Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

UM POUCO DE BELEZA, UM POUCO DE LEVEZA.

- 15 de janeiro de 2008
A foto que ilustra este post, uma Borboleta Monarca, está no blog de fotografias de Nuno de Sousa.

Além da atenção de vocês que nos visitam e deixam aqui seus comentários, Flavia tem recebido através deste blog, muitas manifestações de carinho. A ela têm sido dedicadas, músicas que coloco para ela ouvir e poemas que leio ao lado de sua cama, sempre dizendo quem lhes enviou, pois como já escrevi antes, é importante conversar com pessoas em coma. Agradeço a todos vocês por esse carinho com Flavia.

A foto que ilustra este post é de autoria do fotógrafo  português Nuno Sousa. São 3 fotos belíssimas, mostrando o nascimento de uma Borboleta Monarca. Nuno escreveu no blog dele: “Estas fotos são tuas Flavia, como símbolo da beleza e da esperança”. Não há como não se comover diante de tamanho gesto de afeto.

A sequência das 3 fotos dedicadas à Flavia, mostrando o nascimento da Borboleta Monarca, poderá ser vista no blog de fotografias de Nuno de Sousa.

A crônica que agora transcrevo, deixada nos comentários deste blog no post do dia 06 de Janeiro, foi escrita por minha querida amiga, a cronista acreana Leila Jalul. Como sei que nem todos os visitantes lêem comentários, eu transcrevo aqui a crônica de Leila, que me comoveu às lágrimas e nos chegou como aquele longo e esperado abraço.

Nuno está em Portugal, Leila no Acre. Mas através de seus gestos de carinho estão também aqui conosco, nos transmitindo esta esperança tão importante para nos manter em pé e com fé.

A crônica de Leila para Flavia:

SE EU FOSSE...
Um anjo, ainda que por uns momentos, iria visitar Flavinha, sussurraria palavras mágicas, faria cócegas nos seus pés e na barriga, como fazem as mães nos filhos pequeninos, pelo prazer de ouvir as gargalhadas dobradas. Não importaria que depois viessem os soluços, tivesse de fazê-la tomar três goles dágua para que o ugle, ugle parasse de vez. Não temeria sequer colocar-lhe na testa um fio de linha vermelha emboladinha e umedecida com saliva.

Se fosse um anjo, não esse de verdade que ela tem, mas daqueles que a gente conhece das pinturas nas abóbadas das igrejas, pequenininhos, entroncadinhos, passaria dias e noites sorrindo para, diante dos meus malabarismos angelicais, ela esboçasse ainda que um mínimo daquela alegria criança que tinha antes do sono que já se prolonga.

Anjo não sou, mas bem que poderia ser uma fadinha esplendorosa e faiscante, varinha mágica na mão direita, asas de libélula e traje de bailarina. Se fosse uma fadinha sobrevoaria nas dependências do seu quarto e, tal qual um beija-flor, pararia bem próximo ao seus ouvidos , recitaria versos e cantaria canções de encantamento, só para vê-la, preguiçosamente, tentar acordar.

Fada não sou.

E se fosse um palhacinho, ainda com meu coração triste, será que conseguiria? Roupas coloridas, maquiagem forte, exagerada, voz de paspalha, perguntaria e Flávia responderia, na mais velha das velhas tradições do circo:
- Hoje tem marmelada?
- Tem sim, Senhor!
- Hoje tem goiabada?
- Tem sim, Senhor!
- E o palhaço, o que é?
- É ladrão de mulher!
Será?
Sou sem graça, mas daria o melhor do meu espírito parvo para entregá-la e reintegrá-la à vida. Odele, Flávia e o irmão teriam muito o que conversar. Ririam juntos.

Se nada disso adiantasse, continuaria a fazer o que hoje faço. Se só depender de Deus, n’Ele creio. E neste crer reside a minha esperança. O meu desejo é o desejo de todos que conhecem a força e a luta de Odele: que Deus opere o milagre e que a Justiça faça o que há muito deveria ter sido feito.

Leila
Monday, 14 January, 2008

Obrigada Nuno e Leila. Mas como disse Anelize, no primeiro comentário deste post, "de certa forma, todos os amigos que vêm aqui, torcer por vocês, têm um pouco de anjo, um pouco de fada, um pouco de palhaço".

É verdade Anelize, inclusive você, por quem sinto imenso carinho.
Um beijo.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

46 comentários

  1. Nossa, que lindo isso, Odele... Mas de certa forma, acho que todos os amigos que vêm até aqui torcer por vocês têm um pouco de anjo, um pouco de fada, um pouco de palhaço....

    ResponderExcluir
  2. Odele, boa tarde!!!! Sempre venho aqui ler seu blog, me atualizar pela Flavia e divulgar sua luta. Mas, hoje gostaria de comentar e indicar para você um lindo blog que acompanho todos os dias. É a história de uma outra mãe guerreira que fez da perda um motivo para alcançar outras mães, mulheres, pais e jovens que buscam mais de Deus. Talvez você também já conheça, mas, vou deixar o link, vale muito a pena ler, com certeza você se sentirá tocada. Ela já deixou uma vez seu link no blog dela, enfim....ali é um cantinho abençoado. Um grande beijo,
    Eloísa

    ResponderExcluir
  3. ahhhhhhhhhhh, esqueci de deixar o endereço:

    www.meusebastian.blogspot.com

    Eloísa

    ResponderExcluir
  4. É lindo o texto de Leila e lindas as fotos do Nuno, por onde já passei ...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Odele querida, mais uma vez os "encantadores" amigos de Flavia, numa bela mostra de amizade. Um vernissage não seria tão lindo assim!!! Beijos do coração... Eliana - Mogi Guaçu -SP.

    ResponderExcluir
  6. Eu sou uma das pessoas sem jeito,para escrever poesia.Arranjar as rimas certas, para dizer o que me vai na alma é algo que não consigo fazer.Adoro poesia e admiro os poetas e penso mesmo que tenho alma de poeta.Na prosa sinto-me bem e consigo expôr as minhas ideias e sentires.Talvez para mascarar essa minha deficiência,eu acredito que a prosa também é poesia,quando é escrita com os olhos da alma. Foi isso que eu vi no texto que Leila escreveu para Flavia.As minhas felicitações pelo teu sentir, está maravilhoso.
    Um Beijo Grande

    ResponderExcluir
  7. Odele,
    Vim saber notícias da Flávia e sempre acabo recebendo energias neste teu blog. Energias que vêm de você e das pessoas que trazem demonstrações lindas de carinho. Este espaço é especial!
    Beijos,
    Rosana

    ResponderExcluir
  8. Olá querida Odele e Minha princesa FLÁVIA, espero que estas demonstrações todas de carinho, vos tragam este ano tudo que vcs precisam, a JUSTIÇA.

    Da minha parte, cá estarei para aplaudir esse dia, esperando aplaudir ainda mais o regresso da nossa FLÁVIA ao convívio de todos nós.

    Um Beijão especial para a FLÁVIA e um beijo de admiração e carinho para com você Odele, que tem juntado neste seu Blog tanta gente boa, pela FLÁVIA.

    Carlos Rocha (Beezz)

    ResponderExcluir
  9. Prezada Odele,

    Belas mensagens que se transformam em amor visível e carinho indispensável. Flavinha, por certo, está assimilando todo esse amor, porque ela sabe que o verdadeiro ser humano – o de alma nobre! – tem que exercitar o amor para com o seu semelhante. É assim que crescemos juntos, nos alimentamos espiritualmente e nos ajudamos nas situações de dificuldades.

    Flavinha é alimentada com o amor diário de Odele, que não mede esforços, não se entrega, mas clama pela força dos céus para ver a filha amanhã, melhor do que hoje!

    E nós, todos, que acompanhamos o caso, rogamos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo que a restauração se faça no corpo da menina de ontem, e da mulher de hoje, e que a Justiça da Terra não falhe, nem retarde ainda mais, a sentença da vitória.

    Da vitória do bem. Da vitória do amor. Da vitória de nossas autoridades que saberão usar às tábuas da lei em benefício da sociedade, do ser humano, razão maior de todo esse aparato indispensável para regular e privilegiar o direito e a justiça que é de todos.

    Flavinha dorme. Sonha. Acorda. Mas não se comunica por palavras. Mas se comunica pelo sentimento sintonizado na estação do amor. A estação que não muda. Porque o amor no coração das pessoas boas, produz cada vez mais sentimento de amor, irradiando corações e transforma o mundo. A começar pelo mundo individual e se alastra para o coletivo...

    ... E a humanidade passa a ter mais esperança no amanhã!
    Flavinha um beijo grande e que ao voltar dessa viagem nos traga um fio de esperança para um novo tempo.

    Um tempo de amor e paz para fertilizar a terra e mudar o triste quadro da ambição desvairada e da ganância dos desumanos que usurpam da vida e denigrem os mais caros valores.
    Luz eterna!

    ResponderExcluir
  10. Flávia, Odele e Irmãozinho,que meus abraços e beijos solidários voem até vocês. ~~I~~

    ResponderExcluir
  11. No teu título encerra bem a solidariedade e conforto nas palavras do post e na beleza das fotos, e dos comentários já feitos.

    Somos de facto impotentes perante tantos problemas de saúde, mas nunca devemos ser impotentes, gananciosos, faltosos e mentirosos na poupança de palavras de solidariedade.

    Aplaudo de pé e é de pé que dirijo estas minhas palavras a Flávia:

    - Meu doce, minha filha onde estiveres deverás sentir a enorme onda de felicidade em redor de ti e principalmente da tua mãe e irmão, porque és filha e como filha a tua preocupação deve ser gigante. Não te preocupes porque ninguém os vai deixar só e toma um beijinho terno num jesto de carinho.
    Estarei sempre do teu (vosso lado)

    ResponderExcluir
  12. Oi Odele e Flavinha,

    Uma poesia pra vocês:

    Dois Segredos

    Ouço tudo e mais
    do que dizes.
    Escuto além da palavra:

    o som crepuscular
    do silêncio mais vasto.
    Ouço tudo:

    reticências
    suores
    bater de cílios
    os dedos
    o estremecimento da grafite
    o lento desenhar da tua sílaba

    {Luísa Ribeiro)

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Odele!
    Passei para dar um beijinho virtual na Flavinha, cada vez que por aqui venho fico mais feliz e me encanta toda a sua douçura, gentileza e paciência com todos nós.Seu amor é grande demais e se espalha como fogo ardente em nossos corações.
    Fique com Deus Santa mãe guerreira!!!
    Beijos em seus corações!!!
    Vovó Rô!

    ResponderExcluir
  14. Nunca, mas nunca perca a esperança, porque meu pai esteve ás portas da morte, recebeu a extremunção, mas como todos acreditavamos que a esperança é a última a morrer, hoje em dia ele está vivo e com saude ao nosso lado. A Flávia irá ter uma vida bela , porque a merece. Esta vida actual dela é para alertar a sociedade , é uma mensagem, dolorosa, um sacrificio, mas necessária para o bem dos outros. Não será concerteza uma mártire, mas terá cumprido com vida a sua existência pela melhoria de condições na sociedade actual e vindouras. E ainda nos vai brindar com sorrisos e abraços no futuro. ACredite em sim, acredite nela, SEMPRE.

    ResponderExcluir
  15. Odele, só você pra saber a dor que isso lhes causa. Lendo podemos sentir um pouca dessa dor. Mas também achamos aqui muito de esperança, amor e dedicação. Continue na sua luta. Que Deus abençoe você e a Flávia. Vou colocar o link em meu blog. Assim ajudo você naquilo que você se propõem, que é alertar quantos pais forem possível. Parabéns por sua coragem, e por sua fé de mãe e mulher guerreira.

    ResponderExcluir
  16. Queria, mais uma vez, deixar-te um grande abraço de amizade e um beijinho de ternura para a Flávia... que os vossos dias se encham de ternura e beleza e que a esperança nunca vos abandone...deixei-te um prémio, minha querida ...Beijo...

    ResponderExcluir
  17. Odele,

    A sua história e de Flávia está se tornando cada vez mais conhecida. Posso dizer que aqui onde moro muitas pessoas já puderam conhecer este blog e se emocionar com seus textos.

    Há poucos dias um famoso jornalista aqui de Maringá publicou em seu blog (muito visitado), um post sobre Flávia e este blog.

    Fico feliz em ver que, a cada dia, este espaço ganha novos visitantes. E não tenho dúvidas que o seu alerta serviu para muitos e que falta pouco para que o protesto contra a lentidão da justiça se transforme em uma grande vitória!

    Beijos a você e a Flávia!

    Murilo

    ResponderExcluir
  18. Odele, outra coisa...
    será que é possível eu fazer uma postagem com aquele texto que você publicou no blog "Sidadania"?
    (http://sidadania.blogspot.com/2008/01/nem-s-na-sida-est-dor.html)

    ou algum texto parecido?

    se for possível... me avise!
    obrigado!
    abraço!

    Murilo
    murilobattisti@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. Toda a minha ternura para vocês. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Odele, lindas as homenagens.
    Realmente não há como não se comover e se emocionar.

    ResponderExcluir
  21. Odele

    Maravilhoso, emocionante.

    Nos que viemos aqui saber de Flavia, saimos reconfortados com esta troca maravilhosa de energia.

    Beijinhos para Flavinha e voce.

    ResponderExcluir
  22. OI AMIGA!!

    E DAI TUDO BEM COM VOCÊS??
    AGORA ESTOU DE VOLTA E MAIS TRANQUILA PARA VISITAR OS BLOGS NOVAMENTE COMO SEMPRE FAÇO!!
    ODELE KRIDA SEUS TEXTOS SEMPRE ME EMOCIONAM E CONTINUO ORANDO PRA QUE DE TUDO CERTO DESSA VEZ PARA VCS COM O PROCESSO DA FLAVINHA!!
    A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALHA TEMOS QUE CRER NISSO!!
    DEVEMOS SER OTIMISTAS E SEMPRE PENSAR O MELHOR!!
    CONTINUO COM FLAVIA NAS MINHAS ORAÇÕES E ACREDITO QUE PARA SEMPRE VOU LEMBRAR O QUANTO QUIS QUE ELA ACORDASSE E QUE ESSA HISTORIA TENHA UM FINAL MUITO FELIZ!!
    TUDO DE BOM PRA VCS AMIGA!!
    UM SUPER BJO!!

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde, Odele. Eu achava que era uma super mãe, até conhecer vc... estarei aqui colocando a Flávia no colinho de Jesus em minhas orações e pedindo a Ele que te dê muita força e perseverança para continuar nesta caminhada.
    Coloquei seu link no meu blog.
    http://mensagensdiarias.blig.ig.com.br

    Um beijão e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  24. Odele, eu venho apenas demonstrar minha adimiração por você diante da condição de sua filha. Não é pena, nem dó ou qualquer sentimento que menospreze o valor do ser humano. É admiração mesmo. Pudesse todas as pessoas em situações como a sua ter a resignação e abnegação necessárias para diminuir sua dor. Resignação e abnegação não é aceitação. Como cidadã e mãe vc deve mesmo buscar a justiça tão sonhada.
    Espero que Deus e sua própria filha lhe dêem motivos para sorrir e lutar cada vez mais. Vc é uma mulher digna de respeito!

    Todas as vibrações de bons sentimentos a vc e sua família.
    Abraços.

    Marcus Garcia

    ResponderExcluir
  25. Todos nós gostaríamos de ter escrito este texto.
    Um destes dias, aproveitando as maravilhas da técnica que temos ao nosso alcance, talvez consiga fazer uma visitinha à Flavia.

    ResponderExcluir
  26. Como é belo, terno e lindo o que se concebe justamente para a doce Flávia. Merece-o completamente.
    Fico feliz.
    Descortino tanta gente sentido e amando a linda Flávia.
    Se pudesse conquistar e abrir o sonho dela que encanta. Só pode encantar.
    Deve ser um sonho terno, carinhoso e admirável.
    Que texto doce.
    Que texto delicioso.
    Que texto de uma Enorme pessoa(autora) para uma Enorme pessoa.(Flávia)
    É tudo tão solidário e magnífico.
    Odele:
    Merece toda a amabilidade e amizade pela atitude de azáfama que tem em relação à Magnífica Flávia.
    A justiça já actuou ou é preciso lembrar-lhe de novo pelo que não fez ainda e, devia fazê-lo de imediato e prontamente?
    Ainda lhes puxo as orelhas para recordarem.
    OLha Flávia segredo-te que gosto imenso de ti. Sinto por ti admiração e fascínio, acredita?
    Vivo e penso muito em ti.
    Odele Amiga: OBRIGADO por existir e ser minha amiga.
    Beijinhos amigos de ternura e carinho a si, Odele e , à Flávia.
    Com amizade, respeito, estima grandiosa e de imensa sinceridade

    pena

    ResponderExcluir
  27. Pois, é, Odele, são manifestações tocantes como essas que colaboram na sua luta diária, dando-lhe ainda mais coragem, perseverança e fé para seguir adiante. Torço para que essas manifestações sempre façam parte do dia-a-dia de Flavia, seu filho Fernando e, claro, do seu. Muita luz, sempre!

    Aproveito para deixar um pouquinho do meu carinho e admiração por vocês. Trago-lhes uns "presentinhos" virtuais, com respeito e carinho, de coração mesmo! Quando tiver um tempinho, sem pressa, por favor, dê uma olhadinha no post do dia 15. Os mimos estão lá! Fiquem bem!

    Beijos e Abraços!
    Juca

    ResponderExcluir
  28. Boas noites para si amiga Odele e sua filhota linda Flávia,
    Queria agradecer desde já este seu post, está maravilhoso mostrando como sua Flávia está juntando as mãos de várias pessoas espalhadas por esse mundo fora, o texto escrito pela Leila está encantador e comovente, sua Flávia é sim a grande impulsionadora desta ligação de amizade e amor entre todas estas pessoas que aqui têm vindo ao seu blog, nós que fazemos pequenas homenagens, pequenos post, texto e incentivos, a si e sua filha apenas nos solidarizamos a este seu blog maravilhoso, como aqui li é uma mulher guerreira e espero que continue assim com essa sua força e esperança, eu tenho muita assim como muita fé que um dia, em breve sua Flávia este sorrindo aí para nós, acredito nisso e como já lhe tinha dito espero um dia passar pelo Brasil e visitar a sua/nossa Flávia pois já sinto ela como uma grande amiga que mora em meu coração. Sempre que precisar de alguma força conte com todos nós, estamos aqui para isso mesmo amiga.
    Deixo aqui uma enorme bjoca a ambas de seu amigo de Portugal - Sintra
    Nuno de Sousa

    ResponderExcluir
  29. AH, SE ELA VOLTAR!

    Quem me dera algum dia
    voltar ao teu pensamento
    e recuperar a alegria
    que há muito anda no vento

    David Santos in Poiesis 21 - da Editorial Minerva

    Abraços para ti Flavia.

    David Santos

    ResponderExcluir
  30. Deixo aqui o meu elogio à belíssima foto de Nuno e, uma prece acompanhada por um fraterno abraço para Flávia.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. Olá bom dia, essa semana meio corrida, mas estou passando para dar um oi e saber noticias de Flavia. Aproveito parae falar que nossa árvore de amigos está sentindo sua falta, pois sua presença é que faz prosperar belos frutos da árvore de codinome amizade, pois acredito que o nosso mundo da blogosfera é a motivação essencial em tudo o que realizamos de bom em nossas páginas. E aos que nos visitam esperam encontrar em nós uma expressão consciente de amor fraterno e amigo, um amor abrangente e incondicional que podemos permitir que flua através de nós para tudo e todos. Tenha uma excelente sexta e um fim de semana repleto de muita paz, saúde e luz. Abraços fraternos do amigo.

    ResponderExcluir
  32. Lindo post!
    Um excelente fim de semana para ti querida Odele!
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  33. Olá Odele!!!
    Um beijo muito grande para os três.
    Mary

    ResponderExcluir
  34. Amiga Odele, estás en mi corazón y en mi cabeza. Mis deseos, un fin de semana lleno de risas. Beijos.

    ResponderExcluir
  35. Olá Odele
    Passo para deixar um grande beijo para a Flávia e para si e desejar um bom fim-de-semana com muito amor, esperança e coragem.
    Tenho no páginas secretas um prémio para a Flávia.
    Beijão

    ResponderExcluir
  36. Obrigado Odele!
    espero poder ajudar sempre!
    e não precisa se preocupar não, sei que sua rotina não é nada fácil e que o tempo é curto! Sua dedicação que é impressionante...

    estamos juntos!

    beijos a você e a Flávia!

    Murilo

    ResponderExcluir
  37. Simplesmente maravilhosa esta crônica...adorei...qualquer hora dessa farei algo também para Flavinha! melhor, na semana que vem! abraço e bj para vc e flavinha! fique com Deus, sempre!

    ResponderExcluir
  38. Cheguei ao blog da Flavia por um link num email, e nao tenho palvras para descrever a força e a energia boa que senti lendo todas as demonstraçoes de carinho das pessoas amigas da familia.

    Desejo do fundo do coraçao muita LUZ e proteçao para vcs, colocarei a Flavinha nas minhas oraçoes.
    um gde beijo

    ResponderExcluir
  39. Olá, ola, Odele!
    Olá, olá, Flávia!
    Passei mais uma vez para ver as novidades e para vos deixar um beijinho.

    ResponderExcluir
  40. Oi, Odele!! E oi, Flavia!!!
    Passeando por blogs, vi o link para o seu blog e vim conhecer a história...
    Muito bonita a sua iniciativa e a sua luta, Odele! Mais bonita ainda é a sua força...
    Eu tenho a idade da Flavia e me emocionei demais lendo o blog.
    A partir de agora, me considero mais uma na torcida e esperança por vocês!
    Bjs,

    ResponderExcluir
  41. Odele, querida. Continuaremos em contato e sabes que podes contar comigo sempre. Não dei um adeus ao blog, mas preciso de um tempo para repensar muitas coisas. Um beijo na flavinha, em ti e aquela visita vai se concretizar.

    ResponderExcluir
  42. Olá Odele,

    é a primeira vez que visito o blog de Flávia.
    Me lembro muito bem do acidente, mas a mídia obviamente nos apresenta somente uma pequena parte dos fatos... portanto só estou tendo idéia da dimensão dos acontecimentos através do blog.
    Não preciso nem dizer que você é uma mulher muito forte e lutadora, não é?
    Muita luz e energias positivas na vida de Flávia, Fernando e de sua mamãe batalhadora!!!

    Um grande abraco!!!

    ResponderExcluir
  43. olá Flavia
    e Odele
    passei para deixar um beijinho
    e sentir um pouco desta beleza.

    :-)

    ResponderExcluir
  44. Odele, é realmente comovente este blog. Tanta solidariedade, tanta força, isso me faz acreditar no ser humano e na vida. Vim deixar uma palavra, mas tenho apenas que agradecer por ter tido oportunidade de passar por aqui. Receba o meu abraço e dê um beijinho em Flavia. Bom domingo.

    ResponderExcluir
  45. Roque Barros14 maio, 2008

    Odele: Gostei muito da foto da linda borboleta, que representa esta vida que, pode ter certeza, está em Flavia; e também gostei demais, como já te falei, do belo poema...Vou continuar mantendo contato e visitando o blog; beijo para vocês duas, Roque.

    ResponderExcluir
  46. Realmente...ficamos indignados pela justiça brasileira...ás vezes tão rápida em alguns assuntos..impostos por exemplo...quando devemos....
    Mas nesse caso..tão lenta...tenho duas filha e me coloco em seu lugar...ate chorei com a matéria!
    Sinto por sermos tão omissos....
    Deixo aqui minha indignação e o meu desejo de que a justiça seja feita em seu favor Olete!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails