Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

O estado de coma e os estímulos sonoros

- 24 de maio de 2008
Já mencionei em alguns posts aqui publicados, da importância de se conversar com pessoas em estado de coma, pelo estímulo auditivo que isto significa. Na verdade "conversar" com alguém que não tem mais condições de verbalizar uma resposta, não é difícil, e basta usarmos um pouco a nossa imaginação. Pode-se apenas ir dizendo à pessoa o que estamos fazendo ali perto dela, naquele momento. Quando vou cuidar de Flavia, digo a ela, por exemplo: ”Filha, vou escovar seus dentes agora” e aí posso desenvolver uma conversa sobre como os dentes dela estão bem cuidados e sem uma única cárie sequer e de como Dra. Mirian, sua dentista, tem elogiado eu e Masé por cuidarmos bem da higiene bucal de Flavia. Tenho por hábito ir contando à Flavia o que acontece em seu blog, o número de visitantes, os links, quem comentou o que, etc.. Posso também contar para ela sobre o último filme que vi, a última peça de teatro que assisti, ou o nome das músicas que acabei de gravar no Ipod que ela ganhou da madrinha Claudine, no seu aniversário de 20 anos, em Dezembro passado. Procuro falar coisas positivas, do tipo “alto astral” como se diz. Assunto é o que não me falta para conversar com Flavia e assim proporcionar a ela, ouvir o som de minha voz, mas não só.

Flavia tem recebido com freqüência, de nosso amigo António, do blog Peciscas, de Portugal, mensagens sonoras que coloco para ela ouvir, enquanto trabalho no blog aqui no quarto dela, de onde escrevo agora.

Devidamente autorizada por António, publico agora uma dessas mensagens sonoras que ele gravou para Flavia. A música, parcialmente cantada nesta gravação é “Fonte das Palavras” da banda portuguesa “Cabeças no Ar”.

Eventualmente, dependendo do programa de som instalado em seus computadores a gravação não será ouvida, mas acredito que a maioria de vocês conseguirá ouvir António conversando com Flavia. Adianto que esta gravação tem em torno de quatro minutos. Para ouvir clic no primeiro comando à esquerda do player.




Nota: Infelizmente com o passar do tempo os players vão deixando de funcionar nos blogs. Como foi o caso deste aqui. Uma pena.

António, não tenho palavras para te dizer o que o teu gesto de atenção amizade, e afeto com Flavia, significa para mim. E sei, tenho absoluta certeza António, que esta onda de carinho que vem de ti e de todos os que passam por este blog e nos divulgam e nos apóiam, significa muito para Flavia também.

Um abraço pra todos vocês e até o próximo post.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

47 comentários

  1. Eu acredito que quem esta em coma ouça a nossa voz mesmo impossibilitado de responder...
    Excelente post querida Odele.
    Um explendido final de semana.
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  2. Diz que quem está em coma, permanece no segundo grau da consciência humana. Eles são capazes de ouvir, sim!
    Odele, minha querida. É muito bom saber que mantém firme a sua missão de cuidar da Flavia. Muito lindo o seu amor por ela.
    Recebeste meu e-mail?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Só mesmo do António e faço minhas as palavras dele: Odele empresta-me uma mão e faz neste momento uma festa por mim no rosto de Flávia e um delicioso cafuné juntamente com palavras embrulhadas em beijos!

    Adorei e esta banda é maravilhosa!

    Ai Peciscas como a tua sensibilidade humana vai tão longe.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Também acredito que oiça. Eu estive em coma 72 horas, após uma cirurgia complicada. E eu disse ao meu marido que tinha sonhado que ele tinha estado lá e o que ele tinha dito. E afinal não foi sonho. Ele tinha lá estado e tinha dito mesmo aquelas frases.
    Um grande abraço para vós.

    ResponderExcluir
  5. Odele:

    Estive uma semana fora, a minha filha mais velha foi operada a uma apendicite aguda.

    Tenho a certeza quee a tua Filha te ouve, te sente, e sente esse mar de amor que lhe dás.

    Beijo grande

    Maria

    ResponderExcluir
  6. Odele vim deixar um recadinho da amiga Eliana para você...

    Drika querida, quando passares lá na Odele, por favor, deixe o recadinho que não tem mais como eu deixar mensagens lá. No coments dela não há anônimo. Escrevi duas vezes, e, não consegui postar o comentário. Sempre que comentava, eu, deixava meu nome como anônimo, pois não possuo conta no google ou outros. Fiquei muito triste com isto, mas elas estão em minhas orações. Dê uma passadinha por lá, grandes beijos ... Eliana

    Bom domingo para vocês ...agora vou conhecer o Antonio...

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo exemplo que o Antonio nos dá. Parabéns a ele. Abraços carinhosos para você, a Flávia e todos os seus. Bom domingo.

    ResponderExcluir
  8. Odele,
    Ao ouvir as palavras do António acabei por me comover muito. São gestos bonitos, e que não têm preço nem classificação possível.
    Deixo aqui um beijo cheio de carinho e força para a Flávia, e que espero e desejo que lhe transmitas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Olá Odele!
    como vai?

    Tenho sempre acompanhado os textos aqui do blog... Não pude conter as lágrimas ao ler a "Carta do dia das mãe".
    Desejo sempre muita força pra ti!
    Saiba que sempre pode contar conosco!

    um forte abraço a você e a flávia!

    Murilo

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Odele,
    que coisa bonita o cuidado e o carinho com que você cuida da Flavia, e prova disso é a questão da higiene bucal dela, já que reflete o cuidado e atenção dedicadíssimas que ela recebe.
    Acredito com certeza que ela deve escutar as mensagens e assim sentir o carinho que você e as pessoas como o Antonio passam para ela.
    Vocês estão sempre em minhas orações.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Sinto muito não ter conseguido ouvir as palavras de Antonio.
    Sem problemas. O importante é que Flávia as tenha ouvido e sentido.
    Antonio, você é um amigão.
    Obrigada por deixar Odele e Flávia contentes.
    Me orgulho de você.
    Precisamos de amigos amigos. Isso é Antonio.

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho quase a certeza que ouvem ...
    tive essa experiência com alguém muito próximo ...

    as palavras do António já as conhecia ... mas vou bom ouvi-lo novamente ...

    beijinhos para ti, Flávia e António

    ResponderExcluir
  13. Odele
    Eu acredito na vida e acredito que quem está em coma possa ouvir as palavras que dizemos e sentir os afectos da nossa presença.
    Comovi-me muito com a gravação do António que ouvi perfeitamente. Um homem com uma grande sensibilidade, este António, que nos faz acreditar nas pessoas e na vida.
    Um momento lindo e comovente. Direi como António, na impossibilidade de estar presente: Odele empresta-me as Tuas mãos para fazer umas festas no cabelo de Flávia.
    Porém algo me diz que um dia nos iremos encontrar.

    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Olá minha amiga Odele, que lindo este post do nosso grande amigo António, um homem com H grande uma pessoa de um enorme coração que tem um grande amor por ti e pela nossa doce Flávia, adorei este momento estas doces palavras e tenho a certeza que a Flávia adorou o que ouviu, ela sabe que tem grandes amigos deste lado de Portugal, quem sabe um dia não nos possamos todos juntar e ir até ai, deixo aqui no ar essa possíbilidade e pensarmos em algo assim, e todos juntos podermos visitar a nossa doce Flávia e a sua mãe guerreira que tanto adoro.
    Uma grande bjoca deste amigo de Portugal,
    Nuno de Sousa

    ResponderExcluir
  15. Êta que agora estou feliz!!!
    Com Certeza, Odele, a Flavia escuta tudinho, pois tudo é com muito amor e carinho. Com certeza, cada gesto do António em preparar os "sons" para a linda menina é feito com muita dedicação. Assim como sua doação em cuidar de Flavinha e Masé nos pequenos detalhes para o "passeio" de Flavia.
    Amiga, uma coisa se confirma: Flavinha vive, pois senti todo esse GRANDIOSO AMOR e ACREDITA QUE A JUSTIÇA VAI ESTAR AO SEU LADO.
    Creio também Odele, que "alguém" não a incomode mais.
    Super beijos ... Eliana.

    PS: Ah, se não fosse a Drika, lá na Suíça!!! Agradeço-a de coração!!!

    ResponderExcluir
  16. Olha querida, nunca te canses de lhe falar, ela ouve-te, e sabe o carinho que tens por ela. A minha solidariedade está convosco. Aproveito então esta passagem por aqui para vos dar um grande beijinho e desejar-vos uma excelente semana.

    Beijos do beezz

    ResponderExcluir
  17. Queria dizer em primeiro lugar à Odele e depois a todos os amigos e amigas que deixaram palavras muito agradáveis à minha pessoa, que aquilo que faço pela Flavia é apenas um pequeno grão de areia, perante o que ela e a sua mãe mereceriam.
    Aliás, como a própria Odele refere no post, esta faixa foi enviada de modo particular, para dar a ouvir à nossa menina, lá na sua casa de S. Paulo.
    A Odele fez-me o favor de me honrar com a sua divulgação pública. É um gesto que me sensibiliza e me cativa, pela amizade que envolve.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  18. Odele, que maravilha que consegues falar sempre com tua filha. Tenho certeza ela ouve sim, por isso ela tem este ar tão sereno pois sabe que as pessoas que a rodeiam estão ali dando amor, atenção e carinho. Ela sabe que pode te ter sempre ao lado dela.
    Tenho uma sobrinha que teve paralisia cerebral ao nascer, é gêmea e o irmão não teve nenhuma seuqela. Ela não fala nada, mas ouve e expressa todo o carinho que ela tem por nós e nós por ela. Nós a tratamos normalmente para que ela se sinta incuida e nunca deixamos de dar todo o amor que temos por ela. Ela é uma preciosidade nas nossas vidas.
    Muitos beijos em vocês e um especial na Flavinha.

    ResponderExcluir
  19. Odele querida, o aniverssário da Vera filha de Isabel me fez lembrar de Flavia e de vc, esta mãe extraordinária e exemplo para tantas...passei para te deixar um grande beijo e que embora não venha até aqui com frequência penso sempre em vcs. Todo carinho,
    Vi

    ResponderExcluir
  20. Queridos Odele e Antonio,

    Ouvi as doces palavras dirigidas para a menina Flávia, graças à bondade dos dois amigos. Odele sabe que minha visão é pequena e que ainda não domino o uso de computadores. Só com a compreensão dos amigos é que consegui.
    Obrigada, Antonio.
    Obrigada, Odele.

    ResponderExcluir
  21. Sinto muito não conseguir ouvir as palavras do António, mas por certo são lindas e doces palavras! e o que importa é que a Flávia as ouça!e eu acredito que sim.
    Um beijo carinhoso pra as duas

    ResponderExcluir
  22. Odele, vine para darte un beso para ti y Flavia, me acuerdo mucho de vosotras, no os olvido, pese que a veces parace que transcurre demasiado tiempo, pero nunca dejo de llevaros en mi pensamiento.
    Un beso y un abrazo enormes.

    ResponderExcluir
  23. Odele fiquei muito comovida ao ver este blog tenho uma conhecida em Curitiba cujo sua filha falesceu com o drastico sugador de piscina tambem...
    minha querida Deus te de força e abençoe sua pequena linda filha e a traga de volta o quanto antes.
    Beijos na sua linda flor e outro para você.
    Kátia Bomfim

    ResponderExcluir
  24. que linda essa mensagem do Antônio. Muito carinhosa! cuiroso que parece que ele está frente a frente com a Flávia. queria dizer que tb penso sempre na Flávia, principalmente quando olho para o meu filho, e que mesmo não comentando sempre eu leio TODOS os posts de vocês. bjs pra vcs

    ResponderExcluir
  25. Não sei que dizer Odele...agradeço a António e agradeço-te por teres partilhado connosco...obrigada querida...beijos...

    ResponderExcluir
  26. Roque PB Barros27 maio, 2008

    Odele: Eu continuo visitando esta casa bonita que é o blog de Flavia, e quero dar meus parabéns, porque aqui há amor e justiça! Gostei muito do texto dos estímulos sonoros; pode ter certeza que Flavinha te entende muito bem, e gosta de suas palavras! Beijo para as duas, Roque.

    ResponderExcluir
  27. ...
    Belo exemplo o de António.

    Dá um beijo à Flávia, por mim, por favor.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  28. Odele
    Passo e deixo um beijo a ti e a Flávia e também ao António que é um homem lindo de coração grande.

    ResponderExcluir
  29. Flávia....que lindo foi ouvir as palavras que o teu tio António te enviou, que bom deve ser para ti ouvir, elas são o eco de todos nós!
    Eu...eu continuo a mandar-te o meu acariciar pelo vento!!!Eu sei que to tb o sentes.
    Um beijo para ti, para a tua Super Mãe, e para o António.
    Jinhos muitos...com cheiro de maresia e um roçar de golfinho.

    ResponderExcluir
  30. Buenas tardes Odele y Flavia!!!, claro que sí mi vida cada cosa que realices se lo cuentas!!!, ella te escucha!!!, las personas que han estado de coma durante muchos años y han salido de él dicen que escuchaban absolutamente todo!!!
    ANTONIO eres un DULCE, un SOL, una ESTRELLITA!!!
    Mis besos y abrazos!!!

    ResponderExcluir
  31. Odele

    Escutei a musica tambem.

    Confesso que estou leve e em paz ouvindo o tio Antonio conversar com Flavia.

    Odele, linda mensagem para querida Flavia.

    Continue sim Odele a conversar com Flavia, isto faz muito bem a ela, as palavras boas, sao fontes de energia positiva e ao redor dela resplandece a luz, energizando a todos.

    Parabens e obrigada ao tio Antonio pelo gesto de carinho e amor.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  32. Um beijo para vós deste lado do oceano, mas bem perto do coração. Eu junto a minha voz à do António. Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Odele
    No meio da dor há sempre uma luz que desponta, uma mão que se estende e uma voz que não se esquece. Há quem passe por esta mundo mal-amado mas tu e Flávia não o têm sido. É pouco, é certo, mas é um grande consolo ter tantos amigos. Também sou vosso amigo e também torço por Flávia.

    ResponderExcluir
  34. Odele:

    Acabei de ouvir a gravação do Antonio e estou aqui chorando, emocionada.
    Da mesma forma que você faz com a Flávia eu fazia com o meu filho. Sei que ouvem, tenho a mais absoluta certeza disto. Ouvem o que dizemos com palavras e ouvem,acima de tudo, o nosso "carinho".
    Sabe, Odele, se por um lado a situação toda traz indignação, impotência e dor, por outro ela nos permite descobrir pessoas maravilhosas, com um imenso coração.
    Eu não sei, até hoje, porque entre tantas pessoas que existem no mundo alguns de nós são escolhidos para viver estas situações únicas. Sei, no entanto, que se não nos coube escolher, cabe-nos pelo menos optar pela forma como vamos vivê-las.
    Admiro sua opção. Poucas pessoas são capazes de transformar uma situação adversa em uma causa repleta de amor. Você conseguiu conferir uma dignidade extrema a sua vida e a da Flávia. Se materialmente ela é merecedora de muito mais do que tem, por uma questão de justiça, afetivamente ela não poderia ter sido mais contemplada.
    Você é linda no seu carinho, no seu cuidado, na sua luta. É mais bonita ainda por ter tido a coragem de não ficar chorando pelos cantos, de não deixar sua filha definhar numa cama. Ao contrário. Ao levantar esta bandeira, você a transformou num polo receptor de luz, de cuidado, de carinho. A Flávia rompeu fronteiras. Pessoas no mundo todo rezam por ela, torcem por ela.
    Eu te admiro muito. Você não é só uma mãe maravilhosa, é um ser humano da melhor qualidade.
    Beijos. Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  35. Flávia, minha Flávia
    querida do meu coração,
    tão amada e tão esquecida
    nesse sono sem perdão.

    Tudo porque um certo dia
    um ralo mal colocado
    te tirou a alegria
    e ninguém foi condenado.

    Apenas uma reparação,
    pequena e sem valor,
    que não fosse o grande amor
    e tanta dedicação

    desta Odele qual guerreira
    que batalha até mais não,
    estarias a vida inteira
    longe de toda a afeição.

    Pois proferida a sentença
    ninguém mais vos quis valer
    se não fossem os amigos
    e todo este bem querer

    quantos castigos inimigos
    terias sem merecer?
    Oh, amigos, meus amigos
    não nos podemos render

    estaremos todos unidos
    e a razão há-de vencer.

    ResponderExcluir
  36. Bom fim de semana
    Saudações amigas

    ResponderExcluir
  37. gloria cunha30 maio, 2008

    AMIGOS

    Venho em nome da minha irmã Elisabete Cunha que hoje ás 15 horas recebeu um tiro no ombro defendendo-se de um assalto no seu carro e encontra-se na UTI,meu intuito é uma corrente POSITIVA para que ela se recupere o mais rápido possível.

    obrigada!

    gloria cunha

    elisabetecunha1967@yahoo.com

    ResponderExcluir
  38. Odele te echo de menos, pasé para darte un beso y decirte que en mi blog, pentagramas en versos deje una cosita para ti.

    ResponderExcluir
  39. Bom final de semana para ti querida Odele.
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  40. Tenho andado muito ocupado, profissionalmente, mas arranjei um tempinho para visitar os amigos pelo que não podia deixar de passar por aqui. Ouvi a gravação do Peciscas, onde também já tinha escutado a reportagem que ele fez à Odele. Pelo que vejo os amigos continuam atentos e interessados, como, nos desenvolvimentos que possam existir.
    Bom domingo
    Abraço do Zé

    ResponderExcluir
  41. Odele:
    Sua luta de mãe e mulher sensibiliza. Toca fundo. Quando a Lucia (Em construção) me falou de vc, não imaginei a profundidade e o tamanho de tudo isso. Sei que vim e que quero fazer parte disso de alguma forma. Te respeito muito.
    Carinho.

    ResponderExcluir
  42. Ninguém pode ficar indiferente e não se emocionar ao ler este post.
    Pela Flavia, pelo amor desmedido da mãe Odele, pelas palavras carinhosas do António.
    Um beijinho para os três, torcendo para que se faça justiça. Tardia, é certo- Mas que chegue!
    nucha

    ResponderExcluir
  43. Andresa / Jundiaí06 junho, 2008

    Olá Odele,

    Procurei palavras para iniciar meu recado, mas quero dizer tanto e nao sei por onde começar.
    Acabei de ouvir a mensagem de António e li o recado que a Lucia (nao a conheço) lhe deixou. E ela conseguiu expressar o que eu penso e acredito.
    Estou sempre lendo seus relatos.E pode ter certeza que rezando para que Deus lhe dê paz e sabedoria. Porque vc pode ter certeza que abençoada e amada vc e a Flávia são e muito.

    E obrigada por deixar me fazer parte de sua história, seja atráves de uma mensagem e/ou oração.
    Ahh, acho um dos atos mais lindos vc continuar partilhando tudo com a Flávia, sou psicóloga e acredito sim que eles ouvem e sentem tudo a sua volta.
    Beijos carinhos as duas.

    ResponderExcluir
  44. Acredite querida amiga Odele, sua filha vai voltar a ser como era antes ou melhor , voltará a ser melhor do que era antes, apenas estar a descansar, mas voltará! espera que os dias de alegria painara nas suas vidas! Jamais deixe de acreditar, pois nada nos acontece opor acaso, essa dormência da sua filha é momento de reflexão, e quantas belas reflex~eos com certeza vc já fez e até já está em seu coração a reflexão da volta da sua linda menina, fica com Deus, Ele esta agindo e você verá as maravilhas que acontecerão , amém!

    ResponderExcluir
  45. Eu acredito no poder de Deus e acredito que estas pessoas ouvem o que nós falamos.Interessante artigo

    ResponderExcluir
  46. Ola Odele e Flavia
    Hoje tomei conhecimento deste fato. Estou com voces para o que for preciso, e rezando para que a justiça seja feita. Lindo este amor , que com certeza é sentido, é correspondido por Flavia. Moro em BH, e combinamos - aqui no trabalho - de cada um enviar um e-mail para a justiça em Brasilia protestando pela morosidade da justiça no caso de Flavia.

    Beijos
    Nãna Passos

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails