Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

DENUNCIAR, PROTESTAR, DIVULGAR...DIVULGAR...

- 25 de outubro de 2007
No post anterior – "Aflição e Constrangimento" aDesenhar deixou o comentário abaixo:

aDesenhar disse...
olá
quando um cidadão é prejudicado, seja qual for o "Sistema" envolvido, nunca há culpados,para que os processos se arrastem no tempo, com a intenção premeditada de levar os lesados a desistirem dos processos. A Justiça deixa muito a desejar, seja qual for o país, e as injustiças praticadas, com casos idênticos ao da Flávia já são muitos, e não podem nem devem ser ignorados.Mas é graças à força da Flávia, familiares e amigos, que não baixam os braços e lutam contra um Sistema instituído, com seus tentáculos devoradores, para que mais tarde ou mais cedo, casos como este não se repitam, para bem da humanidade, e de uma vez por todas se respeitem os Direitos Humanos.
Deixo um Abraço para duas Mulheres de grande coragem:
a Flavia e a Odele Souza"

Um comentário como este, é valioso porque além de ser um incentivo, me faz perceber que o que penso sobre não ficarmos calados e de braços cruzados pelas injustiças que nos fazem, é compartilhado por outras pessoas. Além de aDesenhar, muitos de vocês que me lêem agora, vêm deixando comentários neste blog, que me” botam pra cima” e me incentivam a continuar a denunciar este caso de total “descaso” para com minha filha.

Prefiro não citar nomes para não correr o risco de cometer a indelicadeza de esquecer alguém, mas este post é na verdade um agradecimento a todos quantos já fizeram e continuam fazendo posts para divulgar o caso de Flavia. A todos quantos linkam o blog de Flavia, a todos que entram e comentam meus posts, pessoas que se manifestam e mostram solidariedade.

Como o blog de Flavia é mais visto, comentado e divulgado em Portugal do que no Brasil, é daí que tem vindo a maioria dos comentários e de ações de solidariedade. No entanto, vez por outra nos comentários dos blogs dai, leio algo do tipo: “Mas injustiças não acontecem apenas no Brasil, acontecem em todo o mundo inclusive aqui em Portugal..” Isto é verdade. Mas não é possível mostrar solidariedade com quem não divulga o que lhe acontece, com quem fica calado, escondido e amedrontado. Estou certa de que vocês mostrariam a mesma solidariedade que têm mostrado a mim e à Flavia, se outros casos de injustiças aí em Portugal lhes chegassem ao conhecimento. Mas não são todas as pessoas que vão a público expor situações de desrespeito pelas quais passaram ou ainda passam.

Desagradável? Claro que é, e muito. Mas se não mostramos a cara, se não nos expomos, não há como alguém saber das injustiças que sofremos. É da maior importância não nos calar diante do desrespeito que nos acontecem. E se esse desrespeito vier do governo e de autoridades que teriam por obrigação nos proteger, denunciar a situação, pode vir a beneficiar aquelas pessoas que não têm condições de se expressar. É só nos expondo e divulgando para o mundo as INJUSTIÇAS e o DESRESPEITO dos quais somos vítimas, que podemos receber não a piedade, que desta não precisamos, mas a solidariedade das pessoas. E como disse Mário Relvas, em seu mais recente post sobre Flavia, A SOLIDARIEDADE NÃO PODE SER UMA PALAVRA VÃ.

Pra vocês, com gratidão e carinho, um abraço meu e de Flavia.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

42 comentários

  1. Por si, cara Odele, pela Flávia, por todos os que sofrem no mundo: é preciso efectivamente que a Solidariedade não seja uma palavra vâ!

    Caminhemos juntos de mãos dadas por um mundo mais justo, mais humano e menos demagógico.

    Por uma JUSTIÇA ágil e real, que transborde verdade e que não esteja cosntantemente emperrada para o mesmo lado.

    Deixo o meu abraço de gratidão e amizade

    ResponderExcluir
  2. Odele, obrigado por este post.
    Só não concordo com a tua ideia de que quem conta as injustiças que a "JUSTIÇA"(?) lhe faz, está a contar as "suas mazelas".
    Não penso assim.
    Quem relata as injustiças de que é vítima, relata as mazelas da tal "JUSTIÇA", dos sistemas instituídos, dos poderes inoperantes, ou indiferentes. Relata mazelas dos "responsáveis" irresponsáveis.
    Denunciar casos como o de Flávia não é "expor mazelas" próprias, mas sim numa atitude cívica, denunciar pústulas alheias, tão mais repugnantes quanto fruto de imoral oportunismo ou descaso.

    E, tenho a convicção, de que, neste caso (como em tantos outros) a Solidariedade não corre o risco de ser uma palavra vã, já que resulta expontânea, e não vem ensombrada de quaisquer interesses.

    Um beijo para a Flávia.

    Abraço-te.

    ResponderExcluir
  3. Odele a vossa causa é agora a nossa causa.

    Não desistiremos!

    Bjs
    Ana

    ResponderExcluir
  4. Minha querida amiga, mais uma tentativa hoje de chegar ao coração dos mais desinteressados, mandei um e-mail, para a Embaixada do Brasil em Portugal, para que se faça aqui alguma pressão junto dessa gente que não tem coração.

    Mandarei um mail por dia para esse endereço, atá que obtenha uma resposta capaz de me descansar a alma.

    Por si, Principalmente pela FLÁVIA e por todos os que sofrem no mundo as injustiças dos poderosos.

    Juntos venceremos.

    Milhões de beijos à FLÁVIA, e um beijão enorme para si.

    Do Beezz

    ResponderExcluir
  5. Estou de pleno acordo com aDesenhar.
    Infelizmente o código penal estacionou no tempo, porque assim convém a quem detém o poder. Manter o povo fora do alcance dos benefícios da lei, como se fossemos seres ignorantes e alienados. Bem se diz: A justiça é cega e só vê o que quer.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Eu já tenho o post feito. Tirei em português da Voz do Povo.
    Um abraço forte

    ResponderExcluir
  7. Estou aqui para lhe dizer o quanto estou solidaria consigo pelo sofrimento da Flavia .
    Tenha fè far-se-a JUSTIÇA!!

    Vim aqui ter pela mão da minha grande amiga Isabel filipe e outros

    Fique bem
    bom fim de semana
    Beijão grande

    ResponderExcluir
  8. Querida Amiga,

    Claro ... a solidariedade não pode ser uma coisa vã....
    ____________

    vai ao blog da Laurentina que ela tem lá uma coisa bem linda

    _____

    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Querida Odele,
    Eu não me canso de dizer o quanto admiro vc pela sua força, mais que isso, pela forma que luta, não aceitando silenciar diante desse absurdo.
    Se existisse muitas de vc, certamente haveria mais justiça nesse nosso mundinho.
    Um beijo grande em vc e na Flavinha,
    com carinho,
    Val

    ResponderExcluir
  10. Odele, espero tengas fuerza para continuar con tu lucha. Te voy a incluir en mi blog...además notificaré al embajador aquí en Argentina.
    Muchos besitos a Flavia...háblale, háblale, ojalá Dios nos conceda la alegría de que un día despierte.
    Cuenta conmigo Odele, para lo que necesites.
    Un abrazo profundo y sincero.

    ResponderExcluir
  11. Descobri hoje este blog, já nem sei como cá cheguei.
    Ainda estou sem palavras...
    Do fundo do meu coração um abraço, um abraço de carinho, de conforto, de amor... de uma mãe para uma mãe.
    Afinal os meus problemas são tão pequeninos...

    Um beijinho para a Flávia e outro para si.

    Luz

    P.S.- Vou colocar no meu blog o link para este blog.

    ResponderExcluir
  12. Odele:
    conoci tu caso por por David Santos.El escribio en mi blog y me pidio que lo visitara y leyera lo que sucedio con tu hija.
    Como mama,solo puedo abrazarte con inmenso cAri#o y como Argentina quiero que sepas que voy a enviar una nota a la Embajada de Brasil en Argentina para apoyarte y para ayudarte en esta lucha que libras contra tanta injusticia
    Voy a publicar la nota de David en mi clog pata que en mi pais sepan tu caso
    Te dejo un abrazo enorme desde mi corazon y un ruego rezo todas las noches por Flavia

    ResponderExcluir
  13. Solidariedade sincera conforta, estimula continuar na luta... é isso que desejo que a minha e a de todos que te leem e conhecem a história da Flávia e tua luta por justiça, faça acontecer.

    PS: Mais uma vez: fiquei feliz por lembrar do meu aniversário!

    ResponderExcluir
  14. Desde Argentina, mi solidaridad para vos, espero puedas entender castellano, se que sí.

    Que nada te haga bajar los brazos y puedas superar este momento, y que se haga pronta justicia para con esta hermosa niña!!!

    Saludos, Alejandra.
    (Vine por el blog de Flor!!)

    ResponderExcluir
  15. Toda mi solidaridad pra você y pra
    tua bella filha...Que a JustiÇa Divina te otorguei o triunfo total... Desde México, te abrazo a ti y a tu hija con el alma ☼

    ResponderExcluir
  16. também faço minhas as palavras do Mário Relvas... "a solidariedade não pode ser uma palavra vã".
    Todos juntos nunca são demais, na luta pelos nossos direitos, e pela igualdade de oportunidades no acesso à justiça.

    Bjs para a Flávia e Odele

    ResponderExcluir
  17. Adorei o post da nossa amiga Isabel de portugal falando sobre a injustiça no caso de Flavia.
    Uma excelente semana para ti querida Odele!
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  18. Hola Odele

    Cuenta conmigo yo tambien soy madre y abuela,comprendo tu dolor y angustia por la injusticia,cuenta para lo que necesites.Nunca pierdas la fé...

    Te dejo miles de cariños y un sincero abrazo .

    ResponderExcluir
  19. Desde Argentina, un gran abrazo para ti y Flavia.
    Y un gran deseo de que lo que pasó con tu hija jamás se vuelva a repetir.

    ResponderExcluir
  20. Odele, le estoy escribiendo de Argentina, no le puedo expresar lo que siento ni tratar de medir lo que usted siente. Mi único deseo para usted y Flavia, es que ella se recupere, que no pierda las esperanzas, que luche por ella, no la deje ir; y a Flavia, no te des por vencida.

    Le deseo que se recupere y que algún día de estos, usted la pueda regañar por alguna cosa que haya hecho mal, ese día, espero llegue.

    Les dejo un abrazo enorme a ustedes.

    ResponderExcluir
  21. ODETE!Acabo de conhecer esta triste e revoltante estoria, nem tenho palavras.Quero somente, oferecer minha ajuda para oq ue for possivel.
    Grande abraço para voce, Flávia e Fernando.
    Thaís M M
    thaism.m@ig.com.br

    ResponderExcluir
  22. ESPERO QUE EN UN FUTURO CERCANO TU NIÑA VUELVA SER LA MISMA, Y TENGAS QUE ANDAR CORRIENDOLA POR DOQUIER. POR FAVOR NUNCA BAJES LOS BRAZOS, AUNQUE SIENTAS QUE CADA BATALLA ESTA PERDIDA RECORDA QUE LA GUERRA PUEDE SER GANADA.
    DESDE ARGENTINA UN BESO A FLAVIA Y A VOS DE UNA HERMANA.
    FURZA!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Desde Argentina, sòlo deseo enviarte AMOR, AMOR , AMOR. Para ti y para Flavia.

    ResponderExcluir
  24. Vim aqui pelo blog da Isabel.
    è verdade que em Portugal a justiça ou é lenta ou é parada, mas é verdade que podemos ser solidários com qualquer pessoa em qualquer parte do mundo.
    Lamento o que aconteceu à Flávia e não há palavras que possam ser ditas e que tragam alivio nestas situações, há apenas um ombro amigo para derramar lágrimas e gritar desabafos, ai penso que tens bastantes!

    Um beijinho com muita coragem!

    ResponderExcluir
  25. Denunciar, Protestar, Divulgar, Divulgar. Desde Argentina, asi será, JUSTICIA.

    ResponderExcluir
  26. Espiadinha RJ31 outubro, 2007

    Odele,
    Sou uma amiga anônima que se solidariza com sua luta e seu sofrimento.
    Saiba que como mãe,e acima de tudo como ser humano, mostro minha indignação quanto ao descaso em qualquer situação,especialmente no caso da Flávia.
    Que Deus,em sua MAGNITUDE,continue dando forças,para que você cumpra sua missão.
    Só ELE sabe o Por Quê e o Pra quê de tudo isso....
    Mesmo que não aceitemos.
    Beijos na Flávia!

    ResponderExcluir
  27. Passei por aqui e fico satisfeito pelo apoio desta gente amiga.

    Continue Odele

    ResponderExcluir
  28. A SOLIDARIEDADE NÃO PODE SER UMA PALAVRA VÃ.

    Grande verdade incumprida.
    Bom resto d semana. bjos

    ResponderExcluir
  29. Olá Odete!

    Pode não haver palavras que te conforte. Mas uma ação irá aliviar-te: justiça sendo feita.
    Infelizmente, no Brasil isso é lento, mas com certeza virá.
    Outra certeza é que a justiça de Deus está sendo feita, mesmo não sendo perceptível.

    Sua luta e agarra é admirável. Você e sua família estão em minhas orações, esteja certa disso.

    Lembre-se: é de grão em grão espalhados na natureza que mais árvores nascem, mais frutos brotam.
    Seu semear lhe dará ótimos frutos, pois contagia o coração de outras pessoas a fazer o bem com solidariedade, amor e justiça.

    Beijos em seu coração e alma.

    ResponderExcluir
  30. Querida Odele

    Si puedes pasa pasa por mi blog por favor....


    Te dejo un gran abrazo y mucha fuerza amiga........

    ResponderExcluir
  31. Um excelente feriado para ti querida amiga Odele.
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  32. Continuo a afiramar o mesmo de sempre, desde que tomei conhecimento deste caso.
    Não desistir, insistir!

    Algum dia "um surdo-mudo" falará!

    Em prol da Flávia e de todos os abandonados pela justiça dos homens, continue-se a divulgação destes acontecimentos tão tristes e violentos!

    Um abraço duplo, como sempre.

    ResponderExcluir
  33. En estos momentos enviare un mail a la embajada de Brasil en Perú, recibe a la distancia un gran abrazo querido Odele y mis bendiciones para Flavia y todos los tuyos.
    Que Dios los bendiga y proteja querido amigo, solo te pido que no pierdas la Fe, te lo digo por experiencia, entregale tu corazon y tu conciencia para que Él limpie todo dolor de tu alma y reconforte tu espiritu y levante a tu hija de aquel sueño transitivo.
    QUE "DIOS" LOS BENDIGA.

    ResponderExcluir
  34. Odele. Postei minha perplexidade no blog, há pouco e estou linkando seu espaço. Conte comigo. Um beijo

    ResponderExcluir
  35. Linkei em meu Blog a foto de sua filhota linda, com um Limk para este blog. espero que não leve a mal.
    bjs e... sonhos doces, com muita Fé!

    ResponderExcluir
  36. Nathalia Garcia31 outubro, 2007

    Tia Odele!

    Sempre entro aqui para ler sobre você e sobre a Flavinha!

    Vejo que você é uma guerreira que luta bravamente para a justiça ser feita. Admiro muito a sua persistência e coragem!

    Saiba que sempre estarei aqui para tudo que for possível ajudar!

    Um beijo para você.

    E um Beijo Especial para a Flávia!

    Nathi

    ResponderExcluir
  37. Cheguei aqui desde o blog de Eddy e son español, perdón por o mal que escribo Portugués pero paso a publicar esta denuncia no meu blog. Gracias.

    ResponderExcluir
  38. Hola Odele

    Hoy solo paso a saludar y a dejar un gran abarazo y cariños para Flavia...

    Besos...

    ResponderExcluir
  39. Olá, Odele!


    Sou eu a Anelize que divulgou seu blog para Rosana Hermann, no Querido Leitor. Espero, de alguma forma, ter contribuído para divulgar sua luta para ver respeitados os direitos da Flavia. Firmo com você o compromisso de colaborar para que seu protesto chegue até pessoas de credibilidade que tenham espaço para difundir sua causa. Como estudante de jornalismo e cidadã brasileira, sei o quanto a repercussão na mídia favorece a discussão e até a solução de questões como essa.

    Um beijo e muita força,
    Anelize.

    ResponderExcluir
  40. Força e fé em Deus. Para a justiça, não basta só fé, há que ter muita luta.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails