Este blog, criado em janeiro de 2007, é dedicado à minha filha Flavia e sua luta pela vida. Flavia vive em coma vigil desde que, em 06 de janeiro de 1998, aos 10 anos de idade, teve seus cabelos sugados pelo sistema de sucção da piscina do prédio onde morávamos em Moema - São Paulo. O objetivo deste blog é alertar para o perigo existente nos ralos de piscinas e ser um meio de luta constante e incansável por uma Lei Federal a fim de tornar mais seguras as piscinas do Brasil.

BOTOX e GASTROSTOMIA.

- 26 de abril de 2007
Julho de 1998. A febre vem cedendo, embora Flavia ainda apresente muita hipertonia. Por conta disso são feitas algumas aplicações de botox, (*) na tentativa de lhe relaxar a musculatura, no entanto, esse procedimento não vem surtindo efeito significativo. Os médicos me dizem que continuar no hospital não vai mudar o quadro clínico de Flavia, e assim, o pediatra e o neurologista concordam em que devemos pensar em ir para casa, onde ela deverá ser cuidada pelo sistema Home Care.

A primeira providência para diminuir as dificuldades em casa é substituir a sonda nasogástrica por uma gastrostomia, já que Flavia continua sem conseguir deglutir. As dificuldades de deglutição são comuns após lesões neurológicas. Qualquer coisa que se coloque na boca, inclusive água, causa engasgos. A mais grave conseqüência dos engasgos é a “pneumonia de aspiração”. Por isso, para prevenir a ocorrência de uma pneumonia, muitas vezes é necessário o uso de outras vias de alimentação. A pessoa deixa então de se alimentar por boca, e pode passar a receber alimento por um tubo, que vai do nariz até o estômago pela sonda nasogástrica, ou que chega diretamente no estômago – sonda gástrica, através de uma gastrostomia. O médico (gastroclínico), através de um procedimento cirúrgico, faz um orifício na barriga onde é colocada uma sonda que leva alimento diretamente ao estômago.

No caso de Flavia que desde a UTI usava a sonda nasogástrica, era necessária a troca por sonda gástrica, até porque a primeira já estava sendo usada por um período considerado longo pelos médicos. Explicaram-me que o uso prolongado dessa sonda não é um procedimento comum, além do que, o pediatra de minha filha me orientou de que em casa a sonda gástrica oferecia mais tranqüilidade. Por isso a cirurgia de gastrostomia foi agendada.

(*) O Botox, muito utilizado para fins estéticos, pode ser também utilizado para fins terapêuticos, com o objetivo de diminuir a espasticidade (hipertonia) comuns em pessoas que sofreram danos cerebrais. Seu efeito no entanto é temporário, e no caso de Flavia, após algumas aplicações mostrou-se pouco eficiente e decidiu-se pela suspensão do uso.

Meu nome não é Odete, como algumas pessoas escrevem nos comentários, é Odele, com L e não com T.
Obrigada.

9 comentários

  1. Querida Odele, hoje não sei o que dizer...
    Está-se só a passar pela cabeça o sofrimento da Flávia e o teu, como Mãe...

    Um beijo grande para ti e para a Flávia e um apertado abraço

    ResponderExcluir
  2. Odele, querida amiga,

    Vou acompanhando este desenrolar do que aconteceu à tua Flávia ...

    palavras ... não há palavras que possam ser ditas ...

    somente ficam dois beijinhos grandes: uma para ti e outro para a Flávia ...

    ResponderExcluir
  3. Naty Spinola26 abril, 2007

    Nossa qta gente que agpra deixa comentários por aqui... Fico muito feliz!!! Cada foto tão linda da Flávia pequena... E esse texto do Fê que eu nunca tinha lido... Que saudades de vocês, vou combinar a visita com o Conrado logo... Muitos beijos cheios de carinho para vocês duas!!!

    ResponderExcluir
  4. Odele, estou lendo o seu blogue faz tempo e me senti impotente. Só consigo imaginar a dimensão da sua dor, que deve ser muita. É uma mulher forte e com certeza Deus está do seu lado.
    Me mande um e-mail
    luma2r@gmail.com - que explico o lance do tradutor.
    Beijus

    ResponderExcluir
  5. Minha querida Odele obrigada pela tua visita e carinho.
    Ler seus textos nos faz enxergar que nao temos problemas comparando com o que vc esta passando.
    Desejo uma excelente sexta-feira para ti.
    Big Kiss

    ResponderExcluir
  6. Querida Odele,


    Vim desejar para ti, Fernando e Flávia um lindo e doce fim de semana


    Beijinhos ternos

    ResponderExcluir
  7. Odele, a vida continua, infelizmente para si e Flavia sem mudanças...

    Essa ida para casa é do seu agrado?

    Beijinho para ambas

    Mário Relvas

    ResponderExcluir
  8. Odele, vim acompanhar teu relato e te admirar ainda mais... e deixo beijos e um bom final de semana para vc, Flávia, marido e filho...

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Ambiente hospitalar deixa tudo mais triste...

    Um ótimo fim de semana pra vc..

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails