Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

COM AFETO DÓI MENOS.

- 10 de abril de 2007
Irmã Priscila, diretora do CONSA, colégio onde Flavia estudava, nos visitava um dia no hospital, quando entrou a Fisioterapeuta que atenderia Flavia. Alba, era o nome daquela moça. Tinha a pela branca feito papel, e com voz estridente, dirigiu-se à Flavia, como se ela pudesse compreendê-la:

- Flaviaaaa!!! – Vamos relaxaaaar!!

Percebi a falta de delicadeza da fisioterapeuta e me angustiei.

Diariamente e mais de uma vez, faziam em Flavia, fisioterapia motora e respiratória, esta, dependendo do profissional, me parecia uma verdadeira tortura. Uma sonda de aspiração traqueal, era conectada a um equipamento de sucção a vácuo, preso à parede, próximo à cama de Flavia. Quando a fisioterapeuta abria o tal vácuo, um barulho imitando um chiado forte se fazia ouvir. Aí, ela introduzia a sonda no nariz de Flavia, e aspirava as secreções que ela estava impossibilitada de eliminar por vias normais. Via-se então em seu rostinho, uma expressão de sofrimento, e todo seu corpo estremecia, numa cena absolutamente triste de se ver. Irmã Priscila, não se contendo, correu para o banheiro. Foi chorar. Eu, segurei a mão de Flavia e comecei a rezar.

Senti-me aliviada, quando a fisioterapeuta saiu e entrou Marlene, uma auxiliar de enfermagem muito competente, delicada e carinhosa com Flavia. Sempre que Marlene estava de plantão, cuidava de minha filha com extremo zelo, por isso, nas noites em que Flavia estava sob seus cuidados, eu me sentia mais tranqüila. Infelizmente, perdi o contato com Marlene, mas ela permanece em minha lembrança, como exemplo do que deve ser um profissional de saúde, seja médico, fisioterapeuta, auxiliar de enfermagem ou o que for: Há que existir nesse profissional, um misto de competência e afeto. O carinho dispensado a quem está em uma situação dolorosa, pode até não eliminar a sua dor, mas certamente, torna mais suportável o sofrimento.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

5 comentários

  1. Infelizmente existem pessoas que tem um curso e exercem uma profissão, outros tem acima do curso uma vocação, humana e depois profissional...

    ResponderExcluir
  2. Olá ... bom dia,

    Soube da Flávia pelo poema que o Vitor Cintra lhe fez ...

    fiquei comovida ... sem palavras ...
    nem sei o que dizer ...

    vim deixar um beijo ... o meu apoio ... a minha solidariedade ...
    se eu puder ajudar em algo estarei sempre à disposição ...

    Um beijo grande no seu coração Odete. Um xi-coração na Flávia ...

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Isabel.
    Mesmo antes de nos encontrarmos aqui no BLOG de Flavia eu já conhecia seu trabalho que acho maravilhoso.
    Receba nosso carinho,
    ODELE E FLAVIA.

    ResponderExcluir
  4. Oi Odele (desculpa ontem a troca no nome),

    Terei todo o gosto e prazer em fazer trabalhos com fotos da Flávia...

    se tiveres alguma ideia que tipo de trabalhos gostarias, bem como tamanho (caso p.e. para imprimir e colocar em moldura) ... informa-me ....
    o meu email é

    filipe.isabel@gmail.com

    para onde me poderás enviar as fotos

    beijinhos com ternura

    ResponderExcluir
  5. Olá Odele...
    Aqui cheguei pela mão da amiga Isabel Filipe e curioso, aqui encontro o Vitor Cintra...

    Cara Odele, é preciso muita força... sim, sei-o em parte, pois tenho um filho autista com 19 anos... uma vida.E agora vamos envelhecendo...

    Virei com mais calma ler e devorar este blog, cheio de carinho, alegrias e tristezas.

    Um beijinho para a Flávia

    Do Mário Relvas do Aromas de Portugal

    Ao dispor
    mrelvas@bragatel.pt

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails