Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

FLAVIA, TENDO SUA HISTÓRIA DIVULGADA

- 8 de novembro de 2007
Nota: Nesta data, 17.11.2010, verifiquei que nem todos os links deste post estão funcionando. Oportunamente isto será por mim corrigido. Obrigada pela compreensão.

AGRADEÇO a todos vocês que têm divulgado, linkado, visitado e comentado o blog de Flavia.Comentários depreciativos – deixados em outros blogs, existem, mas são poucos.

- Uma mulher me acha histérica e negativa e diz não acreditar que ralos de piscina sejam perigosos. - TATA, Eu não invento, eu documento. Leia o que tem sido publicado sobre esses acidentes. E não é absolutamente minha intenção “apavorar” ninguém, apenas ALERTAR e tentar conscientizar. E tenho deixado claro, que não são todos os ralos que oferecem perigo, apenas aqueles que estejam funcionando de forma irregular. O problema é que muitos estão nesta condição. Os acidentes causados por ralos com excesso de sucção, e documentados no blog, comprovam isto.

- Outra mulher diz que alertar para o perigo dos ralos de piscinas, tudo bem, mas quanto a reclamar sobre a indenização de Flavia, isto deveria ficar “entre a mãe, o advogado e a justiça”. – Senhora, este triângulo já existe há NOVE ANOS, e mesmo com todo o esforço e competência de nosso advogado, os juízes que até agora atuaram neste caso, não lhe deram uma sentença digna. Flavia precisa de cuidados e eu preciso pagar para que ela os tenha. Uma indenização de valor infinitamente menor do que aquela pleiteada, NÃO CONDENA, os culpados, e NEM PROTEGE Flavia ou qualquer outra vítima de um acidente de proporções tão devastadoras. Acredito que não é apenas entre "a mãe, o advogado e a justiça" mas principalmente entre a JUSTIÇA e AS VÍTIMAS, e Flavia, todos sabemos, é apenas um exemplo de muitos outros, que não têm condições de se expressar nem de exercer a sua cidadania.

AGRADEÇO aos que entenderam, felizmente a grande maioria, que aqui eu não estou para me lamentar, para choramingar e tampouco para despertar pena ou piedade nas pessoas. Flavia não precisa disso, mas precisa e SEM DEMORA - de RESPEITO, PROTEÇÃO E JUSTIÇA.

Quero deixar agora com vocês, alguns exemplos dos que entenderam o porquê da existência deste blog:
PECISCAS – (Portugal)
Flavia, ... é um dos “blogs especiais” mostrados no “Viagens na Minha Blogosfera.”
Clique aqui e veja o vídeo. ( dois minutos).
Peciscas, você já divulgava Flavia, e agora mais esta atenção. Um abraço nosso.

DAVID SANTOS de Portugal, incansável, continua divulgando, e em vários idiomas, esta história de uma brasileirinha, que em coma, aguarda HÁ NOVE ANOS que a justiça brasileira CONDENE os responsáveis pelo acidente a lhe pagar uma indenização, NÃO SIMBÓLICA como já acontecido em duas sentenças, mas uma indenização condizente com a gravidade do acidente e adequada às suas necessidades especiais, necessidades estas, que Flavia só passou a ter, após o acidente. David, você e meus "amigos portugueses" têm sido muito presentes.Obrigada.

Fez um banner e um vídeo com uma música para Flavia. Clique aqui para ver. Mark, apesar do nome assustador, você deve ser um doce de ser humano e pode estar certo de que Flavia vai gostar de sua música.

CENTRAL PERK – de Patricia Sanches - Americana - São Paulo - Brasil.
Nove anos - Post do dia 04.11.2007
Li no Querido Leitor e repasso, como forma de demonstrar minha indignação.http://flaviavivendoemcoma.blogspot.com/

"Pense no que fez e viveu nos últimos 9 anos de sua vida. E tente imaginar como teria sido passar esse tempo convivendo com a dor e brigando por justiça.Lentidão e impunidade. A nossa justiça vai ser assim pra sempre? "
Patricia, comoveu-me sua SENSIBILIDADE.

Texto extraído do blog QUERIDO LEITOR de Rosana Hermann - São Paulo - Brasil
"pensar Engrandece, Ina
Dani me avisou nos comentários, que o Alexandre Inagaki, do Pensar Enlouquece, havia feito um post sobre o blog Flávia, vivendo em coma. Além do texto brilhante e sensível, como sempre, Ina também fala do caso de Ana Virginia. Você vai ver lá. Ao terminar de ler o texto do Alexandre, voltei para o blog da Flavia e vi um agradecimento de sua mâe à Anelize, que está divulgando o blog entre amigos. Não pude evitar que as lágrimas rolassem depressa, já que estavam represadas há vários dias. E fiquei pensando que este encadeamento de pessoas que os blogs, as redes sociais, a Internet, enfim, permite é a forma mais bonita e eficiente que existe de disseminar os valores e sentimentos comuns que nos fazem humanos. Valores como o senso de justiça, a solidariedade, a amizade. A você, a todos, fica aqui todos os nossos 'muito obrigados' não ditos ou escritos mas que certamente fazem o coração palpitar em busca de mais vida para todos nós. "

Texto extraído do blog
PENSAR ENLOUQUECE de Alexandre Inagaki – São Paulo - Brasil
Os casos de Flavia Souza e Ana Virgínia
De link em link, acabo tomando conhecimento de histórias que, em tempos pré-blogs, dificilmente ficaria sabendo. Hoje, por exemplo, ao navegar pelo Querido Leitor, fiquei estarrecido com a história relatada por um e-mail que a Rosana Hermann recebeu de sua leitora Anelize Salvagni. Por meio dele, soube da história de Flavia Souza Belo, que no dia 6 de janeiro de 1998 desceu com seu irmão Fernando para ir nadar na piscina do prédio em que moravam, no bairro de Moema, em São Paulo. Os cabelos de Flavia, que na época tinha 10 anos de idade, foram sugados pelo ralo da piscina, e ela passou longos minutos debaixo d'água. Em conseqüência desse absurdo incidente, Flavia sofreu graves lesões em seu cérebro e permanece em estado de coma profundo até hoje.

Sua mãe, Odele Souza, criou um blog intitulado Flavia, Vivendo em Coma, com o objetivo de divulgar outros casos semelhantes de acidentes causados por ralos de piscinas. O blog é também um meio de protestar contra a lentidão da Justiça brasileira, que até hoje não puniu os (ir)responsáveis pelo danos afligidos a Flavia: os administradores do condomínio onde moravam e a empresa fabricante do ralo.

No espaço de comentários do Querido Leitor, o leitor Henrique citou um caso semelhante, mas que felizmente teve um final feliz: Jonatas Abbott, empresário que, enquanto trabalhava no salão de eventos de um hotel em Salvador, quase perdeu o seu filho, Gustavo, de 6 anos de idade. E mais uma vez por causa do ralo de uma piscina. Por sorte Gustavo, que teve o seu braço sugado até a altura do ombro pelo ralo, foi salvo por alguns hóspedes do hotel. Jonatas relatou todos os acontecimentos no post "Aos heróis que salvaram a vida do meu filho".

Eu, que não sabia do risco que ralos mal regulados e mal instalados podem causar, descobri mais histórias dramáticas no blog da mãe de Flavia. Dentre elas a de um certo motel em São Paulo no qual duas mulheres, uma em 2001 e outra em 2005, já teriam morrido afogadas por causa da bomba de sucção do ralo da piscina de uma de suas suítes. Bem, o caso é que o tal motel permanece funcionando normalmente (e cobrando diárias nem um pouco prazerosas). É de se perguntar: que providências a Justiça brasileira tomou a fim de punir os culpados por uma negligência criminosa e, mais nonsense ainda, reincidente?

DE CARA PRA LUA de Susan - Rio de Janeiro - Brasil
Reprodução integral do penúltimo post de Flavia - SOLIDARIEDADE SEM FRONTEIRAS.
Susan concordou em uma vez por mês publicar um post sobre Flavia. Uma ajuda e tanto.

O blog FLAVIA, VIVENDO EM COMA é o resultado de meu trabalho. A repercussão é o resultado da solidariedade de vocês. MUITO OBRIGADA.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

34 comentários

  1. Oi Odele, fiz ontem um posting da Flavia, para nao errar copiei a sua introduçao.
    Querida mandei 2 e-mails , vc recebeu?
    Bom final de semana.
    Bjuss para os 3 com carinho .

    ResponderExcluir
  2. Cada um de nós com a sua cruz.
    Bem mais pesada, infelizmente, a sua.

    De qualquer forma, daria os anos que fossem precisos à minha pena para que pudesse ter em casa aquele sorriso lindo da Flávia.

    O meu abraço.

    ResponderExcluir
  3. Tania_prado@terra.com.br09 novembro, 2007

    Odele Minha Linda...

    Quando vejo tua força ,é que sinto o quanto sou fraca e ainda preciso aprender ,as vz reclamamos de coisas tão pequenas,Deus a de fazer com que tua força consiga reunir cada vz mais pessoas ,por um mesmo ideal...Justiça Para nossa Flavia e a Todos os que se afligem por tanta injustiça,e descaso...
    Sou SUSANN DCPL é uma mulher incrivel ,MarK o terrivél ele é realmente especial,e carinhoso ,vi voce comentar a pouco que Flavia esta ouvindo ele cantar durante a fisioterapia,fico muito feliz,bem não vou aqui sitar todos mas sei que estamos começando a nos unir isso é muito bom...
    bjs
    que seu dia hj lhe traga coisas Boas
    bjs A Flavia e que lhe seja redobrada as energias...
    Tania Prado

    ResponderExcluir
  4. Fico feliz em ver que o seu objetivo com esse blog está sendo atingido...
    Espero que isso se reverta de forma positiva..
    Um beijo é otimo fds

    ResponderExcluir
  5. Odele my dear,

    Fico feliz que vocês tenham gostado do vídeo pois meu objetivo foi essencialmente esse.

    As imagens fantasiosas que coloquei são, na minha concepção, as que um sonho bom e tranquilo nos trazem, exatamente como a Flávia deve estar nesse momento vivenciando.

    Um grande abraço,

    Mark Elliot

    ResponderExcluir
  6. Oi Odele! Achei seu blog através do blog de uma conhecida da minha prima.

    Li o seu blog TODO e confesso que estou chocada, indignada, revoltada com a justiça brasileira. É um absurdo toda essa lentidão e descaso.

    Enfim, parabéns pra vc pela sua força, coragem e determinação. Estarei, de agora em diante, acompanhando seu blog e torcendo por vc.

    Estarei divulgando seu blog, porque acho as informações que vc nos fornece por aqui super importantes.

    Beijo e forças!

    ResponderExcluir
  7. Odele, também divulguei este blogue no meu post que acabei de publicar. Abraços, Mário.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Ñ te conheço, mas recebi o link do seu blog por intermédio de uma conhecida e achei de suma importância já que infelizmente acidentes como esses podem acontecer e muitas das vezes as pessoas acham que é lenda urbana.
    Sou admiradora da natação, fui nadadora para clubes e sou professora de natação e sei exatamente o que um simples descuido com o cabelo perto de um ralo pode fazer.
    Tive um caso de afogamento por ralo quando minha irmã era pequena, mas graças a Deus, ela tinha os cabelos presos e ñ aconteceu nada de grave, somente o susto para acreditar mais no que eu dizia para ela.
    Infelizmente é uma pena ver que uma criança saudável e linda de uma hora para outra por irresponsabilidade de outros, fique nesse estado.
    Acho que deviam informar mais sobre o perigo de ter o ralo aberto e em funcionamento ao terem pessoas utilizando a piscina.
    Espero ter tempo suficiente para ler todo seu blog.
    Continue assim, pois com certeza está sendo de muita ajuda para outras pessoas.

    Beijos e torço para que ela um dia acorde desse sono profundo.

    ResponderExcluir
  9. Odele, como sinto a sua dor.
    Comparada com a minha, presumo que estarei longe de um sofrimento tão prolongado. Mesmo juntando a minha "revolta e raiva" à sua, somos obrigados a ter que lidar com estas situações.

    Ainda não estarei em condições psicológicas para o fazer, mas prometo que tudo irei tentar para que o seu caso seja ainda mais conhecido.

    Para além de nos fazermos ouvir numa roda de amigos virtuais, os blogs podem ser um elo de ligação com os sistemas e leis de qualquer país.

    O meu carinho fica registado.
    Voltarei.

    ResponderExcluir
  10. Tem muita gente legal comentando aqui, né?
    Fico muito contente.
    Sempre na torcida!


    beijo grande,
    Anelize

    ResponderExcluir
  11. Olá Odele, vim lá do blog do Ma´rio.
    Acho que você está certíssima em alertar, em reclamar, e tudo mais que puder fazer.
    Nossa justiça é vergonhosa, imoral, só funciona para alguns poucos.
    Houve um tempo, em que a justiça era tudo que podámos esperar, hoje com tanta bandalheira, tanta corrupção, vence aquele que oferece mais.
    Infelizmente é isso que acontece, e a cada dia estamos mais descrentes.
    Sua filha não vai ficar sózinha, terá sua companhia, seu amor, as orações em pensamentos de muitos amigos, alguns até que vocês nunca viram, e talvez nem vejam, mas são pessoas que se solidarizam com a dor alheia, e que acredita ainda em um Deus maior.
    Fiquem em paz.
    Um beijo para as duas.

    ResponderExcluir
  12. Olha..querida..vim atraves do blog do amigo mário..do Apoio Fraterno que tem um coração gigantesco..eu nem poderia imagina um caso desses..mas vejo q não é único..ninguém alerta sobre o perigo..enfim..eu torço de coração que tudo de certo...q sua filha se recupere..e que a justiça seja feita!..um grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Odele, cheguei aqui através do blog Apoio Fraterno e, se me permite, estou abraçando a causa também. Na próxima semana irei postar algo à respeito.

    Uma ótima semana..

    ResponderExcluir
  14. Odele sua iniciativa nos faz ver o quanto vale uma vida. Seu amor é infinito e será ele que lhe dará forças para enfrentar esse obstáculo.
    Só vemos o perigo quando acontece com a gente. A justiça não quer enxergar o tamanho de sua responsabilidade e se esconde na burocracia sem sentido.
    Que Deus ilumine seu caminho e o caminho da menina, dando-lhes força, saúde e esperança.

    Beijos em seu coração.

    ResponderExcluir
  15. Querida Amiga,

    Venho deixar-vos a todos um beijo amigo e votos de Bom Fim de Semana.
    Dê um beijo meu na face da Fávia.

    Com muito carinho,
    Maria Faia

    ResponderExcluir
  16. Odele. Gente obtusa sempre vai existir. São as que empatam mas não impedem o crescimento do mundo. Você, com sua fúria lúcida, faz as coisas se moverem, não deixa quieto como tantos querem, para não se desacomodar. Toca em frente. bj pra você e pra flávia.

    ResponderExcluir
  17. Cada vez seremos mais e mais, e mais...

    A corrente não pára, não pode parar, pela FLÁVIA, pela justiça, por todos nós.

    A sua força, será sempre a nossa força, Odele, não pare, pois nós não pararemos enquanto não for feita a justiça.

    Beijos para si, com amizade, e para a FLÁVIA, milhões de beijos aqui do outro lado do Atlantico... do amigo do costume Beezz...

    ResponderExcluir
  18. Odele,

    Cheguei aqui através que do post que meu namorado fez, o Mário do Apoio Fraterno pois eu mesma não conhecia esse blog e sua história.
    Infelizmente, conheço alguns casos, imediatamente fatais como o de sua linda filha, e me entristeço vendo tamanha injustiça por erros humanos...

    Não tive tempo de ler todo o conteúdo do blog, mas pelo que li é mais do que suficiente para que a partir de agora eu o linke no meu bloguinho e divulgue esses fatos...

    Muita força a todos vocês...

    Força, fé e esperanças, Sempre...

    ResponderExcluir
  19. Odele,
    Voltei para agradecer pelo lindo e doce comentário...Obrigada!
    Sim, sou uma mulher de sorte por amar alguém tao especial quanto o Mário, creio que o inverso´procede também...rs...mas isso só ele pode confirmar, não é mesmo?
    Obrigada...e volte sim...pois eu estarei sempre por aqui, com toda a certeza!
    Beijo carinhoso a você e à Flávia,
    Cris

    ResponderExcluir
  20. Eliana-Mogi Guaçu-SP11 novembro, 2007

    Olá Odele, lembra-se da notícia que lhe enviei recentemente? Não possuo blog, mas da maneira que posso estarei divulgando o blog de Flavia, nos blogs que comento.Estou pensando em escrever e enviar alguns artigos para jornais locais sob o perigo que ronda as piscinas. Assim que fizer, estarei lhe enviando. Beijos à voce e Flavia!!!

    ResponderExcluir
  21. Querida Amiga,

    Fico muito feliz com a divulgação que o blog de Flávia está tendo por todo o mundo.

    Não pude deixar de me emocionar com o comentário do Zé Prisas, a quem hoje eu visitei pela 1 vez ...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Odele,

    Conte comigo. O que puder fazer para ajudar, estou aqui.

    Beijos,
    Susan

    ResponderExcluir
  23. Minha cara, com sua permissão o lindo sorriso da Flávia, já é parte de meu blog. Qualquer coisa, estou à seu lado e de sua família.

    Grande abra~ço e tenha fé...

    ResponderExcluir
  24. Oi
    Vi seu blog em um link de outro blog.
    É realmente um absurdo o descaso da justiça brasileira, mais pessoas deveriam ter acesso a essas informacoes e algo deveria ser feito. Parabens pelo seu trabalho.
    Deus abençoe a voce e sua família!
    Deus está com você!

    Abraços

    Jeíce Catrine

    ResponderExcluir
  25. Odele e Flávia vocês contruiram uma rede de solidariedade por merececimento.

    Meu reconhecimento a quem faz!

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Oi, Odele!

    Mais uma vez, obrigada pela visita :)
    Depois te mando um email. Quero saber a data do aniversário da Flavia e do seu também.

    Uma semana ótima!

    Bjoooo,
    Anelize

    ResponderExcluir
  27. olá Odele / Flávia

    tenho no meu sidebar um presente para a Flávia.
    vai e coloca o som a gosto.
    espero que goste.
    :-)
    bjs Flávia / Odele

    ResponderExcluir
  28. Olá Odele, já existe alguma comunidade no orkut em prol da causa da flávia?
    Você está certíssima em divulgar a sua história e de sua filha pro mundo, pois é um alerta para que outras pessoas não venham a passar por situações como a de flávia. pessoas que economizam em manutenção de ralo geram sofrimento para muita gente como pude observar lendo seu blog. infelizmente em nome do dinheiro, as pessoas vão além dos princípios básicos. Parabéns por levantar esta bandeira! paz e saúde pra sua família!

    Monique Rabello

    ResponderExcluir
  29. Bom dia!!

    Vim por indicação do MARIO e te parabenizo pela atitude. São gestos como este que podem evitar que novas tragédias aconteçam.

    Boa semana!!

    ResponderExcluir
  30. Amiga Odete tem vários dias que visito o seu blog, li quase todos os post, mas na hora de comentar me faltaram as palavras. Não sabia o que escrever... Acho que muitas pessoas ao visitar o seu blog sinta-se assim.
    Saiba que admiro a sua força, a sua persistência, imagino, só imagino o sofrimento que vc passe dia após dia, sei que esta dor só vc pode explicar. Saiba que estou me solidarizando com vc, estou colocando o Blog da Flávia como Destaque em Nosso Coração no Entre Amigos uma forma de mostar aos amigos blogueiros o que acontece com a Flávia e alertar sobre o perigo que nós e os nossos filhos correm numa piscina. Fique com Deus.
    Beijos em seu coração

    ResponderExcluir
  31. Odete,acompanhei o caso na época. Que Deus lhe dê muita força para continuar a lutar pela Flávia e pelos direitos dela na justiça.
    Já acrescentei o blog lá no meu
    abraço solidário

    ResponderExcluir
  32. Odele, o melhor agradecimento que poderiamos ter todos era ver justiça.

    Já basta a situação de Flavia e a (in)justiça está perra e inclinada para o lado do costume!!

    Fique com o óleo da amizade de todos nós, a ver se desenferrujamos a justiça!

    bjs amigos

    ResponderExcluir
  33. Oi querida amiga, como estás e a nossa Flávia? :)

    Tenho andado sem tempo para visitar os cantinhos amigos, mas acredita, tenho a Flávia bem guardadinha no meu coração! :)

    Fui conhecer o cantinho do Jonatas, pai do heroi Gustavo, e me emocionei com o seu post de agradecimento às pessoas que ajudaram a salvar seu menino. Graças a Deus, um caso com um final feliz...

    É como tu dizes, são muitos os acidentes que acontecem com ralos de piscinas... temos que estar atentos!

    Fiquei feliz por ver que neste teu post tiveste mais de trinta comentários, o "mundo" está a começar a conhecer a tremenda injustiça que a justiça brasileira tem feito com a nossa menina!

    Mais uma vez digo-te, não ligues aos comentários depreciativos, eles acontecem somente porque veem de pessoas que não sabem "olhar e escutar" com o coração, e sobretudo, porque, e felizmente por isso, nunca passaram por uma situação identica, porque se isso acontecesse eles já não comentariam dessa forma....
    Queira Deus, que essas pessoas que comentam pela negativa, nunca venham a sentir na "pele" o que tu estás a sentir e a viver à tantos anos!... Que Deus tenha piedade para com eles!

    Como está a nossa princesa? Eu imagino ela deitadinha na sua cama e tu a seu lado lendo tudo o que os seus muitos amigos, comentam, não é assim? Conversa sempre com ela, mima muito ela e não te esqueças de lhe sussurar ao ouvido que a Flor de Portugal a ama muito e que pede a Deus por ela nas suas orações. Amiga Odele, querida, desculpa eu tratar-te por tu, espero que não leves a mal, mas sinto que, e apesar da "distância física" que nos separa, nossos corações estão juntos pela amor à tua filha. Fiquem com Deus e Odele, nunca desistas de lutar pelos direitos da tua filha.

    Beijinho e o resto de um dia sereno e cheio de amor.

    Vossa sempre amiga Flor :D

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    A pedido do David, divulguei o seu link no meu blog e pedi que visitem e que enviem emails.
    Desejo sucesso na sua campanha.
    Abraços
    Sônia Maria

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails