasil
Para Peques - Jorge e Lucia - Espanha
Peciscas - Portugal
Pensamento Nosso - Brasil
Pensamientos JFS Senovilla - Espanha
Pensieri e Parole - Italia
Pequenos Grandes Sentimentos - Brasil
Planeta da Luanna - Brasil
Poemas e Amores - Brasil
Poemas de un Hada - Argentina
Poeta Xico - Brasil
PutsGrilo!com - Brasil
Recalcitrante - Portugal
Reclinada - Brasil
Rei dos Leitões - Portugal.
Reina Sophia - Brasil
Renata em essência... - Brasil
Retratos do Meu Jardim - Brasil
Revoadas - Brasil
Rosa 147 - Brasil
Sammy e Mama - Inglaterra
são - Portugal
Segredos de uma vida a dois - Portugal
Selena Rumiel - Brasil
Sem Estresse - Brasil
Sexta-feira - Portugal
Sidadania - Portugal
Sidadania II - Portugal
Sidadania Haart - Portugal
Sidadania Memória - Portugal
Silêncio Culpado - Portugal
Sociedad Poetica Sombras de Fuego - Peru
Sociedade Brasilis - Brasil
Sol Poente - Portugal
Soma de Letras - Portugal
Sombras de Mim - Portugal
Sttalo Design - Brasil
Stum und Drang! - Brasil
SueLinhas - Paraná, Brasil
Tal e Coisa, Coisa e Tals ... - Brasil
Te Quiero Tanto - Espanha
Tita Capozzi - Brasil
30 & Alguns - Brasil
Trupiquei na Taubinha - Brasil
Tutti Sogetto - Portugal
Um Poema de Vez em Quando - Portugal
Uma Nova Cubata - Portugal
Valores Portugueses - Portugal
Valsa Lenta - Portugal
Veleidades - Brasil
Verdadeiros Diamantes - Portugal
Vida de Equilibrista - Brasil
Visão panorâmica - Brasil
Voando Pela Vida - Portugal
Você Faz o Brasil - Brasil
Webclub - Portugal
Wilmarx - Brasil
Xis-Tudo - Brasil
Yo, ama de casa! que desafío - Argentina
Zé Povinho - Portugal

Até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

32 comentários

  1. Querida Odele,

    Bom dia.

    Já no post anterior tive oportunidade de aplaudir as palavras do nosso amigo Peciscas.

    O que realmente interessa, tirando excepções mínimas, é que todos que te apoiam e estão solidários contigo o fazem sem nada pedir em troca ...

    os tais outros, os tais mínimos, são "peanuts" ... não interessam, nem vale a pena perder tempo com eles ...


    beijinhos e tem um bom fim de semana

    ResponderExcluir
  2. ...Pessoas que passam por aqui visando só a si próprios são pessoas vázias e não tem muito o q fazer na vida...Acho q todos temos os nossos próprios problemas
    q para nós são maiores q qualquer problema porque são nossos.Mas poder dividir um pouquinho do nosso tempo,do nosso blog,do nosso meio de se comunicar com o mundo, com pessoas que realmente precisam e que sofrem de verdade é gratificante sim e quem ganha somos nós mesmos.Sei o quanto importa uma palavra q sai do fundo do coração...Quantas vezes quando tive problemas realmente sérios eu só desejei q me ouvissem e não encontrei ninguém e se encontrei foram pessoas curiosas q depois sumiram feito poeira no vento.Acho q se alguém se dispõe a vir até aqui, ler o blog,tomar conhecimento da luta de Odele e saber de Flávia já está se doando...Não acredito que existam pessoas aproveitadoras a este ponto.Acredito que existam mais as egoísta que fogem de sofrimentos principalmente sofrimentos alheios.
    É muito bom participar de blogs como este de Odele e do Sidadania que falam de problemas verdadeiros q nos tocam e nos acordam pra realidade da vida!Porque aqui(mundo virtual) é muito mais fácil encontrar tudo bonito e arrumado como num mundo encantado e no fundo a vida real não é assim(encantada).O que aconteceu com Flávia pode acontecer com todos nós e é um absurdo este caso ainda estar sem definição.

    Um grande abraço a Odele e Flávia...Torço para que vocês vençam esta batalha!

    ResponderExcluir
  3. Pase para desearos un feliz fin de semana y que sepais que estais presente en mi corazon y espero que ganeis esta lucha por el bien de toda la humanidad,
    saluditos

    ResponderExcluir
  4. se me olvidaba una cosa, hubo un caso aqui en españa hace unos 6 años, fue un accidete entre un coche y la moto, la niña de la moto
    que tenia 15 años debido al accidente esta en coma, la indenizacion fue de 128. millones de pesetas, el caso fue en Valencia
    comentaselo a tus abogados quizas te ayude
    saluditos

    ResponderExcluir
  5. HOLA,
    CUANTA CON LA VOZ DEL MI,
    DIOS USTED BENDIGA,

    ABRAZOS,

    ResponderExcluir
  6. Olá Odele,
    Tudo bem querida? Eu desejo que sim.
    Fico muito feliz em ver tamanha adesão à essa blogagem, isso nos mostra em especial que sentimentos como a amizade verdadeira, o companheirismo, e a solidariedade ainda existem... Com toda a certeza querida, essa blogagem já é um sucesso!
    Ah, é claro: Estou conformando minha participação!

    Obrigada pela visita tão especial lá no Caminhando, ah, e ainda tem hoje tem post do Mário lá, rs

    Um fim de semana iluminado para vocês duas...Cris

    ResponderExcluir
  7. Isto mesmo, se cada um que passasse por aqui, e, os que conhecem e não colaboram, colaborassem, este nosso Brasil imenso seria mais ... muito mais!
    Mas hoje estou triste, Odele, pela Cleyde Prado, que faleceu ontem, tendo morte cerebral. Eu a conheci melhor, através do blog da Glória Perez. A Cleyde foi uma grande batalhadora criando o blog www.gabrileasoudapaz.com.br, e, lutando como muitos brasileiros, incluindo você, minha querida, pela justiça brasileira!
    Que lá do céu junto à Gabriela, novas portas se abram frente à inúmeras injustiças.
    Beijos à você, Fernando e Flavia.
    Ótimo final de semana!!!
    Eliana.

    ResponderExcluir
  8. Agradeço, sensibilizado, o facto de teres acolhido e destacado as palavras que escrevi nesse comentário que agora transformas em post.
    Sinto-me honrado por colocares estas considerações em evidência.
    Com efeito, quando escrevi aquele longo comentário, fi-lo com o objectivo de levar alguns dos nossos amigos e amigas, a reflectirem, comigo, sobre o verdadeiro significado deste blog e da, empenhada, perseverante mas essencialmente DIGNA luta que travas dia a dia.
    É claro que, subjacente a estas palavras que escrevi, de modo transparente e de olhos nos olhos com quem as pôde ou quis ler, está a ideia de que nem toda a muita gente que aqui passa o faz, de modo totalmente desinteressado e solidário.Pois acho que há uma (felizmente) minoria, que no fundo, aproveita a visibilidade deste Flavia vivendo em coma, para aqui promover outros espaços ou iniciativas ou mesmo divulgar pontos de vista muito próprios (designadamente religiosos), com o intuito de influenciar terceiros.
    No meu ponto de vista (respeitarei sempre quem, de modo elevado, discordar de mim), pelas características específicas deste blog, sempre aqui deveríamos vir, despojados de outros propósitos que não fossem o de estar presente e ser solidário.
    Essencialmente, mostrar que a Flavia e a Odele nunca estarão sozinhas.

    ResponderExcluir
  9. Odele

    Otimo, ter publicado o comentario do Pecisca, ele colocou muito bem as situacoes.

    Quantas adesoes Odele, maravilha.

    Beijinhos nas duas e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Querida amiguinha,
    depois de ler o post, que aliás já tinha lido como comentário, porque como a maioria das pessoas quando tenho tempo gosto de ler não só os posts, mas também os comentários.
    Pois penso que é através deles que podemos conhecer, ou pelo menos tentar conhecer o intimo da pessoas.
    Acho que o seu amigo Peciscas tem razão, mas penso e espero que esse tipo de pessoas a que o Peciscas se refere será uma minoria, e que nem sequer merece o seu pedido de desculpas. Dar com o intuito de receber algo em troca não tem valor.
    Deixo- vos um beijão do tamanho do mundo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. ODELE, o meu problema é e semrpe será MENOR DO QUE O DE FLÁVIA E DE MILHÕES DE PESSOAS MUNDO AFORA.
    Muita gente não entende quando eu escrevo isso.
    MAS O SER HUMANO PRECISA SE DESNUDAR DE INTERESSES VIS E SE DOAR. SEM OLHAR A QUEM.
    ALUTA DA FLÁVIA NÃO É SUA E DELA APEENAS. É DE TODOS NÓS. O PROBLEMA DE SUA FILHA PODERIA MUITO BEM TER ATINGIDO MEU FILHO.
    QUANTAS PESSOAS SABIAM QUE RALO DE PISCINA FAZ DESGRAÇAS SE NÃO É BEM COLOCADO?
    QUEM SE INTERESSAR PELA CAUSA DA SUA FILHA NAO PRECISA RECEBER NADA EM TROCA E VC NAO DEVE NADA A NINGUÉM.
    Nem deve se preocupar com o escasso tempo que vc nao tem para visitar todo mundo. AS PESSOAS DEVEM ENTENDER ISSO.

    BEIJOS E DIAS FELIZES PARA VCS AÍ

    ResponderExcluir
  12. Sabes Odele por mais que digam o quer que seja, continuo a pensar que "certos personagens" terão ou têm aqui a mesma postura que na vida real.
    Protagonismo, holofotes, elogios etc. para proveito próprio há em todo lado, em todas as profissões e até nos flagelos de cada um.

    Que te poderei dizer mais? APENAS QUE NOVAMENTE SUBSCREVO AS PALAVRAS DESSE HOMEM COM "H" GRANDE - o Senhor Peciscas António.

    Estarei sempre a teu lado, como de todos que precisam, porque é no dar VERDADEIRO e sem salameques desaustinados, que ganhamos e recebemos.

    Beijos para vós e todos os que estão em torno da tua/nossa menina!
    Um bom fim de semana!

    SORRI MINHA LINDA :)

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Resolvi entrar na campanha, e fazer parte da blogagem coletiva.
    Não se trata aqui de solidariedade a um caso apenas. É a solidariedade com o humano, a pessoa que sente em nós. Quantas vezes fechamos os olhos, ou por que é mais confortável não ver, ou por que achamos que não nos diz respeito, ou pensamos que não adianta nada, não será nossa adesão que irá mudar o mundo. Mas é exatamente ai que esta o cerne da questão: quanto mais fechamos os olhos, mais espaço deixamos para que esse tipo de coisa aconteça. Quanto mais nos comportamos como carneirinhos mansos, que não protestam ao ser abatidos, mais espaço damos aos lobos de plantão, que usam todos os tramites legais possíveis pra tirar vantagem da gente. Muito me revolta o ver que as pessoas preferem aceitar o que lhes é imposto, em vez de lutar pelo que acham certo. O que acontece, eu me pergunto. Onde foi parar a ânsia de viver, a vontade de mudar o mundo? Os poderosos e aproveitadores de plantão precisam saber que não vamos calar, que vamos lutar pelos nossos direitos até nossas ultimas forças, porque só assim irão temer se aproveitar das oportunidades. Se não gritarmos quando formos abusados, muitos mais serão abusados no futuro por aqueles que tem a certeza da impunidade. Triste é a sociedade que se cala, pra não ter o trabalho de lutar.

    Idéias importantes são primeiramente ridicularizadas, depois atacadas e finalmente absorvidas.
    Schopenhauer

    ResponderExcluir
  14. Eu sei o que é ser injustiçada e o réu ficar "literalmente" a rir-se de nós... adiro com muito gosto e tenho esperança que a justiça seja feita.

    Força!!

    ResponderExcluir
  15. Odele,
    vim aqui pedir desculpas pela falta de tempo minha também, tem um bom tempo que não consigo vir aqui e meu blog anda jogado às traças, só tem algo nele mesmo porque deixei programado, não se preocupe com o post do dia da Blogagem Coletiva, já o programei, caso não consiga entrar na internet no dia, acho que é um dever meu, não só como cidadão, mas também como brasileiro, fazer esse favor pra nós, pra tí e pra Flávia.
    Deixo aqui um beijo terno pras duas.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Odele,
    Quero desejar a voce muita força para vencer a sua luta.


    Um bjinho para voce e para Flávia

    ResponderExcluir
  17. Odele:

    Coloquei o selinho no meu blog como post pois n sei fazer de outra maneira.Tentei mas nao consigo!:(

    Que se faca justica!
    Forca.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Odele, eu acredito que, quando nos dispomos a fazer uma coletiva como essa pela Flávia, nós o façamos porque entendemos que a justiça não pode esperar e que não podemos jamais nos calar diante da impunidade.

    Beijos pra você e para a Flávia!

    ResponderExcluir
  19. Sugiro que não sejamos tão rigorosos com o jeito de ser estar de cada um. Pela compreensão seremos bem mais coerentes com o que envolve a realidade da Flávia. O que não quer dizer que devamos esmorecer em buscar pela justiça o direito a reparação por parte de quem vergonhosamente insiste em manter-se amparado pelo sórdido expediente da omissão.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  20. Odete
    Obrigada pela visita, pelo carinho e pelo convite.
    Certamente estarei presente na Blogagem Coletiva e agora, mais do que nunca, estarei presente sempre que puder para acompanhar a tua luta.

    "Nenhum caminho é longo demais quando um amigo nos acompanha!"

    Deus te abençoe.
    Beijos de solidariedade.

    ResponderExcluir
  21. Odete é a primeira vez q venho aqui, e fiquei muito triste com o q aconteceu a Flavia. Pode contar comigo na blogagem do dia 15. Um abraco.

    ResponderExcluir
  22. Bom noite!!

    Li o sei blog com atenção e atentarei ainda mais a alguns posts não lidos. O meu blog já conta com o vosso símbolo!! http://mundodesonhos.blogspot.com
    Um beijinho!

    ResponderExcluir
  23. Nossa, achei esse blog por acaso, passeando pelo mundo blogueiro e fiquei profundamente comovida, e eu pensando que o maior acidente em piscina poderia ser de uma queda ou algo assim. Lamento demais pela Flávia, e tenho fé que vai acaber bem. Mesmo com tudo isso que vemso acontecer, sempre temos que manter a esperança, nem que seja uma pontinha dela, pra continuar lutando pelo que queremos e acreditamos. Quanto a justiça no nosso país, isso já é mais complicado, afinal ganha-se mais audiência mostrando os corruptos soltos do que defedendo alguém que foi preso por roubar um pote de margarina por exemplo. A justiça é tão rápida quando diz respeito ao governo, prende e solta e assim vai, mas e aos processo de verdade? Quem se encarrega deles? Ficam lá empilhados em um canto, coisas que podia ser resolvidas em dias, levam décadas e quem sofre tem que esperar...
    Mas ainda assim tenho esperança de que um dia a justiça nesse país seja feita, tenho esperança que poderemos confiar no que é justo, que teremos filhos e esses estarão seguros na rua.
    Será que é pedir demais por um futuro digno e justo?

    Fique com Deus e tenha fé sempre!

    ResponderExcluir
  24. Ah.. esqueci de dizer... minha Blogagem do dia 15 já está feita, pode contar comigo pra essa corrente

    ResponderExcluir
  25. Ola super mãe!
    És 1 orgulho e um exemplo para todas as mães.
    Nunca desistas, nós estamos cá para te dar força.
    Conta conosco:
    www.mama-babada.blogspot.com

    Com carinho
    Nídia e Eva

    ResponderExcluir
  26. Olá Odele como habitualmente conte comigo dia 15 setembro, nos meus dois
    blogs.

    http://decoracaoearte.blogspot.com
    http://decorlinks.blogspot.com

    Beijinhos para si e para Flávia

    Paula Pereira

    ResponderExcluir
  27. Está correcto Odele. Talvez eu não tivesse vindo até ao fim da lista.
    Deixo aqui o meu abraço para a Flávinha.

    ResponderExcluir
  28. Olá Odele,
    Quero confirmar minha participação na blogagem coletiva.
    Fico feliz de ver a quantidade de pessoas que aderiram, e dizer que essas duzentas e cinqüenta e tantas vozes unidas serão o grito de Flavia. Que a justiça seja feita!
    Fique com Deus.
    Mári

    ResponderExcluir
  29. Não sou ninguém para julgar os outros. Palavras leva-as o vento. Os actos são aquilo que realmente interessam.
    Desejo uma blogagem colectiva séria, extensa e sobretudo que sirva de reflexão e pressão aos incautos da (in)justiça de todo o mundo. Que sirva de estímulo para quem tem que se organizar no meio de uma causa que merece o maior respeito de todos. Odele, estive e estou sempre consigo. A Flavia merece tudo aquilo que nem consigo descrever por palavras, de olhos húmidos. A fraternidade, o amor é muito mais que palavras. Quando sofro por alguém, sofro-o em silêncio perante essa pessoa. Vivo nas constantes visitas que aqui faço -embora comentando pouco- um sentimento de pequenez e de introspecção perante a realidade humana.
    Desejo sinceramente que consiga vencer legalmente, porque moralmente, para mim, aqui no blog e nos meus sentimentos, já venceu.

    "AUDACES FORTUNA JUVAT"

    Poderia estar calada. Poderia estar nos cantos a lamentar-se, mas a Odele, sofrendo, tornou a audácia, sem ódio, a sua sorte.

    Bem haja Odele e fique bem! Um beijinho para a Flavia.

    ResponderExcluir
  30. "APOIO e SOLIDARIEDADE, SEM NADA EM TROCA"

    um por todos e todos por um.
    faço minhas as palavras do Peciscas
    e quando referes que
    o
    apoio e solidariedade não tem nada em troca, pelo contrário,
    devo dizer, pela parte que me troca,
    que me sinto estremamente feliz
    por receber o teu carinho, Odele, e o
    da Flávia.
    Lá estarei em Brasília.
    :-)
    bj Odele e Flavia

    ResponderExcluir
  31. Olá amiga.Esta luta não é so sua e sim de todos nós.Estou com voce amiga.Abraços.Nile.

    ResponderExcluir
  32. Olá, Odele! Ao acessar o blog me emocionei e chorei ao imaginar a sua dor e revolta, pois tenho um filho e sei como se sente uma mãe ao ver seu filho sofrendo. Nossa justiça é vergonhoso, mas lute com todo sua força,e além disso há a lei divina que se faz presente na vida dos negligentes. Esta luta agora também é minha. Fique com Deus e continue lutando.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails